Home História ‘A Date Which Will Live in Infamy’ – 75 anos

‘A Date Which Will Live in Infamy’ – 75 anos

3644
59

No dia 7 de Dezembro de 1941, a Marinha Imperial japonesa atacou a base norte-americana de Pearl Harbor, situada na ilha de Oahu, Havaí.

discurso do Presidente Franklin Roosevelt

O ataque destruiu 11 navios e 188 aviões e matou 2403 militares norte-americanos e 68 civis. Os 3 porta-aviões da frota do pacifico não se encontravam no porto e escaparam ilesos.

Este acontecimento levou a entrada dos Estados Unidos da América na Segunda Grande Guerra.

FOTOS: Marinha Imperial do Japão, via USN

59
Deixe um comentário

avatar
56 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
28 Comment authors
HelioJPScudBAugustoSabino Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jorge F
Visitante
Jorge F

Acho que se em um ataque fossem perdidos 11 navios da Esquadra acrescidos de 188 aeronaves da MB e da FAB, o EB iria ter que guerrear, por cinco anos, sozinho.

Dalton
Visitante
Dalton

Apenas 3 dos navios danificados/afundados não retornaram ao combate… os encouraçados
Arizona e Oklahoma que nem mesmo eram o que a US Navy tinha de melhor e o ex-encouraçado Utah que era utilizado como navio alvo e foi confundido como um NAe e que nem valia os torpedos desperdiçados nele.
.

Fábio CDC
Visitante
Fábio CDC

Caro Senhor Jorge F. eu até acrescentaria um “0” depois desse 5. Os japoneses atacaram 1º, foram eles que começaram, não há dúvidas. O problema é que a maioria dos professores de história, geografia e filosofia de hoje em dia omitem completamente este fato dos seus alunos. Limitam-se a dizer que os EUA, malignamente, lançaram 2 bombas nas cabeças dos pobres e indefesos japoneses gratuitamente, por puro sadismo… . Em minha opinião eles tiveram o que mereceram, achei até muito, mas muito pouco mesmo. E de minha parte, teriam levado mais umas 8 para fechar a conta e aprenderem a… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Fábio, Não tem nada a ver uma coisa com outra. É sério, o cara te bate com um martelo, você revida com um canhão de 155 mm?? E Dalton, Não subestime o ataque. Os EUA ficaram praticamente por 6 meses sem uma Esquadra para responder a altura a Marinha Imperial Japonesa. Até o medo de uma invasão continental existia. O erro estratégico dos japoneses a meu ver foram: a) Não atacaram os depósitos de combustível e os diques de reparo; b) Uma terceira leva de ataque não foi lançada por preocupação com possíveis submarinos americanos descobrindo a Força Combinada; Foi… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Ah esqueci;

A falha da inteligência em não saber onde estavam os três PA`s americanos?

Soldat
Visitante
Soldat

Foi a pior besteria que os Japas fizeram!!!

Eles tinha que atacar a Russia primeiro e com isso ajudava os Alemães a vencerem a guerra contra a União soviética.

E depois com ajuda logística naval alemã os japas poderiam detonar com Âmis no pacifico.

E para termina vai haver chororo…….. dos pro-Âmis.

Os Australianos e os Ingleses filmaram a esquadra dos Japas indo em direção as ilhas enfim os Âmis deixaram isso acontecer só para OFICIALIZAR a entrada na guerra cujo já estavam lutando desde de 1940.

O resto é estorinha de professor Americanizado e de professores safado comunistas.

