classe Ula - ou Tipo 210

A Noruega pré-selecionou dois consórcios na concorrência para a escolha do estaleiro que construirá uma nova frota de submarinos para sua Marinha. Foram selecionadas as empresas DCNS da França e ThyssenKrupp (TKMS) da Alemanha.

“A DCNS e a TKMS são as maiores fabricantes de submarinos na Europa Ocidental. Elas têm uma vasta experiência na construção de submarinos avançados e uma grande capacidade industrial. Os submarinos oferecidos por estas duas empresas são um bom ponto de partida para futuros submarinos da Noruega”, disse o comunicado do Ministério da Defesa em 7 de abril.

Em paralelo à seleção do estaleiro, Oslo está a negociar um acordo de cooperação com várias outras nações que não constroem submarinos para ver se a aquisição conjunta é possível. Há negociações, principalmente com os Países Baixos e com a Polônia, segundo o Ministério da Defesa.

Segundo os planos atuais, a Noruega pretende operar a frota atual (seis submarinos classe Ula – ou Tipo 210) até meados da década de 2020. O programa para substituir os barcos deverá ter mais de 10 anos, com a primeira entrega cerca de sete anos após a assinatura do contrato. O cronograma de entrega subsequente é planejado para se ter um submarino por ano.

DCNS informou que estava oferecendo o seu submarino da classe Scorpene. A Thyssen Krupp não emitiu nenhum comentário imediato.

FONTE: Defense News (tradução e edição do Poder Naval a partir do original em inglês)

51
Deixe um comentário

avatar
50 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
24 Comment authors
thyagoMarcosIväny JuniorLemesJuarez Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Airacobra
Visitante
Airacobra

Ainda tem duvidas? A mesma coisa entre escolher um bmw ou mercedes com um peugeot ou renault.

Fresney
Visitante
Fresney

Qual a diferença entre ambos??? O francês dizem que é maior, mas a confiabilidade e operação dos alemães dizem que é melhor!!! É aquela história das divisões e compartimentos de seguranças que os. Alemães não tem é verdade???

Airacobra
Visitante
Airacobra

Algo como eu citei acima

Augusto
Visitante
Augusto

Se comparar carros de duas nacionalidades diferentes tivesse qualquer coisa a ver com a comparação de qualidade de submarinos, então vamos começar a comparar os vinhos alemães com os de Bordeaux e os da Borgonha também. Ou então, a culinária alemã com a francesa. Ou então se Paris ou Berlim é a capital que recebe mais turistas. Vamos fazer um quadro de pontos: quem tiver mais vitórias, tem o menor submarino.

Augusto
Visitante
Augusto

*melhor submarino

edson marques da silva
Visitante
edson marques da silva

Lembrando que a Thyssen-krupp foi a fabricante dos submarinos alemães na segunda grande guerra.

camargoer
Visitante

de Goulee e Hittler..

Bardini
Visitante

O franceses tem grandes feitos no mundo dos submarinos. Fabricam os seus a bem mais de cem anos e foram responsáveis por grandes feitos, como o primeiro submarino movido por um motor ou a introdução dos torpedos. Sem contar que fabricam seus submarinos nucleares a um bom tempo, os alemães não.
.
Enfim, ambos são extremamente capacitados neste segmento. Talvez os alemães tenham maior experiência com SSKs, mas nada que desmereça a qualidade da engenharia francesa.

john Paul jones
Visitante
john Paul jones

Bardini, que grande feito os submarinos franceses fizeram ???, nenhum …

Totalmente apagados nas duas guerras mundiais …

\o submarino frances mais famoso é o Casablanca, que fugiu de Toulon em uma operação audaciosa na IIGM e se juntou a Marinha Inglesa para infernizar os Italianos no Mediterraneo.

