Home Noticiário Internacional Nuclep atrai parceiros internacionais

Nuclep atrai parceiros internacionais

291
0

Parceria inédita para construção de motores para as sondas do pré-sal é um dos resultados positivos da visita da missão finlandesa – coordenada pelo presidente da Federação de Indústrias de Tecnologia daquele país, Matti Spolander – às instalações da Nuclebras Equipamentos Pesados S/A (Nuclep/MCTI), em Itaguaí (RJ), na última semana.

A iniciativa deverá ser celebrada entre a Nuclep, estatal vinculada ao MCTI, com a Wärtsilä, líder na produção de motores navais na Finlândia. Segundo o representante da Câmara de Comércio da Finlândia, Mikael Virkki, apenas empresas multinacionais, como a Nokia, possuem uma estrutura como a empresa brasileira.

Segundo o gerente geral de Métodos e Processos Industriais da Nuclep e responsável pela recepção à missão, Marcelo Moraes, os empresários finlandeses apreciaram o porte da Nuclep, devido às dimensões de seus equipamentos e sua capacidade de produção. “Esse é um primeiro passo que pode render frutos importantes no futuro”, ressaltou Moraes.

Tecnologia é um dos principais produtos de exportação do país escandinavo. A federação que reúne as indústrias de tecnologia finlandesa possui hoje cerca de 1, 6 mil empresas, o que representa 60% das exportações nacionais. Com 80% dos investimentos direcionados ao desenvolvimento de novos projetos, a área exportadora responde por 300 mil empregos diretos e 750 mil indiretos – 30% da força de trabalho. Uma das preocupações dos exportadores daquele país é estreitar a colaboração entre empresas, escolas e universidades, visando reforçar uma mentalidade voltada à inovação tecnológica.

Excelência

Outra visita importante foi a do ministro da Defesa da França, Jean Yves Le Drian, que percorreu as instalações da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem), onde está sendo desenvolvido o projeto firmado entre a Nuclep e a DCNS francesa, para a construção de cascos das quatro unidades de submarinos, do tipo Scorpéne, no complexo industrial de Itaguaí. A previsão é que o primeiro submarino esteja concluído em 2022.

Le Drian, que também participou da inauguração do túnel que interliga os setores da futura base da Marinha, localizada na Ilha da Madeira (RJ), estava acompanhado pelo presidente da Nuclep, Jaime Cardoso, pelo comandante da Marinha, Julio Soares de Moura Neto; pelo coordenador do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), almirante de esquadra José Alberto Accioly Fragelli e pelo diretor industrial da Nuclep, Liberal Zanelatto.

FONTE/FOTO: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of