Home Noticiário Nacional Marinha vai contratar 31 engenheiros para ARAMAR

Marinha vai contratar 31 engenheiros para ARAMAR

947
3

Edital com as regras para a inscrição deve ser publicado na semana que vem

 

Carlos Araújo
carlos.araujo@jcruzeiro.com.br

A Marinha do Brasil vai abrir processo seletivo para a contratação de 31 novos engenheiros militares. O edital com as regras para a inscrição dos interessados será publicado no máximo na semana que vem e poderá ser acessado no site www.ctmsp.mar.mil.br. O prazo para a inscrição deverá durar quatro semanas. Para atender às necessidades do seu programa nuclear, a Marinha tem programação para contratar mais 700 funcionários e completar um quadro perto de 2.500 funcionários até 2015 para as unidades do Centro Experimental Aramar, em Iperó, e o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), que funciona na Cidade Universitária, zona oeste da capital.

Esta programação foi anunciada ontem pelo contra-almirante Luciano Pagano Júnior, superintendente do programa nuclear da Marinha, em entrevista coletiva em Aramar. Após a entrevista, oficiais da Marinha levaram os jornalistas para conhecer as principais unidades de Aramar, entre as quais a Usina de Hexafluoreto de Urânio (Usexa) e Laboratório de Geração Nucleoelétrica (Labgene), local onde será instalado um reator de 11 megawatts de potência elétrica. O objetivo final do programa é a construção do primeiro submarino nuclear brasileiro, que está programado para ficar pronto em 2025. Diretores da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), presidida pelo pesquisador e historiador Adilson Cezar, estiveram presentes em Aramar.

Pagano Júnior informou que, desde 2008, a Marinha contratou mais de 600 funcionários. Este reforço e a retomada de atividades foram possíveis graças ao anúncio feito em 2007, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), da liberação de R$ 1,040 bilhão para investimentos no período de oito anos. Os recursos continuam a ser liberados durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). O orçamento da Marinha para 2012 é de aproximadamente R$ 300 milhões. Desde valor, R$ 100 milhões correspondem a mão de obra. Investimentos somam R$ 130 milhões e esta parte tem relação com a liberação autorizada por Lula.

Sobre a contratação de mais 700 funcionários, Pagano Júnior justificou: “Teremos que ter esse efetivo para atender essas nossas necessidades.” Segundo ele, as contratações são de técnicos qualificados, como engenheiros, e também de pessoal de apoio como técnicos e almoxarifes. Dos 1.750 funcionários atualmente em atividade em Aramar e no CTMSP (metade em cada unidade), 75% são pessoal civil e 25% militar.

Os 31 novos engenheiros que serão contratados a partir de processo seletivo serão nas áreas de engenharia civil, de materiais, de computação, elétrica, eletrônica, mecânica, metalúrgica, naval, química. O serviço é temporário pelo período de oito anos e incorpora os benefícios de militares de carreira. O salário inicial é de R$ 5.800 e vai até R$ 6.800 nos valores atuais.

Funcionários

A engenheira civil e 1ª tenente Flávia Miura Emilia Fernandes, de 31 anos, formou-se na Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) em 2008 e entrou em Aramar em abril de 2011. Fez curso de dois meses no 8º Distrito Naval, em São Paulo, e desde então exerce a função de fiscal de obras no centro de pesquisas. Sobre o que a atraiu no programa nuclear da Marinha, ela disse: “Novos desafios, quero muito aprender.” Outro fator de atração foi a novidade de entrar numa área em que ela não conhecia. E também admitiu que o salário é mais um fator de atração na comparação com o mercado de trabalho.

O médico Maurício da Rocha, de 58 anos, trabalha desde 1992 em Aramar. Ele tem a função de fazer exames periódicos e preventivos nos funcionários de Aramar, o que abrange também os familiares: “Exames de sangue, de urina, exames de imagens.” Funcionários que trabalham em áreas que têm material nuclear, como a Usexa, passam por exames mais complexos. O encarregado de segurança do trabalho de Aramar, Estanislau Pamplona Vieira Peixoto, de 68 anos, trabalha até amanhã em Aramar. Motivo: vai se aposentar. “É muito bom poder concretizar um plano de vida”, ele disse.

FONTE: Jornal Cruzeiro do Sul

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
7 anos atrás

O Moby Dick, o grande elefante branco do fundo dos oceanos abissais.

weber_eng
weber_eng
7 anos atrás

Por esse valor (R$ 6.800) de salário QUEM eles vão contratar?
Nenhum engenheiro de nível razoável, muito menos um do nível necessário para trabalhar em um projeto desses, iria aceitar ser contratado por esse valor!
Eu sou engenheiro e conheço o mercado, estão pagando muito mais que isso por aí e, mesmo assim, está muito difícil contratar alguém que preste, há uma falta enorme de bons profissionais.

bomfeli
7 anos atrás

RT @podernaval: Marinha vai contratar 31 engenheiros para ARAMAR: Edital com as regras para a inscrição deve ser publicado na … http: …