Home Indústria Naval Royalties do pré-sal poderão financiar construção de navios para a Marinha

Royalties do pré-sal poderão financiar construção de navios para a Marinha

6026
93
Modelo da corveta Tamandaré no estande da Emgepron na LAAD 2015

Fernanda Cruz – Repórter da Agência Brasil

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, informou hoje (17) que enviará um projeto de lei ao Congresso nos próximos dias, sugerindo uso de royalties do pré-sal para capitalizar projetos da Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron).

De acordo com o ministro, a proposta não implicará em retirada de recursos dos royalties destinados à educação.

Se a medida for aprovada, os recursos vão financiar quatro corvetas (navios de guerra) para a Marinha garantir a segurança costeira do país.

O valor a ser destinado ainda não foi definido. Segundo Jungmann, a Emgepron não foi afetada por contingenciamento devido ao teto de gastos públicos, uma vez que a empresa não depende financeiramente do Tesouro.

Perfil da corveta Tamandaré (CV03)

FONTE: Agência Brasil

93
Deixe um comentário

avatar
89 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
50 Comment authors
Ronaldo de souza gonçalvesBardiniTukAVMercenário_RR_ Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alex
Visitante
Alex

Não é mais 70% pra Saúde e 30% pra Educação? Qual é o rachucho agora?

Fabio Souto.
Visitante
Fabio Souto.

Queria saber se a MB vai comprar o HMS Ocean????

Ozawa
Visitante
Ozawa

Essa palestra da SAAB hoje no mesmo dia que esse pronunciamento do MinDef não são coincidências. A situação da MB é de um paciente na UTI com perda de sinais vitais. Ou se faz agora alguma coisa ou é só questão de tempo pra desligar os aparelhos…

Arc
Visitante
Arc

De acordo com a coluna INSIDER a pouco mais de dois meses o custo estimado seria 612 milhões por ano durante o período de 8 anos (8×612=4.896 bilhões).
Tá salgada essa fragata, digo, corveta heim.

Walfrido Strobel
Visitante

Os Prefeitos vão querer reduzir o seu repasse dos Royalties de educação e saúde para construir navios, conta outra Ministro.
O GF que meta a mão no bolso e banque os navios da MB.
O Lobby dos estaleiros tem que ser muito poderoso para passar isso no Congresso.

joao terba
Visitante
joao terba

Com esse dinheiro tem mais coisa nesse meio.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Para ajudar no convencimento da opinião pública a MB deveria desmentir enfaticamente a pretensão ao Ocean, um erro técnico, tático e estratégico, e desativar os Falcões e sequer concluir o Trader, #foraasafixanamarinha.

Fixe-se nesse projeto das Tamandarés, não se afaste do prosuper e, obviamente, mantenha o prosub.

É isso. E já está de bom tamanho.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Walfrido, 20% dos royalties são da União. Poderia sair daí o dinheiro dos navios. Não que seja fácil, mas é mais fácil do que retirar de municípios e, principalmente, de estados.
.
Ozawa, conforme o Almirante Leal Ferreira, já foi pago 80% do valor dos Traders. Então é melhor finalizar do que cancelar e ainda ter que pagar alguma multa e sair mais caro de que terminar. Para algumas coisas, aquelas latas-velhas devem prestar.

Top Gun Sea
Visitante

O MD está esquecendo de abordar outro ponto não menos importante – Se o governo não desonerar a carga tributária de impostos na fabricação de meios para as forças armadas não haverá possibilidade de que grandes projetos possam serem executados no Brasil por empresas estrangeiras e/ ou brasileiras, pois o preço final acaba sendo muito salgado. Lembrando que caso essa medida seja aprovada os políticos sugadores de votos vão exigir que os projetos sejam executados aqui para gerar empregos, acho justo. Por isso é hora do Sr. Ministro da Defesa Raul Jungmann apresentar um projeto junto a câmara para desoneração… Read more »

Top Gun Sea
Visitante

Ozawa 17 de outubro de 2017 at 18:36

Vamos de Ocean!!! Esquece esse projeto de sermos guarda costeira!

fabio Souto.
Visitante
fabio Souto.

Top Gun Sea já esta certa a vinda do Ocean?

TeoB
Visitante
TeoB

Olá, eu gosto muito do projeto das Tamandaré mas acho que seria interessante para a MB um minimo de 8 desses meios, ou 4 e mais 4 de maior tamanho ai sim…agora ficar só em 4 Tamandaré e mais nada é até feio, uma vez que vai ser só o que vamos ter num futuro não muito distante.

