Home Aviação Naval Não, isto não é um porta-aviões

Não, isto não é um porta-aviões

731
52

Pelo menos esta é a declaração oficial do governo do Japão sobre o ‘contratorpedeiro de convés corrido’ Izumo

 

izumo_dm_130806_16x9_992

O mais novo navio da Força Marítima de Auto-Defesa do Japão (MSDF em inglês) tem um convés de voo em toda a sua extensão e é quase do tamanho de porta-aviões que participaram em 1941 do ataque a Pearl Harbor, como o Shokaku e o Zuikaku, mas o Japão insiste que ele não é um porta-aviões.

Com um comprimento de cerca de 250 metros e deslocamento padrão de 19.500 toneladas, o Izumo é o maior navio da frota. Até nove helicópteros podem pousar em seu convoo ao mesmo tempo .

Mesmo assim, o Ministério da Defesa e a MSDF insistem que o Izumo, que foi lançado no verão passado, é simplesmente um contratorpedeiro (destróier) capaz de transportar helicópteros.

A imprensa na China e na Coreia do Sul comentaram jocosamente  na época do lançamento , que o Izumo um “semi porta-aviões” e evidência de uma inclinação para a direita nas políticas japonesas.

O jornalista Militar Shinichi Kiyotani disse: ” Segundo as normas internacionais, trata-se de um porta-aviões. O governo está se expandindo gradualmente a sua interpretação, porque está com medo de que isso pode se tornar um problema político”.

Por sua parte , a mais recente versão do Jane’s Fighting Ship , um livro de referência sobre todos os navios de guerra do mundo divulgado anualmente na Grã-Bretanha , descreve o Izumo como um porta-helicópteros.

O Izumo está programado para substituir o contratorpedeiro Shirane, atualmente baseado na base naval da MSDF em Maizuru, região de Quioto, na primavera de 2015. O Shirane tem um deslocamento padrão de 5.200 toneladas.

A MSDF já tem outros dois contratorpedeiros de convés corrido com deslocamentos padrão acima de 10.000 toneladas: o Hyuga e o Ise. Outro navio do mesmo tamanho do Izumo também está em construção, ou seja, a MSDF acabará por manter quatro dos navios de grande porte.

O Programa de Defesa aprovado pelo Conselho de Ministros de Abe em dezembro passado colocou os quatro contratorpedeiros de convés corrido como nau capitânia.

Alguns navios são definidos por seu dever , como submarinos e navios de transporte. No entanto, todos os grandes navios de superfície , cuja principal missão é combater relacionada são definidos como contratorpedeiros.

Katsutoshi Kawano , o chefe de gabinete da MSDF , disse: “Nos termos da lei, não há outra maneira de se referir ao navio, mas como um contratorpedeiro”.

O governo emitiu uma declaração em 1988 que inclui porta-aviões. O documento afirma que as Forças de Auto-Defesa do Japão (SDF) não podem possuir mísseis balísticos intercontinentais , bombardeiros estratégicos ou porta-aviões de ataque.

Com a manutenção de uma postura exclusivamente defensiva, porta-aviões como os usados ​​pela Marinha os EUA, que são capazes de projetar poder a partir do mar contra alvos terrestres com seus jatos de combate, não foram considerados favoráveis ​​a essa política.

Funcionários do Ministério da Defesa disseram que não há planos para o Izumo operar caças. Ao contrário, eles insistiram que o Izumo é um navio de propósitos múltiplos que vai ser usado para lidar com catástrofes naturais ou de operações internacionais de resgate de emergência.

Para responder às preocupações de que o Izumo pode operar com caças que pousam verticalmente , como o F-35B , um alto funcionário do Ministério da Defesa disse: “A modificação é possível, mas realisticamente ela é difícil, pois  exigiria enormes quantidades de tempo e dinheiro, incluindo a compra dos jatos e o treinamento do pessoal necessário”.

Desde o fim da II Guerra Mundial , uma das principais missões do MSDF é trabalhar em conjunto com a Marinha os EUA para procurar e destruir submarinos inimigos.

Essa missão mantém-se inalterada , uma vez que a China e outras nações vizinhas têm expandido suas frotas de submarinos.

Contratorpedeiros da geração anterior desenvolvidos pela MSDF só podiam levar entre um e três helicópteros anti-submarinso com os sensores e torpedos necessários para detectar e destruir as forças potencialmente hostis.

No entanto, decidiu-se que o número de helicópteros por navio seria aumentado e reparos poderiam ser feitos a bordo, missões de busca e destruição seriam mais eficientes, ampliando seu escopo e sua duração.

