Home Navios de Guerra Fragatas OHP chegam a Taiwan

Fragatas OHP chegam a Taiwan

4254
36
Chegada das fragatas a Taiwan no dia 13 de maio. Observar que os lançadores Mk.13 foram reinstalados

Taipei, 13 de maio — Duas fragatas de mísseis guiados da classe “Oliver Hazard Perry” (OHP) compradas por Taiwan dos Estados Unidos chegaram a Kaohsiung no dia 13 de maio, uma aquisição que a Marinha de Taiwan espera aumentar sua capacidade antissubmarino.

Arvorando bandeiras nacionais da República da China, as duas fragatas manobradas por tripulações taiwanesas navegaram lentamente no porto militar de Zuoying, na cidade do sul, por volta das 9:30 da manhã, onde uma cerimônia de boas vindas foi realizada pelos militares.

Uma cerimônia de comissionamento está prevista para julho de 2018, de acordo com fontes militares.

Os navios, construídos nos EUA na década de 1980 e rebatizados por Taiwan como “Ming Chuan” e “Feng Chia”, irão se juntar à 146ª frota da Marinha baseada na ilha periférica de Penghu e serão responsáveis ​​pelo patrulhamento do Estreito de Taiwan.

As fragatas de classe Perry têm alta mobilidade e estão equipadas com o sistema de combate de guerra submarina SQQ-89 e o sistema de sonar SQR-19, os quais dizem reforçarão as capacidades antissubmarino da Marinha de Taiwan.

O então presidente Barack Obama assinou um projeto de lei em dezembro de 2014 que autorizou a venda de quatro fragatas de classe Perry à Taiwan. Taipei orçou em cerca de NT$ 5,5 bilhões (US$ 174,8 milhões) a compra de dois dos navios, anteriormente USS Taylor (FFG-50) e USS Gary (FFG-51) da Marinha dos EUA.

FONTE: Taiwan Today/FOTOS: Marinha de Taiwan

NOTA DO EDITOR: as duas fragatas adicionais vão juntar-se à frota de 8 fragatas OHP (classe “Cheng Kung”) construídas em Taiwan na década de 1990.

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Poderiam estar chegando por aqui pra segurar o piano por mais uns 10 anos, até as futuras (e bota futuras nisso) Tamandarés estarem operativas, e poderiamos manter uma Marinha mais operativa do qye tenos hj, mas como uns e outros preferem acreditar em contos de fadas fazer o que

diego
diego
3 anos atrás

Creio que umas 8 perry’s por aqui seria um bom negocio, tiraria as tipe22 de serviço (passando da hora). Negociando esse numero sairia por uns $600 milhões e duraria 10 a 15 anos. Quanto as Tamandares o valor de $400 por uni tá mais que salgado, no maxímo uns $150 por uma corvetinha e o pior e que os muçulmanos já estão de olho, cruzcredo!

Léo Barreiro
Léo Barreiro
3 anos atrás

Será que não compensava termos adquirido algumas e ter solicitado a manutenção e atualização via FMS ou melhor fazer que nem o exército com os m-113!?

Rogério Rufini
Rogério Rufini
3 anos atrás

Até eu já tô achando que é melhor vir umas 5 dessas por que logo não teremos mais nada

Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Rogério Rufini, qualquer coisa é melhor do que como estamos hj em dia

diego
diego
3 anos atrás

acho furada… estão sem mísseis anti-aéreos pois o SM-1 delas foi descontinuado

diego
diego
3 anos atrás

se for pra comprar usado, compra a tipo-23 da Inglaterra…

August
August
3 anos atrás

Aindo sonho que se a marinha tivesse aceito a proposta dos eua de 4 ophs no começo da decada passada, hoje poderiamos ter umas 3 ophs modernizadas o lançadar do sm-1 seria substituido por um lançador mk -41 para misseis essm e no meio do navio teria lançadores duplos de misseis antinavio

jORGE KNOLL
jORGE KNOLL
3 anos atrás

Verdade é que a nossa Marinha está encolhendo a uma velocidade assustadora, e não conseguimos repor nadinha, nenhum uns míseros meios (belonaves) usadas. Descomissionamos as nossas, sem ter reposto, é uma vergonha.
Até quando ficaremos nessa pindaíba.
Se acomodamos com o Bahia e Ocean., e os 3 NPAoC. E depois uns barquinhos/lanchas para o Rio Negro e Amazonas. E é só.
O ridículo é a MB noticiar a aquisição de 2 dessas lanchinas, que viram na maromba do Rio Amazonas.

