Home Acidentes Navais ARA San Juan: CTBTO divulga localização mais exata da explosão

ARA San Juan: CTBTO divulga localização mais exata da explosão

4536
26

A Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (Comprehensive Test-Ban-Treaty Organization – CTBTO), divulgou mais informações que podem ajudar a encontrar o submarino ARA San Juan, que desapareceu desde quarta-feira, 15 de novembro, enquanto navegava de Ushuaia para Mar del Plata.

De acordo com um novo relatório, foi possível “afinar a localização” do local da explosão detectado três horas após a última comunicação do submarino.

O secretário executivo do CTBTO, Lassina Zerbo, compartilhou em sua conta no Twitter que conseguiram registrar duas medições coincidindo com o “evento anômalo, singular, curto, violento e não nuclear consistente com uma explosão” detectado na quarta-feira 15, apenas três horas após o último contato do submarino ARA San Juan.

Estes dois “novos” registros delimitam o ponto da explosão e, como resultado, podem reduzir o raio de busca em que um grupo multinacional de navios e aeronaves trabalha no limite da zona econômica exclusiva e o início do Talude, isto é, o ponto mais distante da costa argentina e também o mais profundo.

A informação disseminada foi obtida através das medições de duas estações sísmicas, que complementariam os dados das estações hidroacústicas que detectaram o ruído da explosão.

Mais recursos para encontrar o submarino — No dia 5 de dezembro deve chegar à área de buscas ao submarino argentino o navio oceanográfico russo Yantar, dotado de equipamentos para buscas em águas de grande profundidade.

Enquanto isso, a corveta Robinson da Armada Argentina que recebeu o robô subaquático russo Pantera Plus, partiu ontem do porto de Comodoro Rivadavia para a área de busca.

Dois robôs de resgate em águas profundas e uma equipe de mergulhadores foram transferidos para Comodoro Rivadavia há quatro dias a bordo de um avião de transporte militar An-124, que já retornou à sua base na Rússia.

Robô subaquático Pantera Plus

26
Deixe um comentário

avatar
26 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Walfrido StrobelAlexFernando "Nunão" De MartiniAlex NogueiraErichwolff Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Roberto
Visitante
Roberto

Essa armada argentina é quase um desastre completo…. missão secreta ata, localização exata, manutenção, informações…. o que funciona lá? e olha que muita gente achava que estávamos mal.

Helio Eduardo ( o outro)
Visitante
Helio Eduardo ( o outro)

Roberto,

Baseado em que você afirma isso?

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Os meios brasileiros já foram dispensados pela ARA.

Os navios e aviões estão retornando para o Brasil já que agora a prioridade é encontrar o sub ou ou que sobrou dele.

Valeu Argentina e pode contar conosco sempre que precisarem!

Bravo Zulu à todos da MB pela ajuda oferecida!

Que Deus conforte essas famílias neste Natal!!! RIP!

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

E à FAB e seus Esquadrões: Ourugan e Pelicano!!!

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Seria legal colocar esse ponto ai naquele mapa onde cada equipe está fazendo as buscas, só pra ver se estão mais ou menos no alvo ou se estão longe.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Marcelo Andrade 29 de novembro de 2017 at 10:49
Marcelo, o K-11 esta atracado em Mar del Plata e ao que me consta nenhum navio foi dispensado, estando ainda à disposição da Coordenação das Buscas que é de responsabilidade argentina.
Quanto às aeronaves da FAB também não consegui nenhuma fonte que evidencie que retornaram ao Brasil.
Voce tem alguma informação?
Abraços

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

A informação mais recente li foi na Veja access_time 29 nov 2017, 12h08: “A Marinha da Argentina dispensou dois navios e duas aeronaves brasileiras das buscas pelo submarino argentino San Juan. Três embarcações e dois aviões das forças do Brasil participavam das operações de localização do submarino, que está desaparecido desde o dia 15 de novembro, com 44 pessoas a bordo. Outros treze países também se uniram às forças argentinas nas buscas.Segundo divulgado em comunicado pela Marinha brasileira, o navio polar Almirante Maximiano, que se encontra na região de buscas desde o dia 19, retornará à Estação Antártica Comandante Ferraz,… Read more »

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Pelas informações do Marcelo Andrade e do Adriano Luchiari, os navios e as aeronaves seguirão suas missões estabelecidas pela MB e pela FAB.
Fizemos a nossa parte como determina a CONVENÇÃO INTERNACIONAL. Sucesso às tripulações que continuam nas buscas para dar um pouco de alento às familias dos tripulantes do SJ.
Meus cumprimentos e meus respeitos à MB e à FAB. Como sempre deram conta do que foi lhes apresentado.

