sexta-feira, setembro 17, 2021

Saab Naval

Caça F-35C completa primeiro pouso enganchado a bordo do navio-aeródromo USS Nimitz

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

141103-O-ZZ999-002

A Marinha dos EUA fez história no dia 3 de novembro quando um jato F-35C Lightning II, variante de navio-aeródromo do Joint Strike Fighter, realizou seu primeiro pouso enganchado a bordo do navio-aeródromo USS Nimitz (CVN 68). O pouso enganchado faz parte do Developmental Testing I (DT-I) inicial no mar para o F-35C, que começou no dia 3 de novembro e está previsto para durar duas semanas.

O pouso bem sucedido ocorreu depois de um período de reprojeto do gancho de cauda, que no início de 2012 não conseguiu pegar os cabos de retenção em testes.

141103-N-AZ866-050

141103-N-TR165-084

- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edcarlos Prudente

Impressionante como as diferentes versões do F-35 possuem características que as distingue muito, mesmo assim um leigo diria que são a mesma aeronave se não prestar atenção aos detalhes!
Lembram do primeiro pouso da versão B, foi muito mais elegante ao pousar!

http://www.naval.com.br/blog/2011/10/03/primeiro-pouso-de-f-35b-a-bordo-de-navio/

Fernando "Nunão" De Martini

Edcarlos,

De fato, um pouso vertical é quase sempre mais elegante do que um pouso enganchado, que desde muito tempo se convenciona chamar de “acidente controlado”.

Oganza

Nunão,

estava acompanhando essa mesma notícia em sites americanos e é impressionante a impopularidade do F-35… coitado rsrsrsrs.

Mas a coisa pega mesmo quando entramos em blogs que são frequentados por militares… o clima é de uma desconfiança sem tamanho… rsrsrs

Grande Abraço.

Fernando "Nunão" De Martini

Nada mais justo, Oganza. Afinal, pra quem tem memória, não há muito com que se ufanar nesse feito quando se lembra que, nos primeiros testes ainda em terra, o gancho de parada do F-35C falhou miseravelmente e vergonhosamente, somando mais um problemão a resolver na não pequena lista das três versoes do caça, e um problema que na real ninguém esperava que ocorreria. O que esse feito (que, não obstante, tem grande valor) faz na real é consertar um grande vexame anterior. Ou seja, conseguiu apenas contrariar a velha máxima do Barão de Itararé de que “de onde menos se… Read more »

Oganza

Nunão,

é verdade…

…o pior é que eu acho que todo mundo esperava todo tipo de problema… mas o gancho de parada foi de mais.

Em se tratando de projetos de aeronaves navais, na marinha com a maior expertise no projeto e na operação de tais aeronaves, o tal vexame foi primário e totalmente injustificável, ou não… tudo é possível, para o bem ou para o mal com o Lighting. 🙂

Grande Abraço.

Mauricio R.
Vader

Espetacular!

Bom ver que mesmo o F-35C, a mais atrasada das três versões do caça, tem avançado consideravelmente.

Senhores, acostumem-se…

- Publicidade -

Últimas Notícias

Submarino chileno realiza ataques simulados bem-sucedidos contra o porta-aviões USS Carl Vinson da Marinha dos EUA

Um submarino chileno da classe Scorpène concluiu recentemente o programa 2021 Diesel-Electric Submarine Initiative (DESI) com a Marinha dos...
- Advertisement -