No mais só ostracismo …

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

Nessas bandas, o que vem da França não presta… nem da Rússia… nem da China… nem da Índia… Mas se for dos EUA… Inglaterra… Japão… Sai de perto… Israel então! Aí não tem pra ninguém… . Mas a culpa é nossa… Não temos culhões para operar o Rafale, mas a culpa é francesa… A marinha aceitou ser entubada por 4 SSK e 1/2 SSN e a culpa é francesa… Eles deram o preço e se aceitou pagar por isso. ‘Mas daria para compra 50 U214 por esse valor!!’… Reclamem com a marinha e o GF, até por que, era o… Read more »

kfir
Visitante
kfir

https://www.thyssenkrupp-marinesystems.com/en/hdw-class-216.html
HDW Class 216 Submarine is a long-range multi-mission two-deck fuel cell submarine with exceptional endurance.
Technical Data
LOA ~ 90 m Pressure hull ø ~ 8.1 m
Surface displ. ~ 4,000 t
Weapon tubes 6
Crew 33
Anti-surface and anti-submarine warfare, ISTAR – Intelligence, surveillance, target acquisition and reconnaissance Land attack capability Special Forces operations
Deployment of unmanned vehicles Mine operations and mine reconnaissance.

kfir
Visitante
kfir

sCORPENE 2000 http://fr.dcnsgroup.com/wp-content/uploads/2014/10/FP_SMA_Scorpene_2000_GB_DEF.pdf

Length, overall 66-82 m
Displacement surfaced 1,550-2,000 t
Displacement submerged 1,800-2,150 t
Submerged speed > 20 kts
Submerged endurance > 3 weeks
Diving depth > 350 m
Autonomy > 50 day

Dalton
Visitante

Kfir…

o “Tipo 216” ainda não existe, trata-se de um projeto, um “214 aumentado” que poderia atender as necessidades da marinha australiana , mas, os franceses igualmente tem um projeto de um submarino bem maior que o “Scorpene” que também poderá atender as necessidades austra-
lianas, portanto você comparou submarinos bem diferentes.
abs

Jagderband44
Visitante
Jagderband44

Lewandowski esqueceu de dizer que o que vem da Polônia e do leste da Alemanha também não presta 😂

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

John Paul Jones, tirando afundamentos de navios mercantes e de pesca,quais grandes feitos os U-boots fizeram na 2ª GM? Quantos navios de guerra ingleses e americanos foram afundados por U-boots?
.
Dalton e demais, fiquem a vontade para responder as minhas perguntas.
.
Abraços.

MO
Membro

Rafael teve bastante, nso vou lidtar os CT’s mas ja citaram os grandoes ai … teve sim fio …

Marcelo
Visitante
Marcelo

E o submarino A26 da SAAB? Foi excluído do short list? Ou não participou da concorrência?

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

Rafael não vou nem te responder ….

Visita o maior monumento do mundo no fiorde de Kiel chamado “La Beau” e vê a lista lá ….

Pergunta para a tripulação do porta aviões Ark Royal, pro do Couraçado Rodney ou para a tripulação do encouraçado Royal Oak que tava atracado em Scapa Flow na Escócia, a base mais protegida contra submarinos na IIGM e cheia de correntes e perigos.

O Gunther Prien do U 47 vai puxar o teu pé na cama companheiro ….

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

maior monumento para submarinistas corrigindo ….

Otto Suhre
Visitante
Otto Suhre

Rafael Oliveira 12 de abril de 2016 at 11:32

Alguns que eu lembro de cabeça

HMS Ark Royal (Porta aviões)
HMS Royal Oak ( Couraçado)
HMS Courageous (Porta aviões)
HMS Barham (Couraçado)
HMS Eagle (Porta aviões)
HMS Dunedin (Cruzador)

kfir
Visitante
kfir

Dalton
Obrigado
Eu achei a página da DCNS confusa, a da thyssen mas fácil de navegar, tentei fazer uma comparação bem simples mesmo, mesmo sendo projeto achei válido considerar, o submarino 216 achei muito interessante. Existe aqui no forum, uma tabela detalhada comparando os submarinos destes fabricantes a época da escolha da solução para nossa marinha, procurei e não achei.

