Home Ciência e Tecnologia Marinha injeta R$ 1,3 milhão na EMGEPRON para que ela atue em...

Marinha injeta R$ 1,3 milhão na EMGEPRON para que ela atue em programas estratégicos

1445
5
Almirante Julo Soares de Moura Neto visita o estande da Emgepron na Euronaval 2014
Na última semana de outubro do ano passado o estande da EMGEPRON na mostra Euronaval, em Paris, recebeu a visita do então comandante da Marinha, almirante Moura Neto (segundo à esquerda)

 

A Diretoria de Gestão de Programas Estratégicos da Marinha (DGePEM) contratou a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), a 1º de junho último, para a prestação de serviços de apoio técnico-administrativo em sua área de programas estratégicos.

O contrato tem validade de um ano e valor total pouco superior a 1,3 milhão de Reais.

A contratação acontece no momento em que a EMGEPRON está conhecendo o seu novo diretor-presidente, o vice-almirante da reserva Francisco Laranjeira, que já se apresentou na empresa mas só assume o novo cargo na primeira quinzena de julho.

A DGePEM é uma organização militar sediada em Brasília (DF), com semi-autonomia administrativa, subordinada à Diretoria-Geral do Material da Marinha (DGMM). Parte de sua estrutura está localizada no Rio de Janeiro, de forma a atuar como órgão executivo central de gerenciamento de projetos estratégicos da Marinha, em coordenação com os Órgãos de Direção Setorial e Diretorias Especializadas, servindo de repositório do conhecimento institucional adquirido.

Quase todos os Programas estratégicos da Marinha do Brasil estão subordinados à DGePEM, exceto o Programa Nuclear da Marinha (PNM) e o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), que já possuem estruturas de governança e de gerenciamento próprios.

A seguir, a medida administrativa que regula o novo vínculo da DGePEM com a EMGEPRON;

DIRETORIA DE GESTÃO DE PROJETOS E S T R AT É G I C O S

EXTRATO DO CONTRATO

CONTRATO Nº 40005/2015-002/00

Processo nº 63202.000021/2015-63. Contratante: União, por intermédio da Diretoria de Gestão de Programas Estratégicos da Marinha (DGePEM), CNPJ 19.418.876/0001-80. Contratada: Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), CNPJ 27.816.487/0001-31.

 

Objeto: Contratação da EMGEPRON para prestação de serviços de apoio técnico-administrativo para o desenvolvimento de programas estratégicos. Fundamento Legal: Lei nº 8.666/1993. Vigência: 01/06/2015 a 31/05/2016. Valor estimado do Contrato: R$ 1.369.488,00 (um milhão trezentos e sessenta e nove mil quatrocentos e oitenta e oito reais). Data de Assinatura: 01/06/2015.

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ernani
ernani
5 anos atrás

Alguém saberia/poderia especificar que projetos estratégicos seriam esses?

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
5 anos atrás

@ernani

Por apenas 1,3 milhões, não podem ser muitos projetos. Nem se for apenas 1 projeto, por essa cifra, não ser grande coisa.

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
5 anos atrás

1,3 milhões. Nem se fosse propina seria grande coisa.

Douglas Falcão
Douglas Falcão
5 anos atrás

Pois é…… Vivemos em um país dominado por corporações publicas ineficientes, perdulárias, corruptas e arrogantes. Existem funcionários públicos do Estado do Rio de Janeiro que no final de 12 meses percebem dos pagadores de impostos bem mais do que a cifra anunciada nesta reportagem… Realmente é um descalabro a comparação (Contracheque X investimento na Engepron) mas ela é factível!!! A classe média que vive na livre iniciativa (em todas as suas camadas) é heroica. Tenho asco desse corporativismo ibérico, que faz um país com tanto potencial, ser tão pobre de recursos e ter servidores tão bem aquinhoados com o dinheiro… Read more »

John Paul Jones
John Paul Jones
5 anos atrás

Querem uma explicação ??. o Falcão acima está certo ….

R$ 1,3 M deve ser para pagar parte da pesada estrutura de pessoal da Emgepron e mais alguns outros almirantes recontratados pela MB ….

Um almirante da reserva recontratado pela MB e pago pela Emgepron deve custar pelo menos uns R$ 15 mil reais por mês, ou cerca de R$ 200 mil ano.

Assim, R$ 1,3 M deverá estar pagando cerca de 05 almirantes da reserva recontratados mais a taxa de administração da Emgeprom que é superior a 30 %.