Home Ministério da Defesa Rio de Janeiro terá bloqueio aéreo e marítimo para evitar a chegada...

Rio de Janeiro terá bloqueio aéreo e marítimo para evitar a chegada de drogas e armas

3533
42

Davy Albuquerque

Nesta quarta-feira (31), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, anunciou que as ações conjuntas com as Forças Armadas no Rio de Janeiro entrarão em uma nova etapa.

A estratégia passará por bloqueios marítimos e aéreos para evitar a chegada de drogas e armas na cidade.

Essas medidas complementarão as operações conjuntas que já estão sendo realizadas há alguns meses em parceria entre o Exército e a Policia Rodoviária Federal nas estradas.

“Vamos efetivar bloqueios nas baías do Rio de Janeiro e também aéreo. E outro aspecto será a melhoria das policias, com a criação de uma corregedoria autônoma e integrada“, disse Jungmann.

Segundo o próprio ministro, nos próximos dias será divulgada as diretrizes de um novo Plano Nacional de Segurança Pública, o segundo lançado pelo governo Michel Temer.

FONTE: Conexão Política

Subscribe
Notify of
guest
42 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Burgos
Burgos
2 anos atrás

Então !!!
Coloca aí a Polícia Hidroviária da Pec 052/2012 do Vicentino Alves.
Kkkkkkkkkkkk
Falando sério agora !!!
A Madeira vai gemer !!!
Os bandidos vão ficar doidos pq vão perder vários carregamentos, já devem estar preocupados pq o EB e a PRF vão pra rua de novo.

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Boa medida ,mas no rio de janeiro já tem armas demais na maõs dos traficantes, claro que essa medida é paliativa mas pontual,sendo que os bandidos não deva ter muita munição,pois a gasta dando tiros pro alto.E claro que temos de socorrer aquelas pessoas de bem que serve de escudo humano nas favelas.Eu acho que se tem que formar uma coalizão internacional com a participação dos Eua e todo o bloco latino americano para coibir o trafego de drogas destruir plantações aqui é no países vizinhos.Fazer presídios tipo campos de concentração e os EUA tem experiência nisto,no centro da selva… Read more »

Gabriel
Gabriel
2 anos atrás

Como existe demanda, alguém sempre achará uma maneira de fazer a droga entrar no RJ (Ou em qualquer outro lugar).
Enquanto não houver combate sério ao consumo de drogas, essas medidas de restrição à entrada da droga tem muito pouco efeito prático.
Mais uma medida do tipo: “eu finjo que quero resolver o problema e vc finge que acredita”.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
2 anos atrás

As Armas dos traficantes e bandidos em geral são fornecidas pela própria PMRJ, é bobagem e extrema desinformação achar que o grosso do armamento entra pelas fronteiras, somente uma parcela pequena de armas vem pro Rio de fora, aliás, se 100% entrassem pelas fronteiras seria muitíssimo difícil impedir, o Brasil tem extensas fronteiras, precisaríamos de milhões de soldados patrulhando 24 horas, em terra, mar e ar, é impossível, nem os EUA conseguem, e eles são mais bem preparados, coordenados e eficientes que nós. A PMRJ está envolvida em 100% dos crimes no estado, podem procurar que em TODOS os crimes… Read more »

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Isso deve ser piada, se tem quem compre vai ter quem venda e entregue, não tem bloqueio que funcione.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
2 anos atrás

Ministro de Defesa atropelando as atribuições e estruturas de Polícias que são de responsabilidade do Ministério da Justiça ?
Isso daí pode dar treta.

Jonny be good
Jonny be good
2 anos atrás

Nem os EUA com.todo seu aparato tecnológico-militar consegue o notável feito de freiar a entrada de drogas e armas em suas fronteiras, que dirá o Brasil né?
Os caras gostam de enxugar gelo, se quisessem de fato resolver algo começariam pelas pequenas coisas: poderiam começar por exemplo a legalização daquela plantinha marcada que já movimentou valores na casa dos bilhões nos EUA, afinal quem é o governo pra dizer o que eu devo ou não usar?