Top Gun Sea
Visitante

fabio Souto. 17 de outubro de 2017 at 19:45
Top Gun Sea já esta certa a vinda do Ocean?

Souto não tenho como afirmar! Acho que nem o Nunão teria. A MB não divulgou nenhuma nota, está fazendo mistério sobre esse desfecho. Pessoalmente vejo grandes possibilidades que isso ocorra, ou seja, que o HMS Ocean venha. Alguma definição deve surgir até Dezembro. Vamos aguardar!

Bavaria Lion
Visitante

Baseado nessa notícia, se eu ganhar na loteria eu vou pro Canadá e compro um Porsche.

Nunao
Visitante
Nunao

“Ozawa 17 de outubro de 2017 at 17:51
Essa palestra da SAAB hoje no mesmo dia que esse pronunciamento do MinDef não são coincidências.”
.
Na real a palestra foi ontem (está lá no 1º parágrafo da matéria a respeito) e a notícia sobre essa iniciativa do ministro da Defesa é de hoje, mas dá na mesma. A matéria aobre a palestra só saiu hoje porque não tive tempo de escrevê-la ontem.

Karl Bonfim
Visitante
Karl Bonfim

Alexandre Galante 17 de outubro de 2017 at 18:03
“Não existe navio de guerra barato”.
Galante, e as corvetas russas classe Steregushchiy muito mais avançadas que as Tamandaré, oferecidas ao Brasil, por quase a metade destas?

MO
Visitante
MO

Quanto as especulações e necessidades do tipo tem que ter isso ou virá aquilo, so vou citar uma frase muito lida no aviãozinhum alguns anos atrás:

“JÁ DEU RAFALE”

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Gustavo
Visitante
Gustavo

e alguém ainda acredita nessa ladainha? hahaha

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

Qualquer especulação de preço agora é pura “Achologia” dos especialistas navais acima ….

Temos 21 empresas interessadas, desde inglesas, espanhola, italiana, alemã, francesa, holandesa, russa, ucraniana, turca, singapura, chinesa, coreana e americana ….

Ou seja, muito água para rolar galera, o que o ministro tá fazendo é o certo e por enquanto apenas a “cabecinha” rs ….., depois vem o resto.

Estou torcendo para dar certo !!!

Sustentar o Fogo que a Vitória é Nossa !!!

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

Esqueci a Indu e a sueca rs …..

fabio Souto.
Visitante
fabio Souto.

Caro John Paul Jones vc acredita em compra de oportunidade?

JapaMan
Visitante

Pelo preço (como sempre) eu acho que seria mais interessante comprar na China ou na Coréia. Ainda mais sabendo que não vamos ter continuidade depois. Tudo para tirar mais uns milhões do bolso do contribuinte.

Nonato
Visitante
Nonato

Há dez anos o desgoverno anterior encheu a boca de “pré-sal” e dos recursos… Mas onde está o dinheiro? Parece que metade da produção nacional já é do pré sal. O presidente que estiver no poder quando o pré sal estiver produzindo uns 4 a 5 bi, especialmente se o barril for a 100 dólares estará numa montanha de dinheiro… Poucos grandes produtores ou talvez nenhum tenha uma economia diversificada. Se o Brasil conseguir isso… Foi muito populismo dividir os royalties entre saúde e educação. Muito embora ir para as forças armadas se não forem bem geridos é jogar dinheiro… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato

Nos navios de cruzeiro poderiam cobrar dez dólares por passageiro.
Um navio com 3 mil passageiros daria 30 mil dólares ou 100 mil reais…
Cada navio mercante poderia pagar também…
Quem sabe 500 milhões de dólares por ano…
Dava para pagar essas fragatas…

MO
Membro

nonato, em um navio de cruzeiro servem 48,34 refeições por dia, tem certeza, apenas baseado nisto, que vc falou sério … ?

Júnior P.
Visitante
Júnior P.

JapaMan, eu particularmente prefiro que boa parte desses U$450mi de cada unidade sejam injetados na economia local, na forma de aço, peças, equipamentos nacionais ou nacionalizados, salários da mão de obra brasileira, e essas coisas todas, do que pagar 300, 350 ou sei lá quantos milhões para uma indústria coreana ou chinesa fábricar no estrangeiro e termos como produto apenas o navio e nada mais.
Att.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

MO 17 de outubro de 2017 at 22:03
Adorei e acrescento:
Combinaram com o Mansueto ?
O cara da planilha, alguém conhece ? Eu conheço.
A AB “a do crédito” NÃO conhece.