Dalton
Visitante
Dalton

Marcelo… . a política dos EUA era derrotar à Alemanha primeiro, portanto boa parte da marinha dos EUA e demais forças, estava e continuou na costa leste mesmo após o ataque, exceção feita aos NAes Yorktown e o recém comissionado Hornet que eventualmente conduziria os B-25s para o ataque ao Japão em abril , e 3 encouraçados que vieram para o Pacífico mais como efeito psicológico, então apesar de uma certa paranoia de alguns o Japão não tinha a menor capacidade de sustentar uma invasão ao continente e os 6 NAes de nagumo estavam com muitas aeronaves avariadas e com… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

O Japão assinou um pacto de não agressão com os russos que foi conveniente para ambos, até porque o Japão já estava atolado em uma guerra interminável na China e com o ultimato dos EUA de que o Japão deveria deixar à China ou ficar sem petróleo, não faria sentido o Japão atacar a União Soviética e enfraquecer-se ainda mais no Pacífico. . O Japão não tinha muita escolha e no desespero achou que se afundasse um número considerável de navios em Pearl Harbor, tomasse às Filipinas e garantisse uma zona fortificada ao redor do Japão conseguiria termos de negociação… Read more »

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

Concordo, Soldat.Ou depois do mimimi todo tivessem desembarcado, em Pearl Harbor. Os alemães além de Hitler para sabotar, tinham ainda os italianos em que a única certeza é que eles iriam atrapalhar e ainda vem o Japão e faz o jogo,botando a população dos EUA maciçamente a favor dá entrada na guerra.

kfir
Visitante
kfir

Soldat

Hitler queria que os japas atacassem a Russia, quando o espião russo descobriu que não haveria ataque, liberou Marechal Zhukov, para usar sua reserva contra forças alemãs…
Não acredito que Alemanha vencendo a Russia conseguiria no mar fazer algo contra os Amis,
também os Boeing B-17 eram um problema terrível

Hawk
Visitante
Hawk

Segundo um livro que tenho aqui em casa sobre a segunda guerra de 1983:
“Os americanos achavam que os japoneses eram inferiores. Eles não acreditavam que a marinha poderia ter caças como Zero e Kate pois acreditavam que a marinha japonesa só possuía biplanos.”
Foi esse tipo de informação que fizeram os americanos não levarem a sério os boatos de um eminente ataque da marinha japonesa. O resultado todos conhecem.
É aquele velho ditado… Se você nunca enfrentou seu adversário não o subestime.
Valeu tanto para os americanos quantos para os japoneses.

Humberto
Visitante
Humberto

Senhores, leiam o que o Dalton postou, resume extremamente bem o que aconteceu. Complementando o que ele postou, o pacto entre o Japão e Russia foi rompido somente perto do final da segunda grande guerra quando o Japão estava praticamente derrotada.

José Carlos David
Visitante
José Carlos David

Já li essa história de todos os ângulos possíveis e nada me convence que os Estados Unidos não tinham pleno conhecimento desse ataque, podendo aborta-lo e só não o fizeram porque Roosevelt queria entrar na guerra ao lado dos aliados. Eles tinham quebrado o Código Naval japonês e tinham quase certeza das intenções de Yamamoto. Deixaram acontecer o ataque para justificar a entrada na guerra. No porto apenas velhos encouraçados. Os porta-aviões estavam todos fora de Pearl Harbor. Isso não foi coincidência.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Os americanos sabiam que os japoneses tinham aeronaves avançadas pois os “Tigres Voadores” a serviço da China já os enfrentavam. Não estavam ignorantes do poder japonês, apenas incrédulos que pudessem ser atacados. Julgavam que torpedos aerolançados não pudessem ser operados em PH por causa das águas rasas. Também não imaginaram que os japoneses repetissem o feito da guerra com a Rússia de 1904, de atacar sem declaração de guerra; tais formalidades inexistem na cultura asiática. Sun Tzu colocou a surpresa como condição máxima para a vitória. O código JN-25 só foi quebrado logo antes de Midway, por sorte. Eles perceberam… Read more »

Pangloss
Visitante
Pangloss

Dalton 7 de dezembro de 2016 at 13:00
(…) a política dos EUA era derrotar à Alemanha primeiro, (…)
———————————————
OK, mas eles fizeram questão de esperar uma ação japonesa para entrar na guerra pelo Pacífico.
Pobre tripulação do USS Reuben James: só teve o esquecimento.

