Home Noticiário Internacional Uma visão artística da corveta Barroso ‘stealth’

Uma visão artística da corveta Barroso ‘stealth’

457
25

Barroso stealth 580

Enquanto a Marinha trabalha no reprojeto da Barroso, nosso artista digital Jacubão retorna à ativa com um desenho da Barroso “stealth”. Clique na imagem da corveta para ver em tamanho maior e dê sua opinião nos comentários.

ARTE: Luiz Henrique “Jacubão”

25
Deixe um comentário

avatar
25 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
adrianosoldrogeriolGUPPYmarciomacedojoseboscojr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
celsoavb_adv
Visitante
celsoavb_adv

Atrás da torre “1” é um SAM-VLS? Me ressenti dos tradicionais Mk.32.

No mais tá perfeito o design.

fragatamendes
Visitante
Member
fragatamendes

Só existe uma coisa para dizer, FANTÁSTEICA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Abraços do MENDES.

fragatamendes
Visitante
Member
fragatamendes

Desculpe a falha grosseira, leiam FANTÁSTICA.Abraços do MENDES.

nunes neto
Visitante
nunes neto

Muito bom, daqui a uns 8 anos se der tudo certo,vamos comparar com a primeira construida, acredito que não será tão bem armada.Abçs

nunes neto
Visitante
nunes neto

O mastro principal deve ser o Thales I-Mast-400,ou outro de desenho stealth.Abçs

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

I-Mast 100 acredito.

Quanto aos lançadores verticais, existe mesmo esta possibilidade? Em quanto aumentaria o deslocamento da mesma?

Agora o MO infarta…..

jacubao
Membro
jacubao

A proa ficou um pouco mais longa, assim como a popa, para abrigar o canhão de 76mm.

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Parabens pelo conceito Jacubao!
Agora é só esperar que apareça o projeto na real.
Tomara que copiem o seu e coloquem ao menos o lançador VLS e os canhoes 76mm que ja dariam um up na capacidade ofensiva/defensiva das futuras Barroso.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

“Me ressenti dos tradicionais Mk.32.”

Provavelmente Jacubão embutiu os tubos de torpedos assim como nas
FREMM ou mesmo nos cruzadores classe Ticonderoga, faltou apenas uma abertura especifica para eles.

Quantos silos ? 32 ? E para que tipo de misseis ?

Belo desenho, se eu soubesse fazer parecido omitiria a torreta de popa
pois o desenho me pareceu um pouco “pesado”.

rcardonam
Visitante

RT @podernaval: Uma visão artística da corveta Barroso ‘stealth’: Enquanto a Marinha trabalha no reprojeto da Barroso, nosso a… http: …

jacubao
Membro
jacubao

Os lançadors são embutidos sim daltonl, se observar, são as três portas logo abaixo dos míssis antinavio. Também estou pensando em retirar o canhão de popa e em seu lugar ficaria um sistema de recolhimento de botes para guerra assimétrica.
Jacomecei a fazer essas modificações sugeridas pelos amigos.
Abçs.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

Jacuba…

não seria melhor apenas uma abertura maior para o lançador triplo ou duplo de torpedos como nas FREMM e nos Ticos ?

abs

Diegolatm
Visitante
Diegolatm

Parabens jacubao!

Ficou muito bom!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Jacubão, Parabéns pelo esforço e pela coragem em expor seu trabalho. Mas, tenho cá os meus pitacos: a) a ponte e a mastreação do P-120 “Amazonas” parecem ser mais furtivos, b) o reparo de popa poderia ser eliminado e o convoo alongado, c) o VLS estilo Type 23, quebrou a furtividade da proa, d) o reparo da proa está dando a impressão de estar enterrado nela, e) os tubos de torpedo A/S poderiam descer um nível. f) usando a altura do convoo original como referência, aumentando a altura do costado, o navio poderia ter um convés corrido o que dependendo… Read more »

joseboscojr
Membro
Active Member
joseboscojr

Parabéns Jacubão. Sugestões para uma Barroso Stealth 2: a) Substituir o sistema de mísseis que aparentemente são guiados por “radar semi-ativo” ou por CLOS por mísseis com orientação autônoma (IR, IIR, radar ativo), que prescindem de radares iluminadores, podendo o controle de tiro do canhão ficar por conta do radar 3D (como nas LCS) e das alças eletroópticas apenas não dependentes de radar de controle de tiro dedicados b) remoção do canhão de popa Sugestão para uma Barroso Stealth 3: a) Instalação de um sistema de radar de varredura eletrônica (AESA?) Obs: Jacubão, o CIWS Phalanx parece estar um pouco… Read more »