kfir
Visitante
kfir

DCNS
96 metros
4500 ton de deslocamento
tecnologia prevista para ser atual até 2060… quando eu verei os novos modelos…
( papel aceita tudo)

kfir
Visitante
kfir

ñão estou fazendo flood mas achei o video bem legal

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Obrigado JPJ e Otto Suhre!
.
Quanto ao Gunther, meu bonequinho do Wolverine deve manter afastado o fantasma rsrsrs.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Não esqueçamos do cruzador Bahia também Otto e JPJ

Pangloss
Visitante
Pangloss

Acho que o argumento do JPJ e do Otto Suhre só faria sentido se essas tripulações vitimadas por submarinos alemães tivessem repelido ataques anteriores de submarinos franceses.
Como não é o caso, não passam de conjecturas.

Dalton
Visitante

Quanto aos “grandes feitos” não esqueçamos que os franceses tinham poucos submarinos durante a Primeira Grande Guerra e o armistício assinado menos de um ano após o início da Segunda Grande Guerra privou os franceses da grande maioria da marinha e não esqueçamos também que os britânicos foram expulsos da França em 1940 e foram poupados de maiores humilhações porque os alemães não tinham como atravessar o Canal da mancha. . Mas, “grandes feitos” não precisam se restringir a feitos militares e os franceses construíram alguns bons submarinos e um deles o “Surcouf” foi na sua época o maior do… Read more »

Dalton
Visitante

Aircobra…

oficialmente o “Bahia” não foi vítima de um submarino alemão ainda mais que a Alemanha já havia se rendido e as datas de chegada dos submarinos na Argentina não “batem” com uma possível posição de tais submarinos no dia do acidente fatal, 4 de julho.
.
Testes simulados foram feitos e comprovaram a possibilidade da explosão acidental conforme
pode ser lido ente outros no livro “A marinha do Brasil na Segunda Guerra Mundial” de Arthur
Oscar Saldanha da Gama.

Bardini
Visitante

Quando citei que os franceses tem “grandes feitos” no mundo dos submarinos, eu queria me referir a questão da tecnologia destes equipamentos. Haja visto que se for se falar em como estes foram aplicados em guerras, a coisa fica complicada devido ao fato de que a França “sempre” fora freguês dos alemães e outras conjunturas. Mas enfim, meu comentário foi realmente muito mal escrito.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Dalton, isso oficialmente né?

Otto Suhre
Visitante
Otto Suhre

Pangloss 12 de abril de 2016 at 23:09

Que argumento?? Só foi respondida a pergunta do Rafael Oliveira, pedindo para mostrar que belonaves inglesas ou americanas foram afundados por U-Botts, alem de pesqueiros e mercantes. Não se tem como comparar eficiência entre submarinos e tripilações francesas e alemães durante a IIWW, afinal a marinha francesa praticamente não foi atuante.

Dalton
Visitante

Sim Aircobra…oficialmente. Além disso o que há é uma teoria de conspiração ou mesmo inconformismo em aceitar que navios podem ser perdidos por erros cometidos pela tripulação, então fica muito mais fácil aceitar a perda por ação do inimigo. . Um exemplo de “mascaramento” foi dado por Mitsuo Fuchida em seu relato sobre a batalha de Midway…segundo o relato dele, as aeronaves japonesas estavam a poucos segundos de decolar para atacar quando foram surpreendidas pelos bombardeiros de mergulho da US Navy, só que não foi o que aconteceu …as aeronaves japonesas estavam ainda nos hangares, mas, fica melhor a versão,… Read more »