Jacinto Fernandes
Visitante
Jacinto Fernandes

Aliás, uns dos navios que estavam em PH quando os japoneses atacaram era o ARA General Belgrano, que acabou afundado pelos britânicos na Guerra das Malvinas…

Nonato
Visitante
Nonato

Interessantes as discussões.
Interessante alguns falam mal dos EUA.
Talvez preferissem viver sob o domínio alemão, japonês ou russo.
São os defensores de Fidel que, entretanto, não tem coragem de ir viver em Cuba com a ração semanal de dois quilos de feijão, três de arroz…
Pimenta nos olhos dos outros…

Roosevelt
Visitante
Roosevelt

Senhores, prefiro acompanhar o Sr. José Carlos David, existe a teoria de que o meu xará o Roosevelt precisava de um argumento forte para mobilizar o congresso para declarar a guerra contra o Japão, nada melhor que esse blefe não? Falam que o embaixador do Japão entregou o comunicado em tempo hábil, mas Roosevelt habilmente montou todo o esquema para manter a economia aquecida até porque o New Deal dava sinais de esmorecimento. política é isso, estratégia em primeiro lugar. o fato é que depois de 1941 o que se construiu de armamento e afins não está no gibi. Os… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato
Aldo Ghisolfi
Visitante

Muito antes de PH os americanos (desde 7/37) estavam dissimuladamente atacando os japoneses com o 1º AVG (Flyng Tigers a partir de 7/42).

Fábio CDC
Visitante
Fábio CDC

Sim, Senhor Marcelo Andrade, eu falo sério. . E se alguém me agredir com uma martelada, eu não respondo com um canhão de 155mm. Respondo com uma W88 amarrada na testa do “cara”. Não imagino de onde o Senhor tira esse raciocínio de que tem que apanhar, numa ação covarde daquelas, e ficar calado, chorando num canto. . Se você não aguenta o tranco depois, fique quieto na sua ilha que é o melhor que você faz. E repito, achei pouco só 2 nukes perto do que fizeram em Pearl Harbor e levando em consideração os massacres de civis inocentes… Read more »

Luciano
Visitante
Luciano

Mas que mania de condenar os professores de história! Se vc pegar qualquer livro moderno de ensino fundamental II ou de Ensino Médio vai ter lá o ataque a PH como uma agressao japonesa deliberado e anterior aos ataques nucleares! Isso é básico ao se ensinar II guerra aos alunos e não me recordo de livros que façam diferente! … Toda hora condenam a minha categoria profissional, mas ninguém quer fazer vestibular pra história, um mestrado e Dr e escrever os livros! é muito bacana ficar sentado dizendo “professor de história é quase tudo incompetente, manipulador e comunista!”. Querem mostrar… Read more »

kfir
Visitante
kfir

OS JAPONESES ERAM AMORAIS…
.
.
http://www.dailymail.co.uk/news/article-3028694/U-S-POWs-shot-Japan-70-years-ago-dissected-ALIVE-macabre-experiments-controversial-new-exhibition-shows.html
.
US bomber crew shot down over Japan were dissected while ALIVE in horrific WW2 experiments: Japanese university acknowledges full details of atrocity 70 years on
.
TRIPULAÇÃO de bombardeiro americano derrubado durante a segunda guerra, foram dissecados ainda vivos.
.

Fábio CDC
Visitante
Fábio CDC

Está bem… Engraçado como NENHUM dos meu professores de história jamais fez a menor menção ao ataque a Pearl Harbor. Mas estraçalhar os americanos, ah, isso eles faziam sempre que podiam. Eu não me lembro de ter assistido 1 aula sequer na qual o tema PH tenha entrado em cena. E olhe que tenho mais de 35 anos. Se naquela época era assim, imagine hoje.

