Home Noticiário Internacional Legislativo americano quer fundo alternativo para financiar novos SSBN

Legislativo americano quer fundo alternativo para financiar novos SSBN

233
0

090109-N-1255R-098

Tradução e edição por Nicholle Murmel

Membros de Legislativo dos Estados Unidos estão demandando um novo processo de financiamento para o desenvolvimento de uma nova classe de submarinos lançadores de mísseis balísticos para a Marinha.

O deputado Joe Courtey e o senador Jack Reed, ambos do Partido Democrata, defendem que os bilhões de dólares necessários para desenvolver o construir os substitutos da atual classe Ohio não devem vir das fontes tradicionais, uma vez que os navios são um bem estratégico nacional. “Eu insisto que o secretário de Defesa procure além (das fontes de verba comuns) e ajude a prestar suporte ao programa”, declarou Reed em entrevista ao portal Global Defense Newswire.

O deputado Courtney declarou que planeja trazer o assunto durante a reunião para planejamento e autorização do orçamento de Defesa do ano fical de 2015. O parlamentar também está nogicioando com os deputados Randy Forbes, do Partido Republicano e chefe do  House Armed Services Seapower and Projection Forces Subcommittee, e Rob Wittman, também republicano, e que pode chefiar o comitê no ano que vem. Courtney, que também tem assento no grupo, afirmou em entrevista que faria lobby também em seu próprio partido para “levar esse assunto do balcão do bar para a verdadeira formulação de políticas”.

A US Navy planeja começar a construir o primeiro sucessor da classe Ohio em 2021, com comissionamento e desdobramentos previstos para a década seguinte. Ao todo, espera-se construir 12 unidades dos novos submarinos, cada uma armada com 16 mísseis balísticos Trident – o programa tem custo estimado de 90 bilhões de dólares. A Marinha afirma que, caso arque integralmente com os investimentos, outras iniciativas de construção naval sofrerão cortes de verba significativos.

O secretário da Marinha, Ray Mabus, declarou no fim de fevereiro, durante evento em uma agência de inovação, que deveria haver um debate público acerca de como custear o programa de modernização dos SSBN. “Eu acredito que esse é um debate que precisamos ter durante esse período de cinco anos que o orçamento de Defesa compreende, até 2019. Porque nós precisamos construir esses submarinos… Se o financiamento vier da Marinha, o programa demandará metade do nosso orçamento para construção naval por ano”, explicou Mabus. A Força requisitou 1.2 bilhões de dólares no orçamento de 2015 para a modernização da frota de submarinos balísticos.

FONTE: National Journal via Naval Open Source Intelligence (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments