Home Marinhas de Guerra ARA San Juan: a mais recente tecnologia no mundo está pronta para...

ARA San Juan: a mais recente tecnologia no mundo está pronta para o resgate

5526
41

21/11/2017 — A Marinha dos EUA forneceu um sistema de mergulho e recompressão de resgate submarino que está sendo desdobrado na área, caso seja necessário

De Comodoro Rivadavia, zarparam os navios “Skandi Patagonia” e “Sophie Siem”, que levam material de alta tecnologia do Esquadrão de Resgate Submarino da Marinha dos EUA, estavam a bordo. Este equipamento chegou no sábado a partir de San Diego (Estados Unidos) em vários grandes aviões e depois foi montado e disponibilizado ao governo argentino.

Estes dois navios têm uma grande capacidade de carga em seus conveses, o que lhes permite transportar todo o material exigido pelo Submarine Rescue Squad para realizar operações de resgate.

Espera-se, dependendo do clima, que esses navios cheguem à área de operações prontos para operar no caso de o submarino ARA San Juan ser localizado e a próxima fase da operação, que será a recuperação do 44 membros da tripulação em primeiro lugar, e o navio, se possível.

Clique no infográfico para ampliar

FONTEgacetamarinera.com.ar

41
Deixe um comentário

avatar
38 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
Carlos CrispimGUPPYLuiz Floriano AlvesNunaoHumberto Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
marcos
Visitante
marcos

Essa está sendo uma das maiores operações aero navais em tempo de paz.

Roger
Visitante
Roger

Seria interessante se o site Naval montasse uma ilustração mostrando as diferenças e aplicações entre Skandi Patagônia e o NSS Felinto Perry

MO
Membro

O Skandi Patagonia é um DSV,equipado com tecnologias superiores (Outra Geração técnologica para suporte a operações submersas) ao Felinto, salvo talvez o sino, mas ha por aqui navios melhores ainda, assita principalmente o video demonstrando as capacidades do Normand Maximus:

https://santosshiplovers.blogspot.com.br/2016/12/ocsv-normand-maximus-lavr7-maiden-call.html

Burgos
Visitante
Burgos

É um Felinto Perry melhorado e modernizado.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Sim, PN, mas e o debate do Alto Comando da Armada Argentina sobre a identificação das balsas e seu pertencimento ou não ao ARA San Juan já se definiu? Vocês, ou a fonte de vocês, já sabe de alguma definição?

Perdoem-me se isso já foi respondido em outro lugar pra outro forista.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Valeu, Galante.

Antonio Carlos Alocer
Visitante
Antonio Carlos Alocer

“A mais recente tecnologia no mundo” ainda é extremamente precária para salvamento no mar, uma vez que esse equipamento americano embarcado no Skandi Patagonia tem capacidade para resgate há uma profundidade de até 200 metros.

GUPPY
Visitante
GUPPY

O P-3 da NASA ainda está engajado nas buscas ou foi embora?

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Nada disso será utilizado senão acharem o submarino, infelizmente!!!

penso que a MB, em decorrência da Classe Riachuelo e do SN Álvaro Alberto, deve estar estudando a aquisição de um NSS mais moderno e de grande capacidade.

Dalton
Visitante
Dalton

Antonio…
.
o que se sabe é que o veículo da US Navy pode alcançar 2000 pés ou cerca de 600 metros e
não “apenas” 200 metros. Mais de 600 não é necessário pois antes disso o submarino alcança
sua profundidade de colapso e então não há mais esperança.

GUDERIAN
Visitante

Sem sinais elétricos , região com grande profundidade ,a esperança está apenas com os familiares e amigos .

MARCOV
Visitante
MARCOV

Caso o San Juan esteja submerso, mesmo que não tenha ocorrido ruptura de casco e entrada de água e ainda haja Oxigênio, a temperatura interna estará muito baixa.

Seal
Visitante
Seal

É uma corrida contra o tempo. Não é fácil esquadrinhar uma área de aproximadamente 500.000 Km², duas vezes o território do Estado de SP (248.209 Km²), entre o Golfo de San Jorge e Mar del Plata, à 430 Km da Costa de Comodoro Ridávia. O oxigênio do submarino SJ deve estar no fim, que as forças de resgate o encontrem logo. Saiu um vídeo na Band News, entrevistando o Comte. do Submarino brasileiro S-32 TIMBIRA no RJ. O Comte. Cap de Mar e Guerra explica como é feito o resgate no submarino brasileiro, similar ao San Juan, em caso de… Read more »

Antonio Carlos Alocer
Visitante
Antonio Carlos Alocer

Sr. Dalton,
Muito grato pela atenção.

