Home Marinha do Brasil Submarino Tupi atraca na Base de Submarinos para reinício de período operativo

Submarino Tupi atraca na Base de Submarinos para reinício de período operativo

6780
44

Submarino Tupi - foto MB noticia de 19-2-2016

No dia 12 de fevereiro, o Submarino Tupi atracou no cais da Base de Submarinos, após seu 2º Período de Revalidação de Submarinos, quando realizou a substituição de suas baterias principais, revisão geral, além de outras manutenções de grande monta.

O Submarino Tupi iniciou sua preparação para as provas de mar e o Ciclo de Alinhamento de Sistemas. Os procedimentos constituem a fase final de manutenção do navio para reinício do seu período operativo.

FONTE / FOTO: Marinha do Brasil

NOTA DO EDITOR: em janeiro deste ano, fotografamos o Tupi (imagem abaixo) quando se encontrava ainda atracado ao AMRJ (Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro), na fase final do seu “2º Período de Revalidação de Submarinos”.

AMRJ em 10jan2016 - foto Nunao - Poder Naval

Para rever a matéria especial do Poder Naval que traz esta e outras imagens, mostrando praticamente todos os meios da Esquadra da Marinha do Brasil atracados à Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) e ao ao AMRJ (infelizmente não foi possível fotografar na ocasião a Base de Submarinos), clique aqui.

Subscribe
Notify of
guest
44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Souto.
Souto.
4 anos atrás

Hoje apenas o Tamoio esta eem PMG,o tapajo,tupi,tikunasoube que estão operacionais
o timbira passa por reparos mas volta em breve, enfim so A MB conseguir colocar 4 subs
dos 5 quem em operaçao esta ótimo.

Dalton
4 anos atrás

Souto… é impossível ter 4 submarinos operacionais dentro de uma força de apenas 5, já que há sempre manutenções menores sendo feitas e certamente não se terá o mesmo grau de treinamento e prontidão para os que não estão em manutenção…nem mesmo há torpedos suficientes para 4 unidades e isso é válido para todas as marinhas do mundo. . Já seria bom ter dois submarinos devidamente treinados e equipados dentro de uma força de 5 submarinos e um terceiro com boa dose de sacrifício em caso de emergência, pois em tempos de paz exigir tanto de poucas unidades comprometeria a… Read more »

Souto.
Souto.
4 anos atrás

Dalton quando em falo em 4 subs operacionais,quero dizer que se preciso
for tem como mobilizar esse rapidamente.

Bosco
4 anos atrás

Isso me lembra a USN que tem 14 SSBNs Ohio mas “apenas” 288 Trident II. Há lugar para 336 mísseis já que cada sub leva 24 mísseis.
Ou seja, ou os mísseis ficam trocando de submarino ou os submarinos não vão com a dotação plena de 24 mísseis.
Coisas que só o Almirante sabe!!

Vader
4 anos atrás

É uma vergonha um país com nossas dimensões ter apenas 5 submarinos…

Brito
Brito
4 anos atrás

Vader,

Quantos submarinos tem a Espanha, a Austrália e o Canadá?

Se considerarmos somente os submarinos de ataque e descartarmos os SSBN, quantos submarinos tem a França e a Inglaterra?

Vader
4 anos atrás

Espanha: 4 Canadá: 4 Austrália: 6 França: 0 (10 nucleares) Inglaterra: 0 (10 nucleares) O ponto é: Austrália e Canadá tem populações minúsculas quando comparadas à brasileira. França e Espanha, além disso, possuem costas muito menores que as nossas. A Inglaterra é uma ilha. Ainda assim o material bélico operado por todas estas forças é infinitamente superior tanto em qualidade como em tempo de serviço e, principalmente, em aprestamento. Na minha modesta visão a END (que é um lixo, mas é o que temos) preceitua a negação do mar ao inimigo em primeiro lugar. Para tanto, tivéssemos uns 10 ou… Read more »

Souto.
Souto.
4 anos atrás

E como eu digo o prosub esta axaurindo os recursos da MB,mas estrategicamente
o submarino vale mais que um navio escolta.

zorannn
4 anos atrás

Vader!
.
Nossa, acabei de lembrar no outro post, sobre as discussões que tivemos aqui sobre o PROSUB na época da contratação, onde o valor seria suficiente para 14 IKL com AIP á época. Ou seja, oque vc propôs, seria possível na época.

Antonio Cançado
Antonio Cançado
4 anos atrás

Na época da contratação do PROSUB, eu avisei que o que está acontecendo agora iria, invariavelmente, acontecer. O Galante é testemunha.
A imposição da Odebrecht, pela DCNS, para construir uma base/estaleiro que a MB nunca quis ou pediu, sem falar na forma como a contratação dos Scorpène se deu, eram razões mais que suficientes pra levantar as suspeitas que se confirmam agora.
Na época fui muito criticado e combatido pelo que expus. Quem me criticou e combateu meus argumentos, na época, que ponha as barbinhas de molho agora…

guilherme rodrigues
guilherme rodrigues
4 anos atrás

Na verdade a escolha pelos franceses foi pelo conhecimento em cascos grandes p/ acomodar o reator, isso não era possivel com os alemaes via IKL por serem menores.

Dalton
4 anos atrás

A Espanha opera hoje com apenas 3 velhos submarinos pois devido aos atrasos na construção dos substitutos, o primeiro precisou de ajuda técnica dos EUA para corrigir um grave erro de construção ainda não foi comissionado. . Os canadenses operam 4, mas, dificilmente um tem estado operacional nos últimos anos, foi um péssimo negócio ! . Austrália tem 6 e tem dificuldades para tripular todos eles, agora querem aumentar o número para 12, talvez fiquem apenas com 8, mas estão diminuindo o número de combatentes de superfície dos históricos 14 para os atuais 11 e deverão manter assim. . A… Read more »

horatio nelson
horatio nelson
4 anos atrás

bosco a questão da dotação maxima esta relacionada ao start, e o sort que limita os eua e a cccp(de putin) q limita cada pais a 2.200 ogivas operacionais, ai cada país escolhe as prioridades de destruição…

horatio nelson
horatio nelson
4 anos atrás

e tbm tem a limitação por arma estrategica…não entendo a cabeça desses almirantes(melancias)brasileiros…será q podemos operar os ikl junto com os scorpne…mesmo por um periodo ? ai pelos numeros acima podemos nos tornar uma potencia de submarinos como a alemanha em 1940
ironic mode on

GUPPY
4 anos atrás

Em 1977, dos sete GUPPYs da MB somente dois estavam podendo mergulhar, o Guanabara-S10 e o Amazonas-S16. O Rio de Janeiro-S13 suspendia muito mas em comissões pela superfície, acho que fazendo testes com um torpedo alemão que usava uma linha até o suposto alvo. O Goiás-S15 encontrava-se em PNR e os demais GUPPYs aguardando a vez de também entrarem em PNR. Já os três OBERONs, pelo menos um estava em reparos. Então, dos dez submarinos, no máximo quatro, dois GUPPYs e dois OBERONs, estavam podendo mergulhar.

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

Uma coisa que não podemos reclamar é da operacionalidade os ikl, considerados na unanimidade por seus operadores como um submarino altamente confiavel, quesito que os subs alemães nunca deixaram a desejar, agora a pergunta que tem que ser feita é se os scorpene conseguirão manter a confiabilidade e operacionalidade que os tão queridos Tupi/Tikuna sempre mantiveram na MB.

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

Outro detalhe que só confirma o que citei acima é a quase unanimidade dos defensores do IKL 214 para a MB, até mesmo pela própria MB que ja havia decidido pelo 214 e depois cancelaram em favor do scorpene com a desculpa de que os alemães não seriam capazes de desenvolver um casco maior para comportar o reator nuclear, como se só os franceses tivessem tal capacidade, tivesse sido mantida a escolha pelo 214 ja teriamos cerca 1 operativo, 1 em processo de incorporação e mais 2 em conclusão, além do desenvolvimento do casco do SubNuc ja estar em estado… Read more »

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

GUPPY, seus comentarios são como sempre de muita qualidade, sempre muito elucidativos, nos trazendo fatos que dificilmente teriamos como conhecer não fossem por seus relatos.

souto.
souto.
4 anos atrás

Pergunta a Argentina pode reativar o projeto de construção dos subs classe TR-1700?

MO
MO
4 anos atrás
Gelson Jorge Emerim
4 anos atrás

Boa tarde.
pensava que os submarinos tivessem capacidade de atracar com seus próprios meios não necessitando de rebocador para tanto. Na primeira foto, parece que ele está sendo rebocado. É isto mesmo ou é por ele estar em manutenção?
Abraços,
Gelson (o burro).

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

Gerson, boa noite, todo submarino ou navio tem capacidade de atracar por seus próprios meios, porém é uma manobra arriscada, que se correr algo errado pode acabar terminando em uma colisão, que pode colocar o meio fora de operação, o que nenhum comandante quer para si e seu navio ou submarino, e fazem portanto o gerenciamento do risco operacional, se tem um rebocador para auxiliar pra que colocar a segurança de seu navio e tripulação em risco? Já presenciei inúmeras vezes alguns comandantes de fragatas classe Niterói praticamente fazendo baliza atracando no cais da BNRJ, muito bonito de se ver,… Read more »

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

*risco

rafarovisk
4 anos atrás

Concordo com o que o Vader disse

jagderband#44
jagderband#44
4 anos atrás

Prezado MO.
Que navio é aquele da penúltima foto? “Citaus ,,,,”
Muito estranho, e antigo, ao que parece.

Abs

Gelson Jorge Emerim
4 anos atrás

Airacobra,
muito obrigado pelo esclarecimento.
Abraços,
Gelson

Jodreski
Jodreski
4 anos atrás

Alguém ai me responde uma coisa:

A marinha brasileira acredita que com a esquadra que tem hoje ela consegue repelir um ataque de quem?

Só se for do Congo, Camarões (talvez) e Senegal. E torcer para que eles não nos ataquem ao mesmo tempo! kkkkkk

Se é pra ter esse tipo de Marinha, vamos poupar recursos financeiros, nem precisa ter Marinha, já põe tudo à venda que é melhor.

Nada é levado a sério nessa terra né? Só futebol, carnaval e corrupção!

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás

“Antonio Cançado 19 de fevereiro de 2016 at 15:28”
Nós.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás

“Airacobra 20 de fevereiro de 2016 at 15:05”
Cansei de mencionar isso aqui.
Onde assino no seu texto ?
O pobrema foi o “pixuleco”.
Estão devassando legal hoje a NO(SP/BA/RJ), levaram cinco feras em TI,
quem sabe teremos novidades ? Creio que teremos.

MO
MO
4 anos atrás

Gelson “the burro” rsss (como vc falou) aparentemente o Rb esta acompanhando sem ter o cabo passado, e devido a manobras restritas por espaço, maré, ventos ou afins é melhor manobrar com auxilio de Rb’s, mas tem sim sua capacidade de atracar sozinho, mas assuminso risco desnecessário s.

Em tempo

M/S Niledutch Antwerpen / PGUP – Maiden call Santos

13 photos

P
http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2016/02/ms-niledutch-antwerpen-pbup-maiden-call.html?m=1

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás
Gelson Jorge Emerim
4 anos atrás

MO,
muito obrigado pelo complemento da informação do Airacobra.
Me sinto duplamente burro por não conseguir entender o que estão fazendo com a Marinha do Brasil. É uma sucessão de besteiras e negócios mal feitos que está difícil de entender.
O outro motivo é por estar pagando esta conta.
Abraços,
Gelson

Iväny Junior
4 anos atrás

Um submarino de verdade. Muito diferente do desflutuante adquirido recentemente.