_RR_
Visitante
_RR_

Pessoal, . Alguém acredita mesmo de que os americanos se arriscariam a perder uma frota inteira ( e com ela seu poderio de intervir no Pacífico ) para entrar em uma guerra…? Por favor… O caos causado na frota americana após esse ataque deixou os americanos desnorteados. Tiveram que reorganizar suas forças as pressas; um remendo de frota… Tamanho foi o efeito imediato, que o Japão fez praticamente o que quis nos primeiros meses de 1942, sem que os americanos pudessem esboçar qualquer reação maior… . Os riscos corridos pelos americanos foram imensos. Se Pearl Harbour fosse colocada inoperante, a… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Roosevelt ( 7 de dezembro de 2016 at 18:52 ); . “Falam que o embaixador do Japão entregou o comunicado em tempo hábil…” . O ataque ocorreu por volta das 08:00h daquele dia, mas a declaração só foi entregue horas depois. Já se sabe hoje que tiveram problemas na decodificação das mensagens… Seja como for, o combinado entre a cúpula japonesa era entregar a declaração no dia 7, pouco antes do ataque. Ocorre que, até onde já li, também não havia lá uma grande disposição das próprias forças armadas japonesas em avisar… . “Os japas sempre foram muito éticos e… Read more »

Agnelo Moreira
Visitante
Agnelo Moreira

Não entendo a utilização de artefatos nucleares em retaliação ao q aconteceu em Pearl Harbour. Os bombardeios incendiários mataram até mais do q as bombas atômicas… Concordo também, q deixar atacar PH foi planejado. Mais fácil seria outras tantas opções, como navios mercantes, e declarar Guerra ao Japão por ser aliado alemão, por exemplo. O emprego das armas nucleares foi claro: economizar forças (material e humana), e demonstrar força, inclusive e principalmente para URSS. Que aliás, aprendemos q tinha um tratado de não agressão com a Alemanha e foi traída… Não! Tinha um tratado de divisão da Europa e foi… Read more »

Guizmo
Visitante
Guizmo

Lembremos que os EUA queriam um motivo há tempos para um conflito no Pacífico, para recuperar o controle das ilhas que os japoneses tomaram durante os anos anteriores à WW2, pois estas conquistas deram acesso à petróleo, borracha e outros bens. Por outro lado, as ilhas havaianas eram o último posto de defesa antes do território continental, o que me parece uma estratégia bem arriscada se deixar atacar como pretexto para entrar na Guerra.

MO
Membro
tommy antonacci
Visitante
tommy antonacci

nice take on pearl harbor and a good read, but so you know pearl harbor was a staged event in 1932 and 1938 japan did not bomb pearl harbor or start the war in the pacific the united states crown colony did that to get america into the war to help england.do you see any japanese in these photo’s at pearl harbor and notice the torpedo that hit the ship did not explode, the water was very shallow only 40 feet deep.

Guizmo
Visitante
Guizmo

MO, vai dar pra ir à bordo?

MO
Membro

sim, visita 11, 12 e 13

Guizmo
Visitante
Guizmo

Showww!!!

MO
Membro

De acordo com infos da CPSP – 1400-1700 h, deadline para entrar 1645 h (de acordo com o press release dos cara)

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Lembrando que o Cruzador St. Louis, futuro Tamandaré, estava em PH no ataque e não sofreu danos. Depois lutou sempre no Pacífico, das Aleutas e Guadalcanal a Okinawa, tomou granadas, bombas, torpedos e kamikazes, sempre com danos e perdas mínimas, angariando o apelido de “Lucky Lou”, e recebendo 11 estrelas de combate e 3 citações presidenciais.

Cláudio PQD
Visitante
Cláudio PQD

Aqueles fanáticos covardes pediram o que tiveram.
Como disse o Almirante Isoroku Yamamoto “Receio que tenhamos acordado um gigante adormecido”.
Guerra é guerra!!!!!!

