Home Noticiário Internacional ‘Marines’ atacam o Estado Islâmico a partir do ‘USS Kearsarge’

‘Marines’ atacam o Estado Islâmico a partir do ‘USS Kearsarge’

4605
31

AV-8B decolando para atacar o ISIS - FOTO USN

A aviação dos Fuzileiros Navais também participou da Operação Inherent Resolve contra o Estado Islâmico no Iraque durante a semana. Jatos de ataque AV-8B Harrier pertencentes ao Marine Medium Tiltrotor Squadron (VMM) 162 (Reinforced), baseados no navio de assalto anfíbio USS Kearsarge (LHD 3) realizaram sua primeira missão contra o EI.

Pelo que se pode extrair das imagens, os AV-8B estavam armados com duas bombas convencionais equipadas com kit Laser DJAM (Laser Joint Attack Direct Munition). Este tipo de kit transforma bombas convencionais em armas inteligentes de duplo emprego. Ele incorpora um “seeker” a laser ao sistema de referenciamento tipo GPS. Desta maneira, a bomba pode extrair o máximo dos dois modos de guiagem. O “seeker” a laser permite que a bomba destrua alvos móveis, mas se as condições atmosféricas não permitirem, ela seguirá as coordenadas introduzidas no sistema de guiagem GNP/INS.

Laser JDAM num AV-8B - FOTO USN

No pilone central sob a fuselagem encontra-se um casulo de designação de alvos e navegação tipo Litening da Rafael/ Northrop Grumman. Dentre as diversas funções do casulo está a de designar o alvo com um feixe de laser para as bombas.

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Decolar na vertical ?

Bosco
4 anos atrás

Helicópteros são VTOL puro por “deficiência” do conceito tecnológico, mas até eles se beneficiam de uma corrida quando próximos do peso máximo de decolagem.
O V-22 já pode inclinar seus rotores numa posição intermediária o que lhe permite uma corrida mais eficaz.
Já aviões VTOL como o AV-8B e o F-35B não possuem essa “limitação” imposta aos helicópteros e fazem uma corrida curta como norma, apesar de poderem decolar também na vertical, com sérias limitações de carga e autonomia, vale salientar.

Bosco
4 anos atrás

Poggio,
Eu não creio que haja limitação para o caça levar pelo menos 4 bombas de 500 lb.

leo
leo
4 anos atrás

Off topic
Editores poderiam fazer um post.
Novo vídeo mostrando corvetas russas no mar Cáspio disparando mísseis contra o EI, vídeo de hoje que o ministério da defesa russo liberou.
Bosco assiste pois são belas imagens.
https://youtu.be/yf2SZ_gjtA0

Bosco
4 anos atrás

Leo,
Realmente muito legal. A cadência de tiro é de um a cada 4 segundos.
Impressionante ver como cada míssil segue a mesma trajetória do anterior.
Valeu!!

CVN76
4 anos atrás

Poggio

Somente uma pequena correção no seu excelente artigo:

O Esquadrão VMM-162 é um esquadrão de MV-22; como todo esquadrão VMM…..

Os AV-8B Harriers pertencem ao esquadrão VMA-223.

Ou seja, no LHD 3, estão baseados aviões e helicópteros de esquadrões diferentes.
Nem todo o esquadrão é embarcado, somente alguns detachamentos.

Renato B.
Renato B.
4 anos atrás

E cadê o F-35? Os Marines, já declararam ele operacional, não? Era o momento perfeito para mostrar que ele funciona e quebrar a onda de desconfiança sobre o modelo.

Dalton
4 anos atrás

Oi Franz !

acredito que o diferencial seja a palavra “reinforced” ou seja o único esquadrão completo é o VMM-162 reforçado por destacamentos de CH-53E, AV-8B, etc.

É a única explicação que encontrei pelo fato de muitas fontes estarem atestando isso e não
é pela primeira vez, então o VM-162 Reinforced não é o mesmo que VM-162 !

abraços

CVN76
4 anos atrás

Renato

No momento o USMC possui somente um esquadrão operacional de F-35.

Mas no momento ele está ocupando preparando as malas, pois em Janeiro o esquadrão muda dos EUA para o Japão.

MO
MO
Reply to  CVN76
4 anos atrás

Por falar em coisas de turquinhos

Emtempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/11/mt-stolt-gulf-mirshef-zgab2-video-e.html

Video + 7 photos feitas pela Érica

CVN76
4 anos atrás

Almirante Dalton

Pode ser isso mesmo que vc falou…….como vc diz; uma palavra muda tudo…hehehe

CVN76
4 anos atrás

Exato Poggio; voce e o Dalton estão corretos; errei em ler rápido o artigo!!

E aprendi algo novo; o certo é “destacamento” e não ” “detachamentos” como havia escrito….

soldat
4 anos atrás

Eu acho esses ataque são totalmente propaganda.
Os Âmis passaram anos alimentando e criando monstros e agora eles dizem que vão corre atras pura piada!!!!!.

“United States Apache attack helicopter following behind ISIS convoy into Syria from Iraq”

Delfim
Delfim
4 anos atrás

CVN76.
O fato dos EUA mandarem os F-35 pro Mar da China, em vez de confrontar o EIIL e adquirir experiência de campo inestimável no desenvolvimento da aeronave, pode ser vista como sinal da perda de importância do Oriente Médio na atual geopolítica americana ?

Dalton
4 anos atrás

Delfim

o Franz (CVN76) fez uma pequena confusão, pois o esquadrão de F-35Bs irá para o Japão em
2017 e não em 2016, ainda falta muita coisa !

E de fato, muitos anos atrás os EUA resolveram que a maior e melhor parte de suas forças estarão estacionadas no Pacífico.