Yoji Koda , que uma vez serviu como comandante da Frota de Auto-Defesa , disse que “o Izumo é um navio que é fundamentalmente diferente de um porta-aviões . Se a necessidade de um porta-aviões for considerada necessária no futuro, ele só deve ser construído após explicar ao público a sua razão de existir.”

Os fundos para o projeto e construção do Izumo foram originalmente definidos pelo Partido Liberal Democrático no ano fiscal de 2010. O lançamento veio depois de o primeiro-ministro Shinzo Abe voltar ao poder após o triunfo eleitoral do PLD sobre o Partido Democrático do Japão, em dezembro de 2012.

FONTE: Asahi Shimbun (tradução e adaptação do Poder Naval a partir do original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GUPPY
GUPPY
6 anos atrás

A Jane’s foi clara: porta-helicópteros.

Vader
6 anos atrás

Hehehe, sim, sim, claro que não é um porta-aviões, rsrs.

Guizmo
Guizmo
6 anos atrás

Ué, mas foram os britânicos (Invencible) e os Russos (Kiev) que inventaram esse eufemismo nos anos 80….

Não concordo que seja um porta-helicópteros, esses por definição não teriam convés contínuo, haja vista as classes Moskva e Jeanne D’Arc.

Abs

mdanton
mdanton
6 anos atrás

2020 Vão ser quentes! O Japão já deveria ter excluído essas cláusulas de sua constituição há tempos. Papo furado deixar suas defesas nas mãos dos EUA, que só a exercem para manter seus negócios e gerar empregos nos EUA. ou vocês acham que um gasto militar de 600 BI de doletas são REALMENTE pagos seus cidadãos…. são pagos pelo Oriente Médio, pela Europa, pelo Japão, Coreia via “negócios” ….MAS É MUITO MELHOR DO QUE GUERRA. Engraçado taxarem de “ir e ser DIREITA” tudo que conduz a atrocidades e preparativos para guerras/defesas, etc… Os NAzzi e fascistas eram de vertente socialista/comunistas… Read more »

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Se fosse pelo menos dotado de mísseis SSM e lançadores de torpedos como o Giuseppe Garibaldi ainda podia ser, mas só com armamentos AA defensivos e totalmente dependente de suas aeronaves aí fica difícil.
Mas acho que não interessa de que os japinhas o chamem, o que vale é uma classificação baseada em critério objetivos.

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Não queiram coerencia onde não há: cada marinha chama seus navios como quer, não apenas isso, cada autor tira suas próprias conclusões, há também a barreira da linguagem. Tenho livros que chamam o kiev e Jeanne d Arc de “Helicopter Cruiser”. O ocidente chama os Udaloys de destroyeres enquanto os próprios russos os chamam de grandes navios antisubmarinos. Os britanicos converteram alguns de seus NAes como o Bulwark, para operações anfibias e classificaram como Helicopter Carrier. Os LPHs da classe Iwo Jima também de “convés continuo” foram outro exemplo. O helicoptero, depois do próprio submarino é considerado a melhor arma… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Que sirva de mto boa inspiração, p/ a MB parar de sonhar acordada c/ “Mistral”:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2014/01/algerian-navy-set-to-receive-new-lhd.html)

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Esses navios serão os capitânea das flotilhas de destroyers japoneses, neste caso, concordo com a definição.

Mas é claro que podem ser usados pra outras missões…

Control
Control
6 anos atrás

Srs O Izumo e seu par bem como os seus dois antecessores menores (Hyuga class) podem facilmente serem equipados com AV8B ou F35B e passar de porta helicóptero para porta aviões. Foram, certamente, planejados para isto. Não são designados como tal por questão política e legal, o que deverá mudar logo após a alteração da constituição japonesa. É provável, inclusive, que superada a questão legal, o Japão lance a construção de uma versão melhorado dos Izumo com a capacidade de portar mais aviões, para dotar a marinha nipônica com a capacidade de operar longe das águas japonesas e sem depender… Read more »

Blackhawk
Blackhawk
6 anos atrás

Apesar de ser offtopic, não pude deixar de ler a opinião do mdanton e ficar surpreso quanto ao desconhecimento da história. O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães nunca foi, nem nunca pretendeu ser um partido comunista. Inclusive o partido chegou ao poder, entre outras coisas, prometendo “salvar a Alemanha do Comunismo”. Logo que ganhou as eleições em 1933, usou um incêndio no Reichstag como pretexto para fechar os escritórios do Partido Comunista Alemão e prender os líderes… Portanto amigos, eu até entendo a polarização capitalismo x socialismo bastante presente aqui no blog, pois isso faz parte da opinião pessoal… Read more »

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Black,
O Mdanton deve ter comparado o nazismo ao socialismo e não ao comunismo.
Mas concordo que de socialista o nazismo só tinha o nome.

