gotland-submairnes-saab

A empresa de defesa e segurança Saab entregou um dos submarinos da classe Gotland da Marinha Sueca para o FMV (Swedish Defence Materiel Administration) após revisão geral e atualizações.

Em 29 de setembro de 2014 a Saab foi contratada para realizar o trabalho de revisão e atualização em um dos submarinos da classe Gotland na Suécia. Esse trabalho já foi concluído. Foram tomadas todas as medidas necessárias para garantir a disponibilidade operacional do submarino. A atualização inclui novos sensores e sistemas de navegação, dando ao navio capacidades melhoradas.

Este submarino é um dos três da classe Gotland (HMS Gotland, HMS Halland e HMS Uppland) comissionados no final dos anos 1990. Estes navios alcançaram renome internacional quando o HMS Halland realizou treinamento no Mediterrâneo em 2000, juntamente com as marinhas francesa, espanhola e dos EUA. Depois disso, o HMS Gotland foi baseado por dois anos (2005-2007) em San Diego, Califórnia, para participar de treinamento com a Marinha dos EUA.

Manutenção e revisão são partes importantes do negócio em curso na Saab Kockums. Num futuro próximo, outro submarino classe Gotland será submetido a uma atualização de meia vida, recebendo todas as melhorias necessárias para atender às futuras necessidades operacionais.

“Modificação de submarinos é o nosso negócio diário. Estamos trabalhando continuamente com upgrades da frota submarina existente. Ao mesmo tempo, a Saab Kockums está agora construindo os submarinos A26 submarino de próxima geração para a Marinha Sueca. É embarcação à prova de futuro com um design que permite atualizações mais rápidas e mais fáceis. Tudo o que fazemos é impulsionado pela necessidade de tornar os nossos submarinos tão modernos e eficazes quanto possível “, diz Gunnar Wieslander, chefe da unidade de negócios Saab Kockums.

A Saab atende ao mercado global com produtos, serviços e soluções que são líderes mundiais em defesa militar e segurança civil. A Saab mantém operações e funcionários em todos os continentes ao redor do mundo. Através de pensamento inovador, colaborativo e pragmático, a Saab desenvolve, adota e aperfeiçoa novas tecnologias para atender às necessidades dos clientes.

FONTE: Saab AB

16
Deixe um comentário

avatar
16 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
robertobozzoPRAEFECTUSRafael Oliveiracarlos alberto soaresIväny Junior Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
john Paul jones
Visitante
john Paul jones

Depois da Trairada que eles fizeram com a Thyssen vão entrar neste mercado daqui a pouco ….

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Você veja que o negócio presta. Comissionados em 1996, utilizam AIP e operaram bastante em treinamentos com os EUA. john Paul jones Não considero trairada na questão do A26. Eles pagaram a porcentagem do projeto, vão usar motores MTU e AIP Siemens (como o Gotland), sendo um barco mais alargado pra conseguir levar minas internamente. Agora que eles estão adquirindo expertise, estão. Afinal, só serão 2 A26 construídos (foram 3 Gotland), o que sairia muito mais barato comprar pronto da TKMS qualquer um da classe U-209 acima. Mas se a Suécia tem recursos pra P&D, eles usam e fazem bem… Read more »

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Amigos, desconheco essa história, alguém pode me informar ? Obrigado.

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Amigo Carlos Alberto

Fiquei sabendo a partir do comentário do jpj na wikipedia bem referenciada (em inglês).
https://en.wikipedia.org/wiki/A26_submarine

Saudações

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Iväny Junior
Obrigado pelo link e acrescento o abaixo.
Realmente “briga de cachorro grande” que vem a comprovar nossas posições e da grande maioria dos Colegas Foristas, simples assim:
Pela matéria do tópico e mais esses dois link’s estaríamos ÓTIMOS com 06/08 Sub AIP reiterando …. Alemão ou Sueco e não aquela ….. do scorpêni$ a cu$to megalomaníaco.
Entendi bem ?
Dois A26 por US$ 945 Mi ?
Numa negociação de 06/08 então ?
E faríamos o 1º na “matriz” com a participação do melhor do Brazil na área e os demais em Itaguai, excluso NO e vantagen$ pe$$oai$ !
Estaríamos muito bem, diria até >>>> ÓTIMO!

