Home Ciência e Tecnologia Reestruturação na Marinha do Brasil: SecCTM e da DGMM

Reestruturação na Marinha do Brasil: SecCTM e da DGMM

6744
52
base-de-submarinos-de-itaguai
Concepção da nova base e estaleiro de submarinos em Itaguaí-RJ

MARINHA DO BRASIL
DIRETORIA DE COMUNICAÇÕES E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA MARINHA

BOLETIM DE ORDENS E NOTÍCIAS
Nº729 DE 05 DE Outubro DE 2016
GERAL

COMANDANTE DA MARINHA
Mar – 001 Reestruturação da SecCTM (Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha) e da DGMM (Diretoria Geral de Material da Marinha) – O Almirantado, em reunião no dia 30SET, aprovou as propostas de reestruturação da SecCTM e da DGMM:

1) SecCTM:
1.1)Incorporará as atividades do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) e do Programa Nuclear da Marinha (PNM), passando a denominar-se “Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha” (DGDNTM), agregando as estruturas organizacionais de Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha e de Gestão do PROSUB e do PNM. A COGESN e o CTMSP passarão a ser subordinados à nova DG; e
1.2)Também terá como OM subordinada, a ser criada, o Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ), que englobará o CASNAV, o IPqM e o IEAPM.

2) DGMM:
2.1)Serão extintos os cargos de Coordenador do Programa de Reaparelhamento da Marinha (C-PRM) e de Coordenador da Manutenção de Meios (CMM);
2.2)Subordinada diretamente à DGMM, será criada a Diretoria Industrial, que terá como OM subordinadas o AMRJ, o CMS e o CMASM; e
2.3)O CPN passará a ser subordinado à DGePEM, que será reorganizada em três superintendências: Obtenção de Meios, Gestão do Ciclo de Vida, e Manutenção.
Estas reestruturações não implicarão em alterações no efetivo autorizado de pessoal em qualquer círculo nem em número de cargos de Almirantes.

52
Deixe um comentário

avatar
50 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
29 Comment authors
alexandrefontoura2013julianoMauricio R.JodreskiCelso Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rod.
Visitante
Rod.

Reestruturação é necessária más acho o efetivo da marinha muito inchado, impossível sobrar verba para investimentos com quadro inchado com muita gente com pouco pra fazer.

Alex
Visitante
Alex

Isso aí Rod. primeiro o planejamento estratégico necessário, envolvendo seus meios e missões, o contingente e consequencia e não gente de sobra para não realizar nada ou quase nada. E ainda querem aumentar o efetivo. Pra que, pergunto eu?

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

E isso aí Rod, reestruturar sem enxugar e trocar 06 por meia duzia ….

Gallina
Visitante
Gallina

Vamos supor que o poder político da nação opte por uma concepção mais enxuta de marinha, com ênfase na proteção das nossas plataformas de petróleo. Não seria possível/adequado que a força naval tivesse a seguinte configuração (sem fragatas e/ou navios de combate de 6.000 toneladas, e logicamente – para esse concepção – sem NAe) : – navios de patrulha armados ou corvetas; – mix de submarinos convencionais (com tecnologia AIP ou outra símile) e nucleares; – aviação baseada em terra de longo alcance, com mísseis também de longo alcance. Eu, do alto da minha “ignorância naval”, pensei inicialmente que esta… Read more »

XO
Visitante
XO

Senhores… volto a dizer… o planejamento para redução de pessoal e da estrutura administrativa começará em 2017… redução de pessoal em curto (até 2019) e longo prazos (até 2030)… a mudança acima já era para acontecer… vou participar de um dos GT para implementar as mudanças… abraço…

XO
Visitante
XO

Gallina, sua proposta é basicamente para a Esquadra, certo ? A proteção das plataformas seria apenas uma das tarefas atribuídas… a Força Naval precisa ser balanceada e ter flexibilidade para cumprir outras tarefas…. a composição que você sugere provavelmente é adequada… mas seria capaz de negar o uso do mar ou efetuar controle de área marítima limitada ?
Não vamos esquecer as águas interiores… os 6 e 9DN demandam atenção também… e muita…
Abraço…

Gallina
Visitante
Gallina

XO, minha “proposta” (menos… rsrs) refere-se a águas marítimas.
E se eu adicionar 5 escoltas pesadas, eu fecho a equação (negar uso do mar ou efetuar controle de área limitada) ??

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Bem lembrado XO, as Flotilhas do Pantanal e Amazonas necessitam, urgentemente, de renovação e ampliação dos meios flutuantes!