Otto Suhre
Visitante
Otto Suhre

HMS Ark Royal (Porta aviões) HMS Royal Oak ( Couraçado) HMS Courageous (Porta aviões) HMS Barham (Couraçado) HMS Eagle (Porta aviões) HMS Hermione (Cruzador leve) HMS Dunedin (Cruzador Leve) HMS Avenger (Porta aviões de escolta) HMS Audacity (Porta aviões de escolta) USS Block Island (Porta aviões de escolta) HMS Naiad (Cruzador leve) HMS Penelope (Cruzador leve) HMS Galatea (Cruzador leve) HMS Welshman (Lança-minas) HMS Plymouth (Torpedeiro) HMS Laforey (Destroyer) USS Alexander Hamilton (Patrulheiro oceânico) HMS Mahratta (Destroyer) HMS Gurkha (Destroyer) HMS Martin (Destroyer) ORP Orkan (Destroyer) HMS Matabele (Destroyer) HMS Somali (Destroyer) HMS Cossack (Destroyer) HMS Hardy (Destroyer) HMS Jaguar… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Obrigado, MO e Otto.
.
220 navios de guerra afundados pelos temíveis submarinos alemães.
.
Mas, só para concluir, dos seus 1250 U-boots comissionados, quantos submarinos a Kriegmarine perdeu na IIGM?
.
Abraços!

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

*Kriegsmarine

Otto Suhre
Visitante
Otto Suhre

As perdas ao longo do conflito seguem abaixo:

1939: 9 perdas
1940: 24 perdas
1941: 35 perdas
1942: 87 perdas
1943: 244 perdas
1944: 249 perdas
1945: 120 perdas
Totalizando: 768 perdas

Isso mostra que os aliados não estavam preparados no inicio do conflito para a guerra submarina, após a entrada dos EUA na guerra, melhoria do sistema de comboios, sonares mais precisos e quebra do código enigma a vida para os U-Boots foi um inferno apartir de 1943.

Comparação de navios perdidos pelos aliados por ano no conflito. (perdas por U-Boots)

1939: 166 navios
1940: 563 navios
1941: 501 navios
1942: 1322 navios
1943: 582 navios
1944: 244 navios
1945: 98 navios

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

A quebra do código enigma,foi a mais importante vitória para mim.Quase não se fala disso.Você saber das coisa antes fica melhor não?

Dalton
Visitante

Mais importante que os navios de guerra afundados foram os mais de 2200 navios mercantes afundados até o fim de 1942,mas, mesmo antes da quebra do “enigma” o número de submarinos alemães perdidos começou a aumentar e das 87 perdas registradas em 1942 como mostrado pelo Otto, apenas 21 ocorreram na primeira metade do ano e daí para adiante só aumentaram. . A entrada dos EUA na guerra foi decisiva, simplesmente eram construídos mais navios do que os submarinos alemães podiam dar conta. . E da mesma forma que a quebra do “enigma” foi importante para os aliados, embora ocorressem… Read more »

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

Cara, não é fazendo propaganda todos lutaram muito, mas os alemães manejaram isso como ninguém.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Muito obrigado, Otto e Dalton.
Tiraram várias dúvidas minhas, inclusive algumas que eu não tinha e vocês evitaram que fossem criadas rsrs.
Abraços!

001augusto
Visitante

A questão do “enigma” foi importante, mas foi mero resultado de um contexto muito maior, que viabilizou a derrocada alemã. Vamos aos fatos. 1. a ocorrência do maior processo de transferência de tecnologia de que se tem registro na historiografia (essa vai para os que dizem não haver transferência de tecnologia): a Inglaterra estava no meio do conflito, tendo que usar praticamente toda a sua base industrial para sustentar a produção de equipamentos bélicos. Seus recursos humanos, industriais e geográficos estavam no limite da capacidade. E ainda tinha de se preocupar com a invasão ao país que pareceria inevitável e… Read more »

Mauricio Porto
Visitante
Mauricio Porto

Talvez o scorpene seja menos qualificado do que os subs alemães e russos…mas tratar como lixo também NÃo…é um equipamento de guerra e só será testada em tal….mesmo sendo caro de operar e construir…e possuindo alguns defeitos…temos parar para pensar que é com transferência de tecnologia e temos que levantar as mãos pro céu e agradecer….por que se dependesse só do brasil para projetar e fabricar um submarino, levariamos uns 30 anos….imagina um sub. nuclear…levaria uns 50….temos que vê pelo lado positivo mesmo sendo pequeno…na próxima década o brasil estará operando um submarino de ultima geração mesmo não sendo dos… Read more »

Augusto
Visitante
Augusto

Maurício Porto, você está redondamente errado ao dizer “mesmo não senão dos melhores” em se tratando do Scorpene.

