quinta-feira, janeiro 27, 2022

Saab Naval

Porta-aviões Liaoning se exercita no mar a caminho de Hong Kong

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Liaoning, porta-aviões da classe “Kuznetsov” reconstruído pela China, e seu grupo de batalha estão navegando no Sudeste Asiático a caminho de uma visita inaugural a Hong Kong no próximo fim de semana.

A visita àquela cidade faz parte da celebração do 20º aniversário da recuperação do território da Coroa britânica pelo país e será um dos maiores símbolos do poder militar e geopolítico da China cada vez maior na região.

A frota chinesa atravessou o Estreito de Taiwan durante o fim de semana, uma operação que chamou a atenção de Taipei. Caças e aviões de patrulha marítima decolaram da ilha para acompanhar de perto o trânsito da frota, mas não houve relatos de ocorrências inesperadas.

No vídeo acima divulgado pela China, o Liaoning aparece operando caças J-15 (clone do Sukhoi Su-33) armados com mísseis ar-ar de médio alcance PL-12 e mísseis ar-ar de curto alcance PL-8. Alguns J-15s ostentam os mísseis antinavio YJ-83K “Eagle Strike” sob suas asas.

O vídeo inclui alguns momentos interessantes, como a filmagem no cockpit das operações de combate do J-15 e os oficiais de sinalização de pouso que orientam os jatos.

O Liaoning em sua visita a Hong Kong será aberto à visitação pública, juntamente com seus escoltas.

- Advertisement -

65 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigues

Lembro de pessoas no blog zombando a 2, 3 anos, quando a China começou a renovar mais fortemente sua marinha, ah é chinês, solta pecinha, lá na na 25 de março tem, e outras piadas inúteis, Enquanto rimos, nossa marinha vira guarda costeira, ou guarda fluvial, e eles somente avançam, Ah mas nós não precisamos de tanto como eles, mas não é questão de comparação, é questão de fazermos algo, cortar pessoal, não gastar 17 vezes mais com um inativo do que se gasta com um aposentado simples, e não ter tanto pessoal pra quase nenhuma esquadra. Talvez devessemos parar… Read more »

RodrigoMF

Quero ver eles em ação, ai sim vai dar para ver a eficácia…

Construir é diferente de operar.

Carlos

Monólogo O Mundo inteiro movimentando e o Brasil só na roubalheira. Até chegar a hora de um “homem ” de verdade para curar esse câncer que se chama “políticos “, e reorganizar nosso exército . Ora pra quê um exército forte ? Não temos inimigos !!!! Bem sabemos que no fundo do âmago vai estourar uma guerra, e vai sobrar para nós como da última vez ,fomos para uma guerra com armas e treinamento da (primeira guerra) hoje não fica distante ,sem armas adequadas Não sobrepomos nem uma semana de guerra entre as Américas , sem munição e alimentação adequada… Read more »

wwolf22

diz a lenda que foi a MB que ensinou a doutrina de operações de porta avião para os chineses…
e que não foi uma “operação oficial”, …

Augusto

E pensar que esse porta-aviões foi comprado sob o pretexto oficial chinês de torná-lo um cassino. Não me parece um cassino!

E também não consigo deixar de me perguntar o porquê desta afobação chinesa em formar uma marinha de guerra tão abrangente e tão poderosa. Bem… a resposta já está dada, ao menos para quem tem um pouco de bom senso.

Enquanto isso, nossa Marinha vai a passos largos se tornando uma Guarda Costeira.

Mahan

Achar que uma cultura milenar como a chinesa não tem bom senso por criar uma poderosa frota oceânica baseada em Porta-Aviões é ter a visão muito prejudicada por propaganda e miopia na visão politico-estratégica. Ora, a maior economia do mundo se lança numa disputa planetária e requer uma demonstração clara de poder para afirmar essa posição, para MOSTRAR A BANDEIRA (alguém aí lembra desse conceito?).

Aldo Ghisolfi

E pensar que eles queriam a prender a voar no mar CONOSCO e no SÃO PAULO!

Bruno Correia
Alex Nogueira

Esse tipo de modernização e aprendizagem que gostaria de ver em nossas forças armadas… aff por que nosso governo não leva a DEFESA a sério… Aff
Parabéns aos militares da China, estão caminhando a passos firmes e longos.

Carlos Crispim

Estão pousando maravilhosamente bem, parabéns aos chinos.

Gustavo

ninguém vai segurar a China…a omissão de Trump no fechamento dos EUA para o mundo e politicas externas equivocadas era tudo que eles precisavam.
O dragão ta cuspindo fogo e cada vez mais forte.