marciomacedo
Visitante
marciomacedo

Parabéns, Jacubão, tomara que as Improved Barroso sejam tão completas quanto no seu desenho. Agora, já que você está refazendo o projeto, aproveite o que o Comandante LM revelou no site sobre os sistemas do navio: metralhadoras de 30mm no lugar da torre de ré, convôo e hangar para Black Hawk. Sua iniciativa é uma bela contribuição ao debate.

GUPPY
Membro
GUPPY

Prezado Jacubão,

Excelente sugestão para as Improved Barroso.
Eu só mexeria para aproveitar a sugestão do Mauricio R, de eliminar o reparo da popa e alongar o convoo, e também sua idéia de acrescentar um sistema de recolhimento de botes para guerra assimétrica. É isso, convoo mais alongado e um mecanismo de recolhimento de botes. Agora, como ficaria uma vista frontal? Em hipótese alguma um pequeno bulbo? Tens algum nome(s) para as quatro novas corvetas?

Abraços

rogeriol
Visitante
rogeriol

Excelente Jacubão,
Parabéns pela iniciativa e por com certeza, com isso, contribuir para que essa nova Barroso, provavelmente com o nome de Tamandaré, saia tão linda como essa, com lançadores verticais etc.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

“…sistema de recolhimento de botes para guerra assimétrica.”

Não sei Guppy…teria que haver uma rampa para lançar e recuperar tais
botes e me parece algo mais necessário em navios de patrulha e/ou guarda costeira.

Quando se coloca muita coisa em um projeto, no primeiro mar bravo o navio pode virar, ou então, faltar grana para tanta coisa, mas apesar de me faltar criatividade, porque não então um sonar rebocavel na popa?

abs

nunes neto
Visitante
nunes neto

Concordo, não deve ter o canhão da popa,creio que só o CIWS Phalanx já seria o suficiente (temos que pensar como a MB, sempre coloca o mínimo de armas aceitaveis para o meio), mudando de assunto álguém sabe se o APA já começou a viagem para cá?

GUPPY
Membro
GUPPY

Prezado Dalton, O sistema de recolhimento de botes para guerra assimétrica não poderia ser um turco cuja altura não ultrapassasse o convoo? Ou seria inconveniente para botes? Quanto ao sonar rebocável achei bem interessante, até porque trata-se de uma escolta e não, como você bem colocou, de um patrulha ou guarda costeira. Agora, penso que o indicativo vai ser V40, V41, V42 e V43 porque embora tendo a Barroso como parâmetro, terá tantas diferenças que formará uma nova classe. Oh, podem reeditarem os nomes Ary Parreiras, Custódio de Melo, Barroso Pereira e Soares Dutra, não necessariamente nesta ordem. Outra opção… Read more »

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

Oi Guppy…

pelo desenho do Jacubão, já há turcos embutidos com capacidade para os tais botes, veja a grande porta lateral.

Na minha opinião não acrescentaria muita coisa e seria dificil manejar os botes com mar agitado, daí muitos navios estarem adotando uma rampa na popa o que agiliza o lançamento e o recolhimento dos mesmos.

abraços

adrianosold
Visitante
adrianosold

Belo desenho Nunhão.

Mas tenho uma outra sujestão.

podem visitar minha página no flickr link abaixo:

http://www.flickr.com/photos/[email protected]/8496921291/in/photostream

GUPPY
Membro
GUPPY

Ok, Dalton. Então é melhor investir na ampliação do convoo mesmo visando operações (com helicóptero) mais seguras, cuidando para que o hangar também seja compatível. Tudo isso propiciado com a retirada do canhão de popa.

Mas tudo já está sendo levado em conta pelo artista Jacubão no novo post e o que falei está em alguns comentários lá.

Abraços

joseboscojr
Membro
Active Member
joseboscojr

Adrianosold,
Sua sugestão é interessante, mas eu acho muito para uma corveta ter mísseis de defesa de área.
Até o Aster 15 ainda vá lá, mas o Aster 30 realmente acho muito.
Mas tirando isso há um bom equilíbrio de armas.
Parabéns e um grande abraço.