Home Noticiário Internacional Holanda expande pareceria militar com a China

Holanda expande pareceria militar com a China

383
7

johan-de-witt

A pareceria entre a Holanda e a China na área de defesa deve crescer, segundo declaração do ministro da defesa, general Hou Shu Sen, feita na última segunda-feira (15).O ministro se reuniu com o general holandês Tom Middendorp, e as conversas giraram em torno especialmente da cooperação marítima entre os países. As Marinhas chinesa e holandesa já trabalham juntas em ações antipirataria na costa da Somália. A Holanda integra as missões da União Europeia e da Otan.

Para estreitar relações, uma força-tarefa chinesa passará alguns dias a bordo do HMS Johan de Witt. O navio de apoio logístico (LPD) assumirá o comando da missão Atalanta da UE de combate à pirataria na região do Chifre da África. Trocas recentes entre os países incluíram a visita dos tripulantes da fragata HMS Van Speijk ao navio de assistência hospitalar chinês Peace Ark. A fragata holandesa opera na costa da África sob comando da Otan.Também será considerada a possibilidade de troca de dados hidrográficos entre as forças chinesas e holandesas. A finalidade da proposta e promover a segurança da navegação no Mar do Norte, por onde passam diversos navios com bandeira chinesa.

Para a ministra da defesa da Holanda, Jeanine Hennis-Plasschaert, o general Hou Shu Sen é “um dos líderes militares mais importantes na China”, e sua visita, assim como o reforço dos laços militares com Pequim, “representa a perpetuação das boas relações entre ambas as Forças Armadas”.

FONTE: Netherlands Info Service via Naval Open Source Intelligence (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
marciomacedoFernando "Nunão" De Martinithomas_dwWagner Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wagner
Visitante
Member
Wagner

O que desmente certas teses de que a China é o grande e futuro inimigo que atacará a todos nós, ” amigos ” da democracia e dos USA.

Esperta a Holanda. Eles não tem preconceitos ideológicos. Bom saber…

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

na na na – a NATO vem com desconfiança qualquer intercambio alem do mais superficial, a Turquia tentou uma vez e saiu muito mal.

preconceitos ideológicos – isto é o que a China tem com o resto do mundo nao alinhado a ela.

a proposito – a NATO tem um boicote de venda de armas a China.

Wagner
Visitante
Member
Wagner

A China não fica preocupada com ideologia na hora de negociar, ela não liga em comprar títulos norte americanos ( capitalistas), ajudar a CN ( comunista) ou em comprar terras africanas de países de datadores corruptos, sejam de Direita ou esquerda. A China está pouco ligando : ele vai, negocia, e pronto. Alguém já vou a China falar de Direitos humanos, ou falar que deixou de negociar com um país capitalista devido a neuras ideologicas ?? A política chinesa é pragmática. Até com o Japão, que ela tem disputas, ela negocia e pega empresas. A China não se preocupa com… Read more »

Wagner
Visitante
Member
Wagner

ops, ali leia-se “ditadores”, foi mal…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

China e Holanda à parte, eu prefiro debater esse imponente navio de desembarque doca holandês, da classe “Rotterdam”… O Johan de Witt é o segundo, 10 metros mais comprido que o primeiro que da nome à classe, com deslocamento consequentemente maior (16.000t comparado a 12.000t). As dimensões e deslocamento estão mais ou menos na faixa da classe “Austin” americana produzida ao longo da década de 60, da qual a Marinha adquiriu os planos na virada dos 70-80, e que o colega Luiz Monteiro outro dia informou que têm sido revistos para eventual produção de um novo NDD no país. http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/9/9f/USS_Austin_%28LPD-4%29_underway_in_1982.JPEG/640px-USS_Austin_%28LPD-4%29_underway_in_1982.JPEG… Read more »

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

“A China não se preocupa com alinhamentos ideológicos : ela sabe que todo mundo quer lucrar com ela, e se aproveita disso.

E até agora tem se dado muito bem…”

todos ( mas todos mesmo) os paises da Asia estao se armando para fazer face as atitudes agressivas da China, desde o Vietnam ate as Filipinas, passando pelo Japao, Coreia, Indonesia, Australia e indo ate a distante Nova Zelandia.

O Japao alias, esta prestes a embarcar em um programa acelerado de compras de armas tao preocupados eles estao com a China.

a coisa esta preta la – ninguem confia na China.

marciomacedo
Visitante
marciomacedo

Austin na MB só a versão reprojetada sobre a qual escreveu o LM. E nossos vizinhos, mais uma vez, estão à nossa frente. O Chile está comprando a segunda unidade da Classe Foudre – a primeira custou US 80 milhões. E o Peru vai construir duas da Classe Makassar. E viva o Brasil!