Bosco

O mais legal dos chineses (e dos russos) é que nenhum programa de armas deles dá problema e gera contra-tempos no desenvolvimento e quando prontos funcionam como um relógio suíço. Diferente dos americanos que tudo dá problema, haja vista o F-35, o CVN-78, o LPD-17, o LCS Freedon, o LCS Independence, o M-1, o M-2, o B-1, o Patriot, o F-117, M-16, etc.
O legado comunista sem dúvida é o responsável por essa expertise e esse jeito praticamente irretocável de fazer as coisas.
Ah! Mas poltrona de escritório e relógio de pulso eles ainda não aprenderam como é que faz.

Emmanuel

kkkkkkkkkkkkk
Bosco, você falou tudo.

Logo, logo, a China vai dominar os sete mares.
Aham…
Vou ali que o saci tá me chamando.

Abraço a todos.

Guizmo

Bosco,
Problemas com certeza devem dar, só que tem essa política de não noticiar. Agora, ninguém no mundo paga pra ver né?

Achei muito pertinente seu comentário num desses posts sobre os navios deles – vc disse que se apresentam como fortes e poderosos, mas precisa ver se estão realmente operacionais todos os sensores e sistemas de armas. Isso é uma verdade.

Mas nem os EUA pagam pra ver….estão recolocando em serviço até as OHP

Abs!

Jonas Rafael

Com certeza tem e terão muitos problemas ainda. Vão perder muitas aeronaves e pilotos, seja por problemas de operação ou de funcionamento. Mas é impressionate o quanto conseguiram fazer em tempo recorde. E tem outra: quem tenta tem alguma chance de conseguir, quem desiste nunca conseguirá.
Dois detalhes: 1) ele parece fazer bem menos fumaça que o Kuznetsov. 2) a pintura cinza dá mais cara de avião moderno aos Su-33, aquele tom de azul dos russos é muito bonito, mas dá muita pinta de relíquia da guerra fria.

Dalton

Guizmo…
.
não há nada de concreto por parte da US Navy em trazer de volta ao serviço meia dúzia de
“OHPs”, para cumprir missões secundárias que aliás já vinham cumprindo. Trata-se apenas
do sonho de se ter uma US Navy com 355 unidades quando se tem dificuldade para operar
280 unidades até o fim desse ano !
abs

sub-urbano

Acho que os equipamentos chineses não dão problemas no desenvolvimento porque são, em sua maioria, cópias de desenhos consagrados tanto da indústria bélica soviética como da ocidental. – No entanto eu não duvido em nenhum momento da capacidade deles. O investimento em ciencia e tecnologia dos chineses nas ultimas 2 décadas são impressionantes. Vejam o programa espacial deles!!! – Uma conhecida participou daquele fiasco chamado Ciencia Sem Fronteiras, em uma universidade no Canada, ela disse que os estudantes locais tinham raiva dos chineses que faziam intercambio pois os chinas inflacionavam as notas para cima!!! fazendo com que os professores exigissem… Read more »

Augusto

Bosco, há três questões: a primeira é a evidente e intencional omissão dos chineses em noticiar falhas, seja por quererem se mostrar cada vez mais fortes e desenvolvidos tecnologicamente (o que de fato estão conseguindo, a passos largos), seja por preferirem mostrar os progressos alcançados, ao invés dos reveses (que, obviamente, acontecem, sejam em que escala for); a segunda é que os EUA produzem o estado da arte em tecnologia e quem é precursor está sujeito a percalços, porque está tratando de algo desconhecido. Os chineses, na maioria dos casos (por enquanto), trabalham com equipamentos que não representam o estado… Read more »

Luiz Trindade

Ainda bem que não houve incidentes com Taiwan, pois imagina um caça batendo no outro para averiguar a prontidão…

SmokingSnake

Não vejo nada demais aí, o porta aviões é uma cópia e os caças são uma cópia no maior estilo dos produtos xing ling!

Bosco

Augusto, Eu acho impressionante a pujança chinesa, só encontrando similar nos EUA na época da SGM, mas sou um pouco cético sobre todo esse milagre. Queiramos nós ou não lá continua fazendo parte do planeta Terra e nesse planeta não tem “almoço grátis”. Alta tecnologia tem um custo alto e desenvolvimento lento e vejo os chineses avançando muito rápido e muito otimistas. Só pra você ter uma ideia, os americanos já lançaram mais de 1000 torpedos Mk-48 em testes e continuam a fazê-lo dado às novas versões. Outro exemplo é do míssil RAM, que só na fase de desenvolvimento teve… Read more »