Sabino
Visitante
Sabino

Roosevelt sabia que o Japão iria atacar, ele colocou as sanções no Japão exatamente para dar o que a liderança extremista e pre-potente do Japão queria à anos. Roosevelt só na esperava que eles atacassem PH e é por isso que os porta aviões não estavam lá, tinha um em reparos em San Diego, um operando no oceano índico junto com a Royal navy e a marinha holandesa para proteger de um ataque japonês as colônias e o terceiro voltando para PH e esse último era pra ter chegado antes do ataque mais teve problemas em alto-mar que o atrasaram… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Pangloss… . o torpedeamento do “Reuben James” não convenceu a população e os políticos dos EUA de que era necessário entrar em guerra contra à Alemanha porque segundo à maioria pensava ele nem mesmo deveria estar onde estava e o torpedo era destinado a um navio de carga britânico que ele estava escoltando, portanto ele estava em uma zona de guerra e mesmo antes outro destroyer o “Kearny” também já havia sido torpedeado resultando em mortos e feridos, mas, ele também não era o alvo original. . O ataque a Pearl Harbor evidentemente tinha como objetivo destruir propriedade e vidas… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Agnelo… . os EUA não lançaram bombas atômicas sobre duas cidades japonesas por vingança e sim porque sabiam que uma invasão ao Japão custaria muito caro, um número muito maior de civis japoneses seriam mortos durante a fase inicial da invasão e centenas de milhares de jovens americanos perderiam suas vidas ou seriam feridos, sem contar que os EUA estavam no limite de sua capacidade e a necessidade de trazer tropas da Europa estava afetando o moral já que eles achavam que há haviam feito a parte deles… um livro que recomendo, pois ele é bastante sóbrio e sem exageros… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Guizmo…
.
os EUA não queriam ilhas japonesas por conta de petróleo e borracha, não havia nada nelas,as Ilhas Marshall que pertenceram à Alemanha por exemplo…a realidade é que os japoneses para ter acesso a esses e outros bens é que tiveram que invadir territórios como as índias Orientais holandesas fracamente defendidas e que foram rapidamente conquistadas na sequencia do ataque à Pearl Harbor.
.
abs

Augusto
Visitante
Augusto

https://youtu.be/RUr2t6BbgAM https://youtu.be/IewuHJ4Xhrs Eses 2 vídeos explicam bem a polêmica.

ScudB
Visitante
ScudB

Hehe.. Amigo Dalton! Defendo a tese sobre “aceleração” de processo após Exercito Vermelho entrou na briga e : – em uma semana dizimou o exercito de Kwantung com mais de 1 milhão de soldados; – em 5 dias tomou as Curilas (com números absolutamente incompatíveis se analisar as regras das táticas modernas de “ataque contra defesa”); – recebeu as ordens de embarcar rumo ao Japão. E mais uma semana depois foi assinado o documento de capitulação japonesa COM PRESENÇA do oficial Soviético. Tudo tem seu valor na historia. Não podemos menosprezar e menos ainda ridicularizar(!) as ações somente em prol… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Scud… . só como curiosidade, o exército de Kwantung contava bem menos do que um milhão de homens em 1945, muitas fontes citam cerca de 700.000, mas, mais importante que o número é a qualidade, já que os melhores homens foram enviados para conter os americanos e grande parte dos substitutos foi constituída por homens mal treinados e/ou acima da idade. . Também vale mencionar que aos japoneses faltava de tudo, mantimentos, artilharia e aeronaves modernas de combate o que facilitou enormemente o trabalho dos soviéticos, em maior número e melhor treinados com vasta experiência adquirida contra os alemães enquanto… Read more »

Guizmo
Visitante
Guizmo

Fala Dalton! Eu acho que falamos a mesma coisa, rsrs, de qqr forma, a supremacia japonesa nas ilhas da região nunca “desceu” na goela norte-americana. Até mesmo as Filipinas, antiga posse espanhola, já estava sob jugo nipônico,
Abs
Guizmo