Mario
Mario
3 anos atrás

Diego, de onde vc tirou nessa que as fragatas não tem anti-mísseis?????

Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Diego, essas ai foram entregues para taiwan com o lançador MK-13 reinstalado, isto é, novamente com capacidade de lançar o SM-1

sergio ribamar ferreira
sergio ribamar ferreira
3 anos atrás

Bom dia para todos. pudéssemos ter pelo menos três, já era um começo. Eu disse pudéssemos…? A nosso Almirantado pensa grande e age pequeno e ainda não sei os porquês?

Dalton
Dalton
3 anos atrás

T-23s não estão nem estarão disponíveis para venda nos próximos 5/6 anos e dependendo do estado delas não valerá a pena adquirir…estes navios tem sido bastante utilizados e estão cumprindo missões de 9 meses !!! . Quanto a instalação de um MK-41, Taiwan não quis repetir a experiência australiana que custou caro e levou mais tempo para ser implantado do que se esperava e isso que duas das 6 fragatas originais foram descomissionadas para garantir que as 4 restantes recebessem o MK 41…na verdade as fragatas australianas não operam o obsoleto SM-1, foram elevadas ao padrão SM-2 o que também… Read more »

by Mauro
by Mauro
3 anos atrás

Concordo com todos, 4 dessas já esta ótimo para MB. Mais ate agora nada, ficamos na espera.

Agnelo
Agnelo
3 anos atrás

Bom dia
Qual a real situação de nossas fragatas, corvetas e subs?
Para cumprir nossa missão no Líbano, quanto está sendo sacrificado em tempo de vida?
Quanto de vida falta às Niteróis, às inglesas, as corvetas e os subs?
As Tamandarés substituirão as corvetas ou as fragatas?
É preocupante ver nossa MB virando uma pequena guarda costeira..
Obrigado

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Agnelo… . duas das 6 “Niteróis” nunca foram ao Líbano…a própria “Niterói” talvez por estar em situação pior que as demais e a “Defensora” que encontra-se inativa desde 2010 quando estava sendo preparada para um Período de Manutenção Geral que dura até hoje e conforme noticiado será terminado em 2018, portanto é natural supor que terá pelo menos 10 anos de serviço após ser devolvida ao setor operativo. . As duas fragatas “Greenhalgh” não foram modernizadas como as “Niteróis” e lembro que a baixa das mesmas foi uma vez publicada como sendo 2019 e 2020. . A corveta “Barroso” é… Read more »

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

Eu nunca fui muito fâ dessas OHP, acho que são navios sub-armados, sou mais as Type 23!! Já temos um ótimo relacionamento com os britânicos, vide Classe Niterói, Greenhalgh e agora os NaPoc Amazonas. Sei que os defensores aqui vão me matar!!! rsrsrsrsrs

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
3 anos atrás

Muito obrigado, Dalton

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Marcelo… . não se trata de qual fragata é melhor…e sim, qual está ou pelo menos estava à disposição para venda e estas eram as fragatas “OHP” das quais algumas deram baixa com em média 30 anos, enquanto as T-23s quando começarem a gradualmente ser retiradas de serviço dentro de uns 6 anos terão em média 33 anos de serviço árduo. . Quanto a serem “sub armadas”, depende…uma “OHP” por exemplo pode embarcar 2 helicópteros do porte de um SH-60 e pode receber armamento adicional como mísseis harpoon, como aconteceu com a fragata “OHP” adquirida pelo Paquistão e que continua… Read more »

Léo Barreiro
Léo Barreiro
3 anos atrás

Mestre Dalton

Por favor, não daria para fazer que nem o exército fez com os m113 e os obuseiros? Tipo uma compra já condicionada a modernização junto com a instalação de mísseis e tudo via FMS em suaves prestações no melhor tipo casas Bahia do Tio Sam??