De fato, o equipamento a que me referi foi o Submarine Rescue Chamber (SRC) com capacidade para 6 pessoas e alcance de 850 pés. Não sabia que a US Navy também tinha enviado o Pressurized Rescue Module (PRM) com capacidade para 16 pessoas e 2000 pés de profundidade.

Toda informação está acessível no site da US Navy

http://www.navy.mil/submit/display.asp?story_id=103417

Grato pela atenção.

Roberto
Visitante
Roberto

Alerta sanitaria en chubut para el rescate???

Roberto
Visitante
Roberto

algumas noticias via twitter, atento a movimentação do Skandi Patagonia

MO
Membro

Até pq tbm para efeito de AIS é mais facil acompanhar o Skandi Patagonia

Roberto
Visitante
Roberto

[URGENTE] US Navy detectó una señal a 70mts de profundidad y 300 kms de la costa.

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Já pensou se o Felinto Perry chega por lá como quem não quer nada, e ao lançar seu ROV pela primeira vez já encontra o San Juan?? Curioso é que não houve nenhum aviso ou pedido de socorro, nenhum meio de alerta foi avistado, a possibilidade de algo catastrófico ter ocorrido é grande. Minha impressão é de que está sentado no leito marinho, se íntegro ou não, os resultados das buscas dirão ______________ GUPPY 21 de novembro de 2017 at 20:40 O P3 da NASA voltou para sua missão de pesquisa na Antártida, e um P-8 assumiu o seu lugar.… Read more »

Antonio Carlos Alocer
Visitante
Antonio Carlos Alocer

Skandi Patagonia se deslocando a 12,6kn.
está muiooo longe ainda.

https://www.marinetraffic.com/pt/ais/home/shipid:304412/zoom:10

Roberto
Visitante
Roberto

@radiomitre
9 minHá 9 minutos
#EstoPasaAhora | La marina norteamericana detectó un objeto a 300 km de la costa de Puerto Madryn y a 70 metros de profundidad.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

MO, este Normand Maximus é realmente o máximo. Na foto de frente o deck de pouso sobre a proa parecem com a boca de uma jubarte! Tenho estudado o lançamento de tubos na area do presal. Esses navios sao o estado da arte; existem as boias que apoiam os raisers (alguns tubos que conduzem o petroleo ate a superficie e outros que levam CO2 e outros fluidos para pressurizar os poços a mais de sere km de profundidade; sao tubos soldados continuos, com mais de cinco km, em puro aço inoxidavel tipo super duplex ou ate mais resistentes… e que… Read more »

MO
Membro

Sim Rommel, estes navios são algo do outro mundo e este foi meio construído na Romênia, vc chegou a ver sobre oFar Samsom que estava por aqui tbm ?

Seria uma excelente ideia, o problema é atingir o custo de afretamento deles para ficar Stand By

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2014/07/imagens-do-offshore-support-vessel-osv.html

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Uma coisa que é mais ou menos obvia mas muito pertinente é aumentar substancialmente a fonte de O2 para suprir a tripulação! Se considerarmos os submarinis dotados de AIP, ha sistemas para produçao de O2 oriundo da propria agua do mar! Seria um equivalente aos sistemas OBOGs da aviação, nao é mesmo? E os subnucles fazem isso a fim de permitir permanencia submersa ate por meses! Imagino que nesses casos de emergencia deva existir alguma conexao externa em que a partir da superficie, ou mesmo de algum meio auxiliar, seja possivel, tao logo quanto descoberto um submarino acidentado, injetar O2… Read more »

Roberto
Visitante
Roberto

Clarín‏Conta verificada
@clarincom
29 segHá 29 segundos
Mais
ARA San Juan: decretan el alerta sanitaria en un hospital de Comodoro Rivadavia como parte del procedimiento de rescate http://clar.in/2jN9fXT

Luiz Ricardo Cascaldi
Visitante
Luiz Ricardo Cascaldi

Roberto 21 de novembro de 2017 at 22:21

Espero que agora tenham encontrado eles!

Que desespero!

Antônio de Sampaio
Visitante
Antônio de Sampaio

Roberto 21 de novembro de 2017 at 22:21
Esse alerta sanitário já havia sido decretado muito antes, ainda pela manhã, não tem relação com a detecção de mancha calórica a 300 Km da costa.