Dalton
Visitante
Dalton

Guizmo…
.
os japoneses controlavam muitas ilhas no Pacífico apreendidas dos alemães durante a Primeira
Guerra, algumas das quais eram usadas como bases militares ou postos avançados, mas, as Filipinas só foram conquistadas pelos japoneses depois do ataque à Pearl Harbor o que obrigou o General MacArthur à fugir em março de 1942 para à Austrália.
abs

_RR_
Visitante
_RR_

ScudB, . As bombas realmente não desmoralizaram as forças japonesas ( existem de fato evidências sérias de que os militares daquele país desejam prosseguir a luta ). Desmoralizaram a liderança civil japonesa, receosa da desordem e virtual destruição do Japão caso o próprio Imperador se tornasse uma vítima ( e nisso também levaram consigo uma boa parte do oficialato )… Esse receio precipitou a rendição, somado a um desejo de manter ao menos alguma coisa do establishment político original ( e conseguiram isso, com os burocratas que mantinham o Japão durante a guerra retornando ao comando já nos anos 50…… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Os EUA entrariam na 2WW, mas apenas na sua conveniência.
Além de ganhar tempo de se preparar, afastam o conflito de seu território e só combatem forças exauridas. O que fizeram na 1WW.
Projetos como o B-17, o CC M-4 Sherman, a classe Fletcher de destróieres e a Essex de NA, o fuzil Garand, entre outros, já estavam em desenvolvimento.
Os japoneses apenas forçaram o cronograma.

Aldo Ghisolfi
Visitante

FÁBIO CDC, boa tarde.
Desculpa, mas os EEUU não estavam quietos não…
Dissimuladamente atacavam o Império Japonês via o AVG, depois Flyng Tigers.
E, permissão, penso que, quanto às nukes foram usadas para fazer cessarem os combates ANTES que os soviéticos chegassem ao Japão.
O resto são filigranas que a História reponta.

JP
Visitante
JP

Delfim o Garand já estava em uso desde 1936

Dalton
Visitante
Dalton

Delfim… . a população dos EUA e o Congresso não queriam entrar na guerra que pensavam ser um problema europeu, tanto que o torpedeamento dos cts “Kearny” e “Reuben James” não mudou muita coisa pois eles nem deveriam estar onde estavam…foi preciso um ataque direto à um território dos EUA, o Havaí, que inflamou o Congresso e a população. . Quanto ao armamento que você citou…só a partir de 1943 os NAes classe “Essex” entraram em serviço e muito equipamento inclusive NAes de escolta como a excelente classe “Sangamon” de 1942 foram auxiliar os britânicos no Atlântico…portanto o ano de… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Aldo…
.
os EUA eram aliados da China, mas, os pilotos voluntários dos EUA não eram uma ameaça significativa ao Japão e quanto aos soviéticos chegarem ao Japão, eles não tinham uma marinha para uma invasão em larga escala do Japão…as “Curilas” foram tomadas pelos soviéticos com pouca resistência após a rendição…o que os soviéticos queriam era enviar tropas debaixo de toda a proteção oferecida pela forças dos EUA e depois reclamar um pedaço do território japonês, o norte, seria comunista, assim como o leste da Alemanha
tornou-se. felizmente não aconteceu.
.
abs

Nonato
Visitante
Nonato

Muita história… Interessante a questão da bomba atômica. Foi uma arma divisões de águas. Desenvolve-la foi um passo significativo. Usá la deve ter causado dúvidas. Mas talvez os EUA quisessem dar uma demonstração de força. Até para a Rússia também. Interessante que na guerra da Coreia, em determinado momento, havia 2 milhões de soldados chineses prestes a invadir. O comandante queria usar a bomba contra a China. O presidente americano foi contra. Poderiam até certo momento terem jogado contra a Rússia. Mas talvez não tivessem idéia do risco que a união soviética representava. Há também a questão da opinião pública,… Read more »