Home História Dois destróieres da Marinha Real vendidos para comerciante de sucata turco

Dois destróieres da Marinha Real vendidos para comerciante de sucata turco

703
0

HMS Liverpool__d92-_23_jul_2008

Dois navios da classe de contratorpedeiros Type 42 da Marinha Real foram vendidos para a sucata. O Ministério da Defesa (MoD) concedeu um contrato à empresa turca Leyal de reciclagem de navios para desmanchar dois dos cinco destróieres Tipo 42 atualmente aguardando o destino final.

Os ex-HMS Manchester e Liverpool serão rebocados a partir da base naval de Portsmouth em breve. Outros três destróieres – Edimburgo, York e de Gloucester – permanecem, e uma concorrência para dispor desses navios será anunciada ainda este ano. O Ministério da Defesa não pode revelar qual o valor de venda do Manchester e do Liverpool, pois os números são comercialmente sensíveis.

Durante seu serviço, o HMS Liverpool ficou estacionado nas Malvinas durante seis meses após o conflito com a Argentina em 1982 e participou da invasão do Iraque em 2003. Ele chegou às manchetes em 2011 por seu papel na guerra na Líbia, onde se tornou o primeiro navio a ser abrir fogo real desde o conflito das Falklands.

O Manchester participou da turnê global da Marinha Real, onde um grupo de tarefa levou a bandeira em um cruzeiro de volta ao mundo. Ambos foram desativados para abrir caminho para seis novos destróieres Tipo 45 da Marinha Real, os quais são baseados em Portsmouth.

A empresa Leyal é a mesma que desmanchou os navios-aeródromos ex-HMS Ark Royal e Invincible.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of