segunda-feira, dezembro 6, 2021

Saab Naval

Royal Navy poderá ter que desativar até 7 fragatas Type 23 em novos cortes

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

HMS Somerset, Type 23

O jornal britânico The Times noticiou que estão em estudos pelo Ministério da Defesa britânico (MoD) grandes cortes em efetivos e equipamentos militares da Grã-Bretanha.

O The Times informa que um total de nove navios de guerra — dois navios de assalto anfíbio, HMS Albion e HMS Bulwark e até sete fragatas Type 23 — estão agora sob ameaça e que os chefes da defesa estão considerando propostas para cortar efetivos das forças armadas em mais de 14.000 militares.

Dentro das medidas de austeridade, unidades de elite de pára-quedistas poderiam ser fundidas com os Royal Marines. A Brigada do 3 Commando de Plymouth, que deve ser transferida para uma superbase dos Royal Marines em Devonport e Torpoint, e a 16 Air Assault Brigade, atualmente com sede em Colchester, poderiam ser transformadas em uma força combinada, de acordo com The Times.

Espera-se que qualquer movimento desse tipo resultará em um “protesto” dos militares, em meio ao medo de que os cortes corroam as capacidades de combate.

O Ministério da Defesa (MoD) disse que as decisões ainda não foram feitas na principal revisão da capacidade de segurança da Grã-Bretanha, descrevendo sugestões de cortes como “pura especulação”.

O deputado de Plymouth, Johnny Mercer, pediu aos ministros que abordassem as reportagens na primeira sessão da Câmara dos Comuns na segunda-feira.

HMS Albion e HMS Bulwark

As propostas de cortes publicadas pelo The Times são as seguintes:

Opção 1

Cortes de pessoal: 14.250 militares.

  • Army: 11.000
  • Royal Marines/Navy: 2.000
  • RAF: 1.250

3 Commando Brigade combina-se com a 16 Air Assault Brigade.

HMS Albion e HMS Bulwark desativados, bem como até sete fragatas Type 23.


Opção 2

Cortes de pessoal: 14.000

  • Army: 11.000
  • Royal Marines/Navy: 1.000
  • RAF: 2.000

3 Commando Brigade combina-se com a 16 Air Assault Brigade.

HMS Albion e HMS Bulwark desativados, bem como duas fragatas Type 23.


Opção 3

Cortes de pessoal: 14.000

  • Army: 11.000
  • Royal Marines/Navy: 1.500
  • RAF: 1.500

Desativar o HMS Albion ou o HMS Bulwark, com o outro sendo desativado em 2023.

Desativar duas fragatas Type 23.

- Advertisement -

166 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
166 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Erichwolff

Eita, agora lascou!
Se prepara chefe, lá vem uns 1.537 comentários sobre a aquisição pela MB…rsrsrs
Prepara o lombo!

Ozawa

Francamente, de 2 a 4 “Dukes” caíram do céu agora e a MB só se concentrava em projetos novos de superfície nas Tamandarés …

Erichwolff

O Bahia substitui o Rio de Janeiro…
Mas um Albion pra substituir o Ceará…
O ocean pra render temporariamente o São Paulo…
As 4 Greenhalgh sendo rendidas pelas type 23, quer mais oq???

Gonçalo Jr.

Erichwolff 15 de Janeiro de 2018 at 16:31
Normal. Até pq as Type 23 estão sendo também consideradas pela MB e, dessa classes de navios citadas no texto somente elas. Foi noticiado aqui no PN…
http://www.naval.com.br/blog/2017/10/25/brasil-e-chile-avaliam-aquisicoes-de-segunda-mao-da-royal-navy/

Joao

Bom para MB!!! Lá vem type 23. Viver de Tamandaré seria complicado de mais.

Erichwolff

Fora os napaoc classe Tyne, q tb darão baixa…
Rendendo os classe Benevente na MB!
Agora é só mudar o uniforme!!!kkkkkkkk

Celacanto Beldroega

Olha a liquidação aí gente!!!
Vende o Bahia para o Chile e compra os 2 Bulwark.

Jr

Acho a primeira opção bastante drástica e impraticável, creio que eles vão jogar ela na imprensa, para depois escolher entre a 2 e 3 para no final dizerem que apesar da escolha feita (2 ou 3) ser ruim ela poderia ser pior

HMS TIRELESS

Me parece muito mais boatos! A esperar para ver!

TeoB

Ola, acredito que vai sobrar isso mesmo Ozawa, de 2 a 4 type 23… dava de parcelar junto com o Ocean hehe. o HMS Albion e HMS Bulwark não vão ser vendidos não, pois como que fica o assalto anfibiano na Royal Navy? acho que vão jogar um pra reserva e manter um em operação…

Erichwolff

TeoB, eles podem deixar essa capacidade na RFA…
Ela tem custos beeeeeem menores que a Royal navy…

AL

Fragatas Type 23, breve na MB!!!

