Home Aviação Naval Lockheed e Boeing vão desenvolver drone reabastecedor embarcado MQ-25

Lockheed e Boeing vão desenvolver drone reabastecedor embarcado MQ-25

2012
20
carrier-based-aerial-refueling-drone-2
Concepção do Carrier Based Aerial Refueling System

A Lockheed Martin e a Boeing receberam US$ 43 milhões cada uma em contratos com a Marinha dos EUA para o trabalho no programa de drones reabastecedores embarcados MQ-25 Stingray.

Os contratos do tipo “cost-plus-fixed-fee” vão conduzir atividades de redução de risco e refinamento de conceito, antes da fase de desenvolvimento de engenharia e fabricação do programa.

O MQ-25 Stingray evoluiu a partir do Programa UCLASS (Unmanned Carrier Launched Surveillance and Strike). O Stingray foi mostrado publicamente na apresentação do orçamento fiscal da Marinha para o ano de 2017.

Outra concepção do Carrier Based Aerial Refueling System
Outra concepção do Carrier Based Aerial Refueling System

A aeronave redesignada MQ-25 (M para multiuso), antes era chamada de RAQ-25 – Carrier Based Aerial Refueling System (CBARS).

A principal missão do Stingray será o reabastecimento em voo, mas também será equipado com cabides para disparar mísseis e lançar bombas. A missão de reabastecimento é necessária para aliviar os caças F/A-18F dos porta-aviões que atualmente desempenham esse papel. Além disso, os requisitos furtivos do UCLASS foram removidos no Stingray.

O MQ-25 Stingray vai substituir o F/A-18F Super Hornet na missão de reabastecimento aéreo
O MQ-25 Stingray vai substituir o F/A-18F Super Hornet na missão de reabastecimento aéreo

A Marinha espera fechar um contrato da aeronave com um contratante principal no segundo trimestre de 2018, com a primeira entrega prevista até 2021. A Marinha destinou US$ 2,16 bilhões ao programa do MQ-25 para o ano fiscal de 2021. Além disso, foi aprovada a transferência de US$ 350 milhões pelo Congresso que tinham sido reservados para demonstrações de veículos aéreos ano fiscal de 2016.

20
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Marcelo AlonsoJodreskibosco123DaltonAlexandre Galante Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jesus R. Ribeiro
Visitante

Aos poucos vemos a tecnologia tomando o lugar do ser humano. Seria muito melhor se eles pudessem criar armas que não causassem efeitos colaterais na guerra.

Juarez
Visitante
Juarez

Enquanto isto o Principado Naval da Guanabara vai torrar 100 milhões de dólares em reforma de aviões com sessenta anos de idade para operações de REVO.
Jesus está vendo tudo…..

g abraço

Willhorv
Visitante
Willhorv

Kkkkk
“Principado naval da Guanabara” é o mássimo….
Chorei de rir…
E acho que nem Jesus salva….
Os caras destinam 2,16 Bi para 2021 e pode apostar, o dinheiro vai estar lá!! Como isto é possível!?!?
Aqui se desvia tudo e nada acontece….
É o que eu digo….tá faltando uma queda da bastilha aqui viu….

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

“Jesus R. Ribeiro 26 de setembro de 2016 at 20:04
Aos poucos vemos a tecnologia tomando o lugar do ser humano. Seria muito melhor se eles pudessem criar armas que não causassem efeitos colaterais na guerra”
.
Efeitos colaterais ? O sr acha mesmo que quando um hospital é bombardeado, por exemplo, o mesmo foi “sem querer” ?
Se civis morrem, é pq alguém não deu o devido valor as vidas que estavam ali.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Juarez 26 de setembro de 2016 at 21:14
Não tinham desistido, a empresa faliu etc etc …..

Juarez
Visitante
Juarez

Aínda persistem com o mega hiper projeto Tracker forever…

G abraco

bosco123
Visitante

Pessoal,
Êta notícia sem sentido. Uma porcariazinha dessas pra reabastecer a frota? Eu tô há muito tempo nessa labuta pra saber que isso é invencionice sem sentido.

Juarez
Visitante
Juarez

Olha Nicodemo……..

G abraco

bosco123
Visitante

Galante,
Eu sei que não foi você que inventou a notícia. rsrss
Só digo que uma aeronave com peso máximo de decolagem de 8 t não pode substituir no papel de reabastecedor uma aeronave com peso máximo de 30 t. Alguma coisa não faz sentido.
O espaço dos porta-aviões já é limitado e vão colocar essas coisinhas pra reabastecer aviões?
Até entendo que drones possam abastecer drones, mas isso aí não serve para abastecer Super Hornets, E-2D (no futuro) e F-35C.
Mudando de pato pra ganso, vê se tem um comentário meu retido lá no Aéreo.
Valeu!!!

Dalton
Visitante

Bosco…

o demonstrador X-47-B dos quais duas unidades foram construídas e realizaram testes a bordo de NAes pesavam cerca de 20 toneladas totalmente carregadas…será que as 8 toneladas que
você mencionou não se referem a uma futura aeronave vazia ?
.
E conforme confirmado pela US Navy as futuras aeronaves terão duas tarefas…a primeira o reabastecimento aéreo e a segunda reconhecimento.
.
abs

bosco123
Visitante

Eu me deixei levar pela foto ilustrativa que é baseado no General Atomics Avenger. Esse tem 8 t de MTOW.
Perdão!!

Jodreski
Visitante
Jodreski

Juarez:
.
Pra mim tb não faz o menor sentido! Acho que a MB acreditou piamente que haveria dinheiro (R$1 Bilhão) para a reforma do Opalão.
.
Queria saber o que vamos fazer com esses fósseis voadores quando eles a reforma e remotorização estiver completa.
.
Detalhe pelo andar da carruagem nem A-F1 terá para eles reabastecerem e nem convoo terá para pousar. É pra rir ou pra chorar? Tô na dúvida!

Juarez
Visitante
Juarez

bosco123 27 de setembro de 2016 at 10:47

Eu me deixei levar pela foto ilustrativa que é baseado no General Atomics Avenger. Esse tem 8 t de MTOW.
Perdão!!
Vi só Nicodemo, pegaste a barca saindo da rampa e queira um lugar na janela.

kakakakaka Bosco, me perdoa, as vezes eu tenho que te sarnear…

G abraço

bosco123
Visitante

Juju,
O nosso chefe Galante me bota uma foto de um teco teco pra ilustrar uma matéria sobre uma aeronave que vai substituir o Super Hornet no papel de reabastecedor aéreo e quer passar em branco. rsrssss
Eu nem li a matéria e já pulei na jugular. rssss

Juarez
Visitante
Juarez

Pois é até eu que sou faca na bota estranhei, que normalmente tu fica na retranca para depois comentar…..
Não pude deixar passar em branco…

Grande abraço meu amigo e boa semana.

Juarez
Visitante
Juarez

Jodreski, este negócio dos marinheiros com São Paulo e A 4 e Tracker, ahh deixa para lá não vou falar, pode me dar dor de barriga e desarranjo.

G abraço

Marcelo Alonso
Visitante

Eu já imaginei isso um dia revo com Drone não vai demorar muito que vai ter revo de Drone para Drone, daqui alguns anos os porta aviões vão opera só com Drones.

Marcelo Alonso
Visitante

Eu já imaginei isso revo com Drone não vai demorar muito que alguns dias porta aviões só com Drone.