Home Noticiário Internacional Vídeo: DCNS termina a terceira série de provas da FREMM Normandie

Vídeo: DCNS termina a terceira série de provas da FREMM Normandie

320
18

No último sábado, 8 de março, a fragata europeia multimissão (FREMM) Normandie, segunda de uma série de navios do tipo encomendados pela Marinha Francesa, retornou às instalações da DCNS em Lorient após concluir sua terceira série de provas de mar.

Nestas novas provas, foi testado o sistema de propulsão híbrido CODLOG (COmbined Diesel eLectric Or Gas – combinação que permite a utilização de motores diesel gerando eletricidade para motores elétricos ou turbina a gás), mostrando que pode movimentar a FREMM tanto silenciosamente em baixa velocidade, graças aos motores elétricos, quanto em velocidades acima de 27 nós, com o emprego da turbina a gás. Foram verificados também os sistemas de navegação, unidades inerciais, além do desempenho de certos sensores do sistema de combate e da estação de comunicação Syracuse.

FREEM Normandie em provas - cena vídeo DCNS

FREEM Normandie em provas - cena 2 vídeo DCNS

No momento, o navio está docado em Lorient para diversas intervenções, e deverá realizar uma nova série de provas de mar em algumas semanas, segundo a DCNS.

Ainda segundo nota divulgada pela empresa, no momento estão sendo testadas ou construídas cinco outras fragatas FREMM em Lorient, em vários estágios de progresso, lembrando que a primeira da série foi a Aquitaine, entregue para a Marinha Francesa em novembro de 2012, e a segunda foi a Mohammed VI, entregue para a Marinha do Marrocos em janeiro deste ano.

FREEM Normandie em provas - cena 3 vídeo DCNS

FREEM Normandie em provas - cena 4 vídeo DCNS

A FREMM Normandie, que é a terceira da série, iniciou suas provas de mar em outubro de 2013 e deverá ser entregue à Marinha Francesa neste ano. A quarta, denominada Provence, foi lançada em setembro de 2013, enquanto a quinta e sexta da série estão em processo de montagem. O primeiro corte de metal para a sétima FREMM foi feito no final de 2013

FREMM Normandie@@DCNS (1)

Características gerais da FREEM

  • Comprimento total: 142 metros
  • Boca: 20 metros
  • Deslocamento: 6.000 toneladas
  • Velocidade máxima: 27 nós
  • Alcance: 6.000 milhas náuticas a 15 nós
  • Tripulação: 108 pessoas (incluindo destacamento para helicóptero)
  • Capacidade total de acomodação: 145 homens e mulheres
  • Sistemas e armamentos principais: radar multifuncional Héraclès, míssil de cruzeiro naval, míssil mar-ar Aster, míssl mar-mar Exocet MM40, torpedos MU90

FONTE / VÍDEO: DCNS (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Monteiro
Luiz Monteiro
6 anos atrás

Prezados,

O NDD Ceará encontra-se fundeado na Baia de Guanabara, ao lado da Escola Naval, realizando diversos testes em todos os sistemas que foram revitalizados/modernizados.

Na próxima etapa, que deve ocorrer nos próximos meses, o navio realizará testes de mar.

Luiz Monteiro
Luiz Monteiro
6 anos atrás

Prezado amigo Nunão,

Os canhões de 76mm do NDD Ceará serão substituidos por canhões de 40mm.

Durante as provas de mar, estão previstas operações com Embarcações de Desembarque de Viaturas e Pessoal (EDVP); Embarcações de desembarque de Viaturas e material (EDVM) e Embarcações de Desembarque de Carga Geral (EDCG).

Abraços

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Nunão, Falando de canhão, essa FREMM não tem radar de controle de tiro para o Super Rapid para alvos aéreos. Ou se tem, é no Heracles, só que ele é rotativo, e aí seria de forma intermitente, por mais que o radar gire rápido, não seria ideal. Ou seria? Lembra que a gente já conversou sobre isso? Será que é possível a um radar 3D giratório prover controle de tiro antiaéreo para um canhão? O Super Rapid é um dos melhores canhões antimísseis do mundo (se não for o melhor). Será que os franceses o instalaram mas abriram mão de… Read more »

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Correção:
segunda torre = segundo mastro

daltonl
daltonl
6 anos atrás

segundo mastro = mastro principal 🙂

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Dalton,
Plagiando a Regina Duarte, tive medo de chamar o “mastro principal” de “mastro principal” porque não é onde foi instalado o radar principal. Pra mim ele só era mais alto mas o “principal” era o da frente, que contem o radar Herácles.
Também fica difícil chamá-los de mastro de proa e popa já que estão na meia-nau.
Ainda bem que tem você e o MO para servir como o STF e dirimir questões navalísticas, rsrsssss

Ivan
Ivan
6 anos atrás

“Nestas novas provas, foi testado o sistema de propulsão híbrido CODLOG (COmbined Diesel eLectric Or Gas – combinação que permite a utilização de motores diesel gerando eletricidade para motores elétricos ou turbina a gás), mostrando que pode movimentar a FREMM tanto silenciosamente em baixa velocidade, graças aos motores elétricos, quanto em velocidades acima de 27 nós, com o emprego da turbina a gás.” Uma das direrenças importantes entre as FREMM francesas e as italianas é justamento o arranjo do sistema de propulsão. A Marina Militare optou pelo CODLAG (COmbined Diesel eLectric And Gas). para atender ao requisito de velocidade acima… Read more »

Ivan
Ivan
6 anos atrás

Um pdf. interessante sobre a propulsão das FREMM:

The FREMM Architecture: a first Step towards
Innovation

http://www.acabiz.com/library/pdf/The-FREMM-Architecture-a-first-Step-towards-Innovation-261.pdf

Sds.,
Ivan, sem tempo.

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Luiz Monteiro 13 de março de 2014 at 16:12 #

Prezados,

O NDD Ceará encontra-se fundeado na Baia de Guanabara, ao lado da Escola Naval, realizando diversos testes em todos os sistemas que foram revitalizados/modernizados.

Na próxima etapa, que deve ocorrer nos próximos meses, o navio realizará testes de mar.

Caro comandante LM! Parece que o “nosso enfermo” saiu da UTI geriátrica, e agora vai para sala de recuperação. Vamos ver se ele se recupera bem da “cirugia”.
A propósito, quantos anos foram mesmo de PMG????

Grande abraço

MO
MO
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
6 anos atrás

Este PMG do CE deve deixar ele operacional, digo estendeu sua vida até quando, digo melhor qual a projeção de utilização dele (até que ano) ?

Em tempo, agora com vídeo –
http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/03/mt-atlantic-canyon-vrfg4-video-do-navio.html

daltonl
daltonl
6 anos atrás

MO…

se for usada a mesma formula do NAeSP, que entrou em serviço em 1963 e deverá permanecer até 2028, totalizando
65 anos então o Ceará comissionado em 1956 mais 65 anos, baixa em 2021…no mínimo 🙂

MO
MO
Reply to  daltonl
6 anos atrás

Tks Dalto and Fernandinho

conclusão

“De onde se espera que não venha dada, eh justamente de onde não vem porra nenhuma” = ou seja no nosso dia a dia de 100 anos de MB