Home Noticiário Internacional Marinheiros russos embarcaram novamente no Vladivostok

Marinheiros russos embarcaram novamente no Vladivostok

392
20

porta-helicópteros Vladivostok - foto AP via Voz da Rússia

ClippingNEWS-PAOs marinheiros russos da tripulação do porta-helicópteros Vladivostok embarcaram novamente no navio, que será entregue à Marinha russa, declarou esta terça-feira à Interfax uma fonte diplomática-militar.

“Hoje de manhã, várias dezenas de marinheiros que passaram a noite no navio Smolny, embarcaram no Vladivostok”, disse o interlocutor da agência. Segundo ele, o evento foi acompanhado por vários jornalistas franceses que chegaram ao local após terem tido informações de que os marinheiros russos da tripulação do porta-helicópteros tipo Mistral haviam sido autorizados ontem, 17 de novembro, a entrar a bordo do navio.

FONTE / FOTO: Voz da Rússia (o título original é “Marinheiros russos embarcam no Mistral)

20
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
Mauricio R.GUPPYMelky Le FaucheurIväny JuniorFabio ASC Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
joseboscojr
Membro
Active Member
joseboscojr

Tem um chip no navio que basta o Obama apertar que o navio de assalto vira um navio de cruzeiro com uma piscina olímpica aquecida e com mais de 2000 velhinhas dentro fazendo cruzeiro religioso.

Blind Man's Bluff
Visitante
Member
Blind Man's Bluff

Remove-lo foi a primeira coisa que os russos fizeram, afinal, estamos falando de russos e n argento-brasileiros.

Blind Man's Bluff
Visitante
Member
Blind Man's Bluff

😉

aldoghisolfi
Visitante
Member
aldoghisolfi

Taí… o navio está aparelhando para desatracar e zarpar com equipagem nacional, russa.

Lembro bem da mise-en-scène a respeito da não entrega do Vladivostok quando eclodiu, sério, o problema com a Ucrânia…

Bobo quem entra na briga entre os cachorros grandes sem levar imensas vantagens políticas, financeiras e econômicas…

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

Tenho certeza que sera entregue assim que houver uma solução do conflito na Ucrania, incluindo o retorno da Crimeia a Ucrania.

Como isto deve demorar alguns anos ou decadas, enquanto a solução nao sai, pode ocorrer o leasing do navio a NATO.

aldoghisolfi
Visitante
Member
aldoghisolfi

Thomas, boa tarde.

Porque a entrada da tripulação russa? Vão er treinados -se já não foram- e tratar de levar o navio p’rá casa… será que não?

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

Os Italianos ficaram com as fragatas que o Saddam Hussein comprou e pagou – e as corvetas tambem ficaram uns 20 anos la encalhadas.

Com o Putin enviando tropas e tanques Russos e ampliando a intervenção, os Franceses ficariam com cara de tacho entregando os Porta Helicópteros.

Estes dois vao ficar no porto anos a fio esperando um destino, e no fim, como é de costume, os Russos vao transferir os dois para um outro pais.

Uns anos atras, os Russos se arrependeram da compra, tanto que foi reduzida de 4 para 2 – nao se trata de uma tamanha prioridade para eles.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

Não é que os russos “se arrependeram” e sim que foi publicado por eles é que estariam adiando a decisão de outros 2 navios para 2016 para que os dois primeiros navios fossem devidamente testados, além, provavelmente da falta de fundos. A força anfíbia russa necessita muito dos navios classe Mistral já que muitos dos seus navios anfíbios estão “velhos” e apesar dos russos os chamarem de “grandes” deslocam pouco mais de 4000 toneladas quando carregados. A comparação com as fragatas iraquianas é interessante se bem que puderam ser facilmente absorvidas pela Marinha Italiana, ao contrário, os Mistral não teriam… Read more »

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

viraram um abacaxi para os Franceses, mas, uma vez prontos, com entrega imediata, com certeza diversos países vão se interessar (Chile, Canada, Mexico, Algeria etc) e a Marinha Francesa também.

De qualquer forma, eles nao vao ser entregues ate a situacao na Ucrania se resolver, e como sabemos, o Putin quer um naco bem grande da Ucrania e a situacao la esta longe de se resolver.

Daqui a um mes ou dois, os Marnheiros Russos voltam para casa.

Soldat
Visitante
Member
Soldat

“Tenho certeza que sera entregue assim que houver uma solução do conflito na Ucrania, incluindo o retorno da Crimeia a Ucrania.”

Kakakakakakakakakakaka……..

Muito boa a piada rsrsrs………

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

Um dos Mistral iria para o Pacifico, e o Governo do Japao enviou a Franca o seu protesto pela venda.

Para o Brasil, esta seria uma compra ideal – dai que jamais vai ocorrer, nao compramos o que precisamos e o que esta dentro das nossas possibilidades.

marciomacedo
Visitante
marciomacedo

E esse papo que rola na internet que o Siroco, irmão do Foudre, estaria vindo para o Brasil tem fundamento?

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

Ao que eu saiba, o Chile tem a prioridade na compra.

Ivan
Membro
Member
Ivan

Thomas, A experiência russo/soviética para construir grandes navios de assalto anfíbio é, para escrever o mínimo, frustrante. Foi o Project 1174 que resultou nos navios classe Ivan Rogov, híbrido de Landing Ship, Tank (LST) e Landing Platform, Dock (LPD). Ou seja, tinha uma rampa na proa para desembarque direto de veículos e blindados, bem com um deck alagável na popa para lançar no mar lanchões, botes e blindados anfíbios. Além disso possuía pontos para helicópteros a vante a ré da ponte. http://en.wikipedia.org/wiki/Ivan_Rogov-class_landing_ship Para mim era um ‘troço’ desajeitado. Um faz tudo que não era bom em nada. Apenas 3 (três)… Read more »

Ivan
Membro
Member
Ivan

Dalton,

Bem lembrado.

Chega a ser ridículo a quantidade de navios concorrentes que os europeus produzem. No final são terminados 3 ou 4 de cada classe, com pouquíssima padronização.

Abç.,
Ivan.

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Bom dia.

Já passa de 1 TRILHÃO de Euros os prejuízos causados pelas sanções econômicas impostas à Rússia.

Não existe mercado, nem juntando tudo, capaz de suprir este déficit.

Portanto, acredito que o Vladivostok será entregue, e bem rápido à Rússia.

Nem que para isso inventem um “coffe break” no assunto Ucrânia/Criméia.

Iväny Junior
Visitante
Active Member

A frança vai ficar com uma carinha… depois de alardear que reteria o navio, entregar agora, hahahaha.

Melky Le Faucheur
Visitante
Member
Melky Le Faucheur

Que bobagem essa de não entregar os navios pra Rússia, a culpa dessa crise tem dedo de muita gente,mas no fim das contas Rússia fica de vilã na história, sofrendo as consequências, e a Europa, que não está muito bem das pernas, fazendo as vontades xenofóbicas de Washington, perde um centro de escoamento de suas mercadorias, e essas sanções bobas só acirram os ânimos de todos e dificulta ainda mais uma resolução a curto prazo do conflito.

Os Mirage de israel as Fragatas do Iraque, e agora os navios da Rússia, a França e sua TPM.

GUPPY
Membro
Member
GUPPY

Li agora no Notícias do Google que a França suspendeu a entrega do navio.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

O “Mistal” russo interessa a OTAN e ao Canadá:

(http://www.casr.ca/ft-nato-mistral-dorschner.htm)