Pablo
Pablo
2 anos atrás

E combater a corrupção ocorrida nas polícias, FFAA e afins, Sr. Ministro ? (Vide o caso do Sargento do EB preso na Dutra semana passada, com direito a fuzis e viatura falsa)

Ozawa
Ozawa
2 anos atrás

Postei no ForTe mas o assunto tem conexão evidente com a matéria de lá, e aqui, então, também penso que o descontrole policial do Rio de Janeiro, quiçá nacional, tem avaliação óbvia: 1) uma liderança política corrupta e incompetente; 2) um Poder Judiciário e Ministério Público Estaduais coniventes e complacentes com os desmandos políticos locais há anos, a soldo de subsídios e vantagens remuneratórias aprovadas com rapidez no Legislativo e não vetados pelo Executivo; 3) um corpo policial débil e apático porquanto sua cúpula é criminosa, especialmente a militar; e 4) uma população indolente e pândega que repete os mesmos… Read more »

Celso
Celso
2 anos atrás

Mais uma cortina de fumaca. O perigo mesmo mora ao lado e nesse ponto o colega Carlos Crispin colocou de fato o dedo na ferida. Alias, sobre isso ninguem gosta mesmo de discutir. Contra fatos, nao existem argumentos e esse ministrinho fuleiro so quer aparecer e contemporizar, mesmo sabendo que isso nao vai refrescar nada. Dinheiro jogado fora, alias, mais dinheiro. O fato mesmo eh que certas questoes ja passaram dos limites a mais de 40 anos e todas essas instituicoes militares e do judiciario se bandearam de alguma forma para a esbornia e bagunca generalizada, sob os auspicios de… Read more »

Brito Monteiro
Brito Monteiro
2 anos atrás

Ronaldo,o centro da floresta amazônica é Santarém e não tem mais florefloresta. Fiiquem com seus traficantes. Teus usuarios que causam essa baderna toda. Por favor não elejam nenhum deputado, tá hora de revermos a regras da federação. E não será com esse pessoal que é maioria em Brasília.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
2 anos atrás

Ozawa, seu comentário foi PERFEITO!

BILL27
BILL27
2 anos atrás

Fiquei curioso com o bloqueio aereo ,o que seria ?

Bardini
Bardini
2 anos atrás

Raul Jungmann, o maior de todos os demagogos…
.
“Nunca antes nesse país” se usou tanto das FFAA para fazer nome antes de uma eleição.
.
“Segundo o próprio ministro, nos próximos dias será divulgada as diretrizes de um novo Plano Nacional de Segurança Pública…”
.
E dele rasgar mais dinheiro com GLO e operação enxuga gelo.

Kornet
Kornet
2 anos atrás

Antes tarde do que nunca,pois isso já era pra ter sido feito desde a década de 90.
Depois que traficante,armado com uma pistola, subiu no muro de uma instalação da MB na Penha e mandou o pessoal que tava fazendo a educação física parar de fazer barulho,logo logo vão proibir os militares das FAs de cumprir suas missões,rs.
https://www.sociedademilitar.com.br/wp/2018/01/no-rio-de-janeiro-marginal-sobe-no-muro-de-quartel-e-determina-que-militares-facam-silencio.html

camargoer
2 anos atrás

Olá Delfim. Pensei a mesma coisa. A segurança pública é atribuilão do MinJus, não do MinD. Achei estranho que o Jungmann criticou o uso do EB em operações de segurança pública mas ao mesmo tempo amplia as ações militares. E o Ministro da Justiça (quem?) sumiu.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
2 anos atrás

Camargoer.
Na verdade o Ministro da Justiça Torquato Jardim nunca sumiu porque nunca apareceu !
Como sua “ausência” gera um vácuo que deve ser preenchido, o Jungmann assumiu.
Ainda assim o risco de um desgaste político e institucional permanece.

Parabellum
Parabellum
2 anos atrás

Enquanto a droga e os traficantes continuarem sendo idolatrados nas músicas e meios de comunicação, a demanda continuará forte. Mas a iniciativa é bem vinda. Talvez com apreensões sucessivas o tráfico fique no prejú.