Guizmo

Dalton,

Que seja, mas é inegável uma velada corrida armamentista na região, com os EUA inseridos. A Guerra Fria com a URSS foi a mesma coisa – escalada de investimento militar na aposta que a mão do adversário era quente

Abs

Dalton

Galante…
.
na década de 80 os chineses já tinham submarinos de propulsão nuclear…não eram uma
“maravilha”, mas, estavam pavimentando o caminho para coisa melhor…talvez a marinha chinesa não fosse prioridade na época para eles, que estavam desenvolvendo novas armas nucleares, mas, eles tinham uma marinha bem mais mais capaz que a brasileira com apenas 6 navios novos…justamente as 6 “Niteróis”.
.
abs

Uboot

“Quero ver eles em ação, ai sim vai dar para ver a eficácia… Construir é diferente de operar.” . A China produz todo tipo de coisa, de muamba até boa parte dos mais avançados equipamentos utilizados no EUA; de bicicleta de carbono que a Europa não faz até os Iphones, passando pelos pcs e seus componentes. Dá pra falar mal deles? Lógico, cada um fala o que quer. A verdade é que eles produzem de tudo e não estão nem aí pra gente cuja balança comercial bate recorde (ridículo, diga se de passagem) pelas “safras recordes”… . Antes era difícil… Read more »

Bosco

Para alguém que possa ter dificuldades de interpretação de texto, muito provavelmente pela minha limitação em relação à língua pátria, mas eu não estou falando mal de chinês. Aliás, nem conheço chinês nenhum e não guardo nenhuma mágoa dos tempos em que eles praticavam um comunismo desumano porque nenhum parente meu foi para o paredão por conta disso. Ou seja, tirando que eles comem cachorrinhos, não tenho nenhum problema com chinês e poderia ficar repetindo expressões de espanto maravilhado com a tão deslumbrante pujança do país, principalmente se levar em conta o meu que cresce rápido igual rabo de cavalo.… Read more »

Augusto

Bosco, uma piada (na verdade, isso realmente aconteceu) já que você falou do inexplicável “custo de fazer inveja à prefeitura de Cambuacú do Norte” dos chineses: uma amiga minha comprou uma capinha (que vinha acompanhada de 3 películas de vidro) para seu novo celular no AliExpress por 1 dólar, já com frete. Aí eu pergunto: como uma capinha de silicone e mais três películas de vidro são produzidas, atravessam o mundo por meio dos oceanos e me chegam ao Brasil, mais especificamente à casa dela, por 1 dólar? Isso não paga nem a conta da energia gasta para produzir uma… Read more »

Ivan BC

Alexandre Galante 4 de julho de 2017 at 15:48
Bosco 4 de julho de 2017 at 15:54
kkkkkkkkkkk

pangloss

Na China, vale tudo para manter a economia ativa. Keynes ainda vive, por lá.
Constroem cidades inteiras que não são habitadas por ninguém.
Inventam estradas que levam do nada ao lugar algum, em pistas duplas de quatro faixas cada.
Sei lá, mas me ocorreu que pode ser que nem haja tripulantes para tantos navios, ou pilotos para tantos aviões.
Acho que a ruína da economia chinesa não vai tardar. E vai levar meio mundo junto.

Dalton

Galante… . “péssimos” quando comparados ao que havia na marinha soviética e na US Navy nos anos 80…mas…comparados ao que a marinha brasileira tinha e na quantidade que tinha , penso que não…os destroyers tipo 51 principalmente suas últimas variantes e os submarinos “Romeo” e suas variantes ao menos estavam sendo construídos na China e com grande engenhosidade depois que as relações com a URSS esfriaram enquanto que no Brasil foram construídas apenas duas “Niteróis”, as demais 4 e também os 3 submarinos “Oberon” vindos do Reino Unido. . Concordo que a marinha brasileira parou no tempo, mas, os chineses… Read more »

Ivan BC

Uboot 4 de julho de 2017 at 15:35 Perfeito! Inclusive a estratégia chinesa, desde o início, foi semelhante a japonesa. Começaram com produtos de baixo valor agregado e depois avançaram para produtos tecnológicos! Para quem não sabe diversos administradores e economistas dos EUA trabalharam para o governo da China nos anos 70, inclusive tem uma frase bem famosa de um Presidente chinês: Nós queremos ser competitivos! Será que conseguiram? No início diziam a mesma coisa, japonês explorado, mão de obra barata e excesso de carga horária. Hoje ninguém mais lembra disso! 40 anos depois o Brasil é um grande sucesso… Read more »

Guizmo

Para entender melhor o conceito produtivo asiático (não apenas chinês), procurem pela teoria dos Gansos Voadores e dos Patos Sentados

