Home Marinhas de Guerra Austrália vai atualizar sistema antimísseis Nulka

Austrália vai atualizar sistema antimísseis Nulka

2532
6

O programa de atualização vai custar 207 milhões de dólares australianos

O governo Turnbull fortalecerá a capacidade de defesa contra mísseis antinavio da Força de Defesa australiana com um impulso de 207 milhões de dólares australianos para o programa Nulka.

O Nulka é um chamariz (decoy) que seduz mísseis guiados por radar ativo para longe de seus alvos. Ele é propulsado por foguete e é projetado para atrair mísseis antinavio guiados por radiofreqüência. Depois de lançado, o Nulka emite ondas na mesma frequência que os radares dos mísseis atacantes e cria alvos falsos.

O Nulka tem protegido as principais unidades da frota de superfície da Austrália desde o seu desenvolvimento e esta atualização garantirá que o sistema permaneça na vanguarda do futuro.

Ele continuará a ser atualizado nas próximas décadas para acompanhar as tecnologias de mísseis antinavio e garantir que nossos marinheiros tenham a melhor proteção disponível no mar.

O programa Nulka é uma das maiores e mais bem sucedidas exportações de defesa da Austrália, gerando cerca de 50 milhões por ano de receita de exportação. A atualização do lançador deverá gerar novas oportunidades de exportação para a indústria australiana de defesa.

O Nulka foi planejado por cientistas da Defesa e desenvolvido na Austrália pela BAE Systems e é uma grande história de sucesso para a defesa e a indústria australiana trabalhando em conjunto.

Este investimento significativo continuará com o investimento da Austrália no programa e manterá 72 empregos por ano em todo o país.

Nulka missile decoy

O sistema Nulka atualizado será instalado em todas as fragatas da Marinha Real Australiana e destróieres da classe Hobart e será introduzido pela primeira vez nos porta-helicópteros de assalto anfíbio da classe “Canberra”.

O foco do Governo de Turnbull e o contínuo investimento na indústria australiana da defesa não só mantêm todos os australianos seguros, mas também estão criando novos empregos de fabricação avançados. Estamos desenvolvendo a tecnologia e fabricando localmente.

O investimento de 207 milhões de dólares australianos para atualizar o sistema Nulka ocorrerá nos próximos 20 anos.

Lançadores de Nulka em um navio

FONTE: Australian Department of Defence

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
2 anos atrás

Nulka teremos

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Pro brasil é interessante comprar uma arma desta para armar os navios,pois os misseia antinavio estão alcançando cada vez mais alcance e velocidade,e meus amigos basta um acertar e o navio parti ão meio.Isto daria uma defesa a mais já que o Brasil não tem sistemas confiáveis de interroper e destruir um missel antinavio qualquer que seja ele.Pelo preço e pelo pessoal sim justifica gastar um pouco.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Esqueceram de dizer que é padrão na USN, compondo a defesa das principais unidades de superfície, incluindo os LCSs.

João Augusto
João Augusto
2 anos atrás

Mikhail Bakunin 4 de novembro de 2017 at 14:48

auehuheauaehaueehaueahaeuheauaehaeuahuehuaheaahueuh

Antônio
Antônio
2 anos atrás

Manter 72 empregos. 200 milhões. Independente disso, um ótimo sistema. Se os mísseis antinavio não conseguirem atingir os navios já é meio caminho andado…

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Há basicamente 3 formas de despistadores navais: os chaffs e flares, os despistadores flutuantes e os que pairam se afastando do navio alvo.
Esse último tipo pode ser através de um dispositivo que desce de paraquedas ou pelo método usado pela Nulka, que se mantêm pairado, se afastando do navio, por conta de seu motor foguete.