Jair Braddock
Jair Braddock
2 anos atrás

Não sabia, Carlos Crispim, que a PMRJ fabricava M-16, GLOCK e AK-47…
Tendo em vista que nem o Brasil constrói essas armas, logo, entram pelas fronteiras (sejam elas aéreas, navais ou terrestres).
Tem policiais corruptos e que vendem armas? Sim, claro! Mas não é o grosso da tropa, esses fazem ( e muito!) é morrer.
Antes de falar besteira, pense nas besteiras que fala.
Temos corrupção em todos os setores e enquanto tiver o nariz do asfalto haverá a boca da favela. As armas entram pq o traficante tem dinheiro e o traficante tem dinheiro pq o viciado compra drogas.

Ricardo Carvalho
Ricardo Carvalho
2 anos atrás

Posso estar enganado mas a rota da ultima apreensão importante de coca, 499ton, foi por Minas. Fecharão tudo menos os sítios e helicopteros de Minas?Pq?

Ricardo Carvalho
Ricardo Carvalho
2 anos atrás

499kq

Renato
Renato
2 anos atrás

Não vai adiantar de nada.

Farroupilha
Farroupilha
2 anos atrás

A maior bandidagem hoje no Brasil, principalmente no Rio de Janeiro, safada, cínica etc é a classe média e alta, são elas que dão montanhas de dinheiro para o comércio de drogas. Gente canalha que tem a cara de pau de achar que não tem responsabilidade por todo esse tremendo crescimento da violência e surgimento de facções criminosas. Facções que se organizam para atender seus milhares de consumidores. É tanto dinheiro que entra nos seus bolsos que estão se deram ao luxo de armas poderosas (tempo do 32 e 38 já era) e compra de políticos, magistrados e policiais. –… Read more »

Jack
Jack
2 anos atrás

A única solução democrática é um endurecimento brusco das penas. Eu digo democrático porque por mim colocava o exército pra matar dês de traficante até ladrão de galinha, fazia umas 20 operações carandiru e já metia uma operação conjunta com a Colômbia pra aniquilar as FARC tem.

Jeferson
Jeferson
2 anos atrás

Na minha humilde opinião teria se que tornar o usuário criminoso …pois o mesmo é quem financia o tráfico!

Bezerra (FN)
Bezerra (FN)
2 anos atrás

E lá vamos nós… Leais Fuzileiros para o GLO nosso de cada dia! Enquanto isto, o orçamento para as Operações saem de onde? Resposta: Orçamento das FFAA. E o Governados e Presidente ficam belos na foto!

Adsumus

Bezerra (FN)
Bezerra (FN)
2 anos atrás

Governador… Perdão!

Mahan
Mahan
2 anos atrás

Não é só bloqueio, tem que usar os Grumec e os Comanf para invadir aqueles navios parados na Baia da Guanabara e ficar de olho nas “traineiras dos pescadores” e os ancoradouros utilizados por elas. Tem que “neutralizar” os narcoterroristas.
VIVA A MARINHA!

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
2 anos atrás

Merda! vai entrar tudo por Vitória-ES.

Art
Art
2 anos atrás

mais uma medida midiática pré eleição que só vai desviar o foco e aumentar a popularidade do governo, além de corroer o orçamento pois vai tirar dinheiro do orçamento para operação tipo policia-GLO. Usar COMANF, GRUMEC para isso é matar formiga com bala de canhão!

Helio Eduardo (o outro)
Helio Eduardo (o outro)
2 anos atrás

Farroupilha 1 de Fevereiro de 2018 at 4:04 , na essência você está coberto de razão, mas se nem nos EUA dá certo…. Drogas são um flagelo. Onde chegam, destroem a juventude.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Pablo 31 de Janeiro de 2018 at 17:56

O Sgt não é Militar, é bandido e será tratado como tal;

Mais está afastado por força de recurso judicial impetrado pelo próprio (Saúde ?).

Mais, já tentaram expulsa-lo.
_______________________________

Fosse da MB, “reagiu” ? Varredura.

Qual o fuzil padrão e calibre da MB ?

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Farroupilha, porque vc acha que no RJ tem mais usuários de drogas que no resto do Brasil?
Conheço bem Curitiba e vc pode ter certeza que o nível de usuários de cocaína não deve nada ao RJ.