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Mas para quem era considerado alemão, o nazismo tinha sim uma visão socialista.

Mauricio Silva
Mauricio Silva
6 anos atrás

Bom, cada um usa o nome que achar melhor. Aparentemente não há uma rampa “sky jump” na proa, o que indicaria o uso como porta helicópteros. Ou para operar com aviões VTOL. Será que o “Samurai” vai se levantar para enfrentar o “Dragão”? Está se configurnado um tremendo “hotspot” na região…
SDS.

Iväny Junior
6 anos atrás

Um ótimo “não porta aviões”.

Requena
Requena
6 anos atrás

Porta Helicópteros é? Sei…

Acho que os japoneses aprenderam esse tipo de “malandragem” com alguns dos brasileiros que foram morar lá.

É “nóis” exportando o “jeitinho” 😀

MO
MO
Reply to  Requena
6 anos atrás

Enquanto isso, sim, isso são navios =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/01/manobras-entre-os-dias-2-e-5-de-janeiro.html

13 ships / 18 photos

bitt
6 anos atrás

“Os NAzzi e fascistas eram de vertente socialista/comunistas (basta olhar o nome dos seus partidos e a condução da economia).” Polarização acontece em todos os lugares, como disse mto bem o Blackhawk. Achar a direita “cool” tamb é um direito individual. Agora burrice é fanatismo são outra coisa. Gde Bosco, O comunismo é uma forma de socialismo. O socialismo, genericamente, advoga pela divisão mais equânime do resultado do trabalho como prática social, e pelo aprofundamento da solidariedade como forma de estruturação da sociedade. O comunismo soviético é uma invenção de Lenin e de outros, que juntaram a teoria marxiana com… Read more »

cristiano.gr
cristiano.gr
6 anos atrás

Essa discussão não leva a nada de útil para o Brasil.

Tanto faz o que seja, é um belo navio e que o Japão faça bom uso dele.

Para nós seria melhor nos focarmos em pressionar por melhorias em nossa Marinha, nossas bases, … e principalmente, fim da reeleição do Legislativo, enquadramento dos deputados, senadores e juízes nas mesmas leis a que toda a Nação está submetida, … .

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

Este convés corrido pode suportar as altas temperaturas gerados pelo F 35B? Se sim, é porta-aviões.

Pois, um navio que poderia, pelo tamanho operar aviões deste tipo, o Mistral, não o fará justamente por não ter esta capacidade. Claro, os franceses também jamais dariam o braço a torcer…..

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Para quem não entendeu “Direita is Cool!” Só posso lamentar. Para quem leu o texto e…claro.. entendeu meu post Não é offtopic, mas esta resposta será. Afinal o Japão utiliza dessas táticas dissimuladas em virtude do tal “Eixo” que perdeu a guerra. Agora se for aço resistente, uma rapinha aqui, outra acolá for mais importante do que a intenção nipônica, fica a cargo de cada do conhecimento de cada um. Só para os letrados de plantão… fica a definição…. Socialismo/Comunismo e capitalismo você consegue identificar olhando a economia, sua estruturação e não discursos políticos. A economia alemã era planificada, bem… Read more »

thomas_dw
thomas_dw
6 anos atrás

Vamos devagar com o besteirol Mdanton o Japao é um dos principais aliados dos EUA, os EUA garantem a defesa do Japao e la mantem unidades, exite um tratado entre ambos. os Porta Helicopteros Japoneses sao uma reacao ao rearmamento acelerado da China. A Economia Alema durante o periodo do Nazismo não tem nada a ver com a ideologia de extrema direita do Nacional Socialismo, que alias se caracterizou pela improvisação e incompetência características de regimes ditatoriais. Todos os paises na Segunda Guerra mobilizaram as suas Economias, variando apenas no grau de eficiência Quanto ao financiamento do Orçamento dos EUA,… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

aahh Não!!!! Agora cansei! Por que será que pessoas desprovidas de intelecto BÁSICO, que é a simples interpretação de texto, gostam de chamar os outros de imbecis ou fazer correções semânticas de redação?? Duvido muito se são militares que flanam por essas bandas…. D Ú V I D O! Conscritos, reservistas, soldadinhos com menos de 5 anos são uma cambada de esnobes se achando os SEAL. Só na conversa mole, querendo ser aquilo que não são…. Sinceramente o alto nível se resume a uns 10-12 missivas e façam-me o favor…quando virem MDANTON pulem… nem percam mais seu tempo…me mirem e… Read more »

bitt
6 anos atrás

“A Inglaterra era economia amplamente liberal, planificou no esforço de guerra e não conseguiu mais voltar …Foi Margaret Tacher que recolou, em termos, a combalida economia inglesa, amplamente dominada pelos trabalhistas.”