Outro dia o Galante falou nesse tom do Ocean e ele veio, então falemos de novo!!!! 😉

Gonçalo Jr.

Alexandre Galante 15 de Janeiro de 2018 at 17:04
Seria realmente um belo salto quantitativo e tecnológico. Oremos.

Fabio Souto.

Acredito que marinha inglesa vai desativar algumas, mas não 7 de uma vez.

Nilson

Alexandre Galante 15 de Janeiro de 2018 at 17:04
Acho que 4 Type 23 deveriam ser para substituir as 2 T 22 em operação, mais a duas Inhaúmas que já foram desativadas. Ficariam 6 Niterói, 4 T23, 2 Inhaúmas e a Barroso, 13 escoltas, podendo escolher mais uma para ser desativada, ficando 12 escoltas, com a expectativa de mais 4 Tamandaré. Será que tem alguma previsão de custo das T23?? Será que o Chile deixa a gente ficar com elas??

Jr

Pois é, pelas Type 23 teremos que brigar com a Marinha Chilena

Bardini

Esse é o quadro de opções:comment image

Fabio Souto.

Nenhuma fragata classe Niteroi vai ser desativada ate a chegada das corvetas Tamandare.

Gustavo B

Acredito sejam só boatos, ainda mais com o Trump cobrando uma maior participação dos países europeus na OTAN e com toda a provocação do Putin no Leste Europeu.

Paulo Maffi

Já cantava essa bola… Dariam um fôlego adicional à MB… PS: Considero um dos mais belos vasos em operação!

Ozawa

Em um horizonte de 5 anos com 4 “Riachuelos” e 4 “Dukes” e ao menos 2 “Tamandarés” seria uma situação mínima aceitável para a MB na linha de batalha … Vamos orar.

mauricio matos

Vai ser briga de foice no escuro entre a MB e marinha chilena pelas fragatas.

Seal

Quem sabe prá MB fechar 2018 com Golden Key, trazer o Ocean escoltado com pelo menos 2 Type 23 dessas, nada mal!

Bardini

Duvido que vão passar o facão em muito mais do que duas Type-23…

Fabio Souto.

A questão é que os misseis sea wolf não são mais fabricados.

Jr

Também duvido que eles tirem mais do que duas Type 23, aliás o boato que vem desde o ano passado era de justamente duas sendo retiradas. Confesso que fiquei assustado com o quadro completo das 3 opções que o Bardini colocou no link do comentário dele.

J. Neto

Alexandre Galante 15 de Janeiro de 2018 at 17:04

Desativar as duas Inhaumas que estão programadas para voltar a operação? Não seria improdutivo isto sr. Galante! Tem algum motivo para que estas não sejam utilizadas? Vamos aguardar os desdobramentos…

Matheus

Seriam muito bem vindas a MB.

Gerson Carvalho

Acho que com a saída do Reino Unido do Euro e precisando de parceiro comercial forte, neste horizonte sabemos que Inglaterra precisa do Brasil como parceiro comercial e assim facilitara as coisas caso realmente deem baixa nas type 23 e o Brasil queira comprar. Assim como fizeram com o Ocean ou acham que outros países não queriam compra-lo?

JOEL EDUARDO SOARES

Vamos aproveitar o pessoal que já está lá ( Ocean) para avaliar o pacote completo e fechar o negócio!
Atitude!!!!

JOSE SIMAS

Boas aquisições potenciais para a MB. Se estiverem em boas condições operacionais e com boa manutenção, será melhor, mais barato (que fabricar novas escoltas) e bem mais rápido para entrar em atividade. Torço pela nossa MB, seria um ótimo upgrade !
Não creio que os chilenos necessitem mais que duas pois já tem três. Quem deve estar de olho são os turcos como sempre!

XO

Seal 15 de Janeiro de 2018 at 17:30
Quem sabe prá MB fechar 2018 com Golden Key, trazer o Ocean escoltado com pelo menos 2 Type 23 dessas, nada mal!

A notícia é recente, não se sabe se vai se concretizar… caso seja real, seria executado o mesmo processo que foi cumprido com o Ocean… oferta, avaliação etc… enfim, no momento, não conte com isso, amigo…

Celso

kkkkk. Aproveita, amarra 4 type 23 atrás do Ocean e traz de reboque….

Vilmar

Só eu acho a Classe Greenhalgh bonita? na vdd tenho até pena caso desativarem :c

Renan

Acho que teremos uma marinha em 2019 kkkk

Compra o HMS Bulwark e as 7 type 23. Mantenha todas as fragatas em operação menos as 2 type 22.

Faz um acordo para pagar em 15 anos e bora ter uma esquadra decente.

