segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab Naval

Agenda de Jaques Wagner na França visa preservar finalização do ‘Riachuelo’

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Jaques Wagner visitando a DCNS na França
Jaques Wagner visitando a DCNS na França

Roberto Lopes

Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa

Vinheta ExclusivoA longa série de contatos que o ministro da Defesa Jaques Wagner iniciou nesta segunda-feira (11.05) em território francês, não lhe permitirá apenas conhecer os dirigentes de grupos empresariais – como DCNS, Thales, Safran e MBDA – que são parceiros dos principais programas das Forças Armadas brasileiras. Wagner tem outros objetivos mais urgentes e imediatos.

O Poder Naval apurou que nesse momento, uma das principais preocupações do titular da Pasta da Defesa, é garantir a continuidade, em ritmo aceitável, da construção do submarino Riachuelo (S40) – primeiro navio da classe Scorpene em produção no município fluminense de Itaguaí (RJ).

O assunto ganha relevância diante da possibilidade de que o ajuste fiscal em preparação pelo governo federal venha a atrasar pagamentos que devem ser feitos à empresa DCNS e às demais indústrias francesas envolvidas no Programa de Obtenção de Submarinos (PROSUB).

Jaques Wagner está hospedado no Hotel Sofitel Paris Arc-de-Triomphe, da capital francesa. Amanhã, quarta-feira, às 8h, ele tomará o café da manhã com seu colega Jean-Yves Le Drian, ex-ministro do Exterior e atual ministro da Defesa do governo François Hollande.

No encontro o brasileiro apresentará a Le Drian um quadro das atuais dificuldades econômicas do governo Dilma Roussef, e de como seu ministério pretende amenizar o impacto do ajuste fiscal sobre os projetos considerados prioritários por generais, almirantes e brigadeiros.

O ministro da Defesa está particularmente impressionado com o surto de desenvolvimento que o complexo militar naval de Itaguaí produziu naquela região do litoral sul do estado do Rio de Janeiro.

O primeiro submarino S-BR em construção em Itaguaí-RJ - Foto Ricardo Pereira
Também conhecido como S-BR, o “Riachuelo” será o cabeça-de-série de quatro embarcações tipo Scorpene

 

No fim de fevereiro, acompanhado pelo comandante da Marinha, almirante Eduardo Leal Ferreira, e pelo diretor-geral de Material da Marinha, almirante Luiz Guilherme Sá de Gusmão, Jaques Wagner conheceu a linha de produção do submarino Riachuelo. O submarino, que deveria ficar pronto em 2017, teve sua entrega adiada para o primeiro semestre de 2018.

O ministro está preparado, por exemplo, para defender os dois programas de construção de submarinos em marcha no Brasil – o dos navios classe Riachuelo e o do submarino de propulsão nuclear – diante do argumento de que, se o governo Dilma Roussef está cortando verbas do programa “Minha Casa, Minha Vida”, nada mais justo que, antes, sacrificar os gastos militares – já que o Brasil não vive nenhuma perspectiva de ameaça à soberania nacional.

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Brandenburg

…. naquela região do litoral sul do Estado do Rio de Janeiro.Nada demais. Lapsos acontecem!

Roberto Lopes

Grato, Brandenburg.

John Paul Jones

JW em Paris !!!, esse PT não perde tempo ….

Deve estar negociando o “Aditivo” político do PROSUB ….

Quando vejo essas noticias cada vez mais me convenço que vamos a lugar nenhum ….

- Publicidade -

Últimas Notícias

IMAGENS: Fragata Liberal – F43 chegando ao Rio de Janeiro

A fragata Liberal - F43 da Marinha do Brasil, fotografada no dia 24/9 pelo colaborador Edson Lucas, da subida...
- Advertisement -