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

O K-11 permanece atracado, agora em Comodoro Rivadávia, acabei de vê-lo em vídeo do canal A24…

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

A primeira localização vinha com coordenadas em centésimo de grau, o que daria uma imprecisão de aproximadamente um quilômetro. Agora, entram em cena elipses de incerteza, refinadas por outra rede (sísmica) de monitoramento do CTBTO. Chateia este conta-gotas de informação mutante.

Cássio
Visitante
Cássio

Estive vendo num fórum estrangeiro (subsim) um cara dizendo que a Armada argentina já tem a informação que os destroços do San Juan foram encontrados a 1050 metros de profundidade e por isso que aceitaram a ajuda dos russos, cujo mini submarino consegue chegar a essa profundidade. Alguém mais viu isso? Ou é balela?

jefferson Espindola
Visitante
jefferson Espindola

Se eles ja ate dispensaram as aeronaves brasileiras e alguns navios, eles devem ter informações que não estão divulgando, isso é certeza. já devem ter a localização do submarino e estão apenas estudando como chegar nele e verificar sua situação antes de divulgar o que já se imagina.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

César A. Ferreira
A informação de atracação do k-11 em Mar del Plata é de 28/11 às 15:38. Imaginei que estivesse ainda atracado por lá. Porém quanto a informação que estaria hoje em Comodoro Rivadavia ele deveria ter se deslocado a mais de 30 kt para estar neste momento por lá. Acho que tem algo errado pois o k-11 se desloca com velocidade máxima de 14 kt, com velocidade de cruzeiro de 6 a 7 kt.
Não consegui ver as imagens do canal A24.

Erichwolff
Visitante
Erichwolff

TB vi isso no zap, uma mensagem da marinha informando que localizaram!

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

Caro Luiz Antônio,
Eu disse que ele estava em Comodoro Rivadávia pelo fato do apresentador argentino ter chamado o repórter em “Comodoro Rivadávia”. Ele pode ter errado ao chamar o repórter, que poderia estar em Mar del Plata. Sabe como é transmissão ao vivo. né?
Eu postei o vídeo do canal A 24…
Você não viu? Em 14>25 você o vê.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Se realmente localizaram é questão de horas para termos alguma confirmação oficial, espero que seja verdade.

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

Caro Cássio…
Essa história de que o SUSJ teria sido localizado a 1050 metros de profundidade foi obra de uma mente insana, que forjou o documento de distribuição de contatos da Armada Argentina, algo muito fácil de se fazer diga-se, e publicou em redes sociais. A mente humana é insondável…

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

Outro vídeo do canal A24 sobre o Felinto Perry: Mar del Plata…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Trusted Member

Sim, César, já sabíamos e comentávamos aqui no site desde anteontem que o navio estava indo para Mar del Plata.

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

Caro Nunão,
É bom ver o Felinto Perry com o pavilhão nacional desfraldado no Mar Argentino, presente neste esforço internacional em prol da localização e resgate do SUSJ. Não nos omitimos, estamos presentes, nossa solidariedade vai bem além das palavras.
A imagem do K-11 “Felinto Perry” nas televisões portenhas é a representação do caráter do Brasil.
Faltam-me palavras para explicar a tamanha importância geopolítico desta imagem, que para muitos, sei bem, é algo simplório.

César A. Ferreira
Visitante
César A. Ferreira

* geopolítica (…)

Alex
Visitante
Alex

César A. Ferreira 29 de novembro de 2017 at 19:16

Nada em geopolitica é simplorio, só simplorios podem achar simplorio algum movimento brasileiro na geopolitica mundial.

Não é seu caso.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

César A. Ferreira 29 de novembro de 2017 at 19:17 Certo Cesar. Eu percebi que houve um pequena confusão sobre a localização do K-11, mas isso não importa. O que importa é que a presença do K-11 evidencia que a MB me parece integrada nas buscas, agora sem a necessidade da Rademaker e do Alm. Maxiniano uma vez que ja existem meios equivalentes na frota de buscas. O K-11 por ser específico para as necessidades continua na área. A presença do K-11 só pode ser simplória nas cabeças de alguns e para estes sugiro perguntarem para os familiares dos tripulantes… Read more »

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Correção: “…Alm. Maximiano….” (dedinho nervoso..kkk)

Walfrido Strobel
Visitante

É natural que sejam dispensados os meios de procura de alvos na superfície, ja está claro que o ARA San Juan não está na superfície ou em aguas rasas a ponto de ser localizado por um P-3AM ou SC-105 ou uma fragata.
Agora é com russos, americanos e empresas especializadas.