Com sub, escolta, e uma das melhores capacidades anfibias do mundo.
Vai faltar grana para os dentes e o recheio, mas em caso de guerra a grana brota do mato.
Abraços

Nilson

Onde há fumaça há fogo, há muitos meses vem sendo noticiada essa hipótese de desativarem algumas Type 23. Talvez para 2018 realmente desativem umas 2, seria bom para o mercado ficar com mais oferta, tem também as 2 OHP australianas, ou seja, se não der um negócio, pode dar o outro, até agora Polônia (OHP) e Chile (T23) são os concorrentes conhecidos. 2 dessas em 2018 seriam uma dádiva para a MB.

Eduardo Lima

A pergunta é; como fica os Porta aviões: Queen Elizabeth & Prince of Wales?

Ádson

Que venham!

Alois

Seria muito bom ter 3 type 23, e um dos navios anfíbios, poderiam desativar 4 fragatas mais desgastadas, juntamente com as 4 Tamandarés, a MB, daria um salto de qualidade, sem um investimento tão alto em construção de meios novos, mas muito mais caros, além de dar proficiência aos marinheiros e oficiais durante alguns anos pela frente, dando tempo para planejar umas Tamandarés Block II.

Fellipe Barbieri

Eu taca apostando nisso a meses, que venham 6 de preferência 8 fragatas, se conseguíssemos comprar 8 destas Type 23 ficaríamos de boa por alguns anos até a situação melhorar e decidirmos nossos programas … O Brasil já perdeu as Type 22 Batch 3, pelo amor de Deus não vai dar mole com essas Type 23 também … uma oportunidade como essa não aparece todos os dias, se fosse por mim já mandava o Albion e o Bulwark junto e de preferência alguns helicópteros e o que mais tiver, aproveita a falência da Royal Navy e salva a nossa marinha… Read more »

Ivan BC

Ou os ingleses vão equipar a sua marinha com o que existe de melhor no mundo, pensando no futuro, ou vão imitar o Brasil e ter apenas uma guarda costeira kkkkkk
Vivem desativando tudo, fazendo corte…estranho, acho que os caras devem ter um projeto bem interessa para o futuro.

FERNANDO

Deus todo poderoso.
Caiu do Céu para a MB

joa brasil

Vão dar baixa em algumas T23, porque já cortaram a primeira chapa de aço da primeira T26.
O Brasil deveria participar desse programa, 10 T26 já resolveriam a carência de meios.
http://www.bbc.com/news/uk-scotland-glasgow-west-40660677

Paulo Maffi

Sei lá, mas parece uma mudança de paradigma na RN. Com a entrada em serviço dos porta-aviões da Classe QE, juntando-se às modernas Type 45, parece que os ingleses decidiram projetar poder em uma escala diferente do que costumavam fazer, meio à sombra dos EUA. Porém, parece que isso já está pesando no orçamento da marinha deles, pois, literalmente, estão se desfazendo de uma esquadra inteira (exceto subs) para manter a nova diretriz de pé. É claro que estão substituindo alguns navios antigos por outros melhores, mas dá para notar uma mudança de rumo dentro da Royal Navy, que é… Read more »

Ivan

Cortar a ‘gordura’ é uma coisa. Mas faz algum tempo que o Reino Unido estava cortando ‘na carne’ suas forças armadas. Agora vai partir para cortar o ‘osso’. Pelo que se apresenta, são verdadeiras ‘amputações’. . Exemplo de amputação: Sem os LPDs HMS Albion e HMS Bulwark o ‘Corps of Royal Marines’ vai ficar sem meios para desembarque na costa, apenas com o trio de LSDs da classe Bay [RFA Lyme Bay (L3007), RFA Mounts Bay (L3008) e RFA Cardigan Bay (L3009)] que são mais navios de apoio pós desembarque do que habilitados a conduzir uma ação ofensiva, mesmo que… Read more »

Top Gun Sea

Acho que com o pé no chão é possível que a MB possa negociar duas type 23. Com PMG, atualizações e sobretudo escolher a fabricação mais nova entre 2000 e 2002 já com algumas atualizaçõe em 2010 , daria para comissioná las em 2020 juntamente com Ocean e Riachuelo.

Flávio Cardia

Digamos que o Brasil venha a comprar algumas, manteria os Harpoons e os Sea Wolf ou daria pra mudar para Exocet MM40 e Sea Ceptor??

Top Gun Sea

Não é bem assim! Não é o fim das escoltas da Royal Navy. Ainda que a Royal Navy desativassem 7 type 23, ainda sobrariam 6 type 23 que devem estar hibernadas, tem também as Type Destroyers 45 em plena atividade, lembrando que as Type 23 seram sucedidas pelas type 26 previsto para 2020/2021.

Glauber

Olha o PROSUPER aí!

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construtor naval CSSC da China atinge a meta de entrega de 2021 e mantém a liderança mundial

A China State Shipbuilding Corporation (CSSC) informou que, com a entrega de dois novos navios em 1º de dezembro,...
- Advertisement -