Perdoai-o Dame Margaret – o rapaz simplesmente não sabe do que está falando.

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Para o fanático “estoriador”!
Seu texto sobre nazzi (crtl-alt-c), com “nuances” que foram introduzidas somente demonstra que o referido “paper” não é seu, pois se o fosse….conseguiria entende-lo.
Nele não se menciona NADA que os NAZZI eram de DIREITA….a não ser nas tais “nuances” que são obras do famigerado fanático “estoriador”…ainda bem que é só um fanático,…estava começando a ficar desapontado com as Escolas Militares. Dica google e coloquem Reagan, Thatcher, Papa depois Tatcher, mineiros e ESTUDE bitt

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=700546209970224&set=a.286302144727968.76361.251893348168848&type=1&theater

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Como sei que todo falastrão é preguiçoso vou facilitar para o bitt. O fanático contador de estórias…

http://www.lbiqi.org/jornal-luta-operaria/no-255-1a-quinzena-de-abril-2013/a-grande-aliada-de-ronald-reagan-na-ofensiva-contrarrevolucionaria-que-derrotou-a-uniao-sovietica

http://www.jornaldebeltrao.com.br/blogs/blog-do-bada/reagan-tatcher-e-joao-paulo-2-8320/

Quer mais oohh arrogante da ignorância?? Tem 2 visões. Uma comunista e uma conservadora…AMBAS corroboram minhas escritas. …e tchau!!

thomas_dw
thomas_dw
6 anos atrás

Olhe. a intenção não é ofender ninguém – talvez você se expressou mal dando a entender que o caráter do partido Nacional-Socialista é de esquerda, quando o é de direita, baseado na ideologia do partido Fascista Italiano de Mussolini. Quanto a Alianças, bem, os EUA estao cheios de parceiros de igual para igual entre eles o Reino Unido, França, Alemanha, e Japão e Canada, sem descontar Israel, Austrália, Coreia do Sul, Italia, Espanha e por ai vai, todos eles sao Aliados dos EUA – países como o Brasil e India almejam chegar a condição de países aliados, com todas as… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Uma vez mais vou esclarecer! offtopic, mas é para os participantes sérios ficarem esclarecidos sobre a turma que tomou de assalto todos os fóruns do país há tempos. Sou de vertente Liberal e ajudo a construir um partido que segue esse ideal, portanto não sou socialista quando aviso (acidamente) sobre os EUA. Admiro toda forma de inteligência/competências, seja ela praticada para o bem ou mal, pois neste conhecimento, construo minhas defesas. Então não confundam admiração pela construção da máquina de guerra nazzi, ou da contra ofensiva e tecnologia soviética, ou da sagacidade niponica em ser nazista ou stalinista/comunista ou imperialista.… Read more »

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

Este convés corrido pode suportar as altas temperaturas gerados pelo F 35B? Se sim, é porta-aviões.

Pois, um navio que poderia, pelo tamanho operar aviões deste tipo, o Mistral, não o fará justamente por não ter esta capacidade. Claro, os franceses também jamais dariam o braço a torcer…..

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Lá vou eu com mais uma de minhas “perolas”, mas enfim: era uma vez um autor e Almirante francês, De Belot, que escreveu que Navio Aerodromo e Porta-avioes não são a mesma coisa, apesar de ambos os termos serem usados como sinonimos e desde então, tenho evitado usar o termo porta-aviões, mas claro, isso é escolha minha. NAes, são os da US Navy, o francês, o russo, o indiano, o chinês e o NAeSP, na minha visão. O restante que são navios-antisubmarinos ou anfibios e que eventualmente transportam aeronaves VSTOL ou operam com uma pequena quantidade poderiam ser chamados de… Read more »

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

Daltaonl, excelentes colocações!!!

Detalhe é, a OTAN considera o Cavour um porta-aviões, correto?