https://en.wikipedia.org/wiki/Kockums_Naval_Solutions

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Sore o tópico,
Parabéns Suecos.
Essa estada do Sub nos USA deixou os Âmis impressionados com as capacidades do Submersível, lembrando que ele emerge, navega, não “deu pau”, não “dá pau”, deve ter um ótimo pós venda, tradição Sueca e Alemã etc etc etc ….
Já o ……………….. deixa prá lá vai …..
Vai aparecer os raro$ frencélico$ de plantão …..

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Resumindo: Ele OPERA e deu trabalho ao que se consta aos USA nas operações simuladas!

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caso seja o do Link, um ano já está apto após a atualização de meia vida, esses Suecos !

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Se mostrou um ótimo sub, com design sueco, motores e sistemas alemães. O único problema dele em relação ao U-209/214 é a escala de produção muito diminuta. Porém, a baixa frequencia de manutenção mostra que é robusto, e, o histórico operacional mostra que serve pra patrulha, ataque e defesa, diferente de outro que só serve pra “treino de salvamento”.

Saudações amigo.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Caro Carlos, “Dois A26 por US$ 945 Mi ? Numa negociação de 06/08 então ? E faríamos o 1º na “matriz” com a participação do melhor do Brazil na área e os demais em Itaguai, excluso NO e vantagen$ pe$$oai$ !” A partir do momento que se resolve construir no Brasil, o preço aumenta e muito. O melhor do Brasil é o EISA que não dá conta nem de entregar NaPa 500, quanto mais submarinos. Mão de obra de péssima qualidade que precisa ser examinada, treinada, selecionada, treinada de novo e etc. Fora a CLT e outros componentes do custo… Read more »

PRAEFECTUS
Visitante

De acordo com informações a classe Gotland possui inegável avanços tecnológicos que o torna um adversário difícil de vencer. ° É interessante notar que então pouco tempo os suecos tenham conseguido avanços significativos após parceria com os alemães…. ° A propósito, a despeito do que muitos possa imaginar “falhas” ocorrem mesmo nas casas mais avançadas tecnologicamente… ° Por exemplo, o novíssimo navio de combate litoral da Marinha dos EUA, o USS Milwaukee, deu pau ontem sexta-feira e teve de ser rebocado para reparos de emergência apenas três semanas após o comissionamento… ° Os problemas do navio de guerra veio depois… Read more »

robertobozzo
Visitante
robertobozzo

Desculpem, mas no link consta que sairão a US 1,2 bi de dólares os dois A26, “Durante uma visita às instalações Kockums em 30 de Junho de 2015, o ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, anunciou que dois submarinos serão ordenados por um custo de 8,2 bilhões de coroas suecas (US $ 1,2 bilhão), e que os submarinos seriam entregues até 2022. “

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Rafael Oliveira 12 de dezembro de 2015 at 7:25
AMRJ se possível ampliado, mas certamente reformado e modernizado.
Há outros sistemistas como NUCLEP etc ….
Estaleiros nacionais somente como “fornecedor” ….. e olhe lá, pois há questões a serem analisadas !

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

E quanto sairia a reforma e modernização? Como seria a mão de obra? Quadros da Marinha? Terceirizados?

O mais barato é comprar de prateleira. Não tem jeito. Fabricar aqui sairá mais caro. Pode compensar, por causa de empregos, mas sairá mais caro.

Infelizmente, eu não consigo ser otimista com nosso país.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Rafael Oliveira 13 de dezembro de 2015 at 7:59
Fizeram 3 ou quatros Tupi. Estão fazendo o SSNBR, mão de obra nós temos e lembre-se, ninguém fabrica SSK ou SSN, são todos montadores com diversos sistemistas/fornecedores !
Reitero, é para SSK AIP, esquece essa maluquice de Sub Nuc.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Quanto a comprar de prateleira, nada contra,
desde que sejam TKMS ou SAAB, contratos bem amarradinhos.
Mas a opção que eu coloco entendo como a melhor.