Ádson Caetano Araújo
Visitante

XO, fiquei três anos em Porto Velho-RO, fazendo manutenção sub-aquática na Usina Santo Antonio. Ia várias no “cai n`água”, onde também fica a Marinha, tirando um ou outro navio hospital, nesses três anos nunca vi um navio fluvial da Marinha.

XO
Visitante
XO

Gallina, pensando naquela de balanceamento… sim, precisamos de escoltas, mas 5, 6, X… não sei dimensionar o número adequado… uma referência seria os bons tempos de 6 FCN, 4FCG, 4 CCI, 4 CTP… mas acho difícil voltarmos a ter isso tudo aí… no longo prazo, espero que sim…

XO
Visitante
XO

Adson, na minha época na Amazônia, os NAsH cumpriam o pólo do Madeira pelo menos uma vez ao ano… as patrulhas também ocorrem umas 2 vezes a ano… eu, particularmente, não subi o rio no P32, mas o P30 foi prá lá com o U19 em 2009 ou 2010, não lembro ao certo… abraço…

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

XO
“….não implicarão em alterações no efetivo autorizado de pessoal em qualquer círculo nem em número de cargos de Almirantes.”
Tendi !
(Em que pese suas afirmações. GT ? Boa sorte !)

romário
Visitante
romário

Porque a proteção das plataformas tem que ser feira pela marinha se elas serão privatizadas? Se os compradores forem os ingleses porque eles não fazem a proteção? Dessa forma a marinha ficaria somente com a patrulha dos rios dispensando porta aviões, submarinos, fragatas, etc. Seria possível fazer uma grande dispensa de militares e uma boa economia de recursos.

danilojfsn
Visitante

Acredito que isso não seria possivel, pelo simples fato de que a Royal Navy é uma marinha estrangeira mesmo sendo uma aliada antiga do Brasil desde os primordios da criação da Marinha do Brasil, seria preciso que o congresso aprovasse o tal acontecimento e claro teria de ter aprovação e interesse da Marinha Real Britanica em fazer o serviço, claro que tudo isso é hipotetico e acredito eu nunca vai acontecer.

saudações senhores,

Juarez
Visitante
Juarez

Bem amigos do poder naval, como diria o Galvão Bueno, o negócio é seguinte: Dois mais dois é quatro ainda…então ou a MB corta, racionaliza, e diminui estruturas e pessoal ou vai morrer como força de combate, so que infelizmente a MB continua contaminada pelos alienados e anões do Moura neto e sua gangue de picaretas e magalomaníacos. O 6º DN e no 9 ºDN simplesmente não deveriam existir, ahhhhhhh Juarez seu lambe botas, tu tá louco, porque a operações ribeirinhas, a experiência da marinha em operar na região e blá bla bla… Balela senhores, balela, tudo enxeção de murcilha,… Read more »

XO
Visitante
XO

As plataformas estão na nossa ZEE… esse opção não tem cabimento algum… e não é só isso que a Marinha deve fazer… “dispensar” a Esquadra é impensável…

Marcelo
Visitante
Marcelo

Comparando com a Royal Navy, com a sua poderosa esquadra ultra moderna, com 19 navios de combate, cerca de 15 navios anfibios modernos, 6 submarinos atomicos e 2 novos porta avioes ultra modernos, apenas possui 35.000 colaboradores militares, quando aqui a nossa marinha sem navios, sem aviões em condições de navegar ou voar, possui cerca de 57.000 mil colaboradores militares que devem estar em sua grande maioria em terra, realizando tarefas que poderiam ser feitas por civis.ou contratados com salarios bem menores….

Juarez
Visitante
Juarez

Vamos lá: Nove distritos navais, 96 almirantes de esquadra, trocentas mil capitanias do portos, 18 mil Fuzileiros navais = Miséria XO, não precisa gastar tempo, dinheiro e nem neurônios, dá uma olhada no projeto de racionalização da FAB e implemente: Cinco distritos navais, 40 almirantes, redução drásticas OMs que para nada servem e são redundantes, corte de 40% no número de FNs, baixa de todos os meios que são financeiramente inviáveis de recuperação e operação. Na aviação naval, o mesmo caminho: Extinção do HI 1, formar pilotos na FAB, pois todo mundo aprende a voar rosquinha do mesmo jeito, transforma… Read more »

romário
Visitante
romário

Depois da intervenção do XO eu fui ao google pesquisar ZEE. Se o Brasil está abrindo mão da exploração e gestão dos recursos minerais em sua ZEE, porque manter uma marinha para proteger empresas estrangeiras? Não faz sentido.

XO
Visitante
XO

Marcelo, o GF não autoriza concurso pra Servidor Civil faz tempo… e a reformulação de pessoal jâ prevê redução do pessoal “do chão” e substituição por militar RM2 (temporário)… e somos cerca de 85.000 atualmente… abraço…

XO
Visitante
XO

Calma, Romário… se não me engano, são permissões… não estamos abrindo mão… a ZEE é vasta… existem outros recursos, como os provenientes da pesca… não é bem assim… abraço…

Juarez
Visitante
Juarez

MB = 85.000 militares, já a RN = 35.000 militares, fatos que falam por si só.

G abraço

Marcelo
Visitante
Marcelo

Grande juarez, comentários muito esclarecedores, na minha época de MB, tínhamos 6 fragatas (que funcionavam) , 12 destroieres ( que funcionavam também, acreditem) e o nosso Minas que funcionava …. Os colaboradores eram cerca de 45.000 militares, realmente é um absurdo com 85.000 militares fazendo nada, la dentro agora, pois não tem mais nada que funcione hoje…….

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

85 mil ?
Estaleiro Caneco, só existe no papel e abandonado lá no Caju !
XO
GT = Grupo de Trabalho.
Tem certeza ?
GT’s são criados para realizarem estudos e indicar caminhos que nunva chegarão a lugar nenhum e jamais serão implementados. é muita burrocracia mesmo !
Desses 85 mil 60% deve ser ou ter função de intendência !
******************************************
Juarez 5 de outubro de 2016 at 20:11
Onde assino ?
*******************************************
Juarez 5 de outubro de 2016 at 21:13
Onde assino ?
********************************************
MB = Estaleiro Caneco
Estou saindo deste tópico, tô passando mal !
Quase 100 Almirantes
85 mil no efetivo
Depois reclamam da sonegação ….

lynx
Visitante
lynx

Me desculpem, mas essas comparações de efetivos da MB e da RN não fazem o menor sentido. Sem saber qual seria o total, arrisco dizer que mais do que dobraria se acrescentassemos a HM Coast Guard, o Royal Hydrograth Office, as estruturas referentes à Autoridade Marítima (não sei o nome que usam) e até os destacamentos de He SAR, hoje privatizados (aqui a FAB deveria fazer isso, mas…). Alguém sabe dizer qual seria o efetivo de tudo isso? Aqui resume-se a uma organização: MB. E a área a ser coberta é exponencialmente maior. Ah, mas a MB não deveria ser… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

O problema não é, nem nunca foi, em unidades operacionais, mas no inchaço e triplicidade em setores administrativos, de RH, saúde, educacional, habitacional, etc e nada de redução de efetivo de combatentes, isto vale para as três forças.

Juarez, pare de querer bancar o planejador organizacional, ou orçamentário/financeiro, tu não tens capacidade nisso. Sim agora sim estou sendo pedante. Putz, querer dizer algo sobre patrulhamento fronteiriço e naval com estas propostas absurdas, é muito não conhecer da realidade.

marcus
Visitante
marcus

Proteger plataformas de petróleo??? O petróleo já é dos gringos.Se uma embarcação da Marinha do Brasil, chegar perto de alguma plataforma dos gringos no Brasil, vai levar chumbo.

augusto
Visitante
augusto

Isso é reestruturação pro Moro naõ pegar eles, agora que a lava-jato bateu na porta da marinha

XO
Visitante
XO

Senhores… por partes… os 6 e 9DN são importantes, sim… passei 1,5 ano na Amazônia e não falo por falar, foram 6 meses navegando por lá… Muita gente se revira com a sigla “GT”… chamem cono quiserem, mas tem de juntar uma equipe pra planejar e propor… A reestruturação vai acontecer… e cada um faz a sua, de acordo com as particularidades da Força… O Chefe Lynx escreveu e ampliou o que eu já havia divulgado… então, vamos pelo menos esperar… tem gente criticando antes do planejamento sair !!! Dá pra esperar e tacar o pau depois, rsrsrsrsrsrs… Augusto, rapaz…… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

A questão de pessoal eu não tenho os números finais da RN, da GC Britanica, dos Serviços de hidrografia deles e o SAR que e privado, mas duvido que sequer chegue a 50 mil. Só que com todo este efetivo, e com todas responsabilidades,a MB não faz e o mais importante, não deixa fazer. Ela, MB, em meio a todos estes problemas toma iniciativas de aumentar seus gastos e suas responsabilidades em coisas que não tem recursos e não deve, como por exemplo a criação de um Btl de operação ribeirinha em Ladário.Tem um Brigada do EB naquela região, trabalhem… Read more »

edson marques da silva
Visitante
edson marques da silva

Senhores !! Sou suboficial da reserva do CFN do quadro de musica, admirador das coisas militares e sendo assim participei de vários eventos em Brasilia relacionado a promoções de almirantes, e a pergunta entre as praças era a mesma, prá quê tantos almirantes para uma esquadra tão pequena e antiquada?
Só para exemplificar o “inchaço” de pessoal como citam os colegas acima, servi durante vários anos no hoje 7°DN aqui em Brasília que no meu tempo sempre foi comandado por um contra almirante, hoje se trata de um Vice Alte !!