Uboot

Ivan, O mundo não é unidimensional, preto e branco, bem vs mal. A China não é a reencarnação do capeta tampouco a lixeira do mundo. . A China foi, durante mais tempo que qualquer outra nação, uma potência. Não vou tentar comparar mas me parece que sequer Roma se aproximou (apesar dos avanços em diversas áreas). . Somos totalmente ignorantes sobre a História e cultura oriental e temos o costume de tratar o que desconhecemos com desdém. Porém, isso tem seu custo: os chineses subvalorizaram os europeus até que eles chegaram e impuseram pesadas derrotas aos chineses; os japoneses passaram… Read more »

Dalton

Com mísseis SeaCat como principal armamento AA nos anos 80 não dá para dizer que eram “estado da arte” além do mais nem havia MM 38 e outras coisas em número suficiente para todas, apesar de não ser culpa do projeto e sim da eterna falta de dinheiro da marinha brasileira. . Mas, Galante, não digo que as “Niteróis” fossem navios ruins nos anos 80, apesar de serem projeto dos anos 60 e sim que os chineses estavam já, nos anos 80, modernizando seus navios e já projetando melhores para a década de 90…ou seja, tudo o que vemos de… Read more »

Bosco

Roberto, Eu também aprecio muito o que os chineses estão realizando no campo militar. Eles são uma potência, com uma imensa população espalhado num imenso país e têm mais é que fazerem o que estão fazendo. Só fico com um pé atrás com tanto otimismo por parte deles tendo em vista lá não ter muito lugar para o contraponto. Mas o desenvolvimento deles é sem dúvida louvável e admirável e espero que perdure e tenha êxito, mesmo porque já sou meio velhinho pra me preocupar com qual vai ser a próxima potência dominante ou para que rumo a chamada Civilização… Read more »

Hernâni

Bosco, Você tem razão, chinês copia tudo mas se der problema fica calado! No fim de contas, apesar do capitalismo selvagem, ainda são governados pelo Partido Comunista Chinês que dá porrada grossa a quem falar em democracia como aconteceu em Hong Kong. Os ocidentais é que têm essa mania chata de falar mal de tudo e de preferência do próprio governo. Gostava de ver todos estes sistemas funcionar em caso guerra a sério…! Outro aspeto que temos de ter em conta é que dinheiro compra tudo! Nos anos 80-90 estava na moda vender licenças e material de guerra aos chineses.… Read more »

Guilherme Poggio

Alguns detalhes interessantes.
.
Asas rotativas de origem francesa (Dophin e Super Frelon construídos localmente). Colocaram até torreta FLIR no nariz do Super Frelon (Z-8).
.
Nas imagens os caças usaram sempre a pista de maior comprimento para decolagem STO.
.
O padrão das diferentes equipes do convoo segue o padrão Ocidental. Observar que os militares com colete roxo são da equipe de reabastecimento.
.
Imagens que mostram muito profissionalismo e competência. Parece que dominaram a técnica STOBAR muito bem.

Dalton

O “Ikara” não teve duração muito longa e o “BORoc” não era considerado uma arma efetiva então não acho que apenas o “SeaCat” estava defasado e quanto ao MM 40, apenas na década de 90 foram adquiridos e não muitos então é a velha história, quantidade compensa a qualidade e a marinha brasileira com apenas 6 fragatas, nem todas com sonar de profundidade variável, não estava melhor preparada do que à Armada Argentina para enfrentar modernos submarinos por exemplo.
.
Tô de saída…abraços !

Guizmo

Exatamente Galante…..rsrs Na verdade os patos e gansos fazem referência a toda região (Ásia e Latam). O conceito produtivo da Ásia, para recuperação da economia nos Anos 50, entendeu que os países deveriam complementar a oferta. Ou seja, nos anos 60 quando ríamos dos rádios e transistores japoneses, os chineses plantavam arroz, nos anos 80 quando o Japão cresceu tecnologicamente, a China exportava têxteis (cadeia produtiva de menor valor agregado), e eles promovem assim, um intercâmbio entre os países para que todos cresçam. Atualmente, compramos carros da China e roupa do Vietnã, e assim por diante. Esta “troca” de posições… Read more »

Marcelo-SP

Entendo que queiram comparar o Brasil com a China. Mas a verdade é que nunca estivemos, de fato, no jogo. Uma país em desenvolvimento, com população relativamente jovem ainda e carências estruturais enormes, mas que gasta 25% de seu orçamento público com previdência, em grande parte com aposentados do setor estatal que garantiram o benefício antes dos 60 anos de idade? Ninguém vê incoerência em chamar este país de “país do futuro”???? Entre 2002 e 2012, a taxa media ANUAL de crescimento da produtividade industrial na Coréia do Sul foi de 6,7% (ao ano). No Brasil, o crescimento de produtividade… Read more »

Gabriel Barbosa

OFF TOPIC : Não vamos ter materia sobre a operação SINAL VERMELHO?

