Home Aviação Naval Há 69 anos, acontecia a primeira operação de um avião a jato...

Há 69 anos, acontecia a primeira operação de um avião a jato a bordo de porta-aviões americano

844
4

An XFD-1 Phantom in the U.S. Navy's first test of the adaptability of jet aircraft to shipboard operations on board the carrier Franklin D. Roosevelt (CVB 42)

Em 21 de julho de 1946, o navio-aeródromo USS Franklin D. Roosevelt (CVB 42) tornou-se o primeiro dos EUA a operar com avião a jato em condições controladas. O capitão tenente James Davidson voando um jato McDonnell XFD-1 Phantom realizou uma série de decolagens e pousos bem-sucedidos no Roosevelt ao largo de Cape Henry, Virginia. Os testes com jato continuaram em novembro, quando o tenente coronel Marion E. Carl, USMC, fez dois lançamentos por catapulta, quatro decolagens livres e cinco pousos enganchados com um Lockheed P-80A.

FH-1PhantomisbeingdirectedtolandprobablyontheUSSFranklinDRoosevelt

Capitão-tenente JJ Davidson e o vice almirante Gerald F Bogan fotografados antes da primeira catapultagem
Capitão-tenente James Davidson recebe os cumprimentos do vice almirante Gerald F Bogan antes da primeira catapultagem

O jato que utilizado na façanha encontra-se preservado no National Naval Aviation Museum, em Pensacola, Florida. O avião foi recebido pela Marinha dos EUA em 28 de fevereiro de 1948 e ficou pouco tempo em serviço, devido ao rápido avanço tecnológico daqueles dias. Depois de voar um tempo no Marine Fighter Squadron (VMF) 122, foi desativado em 1949 e só foi adquirido pelo museu em 1983. Veja fotos do McDonnell XFD-1 Phantom abaixo:

McDonnell XFD-1 Phantom - 1

McDonnell XFD-1 Phantom - 2

McDonnell XFD-1 Phantom - 3

McDonnell XFD-1 Phantom - 4

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
daltonl
daltonl
4 anos atrás

Por serem bem maiores que os “Essex”, os 3 “Midways”
entre os quais o USS Franklin D. Roosevelt, mereceram
uma nova designação ao serem incorporados, “CVB”, grande NAe de frota.

Em 1952, todos os NAes incluindo os “Essex” com exceção dos que foram selecionados para serem convertidos para outras missões passaram a ser designados CVA, NAes de ataque e finalmente em 1975 todos os NAes passaram a ser designados CVs mais de acordo com a nova função multi propósito acrescentando-se a letra “N” para os de propulsão nuclear, CVNs.

GUPPY
GUPPY
4 anos atrás

Prezado Admiral, Revendo o filme “Nimitz de volta ao inferno”, constatei que antes do início da primeira tempestade que fez o papel de túneo do tempo, o Comandante do Nimitz, imaginando que os destróieres não suportariam a tempestade que estava se aproximando, por serem bem menores do que o Nimitz, deu ordens para que todos voltassem para Pearl Harbor. Feito isso, o Nimitz, quando a primeira tempestade passou, encontrou-se no Oceano Pacífico exato no dia 07 de dezembro de 1941, quando os japoneses estavam indo atacar Pearl Harbor. Os caças americanos poderiam destruir os aviões japoneses mas o Comandante (Capitão)… Read more »

daltonl
daltonl
4 anos atrás

Guppy… a localização dos submarinos japoneses bem como dos NAes era conhecida, então bastava permanecer em um local seguro. A velocidade de um NAe de propulsão nuclear seria realmente um problema para os lentos submarinos japoneses quando submersos, mas, estavam a bordo em 1980 quando se passa o filme, cerca de 80 aeronaves, das quais 10 S-3A Vikings e 6 SH-3H Sea Kings especializadas em guerra antisubmarina e mesmo os A-7Es poderiam atacar um submarino na superfície. Veja que três dias após o ataque, aeronaves do USS Enterprise afundaram um dos grandes submarinos japoneses, navegando na superfície até porque o… Read more »

GUPPY
GUPPY
4 anos atrás

Perfeito, Admiral.

Esqueci das aeronaves antisubmarinos a bordo do Nimitz. Agora eu vou dormir tranquilo

Obrigado e um Abração.