Submarino nuclear classe Astute
Submarino nuclear classe Astute

O terceiro dos novos submarinos de ataque da classe “Astute”, Artful, foi oficialmente entregue à Marinha Real britânica.

Até agora o submarino era de propriedade do Defence Equipment and Support (DE&S), órgão do MoD responsável pela aquisição e suporte de equipamento para as Forças Armadas.

O Artful é um dos sete submarinos da classe “Astute” sendo construído para a Marinha Real pela BAE Systems Marine Services em Barrow-in-Furness, Cumbria, que estão substituindo progressivamente os submarinos da classe Trafalgar. Os submarinos HMS Astute, HMS Ambush, e agora o Artful, são os primeiros da classe.

Os próximos dois submarinos, Audacious e Anson, estão atualmente sendo construídos em Barrow, e serão seguidos pelo Agamenon e o sétimo submarino, ainda sem nome.

Clique no desenho abaixo para ver o corte seccional do submarino classe “Astute”.

astute

 

Previous articlePorta-aviões USS Harry S. Truman chega ao Oriente Médio
Next articleSecDef dos EUA ordenou o limite de 40 LCS e seleção de um único estaleiro
Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
john Paul jones

Nasci no país errado …..

Navio lindo !!!

CVN76

Galante!

O nome do sétimo será “Ajax”.

fidalgo

a Europa apesar dos problemas ainda consegue manter-se na vanguarda das tecnologias e fabricá-las!!!

Wendel

Na ilustração n mostra compartimento de mísseis balísticos! Ou ele n irá carregar mísseis Trident?

Bosco

Wendel,
Essa classe é de submarinos de ataque e não de lançamento de mísseis balísticos. E eles não têm lançadores verticais de mísseis de cruzeiro embora possam lançá-los dos tubos de torpedos.

Marcos

Todos começam com “a”. O sétimo pode ser Ajax ou … Asterix!

Jean Carlos Thuram

existe torpedos guiados ?

Bosco

Jean,
Existe sim!
Se você ler esse post e os comentários entenderá quase tudo o que um entusiasta precisa saber sobre torpedos.
ww.naval.com.br/blog/2011/10/17/submarino-tapajo-realiza-lancamento-real-de-torpedo-mk-48-mod-6at/

Iväny Junior

Uma belonave muito interessante.

zeabelardo

Ué? Na virada de mesa do Scorpene, argumentaram que o casco cilíndrico era melhor para acomodar o reator nuclear. Esqueceram de dizer isso aos ingleses. Antes que falem em tamanho, a TK está com o type 216 com 4.000 tons quente no forno, bem maior que a classe Rubis. Acreditaram ou quiseram acreditar em uma vaga promessa francesa.

Fernando "Nunão" De Martini

“zeabelardo em 18/12/2015 as 6:42 Ué? Na virada de mesa do Scorpene, argumentaram que o casco cilíndrico era melhor para acomodar o reator nuclear. Esqueceram de dizer isso aos ingleses. ” . Zeaberlardo, bom dia. . Os argumentos para a virada de mesa do Scorpene foram outros, nada a ver com “casco cilíndrico”. . Seu comentário faz uma confusão comum sobre esse tema técnico, então aproveito para esclarecer o tema (como já foi feito em discussão recente) a outros leitores que frequentemente caem no mesmo erro. . Submarinos têm dois cascos, um interno, o chamado casco de pressão, e outro… Read more »

zeabelardo

Sem querer ser cansativo, o objetivo de todas as nações que construíram submarinos nucleares sempre foi o submarino balístico. O submarino balístico é a melhor arma já inventada pela humanidade por aliar grande poder de destruição a discrição. O submarino de ataque é um subproduto, apesar se seus diversos empregos. O Brasil será o primeiro e único país do mundo a produzir unicamente submarinos de ataque. Diante dos custos imensos do desenvolvimento, é uma burrice. Não vou entrar na cantinela das vantagens de manobra do submarino de ataque seja em velocidade ou persistência, só não vale a pena. A próxima… Read more »

zeabelardo

Finalizando e já me desculpando. O Brasil vive no mundo da lua. Não temos um estaleiro decente. A indústria naval brasileira parou na década de 70. Depois do voo de pato do PT, voltamos a estaca zero. Ao invés da Marinha ficar tentando ressuscitar esse zumbi, deveria comprar projetos e cascos em quem sabe fazer. A nacionalização deveria se concentrar em software, armas e eletrônica.

Bardini

Nunão,

O Astute parece mais uma jubarte do que um submarino com bico de pato 🙂

No mais, excelente comentário,
Saudações.

Fernando "Nunão" De Martini

Verdade, Bardini. Na ilustração completa, parece uma baleia visto no conjunto. Ganhei do Galante um modelo do Astute, e essa semelhança é ainda mais perceptível no modelo.
.
O formato “bico de pato” ao qual me referi está mais para o pedaço da proa que a foto permite ver (acima da linha d’água).
.
Um formato muito interessante, pois é sabido que essas formas são extremamente resistentes a projéteis de grosso calibre, como se pode comprovar no exercício de tiro abaixo:

http://stream1.gifsoup.com/view3/3492104/duck-season-fire-o.gif

daltonlDalton

Dez anos atrás a Royal Navy contava com 11 SSNs. Apenas 7 “Astutes” deverão ser adquiridos e por melhor que sejam a taxa de disponibilidade
será menor.

MO

e de pesar que um deles esteve no RRJ e os euforicos entusiastas locais não atentaram a fazer imagens dele … não bastasse, havia tbm um LA e um Rubis francelico e quase ninguem se interessou pra variar um pouco viu

em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/12/ms-nordic-straalsund-v7ie7-suspendendo.html

22 photos

Marcelo

Li que estavam com problemas no reator nuclear e na transmissão de potência para hélice, no 1o da classe, o Astute. Espero que tenham resolvido.

carlos alberto soares

Parrudo.

carlos alberto soares
MO

olha ae Tecnologia para estatal nassionau apenas … cade encomendas e projetos de constrção em série … eh isso ai …