Dalton
Visitante

Marcelo… a Royal Navy não tem “15 anfíbios modernos”…ela tem um LPH o “HMS Ocean” e 2 LPDs, porém apenas um está em serviço, quando não em manutenção, enquanto o outro fica em uma espécie de hibernação com tripulação reduzida e depois de alguns anos ele é reativado, algo que leva um bom tempo, anos, enquanto o que estava na ativa passa para a “hibernação”…escolhi o termo “hibernação” por conta própria pois o nome correto é outro, mas, dá para entender. . Os 3 LSDs que devem ser contados como meio válidos, são operados pela Royal Fleet Auxiliary (RFA) que… Read more »

Seal
Visitante

Off: Pilotos do 1º Esquadrão de Aeronaves de Interceptação e Ataque (VF-1) realizou, entre os dias 12 e 16 de setembro, treinamento no RIG Aviônico, sobre o A-4Ku modernizado, localizado no sede da Embraer, em Eugênio de Melo – SP.

Guilherme Poggio
Editor
Noble Member

Se uma embarcação da Marinha do Brasil, chegar perto de alguma plataforma dos gringos no Brasil, vai levar chumbo.
.
Só se for chumbada de linha de pesca.
.
Por segurança, não se chega a menos de 500 m de plataforma de petróleo. Qualquer uma!

Miguel
Visitante
Miguel

Não precisa mais de Marinha, ontem o congresso entregou de vez o pré-sal. A 4ª Frota Americana é que vai patrulhar isso.
http://www.conversaafiada.com.br/economia/vergonha-requiao-e-a-vitoria-da-chevron
4ª Frota
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta_Frota_dos_Estados_Unidos
Yes nos temos bananas, Viva o Golpe de 2016.

MO
Membro

hummm então é bom que a 4a frota utilize algo que mergulhe beeeeemmmm fundo … rsssss

Alias ?? Marinha serve so pra tomar conta de Sau ? , pre, pos, meio tempo … ?

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

Juarez, concordo com praticamente todas iniciativas que você listou, porém deve-se manter os 6º e 9º DN por causa da segurança náutica, SAR e ACISOs, responsabilidades da MB e não de polícia, sendo que esta também deve ser reforçada nas regiões de fronteiras transnacionais. São funções de autoridade naval ou fluvial que a MB assume na falta de uma Guarda Costeira. O 8º DN, em São Paulo, este sim deveria ser extinto, não se justifica. O 7º DN em Brasília tem uma função de cerimonial na Capital Federal que talvez se justifique. Nos rios e lagos interiores, a fiscalização e… Read more »

IDN
Visitante
IDN

Miguel, antes ler o que você escreveu do que ser cego… Ninguém vai vir aqui retirar NADA de graça! As empresas vão investir, vão pagar impostos pro governo, vão pagar royalties ao Brasil, vão se sujeitar a uma legislação trabalhista das mais populistas e pesadas do mundo e junto com ela um tribunal do trabalho esquizofrênico, que toma as suas decisões passando por cima de lei e da própria constituição! As tetas estão secando, se conformem. E antes que alguém venha falar em soberania, saiba que em caso de guerra, as empresas aqui instaladas no país vão trabalhar no esforço… Read more »

Celso
Visitante
Celso

Este 8 DN aqui ma capital de SP, de fato e de direito eh um escarnio, muito bem lembrado Adriano e eu mesmo aqui ja comentei sobre isso……..local nobre e predio de fausto impressionante na paisagem da urbe. No entorno do Ibirapuera……..pra q serve eh dificil saber qdo ja existe uma capitania em Santos.. E tal qual o ditado…….encontrar o jabuti em cima da arvore eh uma coisa, mas saber como ele chegou la eh outra coisa….rsrsrsr.