MF
Visitante
MF

Ridículo esse Filinto Perry . . . navegando a 6.5 Knots . . . . vai chegar lá só em Dezembro.

Como é que um Navio designado para SALVAMENTO tem uma velocidade de 6.5 Knots ? ? ?

Humberto
Visitante
Humberto

Não digo ridículo, mas é estranho. Tudo bem que o Felinto Perry não seja utilizado para as buscas e sim para resgate, mesmo sabendo que o resgate só pode acontecer depois do submarino ser encontrado, navegar nesta velocidade (apesar de economizar combustível) pode ser um indício que tem algo de errado OU a velocidade máxima sustentada é esta mesmo, não conheço nada mas acho que é algum problema no navio e que mesmo assim a MB decidiu enviar o Felinto, se for isto, dou parabéns a MB e aos tripulantes pela iniciativa. Não vou entrar na seara de criticar por… Read more »

Jeff
Visitante
Jeff

Pessoal uma dúvida, pra eu aqui na tela do Marine traffic o Felinto Perry ainda aparece próximo a florianópolis, deve estar com delay no sistema, confere?? Aparece aqui a info de ultima atualização 21 horas atrás. Alguém tem o programa full, que mostra em tempo real? Onde está o Felinto neste momento?

E o Patagônia está indo aos 12Kn, nem da pra falar nada do Felinto, é característica desse tipo de embarcação serem lentos. Descontada a idade do Felinto é isso mesmo. E nem precisa ser rápido neste caso, eles não terão função alguma se o sub não for localizado.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Antonio de Sampaio,

Obrigado.

Dalton
Visitante
Dalton

No meu entender…se o “Patagônia” tivesse que percorrer a distância que o “Felinto” precisa para chegar ao local estimado do naufrágio, ele teria que se mover à velocidade de cruzeiro também. O “Patagônia” pode se dar ao luxo de navegar à velocidade máxima ou quase máxima pois está relativamente próximo da área em questão. . O “Felinto” não foi pensado para resgatar submarinos em águas distantes e houve ocasiões em que encontrando-se em manutenção, os submarinos da marinha brasileira mesmo assim se fizeram ao largo…nesse caso…caso algo acontecesse a um dos submarinos uma ajuda internacional seria de praxe. . O”Felinto”… Read more »

Humberto
Visitante
Humberto

Obrigado pela explanação Dalton.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Admiral Dalton,

O Gastão Moutinho ainda está na ativa? Soube que ele estava na Bahia.

seal
Visitante
seal

Área de busca:

comment image

Nunao
Visitante
Nunao

“Jeff 22 de novembro de 2017 at 7:46 Pessoal uma dúvida, pra eu aqui na tela do Marine traffic o Felinto Perry ainda aparece próximo a florianópolis, deve estar com delay no sistema, confere?? Aparece aqui a info de ultima atualização 21 horas atrás. Alguém tem o programa full, que mostra em tempo real? Onde está o Felinto neste momento?” . Sim, o sistema está sem atualizar a posição há praticamente 24 horas. Se a velocidade e o rumo permaneceram os marcados na última atualização, quando estava na altura de Florianópolis, o navio deve estar uns 300km ao sul da… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Guppy…
.
na ativa não está mais…eu o vi ainda no Rio de janeiro quando ainda estava classificado como K 10…depois foi reclassificado como U 20 quando foi substituído pelo “Felinto” e enviado para a paradisíaca Aratu na Bahia onde terminou seus dias…tentei já localizar seu destino final,
mas não tive sucesso…caso alguém saiba…poste aqui…que retorno depois.
.
abraços

Luiz Floriano Alves
Visitante
Luiz Floriano Alves

Lembro um naufragio ocorrido na costa do Rio Grende do Sul a muitos anos atras. O cargueiro PATAGONIA STAR emitiu pedido de socorro que estava naufragando. Foram deslocadas aeronaves e navios de buscas. Depois de muitos dias nada foi encontrado. Depois, um pesqueiro encontra uma balsa com corpos dos tripulantes, próximo da costa. A necrópsia revelou que todos morreram de frio (pneumonia). Havia mantimentos, agua e roupas. Mas é muito rigor o que se produz no Atlantico Sul. Os barcos de busca passaram próximos e não perceberamos os náufragos. Rezo para que não ocorra algo semelhante.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Obrigado, Admiral Dalton.

Ainda tenho esperanças de um final feliz desse drama do ARA San Juan.

Abraços

Carlos Crispim
Visitante
Carlos Crispim

Se não fossem os americanos, o mundo estaria perdido.