Srs
Srs
3 anos atrás

A marinha poderia comprar umas 4 via FMS e poderiam vir com SM-1 mesmo recondicionado para nos ja estaria muito bom , eles devem ter muitos em estoque , bastava colocar uns M-M 40 e pronto.

Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Srs, boa noite, na época que se cogitou a compra dessas OHP, se não me engano em 2015, naquela época defendi a aquisição, de preferencia se fossem instalados um lançador RAM em substituição ao canhão MK38 na proa (que foi instalado no lugar do lançador MK13) e alguns exocet MM40, com isso o navio estaria armado com:
1 canhão 76mm
1 vulcan phalanx 20mm
1 lançador RAM
4 a 8 MM40
2 lançadores triplos MK32 para torpedos MK42
Alem da capacidade de operar 2 seahawk

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Léo…
.
possível é ou era, escrevo era, porque talvez já tenha passado da hora já que nem todas se
prestaram à venda via “FMS”, muitas já foram selecionadas para desmantelamento ou como
alvos e cada ano que passa mais difícil e caro torna-se para reativar as poucas ainda em boas
condições, mas, que não estão sendo preservadas, apenas recebendo cuidados básicos contra incêndios, entrada de água, etc.
.
Certo fez Taiwan que adquiriu duas unidades recém descomissionadas e que foram imediatamente revitalizadas.
.
abs

Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Nossa chance com as OHP foram perdidas, bem como com as spruance no inicio dos anos 2000, e de quebra taiwan ainda levou as ultimas kidd, se tivessemos pego algumas OHP assim que deram baixa de preferenciemcom transferencia em HOT seria o ideal, mas como para as sapiências elas eram muito velhas, não tinham valor militar sem o MK13, entre outras sapiências, perdemos uma boa oportunidade como sempre

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

Se tivéssemos comprado ainda assim, teria gente aqui dizendo que só compramos navios velhos de segunda mão!!! Dificil agradar a todos!! Não sei se a logística de manutenção desses sistemas seria simples. Vide as Garcias!!

UBoot
UBoot
3 anos atrás

Com um sistema de TIC frágil, qualquer meio se torna limitado.

Da mesma forma, com poucos recursos e péssimo planejamento, até um NPaOc vira um suplício para construir, operar e manter.

Logo, enquanto não profissionalizarmos o MD e suas FFAA e, principalmente, investirmos em segurança da informação, qualquer aquisição não passa de ilusão.

Não temos como manter a soberania durante a paz… Na guerra, dependendo do oponente, nem se fala…

E Marcelo Andrade, faço minhas as suas palavras.

_RR_
_RR_
3 anos atrás

Amigos, . Penso que uma opção mais “sensata” a essa altura seria a classe ‘Maestrale’. . Segundo os planos originais da marinha italiana, a ‘Aliseo’ e a ‘Espero’ estarão disponíveis em 2018 e 2019, respectivamente. A própria ‘Maestrale’ já se encontra desativada. Por fim, resta a ‘Euro’, que estará disponível em 2020. Todas as demais passaram por modernização, e acredito que dificilmente estarão disponíveis em tempo hábil… . A “vantagem” é que a ‘Aliseo’, a ‘Espero’ e a ‘Euro’ podem ser pegas “quentes”, evitando custos maiores para reativa-los. Apenas a ‘Maestrale’, descomissionada em 2015, iria exigir maiores trabalhos para coloca-la… Read more »

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Marcelo… . com certeza “navio velho” apresenta desafios…no caso bem lembrado por você dos “Garcias”, os mesmos tinham menos de 25 anos de serviço quando adquiridos pela marinha brasileira e prestaram bons serviços o último dos quais a dar baixa o “Pará” serviu por cerca de 19 anos, mais os 21 de US Navy, totalizando 40 anos. . No caso de um par de “OHP” com cerca de 30 anos, seria plausível, outros 10 anos de serviço ou um pouco mais apenas como um “tapa buracos” para as duas “Greenhalghs” que deverão ser retiradas até 2020 um pouco mais um… Read more »