SmokingSnake

Hernâni – O partido comunista chines morre de medo que Hong Kong e Taiwan contaminem o resto do país com manifestações pró democracia, com os chineses tendo mais educação, liberdade de informação e podendo viajar para outros países, eventualmente isso vai acabar acontecendo. Por enquanto que o país cresce sem parar a população vai aceitando o domínio de um único partido, mas quando enfrentarem a primeira crise duvido que continuará assim, não são mais miseráveis e completamente alienados pelo governo que nem antes. Não é atoa que o governo parece desesperado para incrementar o PIB construindo até cidades inteiras que… Read more »

Bosco

Hernani, Ontem, lendo sobre as LCS, me deparei com uma nota dizendo que um míssil Harpoon havia sido lançada com sucesso (já faz algum tempo) de um desses navios mas que havia errado o alvo. De qualquer forma o teste foi considerado bem sucedido já que ele visava ajustar os parâmetros para lançamento a partir do dito cujo navio. De russos, chineses e mais alguns não se ouve nada a respeito de falhas. Em tese tá tudo dando certo e só quem falha é os EUA. Ninguém sabia de um dado míssil, nunca se ouviu falar dele e de repente… Read more »

Hernâni

SmokingSnake e Bosco Os ocidentais já foram enganados nos anos 80 e 90 com essa ideia de que a abertura da China ao capitalismo iria, por arrastamento, trazer os direitos individuais e políticos, a democracia e, não aconteceu. Por isso a China é um fenómeno económico e politico. Quando é que isso vai acontecer? Como é que a classe média chinesa, em crescimento, com educação superior não exige as nossas liberdades? será uma questão cultural? talvez tenha de acontecer uma grande crise económica para caírem na realidade. Bosco, em relação aos armamentos eu dou já um desconto enorme, em Portugal… Read more »

Gilson Moura

Concordo com o amigo Gustavo, porém com ressalvas. A política protecionista de Trump pode prejudicar relações a longo prazo com seus antigos parceiros e esses podem ser inclinados a darem mais atenção a China, com isso os chineses aumentam ainda mais suas influências. Os comentários irônicos(se é que estava ironizando) do Bosco são sensacionais. kkkk O problema dos chineses e russos são suas mídias, a credibilidade desses países passam por questões militares, na Rússia é ainda maior esse sentimento, já que ao meu ver a principal política do Czar é questões de defesa, embora eu acredite que isso seja necessário… Read more »

Bosco

Roberto,
Pois é! O regime lá tem que ser bem do tipo “tolerância zero” pra manter a turma na linha porque chinês não é lá um povo muito paciente, apesar da milenar e proverbial paciência chinesa. rssss

BrasileiroDeVerdade

Bosco “O mais legal dos chineses (e dos russos) é que nenhum programa de armas deles dá problema e gera contra-tempos no desenvolvimento e quando prontos funcionam como um relógio suíço. Diferente dos americanos que tudo dá problema, haja vista o F-35, o CVN-78, o LPD-17, o LCS Freedon, o LCS Independence, o M-1, o M-2, o B-1, o Patriot, o F-117, M-16, etc.” Talvez porque eles quase nunca criam novas tecnologias ?, só esperam os ocidentais criarem e testarem e divulgarem relatos, testes, e etc. Um exemplo?, Submarinos nucleares, Porta-aviões nucleares, Bomba Nuclear, Bomba de Hidrogênio, Canhões de laser,… Read more »

Leandro Costa

Gente, mais uma vez vou bater na mesma tecla que eu insisto em bater. Os chineses desde muito tempo atrás, no mínimo desde a década de 1970, mas arrisco à dizer que desde o final da Guerra Civil Chinesa em 1949 (ou antes), já tinham em mente o que queriam para si. Serem fortes, desenvolvidos e não sofrerem mais o risco de ingerência externa. Ao longo das décadas foram atingindo seus objetivos e atualizando a forma com a qual os alcançariam. Com o avanço na tecnologia e a facilidade de comunicações experimentada de meados para final da década de 1980,… Read more »

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construção da primeira fragata classe ‘Tamandaré’ deve começar em setembro

Em 20 de janeiro, na parte da manhã, como parte da Operação “ASPIRANTEX/2022”, o Comandante de Operações Navais, Almirante...
- Advertisement -