terça-feira, novembro 30, 2021

Saab Naval

Com o P-8A Poseidon a vida fica mais difícil para os navios de guerra inimigos

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A foto impressionante mostra o novo avião de patrulha marítima P-8A Poseidon lançando três mísseis antinavio Harpoon ao mesmo tempo.

A Marinha dos EUA planeja comprar um total de 114 aviões P-8 a um custo de US$32,8 bilhões, o que dá US$ 288 milhões por unidade. O avião está substituindo os velhos quadrimotores P-3 Orion e já foi adquirido também pela Índia e pela Austrália.

- Advertisement -

13 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joseboscojr

Enquanto o LRASM não chega o jeito é lançar 3 a 4 mísseis contra um navio. rrsss
O SLAM-ER é mais furtivo e teria mais chances de passar por um sistema de defesa de ponto consistente.
Não faria mal se o P-8 fosse armado com o AARGM, mas pelo visto não o será.
Com uma futura versão “ramjet” do AARGM, com o dobro do alcance, e finalmente os americanos terão um míssil “antinavio” supersônico de médio/grande alcance.

Yamamoto

Agora só falta equiparar a capacidade dos P-3C em engajar pequenos alvos de superfície com os AGM-65 para ficar melhor ainda!

eduardo.pereira1

Big Bosco (futuro ministro da defesa,rs) ,este avião ,além de lindo tem bala na agulha pra chuchu hein, foras os supra citados misseis acima ainda teem os torpedos que leva internamente.

Sds.

Wellington Góes

Eu fico na espera do EMB-190 MP. tenho certeza que existe uma proposta engatilhada para este projeto.

Mauricio R.

“…tenho certeza que existe uma proposta engatilhada para este projeto.”

A Embraer que banque esse desenvolvimento, c/ o capital dela, a FAB não tem obrigação alguma em faze-lo.
Pode mto bem comprar o que há disponível no mercado.
Desde que não seja mais C-295.
Pq tranqueira da Airbus, já deu o que tinha que dar.

Wellington Góes

Maurício, justamente os caminhos que tu citaste como negativa, são os mais lógicos a serem tomados.

Mauricio R.

Faça-nos um favor então, poupe-nos da sua “lógica” em bancar o desenvolvimento de uma aeronave, que se mto venderá somente umas 10 unidades carecendo portanto de escala.
Ou então insistir em adquirir uma outra, cujo histórico de panes não resolvidos adequadamente pelo fabricante; comprometem a operacionalidade.
Melhor procurar no mercado.

Wellington Góes

Ok, mas quais? P-8 e ATR? Vale lembrar que a segunda aeronave também é um produto by Airbus (50%). Num futuro próximo, acredito que no máximo uns 10 anos, teremos que ter engatilhado o substituo dos Orions e Bandeirulhas. Normalmente aeronaves patrulhas são oriundas de aeronaves comercias que, diferentemente do KC-390, a Embraer já tem pronto e com número de produção na casa do milhar, faltando apenas algumas adequações para operações de patrulha naval. Aliás, existe proposta não só de uma aeronave MP, mas toda uma família de aeronaves de sensoriamento remoto (AEW&C, ELINT/RS e MP). Daqui um tempo os… Read more »

Mauricio R.

Sim essas duas, mas poderiam ser tb o jato japonês, ou os jatos em desenvolvimento pela Boeing ou pela IAI sobre plataformas canadenses, um jato Dassault, ou mesmo alguma solução Saab sobre as plataformas 340 e 2000 da própria empresa. Creio eu que o limite seriam o Viking 400, reencarnação do Twin Otter; o Aviocar apesar de ser Airbus e o avião polonês M-28. É um segmento de mercado fragmentado, de baixa demanda exceto pela necessidade da US Navy e baixa escala de produção. Apesar de ser parcialmente um produto Airbus o ATR é uma aeronave bem mais disseminada pelo… Read more »

Galeão Cumbica

Quem sabe a quantas anda a troca das asas de nossos P3 Orion?

sds
GC

Allan Branco

Caramba os caras não brincam mesmo, vão investir em avião de patrulha mais do que a as 3 forças aqui junto investiram no geral, é outro nível kkkk

BrancoF-16

se puderem me ajudar, eu necessito de uma conta diferente para comentar em cada uma das 3 forças: poder aéreo, forte e naval ??? não consigo colocar foto no avatar também

Welington Coelho

Quanta grana investida e o Deus dos mares não encontra o submarino argentino. Dica se for atacar os EUA vá de submarino.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Reator nuclear pode tornar Brasil autossuficiente em radiofármacos

Empreendimento reduzirá riscos de desabastecimento e custos dos medicamentos, além de ampliar o acesso dos brasileiros à medicina nuclear São...
- Advertisement -