Dalton
Dalton
3 anos atrás

RR… . a “Espero” a ser retirada ainda esse ano, portanto ideal para uma transferência “quente” terá “apenas” 32 anos, porém, as outras duas que você citou serão descomissionadas, pelo que li em 2019 e 2020 e não 2018 e 2019, terão 35/36 anos quando derem baixa. . Se para combatentes de superfície de 30 anos a marinha brasileira já apresenta restrições, imagine navios com mais de 32 anos, beirando 36 anos ! . Não que seja impossível, mas, até hoje isso nunca foi feito…mesmo os cts da II Guerra foram adquiridos com menos de 30 anos, os “Garcias” com… Read more »

_RR_
_RR_
3 anos atrás

Olá, Dalton.
.
Pela wiki,
.
https://en.wikipedia.org/wiki/Maestrale-class_frigate
.
A ‘Aliseo’ seria desativada esse ano ( 34 anos de serviço ). A ‘Espero’ tem previsão para 2019 ( teria então 34 anos de serviço ), e a ‘Euro’ para 2020 ( 36 anos de serviço ). A ‘Maestrale’ acumulou 33 anos.
.
Saudações.

joseboscojr
joseboscojr
3 anos atrás

Daltão, Na verdade, como você sabe mais que todo mundo, não é nenhuma novidade as fragatas OHP serem armadas com o Harpoon. – Marcelo Andrade, Você achava as OHP sub-armadas??? Caraca!! A fragata tinha 36 mísseis Standard MR, 2 radares iluminadores, 4 Harpoons, 1 canhão de 76 mm (Mk-75/Compact), um CIWS Phalanx, 2 lançadores de torpedos Mk-46 e 2 SH-60. Pra mim as OHP só eram deficientes por conta de não contarem com um sistema de defesa de ponto cobrindo o flanco dianteiro, já que nem o 76 mm e nem o Phalanx o cobriam e o míssil Standard SM-1… Read more »

Dalton
Dalton
3 anos atrás

RR
.
de fato houve uma pequena mudança nas datas desde que li um artigo sobre futuros descomissionamentos na marinha italiana…mas, ainda assim serão navios com cerca de
35 anos de serviço em média, o que é muito.
.
A “Aliseo” na verdade foi colocada na reserva já no ano passado, em setembro, para ser
oficialmente descomissionada esse ano…fazia um tempo que não entrava na wikipedia em
italiano …dê uma olhada.
https://it.wikipedia.org/wiki/Aliseo_(F_574)
.
abraços

_RR_
_RR_
3 anos atrás

Caro Dalton,
.
Obrigado pelas informações.
.
Abraços.

joseboscojr
joseboscojr
3 anos atrás

O pessoal anda muito tolerante e ninguém questionou uma fonte que ateste o que disse sobre eventuais estudos a respeito da possibilidade do Mk-13 da OHP lançar o míssil RAM. Antes que alguém o fizesse eu fui atrás e lamentavelmente não consegui muito coisa. Havia lido isso há algumas décadas provavelmente nas incontáveis visitas que fiz na biblioteca do antigo Ministério da Marinha aqui em Brasília. Não costumo esquecer dados técnicos tendo meio que uma memória fotográfica para isso e muitas vezes passo por “mentiroso” rsrsrss Também pode ter sido numa nas minhas dezenas de revista “Popular Mechanics” que colecionava… Read more »

MO
MO
Reply to  joseboscojr
3 anos atrás

No Philadelphia Navy Yard vi agora em foto de maio de 2017 pelo menos 5 Perry´s, 3 Ticos (não VLS) e o proprio Charles F. Adams lá (este pros românticos como eu, so para constar), identificadas das 5 40 e 42

Dalton
Dalton
3 anos atrás

Muito interessante Boscão !! Obrigado pela informação !!