Também pouco ou nada se aprenderia enviando um F-35B bombardear o Estado Islâmico.

abs

Oganza
Oganza
4 anos atrás

Dalton,

vc já viu esse?

https://www.youtube.com/watch?time_continue=79&v=EypzUduBqiQ

Ike Media… 🙂

Ps.: Quando se tem um MKT profissa é possível maravilhas como essa ai de cima.

Parabéns aos produtores… e ao Ike.

Grande Abraço.

CVN76
4 anos atrás

Oi Dalton

Pois é, troquei as datas…a mudança está prevista para Janeiro de 2017..
Se pensar bem, tanto tempo assim não é; a logística de mudar tantos aviões, pilotos, mecãnicos e demais pessoal de solo juntamente com as suas respectivas famílias é enorme…..são mesmo meses de planejamento….

Dalton
4 anos atrás

Não tinha visto não Oganza, obrigado pela lembrança ! -x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x E Franz…tudo indica que mesmo em 2017 o F-35B ainda não estará do jeito que os fuzileiros o querem, mas, será questão de um pouco mais de tempo. Tenho dúvidas se o USS Bonhomme Richard baseado no Japão poderá operar com o F-35B embora antes de ir para lá ele tenha passado por um período de revitalização que o permitiria operar mais eficientemente o MV-22 e também o futuro F-35B, mas, não acredito que as modificações tenham sido tão abrangentes quanto às que o USS Wasp passou recentemente pelo que… Read more »

Bardini
4 anos atrás

Configuração interessante…

Geralmente as JDAM estariam no lugar dos tanques, e os tanques nos pilones das JDAM…

E nem um Sidewinder? Os franceses estavam indo precavidos pra lá…

Sds.

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Nas Malvinas o pacote padrão era duas de 500 lbs. Este método de priorizar ataques aéreos e com misseis está repetindo o mesmo erro dos EUA no Vietnã, qual seja, combater irregulares com armas e métodos convencionais que são eficientes mas caríssimas (caso especialmente dos misseis russos). Querem atingir refinarias controladas pelo EI? Ora, não seria mais fácil simplesmente não comprar petróleo? Quem afinal está comprando? Isso não se compra na bodega da esquina, tem que ser governos ou grandes empresas negociando e não podem ignorar a origem Quem está repassando o dinheiro e as armas´pra eles? Acham que o… Read more »

CVN76
4 anos atrás

Colombelli, somente para complementar o seu bom post: Além das medidas citadas, existem alguns pontos que são pouco conhecidos e comentados: 1. Uma das principais fontes de renda do EI, Boko-Haram ou Al-Qaeda, são riquíssimas familias da Arabia Saudita e Qatar, além de parte do governo, militares e serviço secreto desses paises. 2. Apoio logistico através de construção de escolas, centro culturais e mesquitas no Ocidente..locais esses que servem como recrutamento, lavagem cerebral e espalhar odio e intolerancia religiosa. 3. A politica errada do Ocidente em receber milhares de “refugiados” dos paises do Oriente-Médio e Africa…..interessante que justamente paises como… Read more »

CVN76
4 anos atrás

Outro grande erro do Ocidente: Querer levar a democracia a países que ainda estão na Idade Média….. Reparem que depois que varios ditadores da região cairam, o terrorismo aumentou….na Siria, Tunisia, Libia e Yemen….. Enquanto tinha alguém com “mão de ferro” havia menos problema…..ai aparece o Ocidente “sabe tudo” e quer democratizar o pais….. A propria Europa levou séculos vivendo com ditadores, feudalismo, injustiças e massacres…..democracia é um processo que leva tempo a ser implantado….e nem esta escrito que democracia como nós conhecemos é o sistema politico perfeito para certos povos e paises!! Deixa eles mesmo se virarem e aprenderem… Read more »

Mauricio R.
4 anos atrás

Os americanos priorizaram a destruição de determinados equipamentos necessários ao refino do óleo, mas de difícil senão impossível reposição neste momento.
É assim que estão inviabilizando o funcionamento e a operação das refinarias tomadas pelo IE.

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Perfeito CVN76. É exatamente isso. O resto é políticos patetas sem saber o que fazer como Obama ou o francês, ou querendo aparecer como Putin.

soldat
4 anos atrás

A Culpa é todinha dos Amis. Mais armamento Americano como os temidos Anti-Tanks entrega aos rebeldes moderado!!!!!!!(cortadores de cabeças) Al-Qaeda Thanks the U.S. Backed Moderate Rebels for Supplying Anti-Tank Missiles The Syrian Al-Qaeda group “Jabhat Al-Nusra” has posted a new video via their social media accounts in order to issue a “thank you” to their allies from the U.S. backed “Free Syrian Army” (FSA) for supplying their Jihadist fighters with the U.S. manufactured anti-tank TOW missiles. In the video, a Jabhat Al-Nusra field commander is thanking one of his comrades from the U.S. backed Free Syrian Army for providing these… Read more »

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Bom depois do posto do Soldat tenho uma certeza:
Não abram uma concessionária Toyota na área do ISIS, melhor MAZDA, NISSAN ou Daihatsu, o cara da Toyota lá está sozinho, quem se habilita ?

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Muito bom os documentários exibidos pela GN desde 6ª Feira pp, me deu uma melhor visão do que acontece, considerei bem independente, pois aportou os dois lados na região, agredidos e agressores, mais as variáveis das SP’as. São três módulos. Não consegui ler o crédito, mas creio serem de uma equipe independente da GB, não é de grande rede.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Caro Colombelli 22 de novembro de 2015 at 6:46,

Chinos com certeza, Korea do Norte(?), Saudi Arabia, Quatar(sim e repassam para outros), ai está o ponto, quem compra ? (rs)