E o Juan Carlos I também, mesmo “em casa” eles não são considerado PA´s puros.

MO
MO
Reply to  Fabio ASC
6 anos atrás

Fabio estas jacas NAe puro ?? rsss armaria, de jeito nenhum

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Pois é Fábio…é complicado ! Veja que o NAe Principe de Asturias que os espanhois descomissionaram ano passado trazia a letra “R” como identificação que é a letra usada pela OTAN para classificar NAes, mesmo os leves ou antisubmarinos. Já o Juan Carlos I, apesar de maior, e também dotado de “rampa”,leva a letra “L” que é usada pela OTAN para classificar navios anfibios uma das caracteristicas sendo a baixa velocidade máxima que navios anfibios desenvolvem, em torno de 20 nós. A maioria das marinhas não pode se dar ao luxo de terem NAes “puros” então possuem grandes anfibios com… Read more »

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

Pois é MO… é F¨%$¨%¨

Daltonl, o problema que eu acho é que, Marinha “menores” não tem condições de ter os Puros, mas, para compensar gastam os tubos para manter/operar STVOL´s…. vai entender.

Control
Control
6 anos atrás

Srs Na II GM, os porta aviões, além de assumirem o papel de principal arma naval, em substituição aos encouraçados, sofreram alguma especialização e usos diferenciados. Assim, foram usados como proteção de frota em missões de defesa contra ataques aéreos (comboios de Malta), arma de ataque e defesa em batalhas navais (Midway, Santa Cruz, Mar de Coral), arma de ataque a territórios e portos adversários (Taranto, Havaí, Truk), defesa de cabeças de praia (Okinawa). Além disto sofreram uma evolução conforme as aplicações, desde os porta aviões de esquadra, núcleos de grupos de batalha, até os porta aviões de escolta, pequenos… Read more »

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Control, Concordo com você! Agora, só pra esclarecer outros leitores, helicóptero também é avião, só que de asa rotativa, enquanto “avião” é avião de asa fixa. Mas de modo geral se usa o termo avião quando quer se referir a um avião de asa fixa, e helicóptero, quando queremos nos referir a um avião de asa rotativa. Se formos ser preciosistas, até uma corveta é um porta-avião, já que helicóptero é avião, só que o hábito faz o monge, e convencionou-se por conta do hábito que porta-aviões opera aviões de asa fixa e de asa rotativa enquanto um porta-helicópteros opera… Read more »

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

joseboscojr, eu prefiro assim:

avião = aeronave com asas fixas
helicóptero = aeronave com asas rotativas

rsrsrs

esse negócio que helicóptero e avião são aviões eu não concordo kkkkk

MAS NINGUÉM ME REPONDEU AINDA: o “deck corrido” deste navio foi preparado para aguentar as altas temperaturas geradas pelas turbinas dos aviões de asa fixa (bosco, calma)?????

Obrigado.

Alexandre Galante
Reply to  Fabio ASC
6 anos atrás

Aviões e helicópteros são AERÓDINOS, aeronaves mais pesadas que o ar, que se mantém em voo principalmente por forças dinâmicas. São aeródinos: aviões, planadores, helicópteros, autogiros, motoplanadores e ultraleves.

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

O uso da linguagem ajuda mas às vezes atrapalha. rsrsr No Brasil se chama canhão sem recuo (AT-4) de “lança-rojão”, também por força do hábito. Tanque (de acordo com o Aurélio é um veículo militar de combate, além de ser um termo aportuguesado do inglês, “tank”) é carro de combate e arma anti-tanque é arma-anticarro. Claro, em documentos internos das Forças Armadas Brasileiras os militares devem usar a nomenclatura oficial, mas entre entusiastas não há esta obrigação. Eu por exemplo não acostumo chamar porta-aviões de NAe, nem tanque de carro de combate, nem AT-4 de lança-rojão. Se algum dia me… Read more »

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Fábio,
Você está coberto de razão!
Deu pane no meu “HD cinzento” e eu confundi o termo “avião” com “aeronave”.
Acho que o alemão já tá me alcançando. rrsrs
Obs: Alemão = Alzheimer

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Control… já que você mencionou os “porta-avioes de escolta” da IIGM muitos deles eram tão grandes e alguns até maiores que um chamado “porta-avioes” leve, o que diferenciava-os principalmente era a velocidade, os de escolta sendo bem mais lentos. Mas as aeronaves embarcadas eram praticamente as mesmas operadas em grandes NAes, por exemplo, um Avenger ou um Corsair, os métodos de decolagem e pouso também. Os “pseudo” NAes de hoje com suas muitas atribuições deixaram as operações com aeronaves de asa fixa em patamar menos relevante. E como se não bastasse, as aeronaves de hoje em dia não são baratas… Read more »

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Fábio…

os próprios japoneses dizem que o Izumo não pode operar
com o F-35B, então, tudo o que se fale ou pense será pura especulação.