João Bosco
João Bosco
2 anos atrás

Drogas se combatem em duas frentes principais: A produção inicial e o consumidor final. A produção inicial depende da boa vontade politica e militar dos nossos vizinhos produtores em erradicar as plantações desses entorpecentes em seus territórios – além de nós fazermos a nossa parte. Já o consumidor são penas rígidas para porte , transporte e consumo independente de classe social; Agora, venhamos e convenhamos, como se faz o controle de fronteiras e entrada da armas e drogas em nosso país se constantemente o orçamentos das forças armadas é contingenciado pelo governo Federal ao menor sinal de crise econômica ou… Read more »

Cronauer
Cronauer
2 anos atrás

Ozawa 31 de Janeiro de 2018 at 18:07

Assino em baixo Ozawa! Falei praticamente a mesma coisa em post no FORTE ano passado e fui metralhado pelos fariseus de sempre. Bom saber que alguém também vê 60 mil mortes ao ano como GUERRA e não mero caso de POLÍCIA.

Cronauer
Cronauer
2 anos atrás

Eu quis dizer assino ‘embaixo’, mas a situação é tão grave que assino em baixo também (mesmo erroneamente em separado). Desculpem o duplo post! Foi a pressa!

Carlos Crispim
Carlos Crispim
2 anos atrás

Jair Braddock: A PMERJ, as forças armadas, o EB, MB e FAB, forças de segurança, nenhuma delas fabrica armas, que estultice achar isso, quem fabrica são os fabricantes, internos ou externos, eu falei que a polícia militar FORNECE aos traficantes, eu preciso desenhar pra vc? Os fuzis, pistolas e etc são apreendidos pela PM e vendidos depois aos traficantes, isso quando eles não fornecem os próprios FALs e pistolas dos seus próprios arsenais, o controle é PÍFIO, leia sobre a CPI das Armas no RJ. Dizer que uma parcela pequena é corrupta é eufemismo, vc desconhece a realidade, a maioria… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
2 anos atrás

Walfrido Strobel 1 de Fevereiro de 2018 at 13:47 Não acho colega, isso é certeza estatística e da realidade exposta nos noticiários e na vida dos moradores do Rio. O comércio de drogas nos morros e outros lugares virou coisa de formigueiro. Vc não se deu conta ainda do número de tiroteios, balas perdidas, assassinatos, policiais mortos, número de facções que há no Rio? Pois quem mantém toda essa alta criminalidade é um número alto de consumidores. O que motiva isso… As praias, festas, churrascos, pagodes, por todo lado? A tal filosofia que carioca é malandro? Um eterno clima festeiro?… Read more »

Farragut
2 anos atrás

O Brasil já é rotineiramente uma bagunça institucional. Em ano eleitoral, o negócio piora absurdamente. Governadores e outros ministros omissos e incompetentes tratam de emprego das forças armadas naquilo que lhes competiria e o MD se mete em assuntos do ministério da justiça e do judiciário. Na hora da campanha, todos posarão de infalíveis fazendo uso político indevido do trabalho dos militares.
Beira a palhaçada falar em estratégia militar de dissuasão quando os atores do nível político agem dessa forma.

Salomon
Salomon
2 anos atrás

Assino embaixo do que o Crispim falou. Com os seguintes itens:
-Como farão o tal bloqueio, com lanchas da Capitania?
-Como descobrir armas, ou qualquer outra coisa, nos contêineres?
-Há alguma coisa que não se saiba nesse campo? Até a 2a seção dos escoteiros sabe o que acontece.
É fogo de artifício, nem tem dúvida. E combinam com os chefões para entregarem uns carregamentos para aparecer na Globo.

Salomon
Salomon
2 anos atrás

Tipo na Amazônia, onde tem 3 rios correndo no mesmo lugar: um de água, outro de droga e outro de dinheiro para propina.
E nós fazendo Aciso. (Ainda se fala Aciso?)
TFA

Angelo Chaves
Angelo Chaves
2 anos atrás

Como me disse um grande amigo meu policial militar quando falei da mesma questão levantada por um colega forista acima, do “enxugar gelo”, usei essas palavras, ele me respondeu uma coisa que eu nunca esqueci: é realmente enxugar gelo, mas se a gente não enxugar esse gelo, vira uma lagoa e todo mundo morre afogado. Eis aí a verdade!