Antônio
Visitante
Antônio

O pessoal fala de imposto. Mas pelo menos parte desses impostos voltam para o governo federal…
Sempre achei isso estranho.
Tipo o taxista tem isenção de ICMS e IPI e paga, digamos, 40 mil em vez de 60 mil.
Qual seria o efeito prático de se excluírem os impostos nas compras do governo federal?
Tipo, compra uma viatura e paga 11% menos.
Ou um governo estadual adquire viaturas 30% mais baratas…

Corsario137
Visitante
Corsario137

Não existe navio de guerra barato e não faltam contribuintes para bancar todo tipo de estupidez da MB e/ou do MinDef. Só serei favorável a recursos extraordinários para Defesa quando os militares estiverem dispostos a discutir a questão previdenciária. Ninguém quer cortar, todos querem comer, foi por essas e outras que chegamos no buraco onde nos encontramos. Reclamam da esquerda bolivariana/chavista mas agem como exatamente como eles: grande estatal do petróleo pagando por projetos de Defesa. Petrobras ou PDVSA? Venezuela ou Brasil? Podem escolher, o modelo é o mesmo. E no final a corveta vai levar uma década pra ficar… Read more »

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

Prezado Fabio, exceto alguns navios ingleses como as Tipo 22 que deram certo a minha resposta é NÃO ….

John Paul Jones
Visitante
John Paul Jones

Corsário 137, vc é da turma do mi mi mi com mortadela …..

Burgos
Visitante
Burgos

Já vi essa história antes
Fui pra reserva e nada , parece disco arranhado (sempre tocando a mesma música). Kkkkkkkk
Faço votos que dessa vez a coisa ande.
Estou torcendo pra isso.
A Marinha também agradece !!!

Fábio Mayer
Visitante
Fábio Mayer

A intenção do ministro é boa.

Mas isso aí é projeto de Lei, que ficará parado no Congresso por décadas e quando levado à votação, será afetado pelo senso comum de que o país não precisa equipar as forças armadas. O Congresso simplesmente não terá honestidade para entender a questão e votar em favor dela.

Deveria ter sido veiculado por Medida Provisória, com o governo empenhando sua base para ratificá-la o mais rápido possível, mas o custo político seria alto, dentro do contexto atual.

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Eu conheci Raul Jungmann pessoalmente há alguns anos. Mais precisamente em Olinda – PE. Ele foi o responsável por levantar fundos para a catalogação de bens de um convento franciscano naquela localidade. É um homem muito inteligente e bastante articulado. Faz as coisas calado. Sem alardes. Acredito que ele possa sim conseguir porque é uma pessoa bem capaz, independente do seu viés político. Se é ele quem está fazendo isso então existe sim uma possibilidade desse projeto se concretizar, já que visa a construção de quatro corvetas. Quatro corvetas é um número bem mais humilde do que 30 fragatas. O… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Eu encomendaria um número maior de NaPOc para patrulhar uma área maior pelo mesmo $$$. E alguns VANTs de grande autonomia.

Helio
Visitante
Helio

Não confio em nada que saia das mãos de um político… Assim, todos aí acima estão certos e errados ao mesmo tempo, porque para os nobres legisladores a defesa da pátria que se f*da, o negócio é ganhar dinheiro. Já perdi as contas de quantas e quantas vezes se anunciou algo parecido e no final das contas, nada… Mas, para não ficar só de reclamão, e me metendo na conversa alheia, eu admito compras de oportunidade (mas deviam ser a exceção da exceção, e não a regra); eu também sou simpático à ideia de pagar US$450 milhões para produzir um… Read more »

Rafael_PP
Visitante
Rafael_PP

Antônio 18 de outubro de 2017 at 1:44: “Qual seria o efeito prático de se excluírem os impostos nas compras do governo federal? Tipo, compra uma viatura e paga 11% menos. Ou um governo estadual adquire viaturas 30% mais baratas…” . Os entes federativos não tributam os bens e serviços uns dos outros, tampouco de suas pessoas jurídicas, é uma disposição constitucional. Há uma lei federal que aborda os mecanismo de forma pormenorizada, porém, posso te adiantar que as principais exigências são: a pessoa jurídica de direito público ser o destinatário único e final do bem e serviço, além da… Read more »

Zorann
Visitante
Zorann

Tomara Deus que não passe no congresso. É mais dinheiro para este buraco sem fundo.
.
Sem reforma da previdencia dos militares (de outras classes tb são necessárias) , sem os cortes de pessoal necessários, logo logo estes royalties viram salário.

Manock
Visitante
Manock

Absurdo!