Alguns dão como certo que o MV-22 será embarcado.

abs

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Galante, Bem lembrado. Eu sabia que tinha um termo rsrssss pra definir uma aeronave mais pesada que o ar que incluía tanto o avião quanto o helicóptero. Fabão, Eu não sei se é exagerada essa história de que o piso do convés não resiste às altas temperaturas dos V-22 e F-35B (nem vamos entrar no mérito de qual o termo usado para definir estas aeronaves). Por exemplo, o F-35B quando decola no modo STOL o faz com seu bocal (ou seria “anal”) inclinado cerca de 45º. E ele o coloca nessa posição segundos antes da corrida. Quando pousa no modo… Read more »

MO
MO
Reply to  joseboscojr
6 anos atrás

simples, eh tudo a porra dos aviazinhuns … hmenos os helecopiteros que sao maxos pacas … rssss

Fabio ASC
Fabio ASC
6 anos atrás

Ah tá Galante, agora entendi o NAe!!!

NAe = Navio para Aeródinos 😛

Daltonl, esse exagero não é meu, já li, acho que no PA mesmo que esse negócio de “rabo quente” é que impede operação de Aviões no Mistral.

Enfim, obrigado a todos que responderam-me.

Control
Control
6 anos atrás

Srs

Jovem Fabio

O que impede o uso do F35B no Mistral é o seu preço quente.

Sds

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

“Fabio ASC
16 de janeiro de 2014 at 20:32 #

Ah tá Galante, agora entendi o NAe!!!

NAe = Navio para Aeródinos ”

TÔ RINDO JÁ FAZ UNS DEZ MINUTOS….kkkk rsrsss….

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

Americanos, Alemães, Israelenses e Japoneses quando fazem “coisas’ no campo militar (entre outras) é “de tirar o chapéu”.

Podemos colocar a Rússia nesse clube ??

Respeito também Italianos, Franceses, Ingleses, Espanhóis, Suecos, mais recentemente Koreanos ….

Esqueci algum país que mereça destaque nesse campo militar e de defesa ??

Tem mais ??

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

“Eita Nau jeitosa”, vi os link’s mencionados e outros,

‘Não é um avião para assustar, mas impõe respeito’

Essa Nau creio que impõe respeito !

Assustará dependendo do seu “recheio” de armas, todas.

Alguém sabe informar quais serão os hélis e seus armamentos ?

Quais serão os armamentos do “vaso” em si, todos ??

Gracias de antemano.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

O link abaixo traz dados as minhas perguntas acima, é isso mesmo ?? Está faltando algo ou a acrescentar ??

http://www.navyrecognition.com/index.php?option=com_content&task=view&id=1182

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás
Renan Lima Rodrigues
Renan Lima Rodrigues
3 anos atrás

Quando o EUA der autorização para o Japão lancar um porta aviões semelhante ao Nimitz,batizado de JDS Yamato e JDS Musashi. Vai dar chinês enlouquecendo dizendo que a WW3 está próxima. Kkkkkkk É tão legal ver navios capitania modernos ostentando o nome de navios icônicos,Izumo iria ser um navio com nove rifles de 410mm de torre tripla,nomeado como projeto A-140,e o Provável Ishikari e Yokozuna que teriam 6 rifles de 510mm também nomeado como A-150. Eu espero que os nipônicos façam isso,o nome do gigante ser ostentado num navio com capacidade semelhantes a do Nimitiz ou superior. Foda-se a China… Read more »

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Renan… . não são os EUA que impedem o Japão de possuir um NAe semelhante ao Nimitz…mesmo a Constituição japonesa poderá ser alterada sem problemas, mas, o principal mesmo parece ser de ordem econômica, mesmo um país “rico” como o Japão teria dificuldades para adquirir, manter e tripular um “Nimitz”. . Com certo sacrifício o Japão está aumentando a quantidade de seus “Destroyers Aegis” de 6 para 8 unidades e sua força de submarinos de 16 unidades, mais duas exclusivas para treinamento (16 +2) para algo como (18 ou talvez 20 +2)…e isso que o Japão não opera com os… Read more »