XO
Visitante
XO

Na ausência da MB, gostaria de saber quem vai fazer Inspeção Naval no Pantanal e na Amazônia… quem vai atender SAR… ah, corta então a Assistência Hospitalar… prezados, a manutenção e operação dos NAsH é bancada por recursos do Ministério da Saúde… mas é como eu disse… querem meter o pau sem nem saberem como vai ser a reestruturação… sem mais…

MO
Membro

kkkk acho quue tipo assim, se fosse FAB so existe caça … kkkkk, tipo Marinha, so navio de combate … kkkk

lynx
Visitante
lynx

Não custa pesquisar um pouquinho antes de emitir opiniões. Para aqueles que queiram saber um pouco mais, sem “achismos”, vão aí alguns esclarecimentos. O GptFN de Ladário deverá ser elevado a Batalhão de Operações Ribeirinhas. Como acabou de acontecer com seu correspondente de Belém. Isso não implicará em aumento de efetivo do CFN, mas sim em remanejamento. O atual Gpt conta, desde 2002, com duas cias de fuzileiros e uma de comando e serviço. O aumento será de uma cia apenas. Será que isso vai falir o 6° DN? Não creio. Tive a oportunidade de conhecer a 18 Brigada de… Read more »

Ádson Caetano Araújo
Visitante

“Juarez 5 de outubro de 2016 at 21:13”
De tudo que disse as únicas duas ressalvas que faço seriam sobre eliminar o DN Manaus e os A-4.

Ádson Caetano Araújo
Visitante

Onde esse Miguel viu falar que permitir que uma empresa se instale no Brasil, invista no Brasil, empregue brasileiros, siga as leis brasileiras, pague todos seus imposto exporte e traga divisas para o Brasil e para tirar parte do lucro que conseguir terá que pagar mais impostos, que seja fiscalizada pela Receita e Polícia Federal, que receba “proteção” da Marinha, seja entregar o pré-sal. Será que a lógica é se não tiver como o PT mandar e roubar é entregar?!

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

lynx 6 de outubro de 2016 at 20:22
Concordo 110%
Mas:
85 mil no efetivo + quase 100 almirantes,
devaneios francélicos Sub Nuc é outra praia,
praia da bica na Ilha do Governador ou na praia de ramos.
Há outras tais quais ou piores !
Haja esgoto.

Juarez
Visitante
Juarez

Senhores editores tem dois posts meus presos no filtro.

G abraco

Jodreski
Visitante
Jodreski

Se a MB, EB e a FAB não enxugarem suas folhas de pagamento em um futuro próximo, veremos a MB “defendendo” o país à nado, o exército à paulada e a FAB com Asa Delta. Não adianta “restruturar” se não começarmos a dispensar o excesso de oficiais que temos nas 3 forças.

Dalton
Visitante

Miguel…

a área de atuação da IV Frota compreende o Caribe, onde ela é mais atuante, oceanos Pacífico e o Atlântico Sul em torno da América do Sul já que o resto do Atlântico Sul é responsabilidade da VI Frota.
.
E pode acreditar, a US Navy não tem navios suficientes para desperdiça-los ao redor da
América do Sul e nem que pudesse os enviaria para cá.

lynx
Visitante
lynx

Mas denovo essa besteira sobre IV Frota?… Meu Deus… Quando é que essa gente vai estudar um pouco para parar de falar besteiras? Ou será que a idéia é repetir a besteira a exaustão para ver se convence alguém?

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…, mas nem tanto!!!!
.
Satélite espiando Itaguaí:
.
(https://t.co/ot6OVL8HKm)

juliano
Visitante
juliano

Agora me assustei desativar o sexto distrito naval (ládario) ai forçaram mesmo já imagino como é a visâo desses estrategista , lá o pais faz fronteira com dois países e acham que não precisam de marinha por lá só por que acham que é caso de policia , A quem vai dá apoio ao exercito em operações ribeirinhas ou transporte , quem vai fiscalizar as embarcações de grande porte ,lá várias embarcações militares estrangeira navegam por ali e quem vai fazer frente a elas quando precisar dar uma intervenção , a policia ,digo ; cada macaco no seu galho ,… Read more »

alexandrefontoura2013
Visitante
alexandrefontoura2013

Juarez,
Não faz sentido transferir extinguir o 9º DN em Manaus e colocar um comando em Belém, assim como discordo da transferência do HU 3 para Belém, Na verdade, faria sentido a extinção do DN de Belém e transferência do Comando para Manaus. Conhece a Amazônia? você sabe que Manaus está muito mais ao Centro da Amazônia do que Belém, não? Além disso, existe um Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus, assim como a Base da FlotAM fica em Manaus. No mais, concordo com os enxugamentos de pessoal e OMs propostos.