Precisamos mais de escolas que de corvetas… (o que não quer dizer que não precisemos de corvetas);

Em tempos de escassez (e em outros também) precisamo definir prioridades. E não há nada mais prioritário nesse país que a educação. Só mesmo pesadas alocações de recursos resultantes da exploração do Pré-Sal em educação fará com que esse patrimônio seja convertido em algo positivo e duradouro para o País!

É preciso pensar no Brasil de 2050!

Celso
Visitante
Celso

Prezado Zorann……..sua opiniao eh identica a minha e de outros. Sem isso, nenhuma outra sugestao ou opiniao faz qualquer sentido. Ou se corta na carne (no bom sentido) e apresentam economias factiveis, ou nada podera ir para a frente sob risco de vultosos prejuizos e desvios. Meu lema……Brasil, pais de tolos, omissos e covardes (ja to velho pra pegar em armas rsrsrs).

leonel testa
Visitante
leonel testa

Caraca nem com uma noticia que pode ser boa a turma se anima

JagderBand44
Visitante
JagderBand44

kkkk
Cadê os Royalties do Sergio Cabral ???
PIADAAAA

Marujo
Visitante
Marujo

Só acredito vendo.

Marujo
Visitante
Marujo

Já vi zum-zum na internet de que a Marinha já teria desistido do Ocean em favor da revitalização de três Niteróis. Parece que as australianas também dançaram.

MO
Membro

REvitalizar MK 10 ???? num falo, saporra vai durar 300 anos, o navio (classe) que phodeu o desenvolvimento da MB … saporra grudou e nego não descarta …

Bavaria Lion
Visitante

OFF: Não tá fácil pra ninguém.

Os EUA vão ficar sem Cruiser’s. E vão ter que remendar a vida últil dos Tico’s.

https://www.defensenews.com/naval/2017/10/16/influential-congressman-calls-on-navy-to-extend-lives-of-oldest-cruisers/

Flanker
Visitante
Flanker

Royalties do petróleo? Antes da mudança, com a destinação dos eoyalties para saúde e educação, a MB possuiu, por muitos e muitos anos, o direito a receber royalties do petróleo extraído na nossa ZEE. Acontece que durante muitos e muitos anos a MB, mesmo tendo direito à esse dinheiro, nunca recebeu 1 centavo sequer, pois o dinheiro dos royalties era sempre contingenciado pelo GF. Vários planos de reequipamento da MB doram criados contando com esse dinheiro, mas como ele não era repassado, os planos foram sempre prejudicados ou cancelados. Agora surge essa notícia de a MB voltar a ter direito… Read more »

Mario Sergio Porto
Visitante

A questão de Defesa Nacional sempre foi mal conduzida no Brasil. Devido à ditadura militar, assim como se aliou a direita à mesma, aliou-se defesa à repressão. Não se pode ter uma marinha forte se a população não apoiar e entender o papel de sua Marinha. Antes de se fazer os planos de reaparelhamento, que são sempre revistos e nunca implementados, é preciso criar-se na Sociedade o senso da importância da Defesa Nacional, explicando que isto não é assunto apenas de militares. Precisa-se investir na opinião pública desmistificando o tema. Por que não temos muitos especialista civis em defesa? Porque… Read more »

Gustavo Garcia
Visitante
Gustavo Garcia

Os militares poderiam começar dando exemplo e enxugando seu quadro inchado e apoiando uma reforma da previdência! O Brasil tem um dos maiores orçamentos militares do mundo mas a maior parte do dinheiro vai pra custear funcionário, pagar pensão… As Forças Armadas poderiam propor um acordo com o governo e o congresso para que ao cortar gastos poderiam utilizar o que foi economizado em investimentos para própria FAB além de receber verbas extras que seriam pagas de acordo com o que foi economizado. Quanto maior a economia, mas verbas receberia. Mas será que eles querem algo assim? Ou estão confortáveis… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

fabio Souto. 17 de outubro de 2017 at 19:45
Há poucas semanas, o CM disse q os estudos e tratativas estavam avançando e havia possibilidade de se adquirir ele.
Creio q a Marinha não quer um “tiro na água” igual ao SP.
Sds

Top Gun Sea
Visitante

Já debati isso aqui quase que sozinho – qual a necessidade de se ter dentro de uma Marinha uma cidade com uma população de quase 84000 pessoas e a MB não possui meios para transporte nem para 7℅ desse efetivo. Todos recebendo seus salários em dia, benefícios, auxílio dentista, saúde…. . Só o MD possui quase 4000 funcionários entre concursados e comissionados com altos salários. O Sr Ministro precisa é sentar com o comandante da MB e por o dedo na ferida e cortar na carne. Infelizmente reduzir pelo menos uns 60000 e direcionar o orçamento para o reaparelhamento da… Read more »