sábado, fevereiro 27, 2021

Saab Naval

NDCC ‘Almirante Sabóia’ – G 25, Echo Duas Barras!

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...

Parabenizamos o Comando, Oficiais e Guarnição do NDCC  ‘Almirante Sabóia‘ – G 25 / PWSB, pela terceira vez consecutiva ter conquistado o prêmio ‘Echo’ de eficiência operacional, quando foram agraciados com o ‘Echo Duas Barras – E//’, com méritos a eficiência e destreza na realização de suas missões, abicagens e fainas.

A embarcação foi também a que foi utilizada mais vezes entre os NDCC da Marinha do Brasil no período, devido à manutenção do ‘Mattoso Maia‘ e do que o ‘Garcia d´Avila‘, seu “concorrente” mais direto.

O Navio de Desembarque de Carros de Combate ‘Almirante Sabóia’ – G 25, ex-RFA Sir Bedivere – L 3004, é o primeiro navio da Marinha do Brasil a ostentar esse nome em homenagem ao Almirante-de-Esquadra Henrique Sabóia, Ministro da Marinha no período de 15 de março de 1985 a 15 de março de 1990, no Governo José Sarney.

Foi construído pelo estaleiro Hawthorn Leslie, em Hebburn-on-Tyne, no Reino Unido. Sua construção foi ordenada pelo Ministério do Transporte em 1963, junto com outras cinco unidades para serem usadas pelo Exército Britânico, e que poderiam ser fretadas por empresas particulares de transporte marítimo em tempo de paz.

Teve sua quilha batida em outubro de 1965, foi lançado ao mar em 20 de julho de 1966, e foi incorporado a Frota Real Auxiliar da Marinha Real – Royal Fleet Auxiliary/Royal Navy em 18 de maio de 1967.

Em 21 de maio de 2009, foi realizada sua Mostra de Armamento e incorporação à Armada, em cumprimento a Portaria n.º 105 de 23/03/2009, assumindo o Comando seu primeiro Comandante brasileiro, o  Capitão-de-Mar-e-Guerra Oscar Moreira da Silva Filho.

Em 18 de fevereiro de 2008, deu baixa do serviço da Royal Fleet Auxiliary.

Em 26 de junho de 2008 foram aprovados pelo Processo: N.º 63007.000007/2008-47 recursos da ordem de R$ 31.536.800,00, para cobrir a aquisição do navio RFA Sir Bedivere, treinamento de operações e manutenção, fornecimento de suprimentos e sobressalentes e serviços relacionados ao gerenciamento da reativação do navio, preparação e entrega à MB

FOTOS: Luiz Fernando Nardes, ITJ, 27/01/2017 e Marcelo ‘MO’ Lopes, SSZ, 2015

 

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Doutrina de engajamento da US Navy contra submarinos inimigos

A doutrina de Guerra Antissubmarino (ASW) da US Navy (Marinha dos EUA) prioriza a destruição dos submarinos de um...
- Advertisement -
- Advertisement -