Home Noticiário Internacional Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares

Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares

2386
7
SSBN Vanguard
SSBN Vanguard

O parlamento britânico aprovou por maioria a renovação do sistema de armas nucleares. Um projeto que custa mais de 36 mil milhões de euros que tem como objetivo manter o estatuto de potência mundial, a todos os níveis, sobretudo depois da decisão do Reino Unido sair da União Europeia.

No parlamento, o debate foi aceso: George Kerevan, deputado pelo Partido Nacionalista Escocês perguntou diretamente à nova primeira-ministra Theresa May: “Está pessoalmente preparada para autorizar um ataque nuclear que poderia matar 100 mil homens, mulheres e crianças inocentes”.

Míssil balístico nuclear em teste de lançamento por um submarino britânico da classe Vanguard
Míssil balístico com ogivas nucleares em teste de lançamento por um submarino britânico da classe Vanguard

Theresa May, respondeu: “Sim. A ideia de dissuasão implica que os nossos inimigos saibam que estaríamos dispostos a fazê-lo”.

A maioria dos deputados do Partido Conservador é a favor da substituição sistema do armamento. Já no Partido Trabalhista há grandes divisões. Jeremy Corbyn, líder do Labour, defende o desarmamento nuclear total. Mas vários deputados querem ver renovado o Trident, o programa britânico de submarinos nucleares.

Nas ruas já há manifestações contra a decisão do parlamento: em Glasgow, esta segunda-feira, numa manifestação pela paz pedia-se que se abandonasse o projeto.

FONTE: euronews.com

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
John Paul Jones
John Paul Jones
4 anos atrás

É a velha dicotomia Deterrência x Pacifismo

Infelizmente não temos um debate semelhante na nossa sociedade sobre o Projeto do SNBR.

Seriamos surpreendidos com o que a sociedade provavelmente decidiria.

Pangloss
Pangloss
4 anos atrás

John Paul Jones 20 de julho de 2016 at 12:25
(…) Seriamos surpreendidos com o que a sociedade provavelmente decidiria.


Eu não teria nenhuma surpresa se a sociedade brasileira preterisse qualquer tema sério de defesa, em favor de samba, cerveja, futebol e novela.
Aplica-se aqui aquela velha máxima: “ninguém nunca perdeu dinheiro por subestimar a capacidade do público.”

John Paul Jones
John Paul Jones
4 anos atrás

Pode ser ….

Países da Europa que foram devastados por guerras são mais sensíveis ao tema, para nós só resta samba, cerveja, futebol, novela e agora lava jato e impeachment …

Jagderband#44
4 anos atrás

Linda imagem, percebe-se alguns aspectos técnicos da classe nela.

Carlos Campos
Carlos Campos
4 anos atrás

A Classe Vanguard é muito linda, nem acredito que achei bonito, pq pra mim quase todo sub não tem nada de bonito

Carlos Campos
Carlos Campos
4 anos atrás

bando de Euro bambi na rua, até parece que os inimigos iam deixar suas armas para não atacar o desatomizado Reino Unido kkkkkk

bosco123
4 anos atrás

Os britânicos simplificaram sua dissuasão nuclear confiando somente nos SSBN/SLBMs. Mísseis ICBM/IRBMs baseados no solo seriam alvos fáceis tendo em vista a proximidade com os prováveis agressores. Não haveria tempo de resposta suficiente para um contra-ataque e foram descartados pelos britânicos. Devido ao país ser pequeno não seria muito útil sequer utilizar lançadores móveis. Armas nucleares lançadas por aviões também seriam de pouca valia tendo em vista que as bases seriam destruídas antes que as aeronaves pudessem alçar voo. Os franceses ainda têm os ASMPs lançados dos Mirage e Rafales, mas dentro de uma doutrina de utilizar primeiro (e em… Read more »