A França faz submarinos a mais de um século e a DCNS está no topo da tecnologia. Vendeu para a Índia, Brasil, Indonésia, Chile e está dividindo com os japoneses o título de mais provável fornecedor para a Austrália!

Guizmo
Visitante
Guizmo

Bardini, gosto de seus comentários, mas me perdoe, sem querer levar esse post sobre Submarinos à um embate Palmeiras x Corinthians, vale lembrar das Guerras Napoleônicas e da anexação da Alsácia e Lorena (francesas até hoje). Não é “sempre” que a França apanha…Abs!

vplemes
Visitante
vplemes

A Alsácia e Lorena só é francesa porque os franceses tiveram o apoio, primeiro da Grã Bretanha e depois dos marvados americanos. Na primeira Guerra, não fosse o apoio inglês em seu inicio e a França teria caído antes de 1915. Falar na segunda guerra mundial, bem, essa é covardia, sem o desembarque aliado na Normandia, periga do prato tipico francês mais conhecido hoje seria um Sauerbraten com um Apfelstrudel de sobremesa.

Juarez
Visitante
Juarez

Lemes, e eu estive lá, todas as casinhas iguais, são em estilo Enxaimel, todas, a gente só sabe que esta na França porque cruzou o Reno e as placas de trânsito estão em Francês.

G abraço

Lemes
Visitante
Lemes

Juarez, a França militarmente falando, apanhou de quase todas as grandes potências européias, da Inglaterra então ela é freguesa de carteirinha. A Alemanha de 1870 em diante nunca mais perdeu uma guerra para a França. O maior general francês, Napoleão Bonaparte, era corso. Mesmo ele nunca conseguiu vencer a Inglaterra, depois dele a França só bateu em cachorro morto.

Guizmo
Visitante
Guizmo

A França livre hoje existe graças aos Aliados da 2GM, sem dúvida, assim como a própria Noruega, Bélgica, etc

Quando estive na Alsácia, só se ouvia alemão como idioma, entretanto, o corso Bonaparte, na verdade nascido Napoleone Buonaparte, foi educado na filosofia militar francesa, desde os 5 anos, em Brienne.

Iväny Junior
Visitante
Active Member

Bem. Concorrência desleal. Um submarino de verdade (U-212, 214 ou 216), contra um negócio que não mergulha, não dispara torpedo, quando vira derruba a tripulação… enfim.

Noruega é Top 10 IDH do mundo. Aposto uma grade de cerveja em qualquer modelo da TKMS na concorrência, e, que o lixospene nem para o shortlist vai (não passa da primeira consulta).

Quem vai?

Marcos
Visitante
Marcos

Que a França desde Napoleão não ganha nada todos sabemos, tem até aquela paga que se França e Itália entrarem em guerra, a Itália muda de lado e a França se rende. Mas piadas à parte, os franceses produzem material militar de qualidade reconhecida, vide família mirage, os super etandart, Exocet, a família freem, o Charles de Gaulle é o único porta aviões nuclear fora dos EUA, os submarinos classe ametiste constantemente se destacam em exercícios da OTAN e seus SSBN estão entre os mais avançados. Enquanto isso, a marinha alemã hoje mal conta com submarinos operacionais e devolveu a… Read more »

thyago
Visitante
thyago

alguém pode me dizer pq o vizinho nórdico deles não está no páreo da concorrência?. A SAAB tb fabrica submarinos e tem um bom projeto.