Defourt
Defourt
4 anos atrás

Prezados colegas, Se a lógica (em desejo, em ideal) é NÃO termos militares de outras nações em nosso território – como bem disse o respeitável e nobre colega Dalton -, exceto para visitas e adestramentos, ter 5 submarinos e poder contar apenas com 2 operacionais, quando muito, é justamente muito mais vergonhoso ainda. É grande em agravo! Não para a Marinha em si, mas para o País! O México praticamente não tem aviação de caça em sua Força Aérea ao entender estar seguro (estrategicamente) por avizinhar-se dos EUA. Creio haver uma dose do mesmo “remédio” no pensamento canadense em relação… Read more »

Defourt
Defourt
4 anos atrás

Perdoem-me! Eu quis escrever “sociedade” e não “socuedade” acima. Obrigado!

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Gostei muito da tua definição da peça de ficção científica chamada END, muito boa mesmo.

G abraço

Souto.
Souto.
4 anos atrás

Amigos alguem sabe com esta o submarino timbira? esta operaciona? alo amigo LM
ou XO.

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Souto, por acaso no blog Defesa Brasil tu não tinha o nick name de Fabio?????? ____________
_____________________________
COMENTÁRIO EDITADO. RESPEITE OS DEMAIS. MANTENHA O BLOG LIMPO.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás

“Defourt 24 de fevereiro de 2016 at 1:17
Juarez 24 de fevereiro de 2016 at 13:09”

________________________________________

Onde assino ?

_______________________________________

Juarez,
é ele mesmo.
G abraço.

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Caros amigos, em especial Vader. Oganza e Carlos Soares, o tempo mais uma vez vai se mostrar senhor de todas as verdades, e os “canhões de Navarone se voltam conta a BNRJ, Tomahawks estão a caminho de Itaguaí e Jesus avisou que isto poderia terminar mal e não é que vai…..e como diria Mãe dinah vai sobra até para os de branco……

http://www.oantagonista.com/posts/game-over

G abraço

souto.
souto.
4 anos atrás

Senhores Juarez o ________________
_
COMENTÁRIO EDITADO POR FAZER XINGAMENTOS E ATACAR OUTROS COMENTARISTAS. SIGA AS REGRAS DO BLOG. TERCEIRO E ÚLTIMO AVISO.

Daniel
Daniel
4 anos atrás

Terá sido o reinicio do período operativo o motivo pelo qual a Emgepron demitiu cerca de 500 funcionários, ao que parece, todos do AMRJ? Apesar de acreditar que a mão-de-obra de alto nível há muito se despediu do AMRJ (tanto militares quanto civis – RJU ou Emgepron), é uma pena que a Marinha continue a não valorizar sua mão-de-obra técnica. Todo conhecimento adquirido com a construção/montagem dos submarinos de origem alemã talvez tenha se perdido. Agora, reiniciamos a tragédia com submarinos franceses: cria-se uma nova empresa (além do acordo com a empreiteira cujo dono foi preso), depois de alguns anos… Read more »

Mauricio R.
4 anos atrás

OFF TOPIC…
.
mas nem tanto!!!
.
E a quantas navegam os rebocadores da MB????
Os da foto no início da matéria até que parecem modernosos, mas realmente serão????
.
“No dia 20 de fevereiro, a Marinha holandesa recebeu o Noordzee, primeiro de três rebocadores híbridos da classe “ASD TUG 2810 Hybrid” que havia encomendado à Damen.”
.
(http://segurancaedefesa2.provisorio.ws/Noordzee_Damen.html)
.
“No dia 4 de fevereiro, a Damen Shipyards Cape Town (DSCT) entreguou à South African Navy o segundo e último rebocador Damen ATD Tug 2009, o Inyathi.”
.
(http://segurancaedefesa2.provisorio.ws/InyathiTugSAN.html)