Home Corpo de Fuzileiros Navais Corpo de Fuzileiros Navais comemora 210º aniversário

Corpo de Fuzileiros Navais comemora 210º aniversário

3646
29

Por Alexandre Gonzaga

Rio de Janeiro, 07/03/2018 – O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais realizou na manhã desta quarta-feira (07), em sua sede na Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro, a cerimômia do ducentésimo décimo aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais. O ministro interino da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, compareceu à solenidade, acompanhado do comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e do seu Alto Comando, oficiais superiores, praças, convidados civis e estrangeiros.

“Estamos aqui hoje celebrando os nossos valores, tradições e histórias. O Corpo de Fuzileiros Navais completando 210 anos projeta também o nosso futuro. Uma das tropas mais aguerridas das Forças Armadas e altamente preparada”, disse Silva e Luna, ao final do evento.

De acordo com o ministro da Defesa, a Marinha do Brasil tem estado em uma situação de destaque nas missões de Garantia da Lei e da Ordem, também como foi no Haiti, e atualmente, no Líbano. “A maior força das nossas Forças é a nossa gente, a nossa gente fardada e sem farda. É em torno dessa força que nós queremos investir todos os nossos esforços, valorizando sua proteção social, suas capacidades e criando condições para que possam trabalhar com segurança e dignidade, protegendo a si próprio e a sua família”, destacou Silva e Luna.

Lida durante a cerimônia, a mensagem do comandante da Marinha ressaltou o emprego da Força Naval em várias situações: “a utilização dos nossos efetivos para GLO constitui-se a face mais visível dessa contribuição. A destacada atuação demonstra, para o povo brasileiro, o estado de prontidão operativa em que se encontram os Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.”

Em outro trecho, o almirante Leal Ferreira fala sobre o propósito da tropa. “Não podemos, entretanto, esquecer a razão precípua para os fuzileiros navais existirem: a defesa da pátria por meio de uma força de caráter expedicionário, indissociável do Poder Naval, em permanente condição de pronto emprego e deprojeção de poder”, acrescentou o comandante.

O comandante-geral do Corpo de Fuzileiros Navais, almirante Alexandre José Barreto de Mattos, leu a Ordem do Dia para a tropas: “o Corpo de Fuzileiros Navais construiu, nos últimos 210 anos, uma história rica, na qual atuou em diversas questões importantes para a Marinha do Brasil e para o destino do País. Sempre que chamados, confirmamos nosso caráter de prontidão, o qual diz respeito não apenas à capacidade de atender em tempo hábil às solicitações, mas também à plena disposição que cada fuzileiro naval possui, de corpo e alma, para defender os interesses da pátria”.

O almirante Alexandre de Mattos lembrou ainda as últimas conquistas da Marinha como a aquisição do navio Ocean e os novos Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf), que serão entregues até o final deste ano.

Medalha Mérito Anfíbio

Um dos pontos altos do aniversário de 210 anos dos fuzileiros navais foi a imposição da Medalha Mérito Anfíbio, que é conferida ao militar da ativa da Marinha do Brasil como reconhecimento aquele que, em exercícios e operações, se destacou pela exemplar dedicação à sua profissão e no aprimoramento de sua condição de combatente anfíbio.

Em seguida, foi a vez da entrega do Prêmio Fuzileiro Padrão. O cabo fuzileiro naval Renan Martins Takiya, da tripulação do navio escola Brasil, recebeu das mãos do ministro Silva e Luna, um diploma por ser escolhido, em processo seletivo, pelo alto padrão moral e profissional ao longo de sua carreira.

A cerimônia de aniversário chegou ao final com um desfile em continência ao ministro da Defesa ao canto da Canção na Vanguarda.

FONTE: Ministério da Defesa

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 anos atrás

ADSUMUS!!!

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

ADSUMUS!!!!

Observador
Observador
2 anos atrás

A D S U M U S ! ! !

Blindmans Bluff
Blindmans Bluff
2 anos atrás

Parabens fuzileiros, continuem represetando!

José Carlos David
José Carlos David
2 anos atrás

Parabéns aos Fuzileiros Navais, soldados de terra, ar e mar!!!

Andrew Martins
2 anos atrás

Parabéns ao corpo de fuzileiros navais! Assim como a polícia militar, instituições que tem mais de 200 anos deveriam ser mais valorizadas pela sociedade! Mas não vou perde a oportunidade de jogar a polémica rsrs Algo que me ocorreu em devaneios ultimamente: Em um cenário hipotético, não faria mais sentido o corpo de fuzileiros navais pertencer ao exército? E ser embarcado e desembarcado nos navios da marinha, fazendo tudo que eles fazem hoje só que pertencendo ao exército. Indo mais adiante as aeronaves embarcada nos navios da marinha e operando pelo exercito, não poderiam pertencer a aeronáutica. Em resumo exército… Read more »

Alexandre Galante
2 anos atrás

Andrew, não funcionaria porque cada Força tem suas especificidades.

Os Fuzileiros atuam em operações anfíbias, que exigem conhecimentos e doutrinas próprias para esse teatro.

Além disso os fuzileiros navais são responsáveis pela segurança das bases da Marinha.

Andrew Martins
Reply to  Alexandre Galante
2 anos atrás

Obrigado Alexandre! Valeu pelo esclarecimento!

MARCOV
MARCOV
2 anos atrás

Parabéns ao CFN e ao cabo Renan Martins Takiya pelo Prêmio Fuzileiro Padrão!

ADSUMUS

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
2 anos atrás

Parabéns à esta elite! ADSUMUS!!!!!!!!! honra, glória, tradição e história!!!

Sequim
Sequim
2 anos atrás

Como anda o programa dos CLANFs modernizados? Todos já foram entregues?

Anderson
Anderson
2 anos atrás

Andrew Martins 8 de Março de 2018 at 17:56
“Parabéns ao corpo de fuzileiros navais! Assim como a polícia militar, instituições que tem mais de 200 anos deveriam ser mais valorizadas pela sociedade!
Mas não vou perde a oportunidade de jogar a polémica rsrs”

Bravo Zulu!!!⚓🇧🇷🚔👮

Concordo plenamente ☀🌵☀🌵☀

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Vi um artigo no you tube comparando os nossos fuzileiros e os fuzileiros da argentina,é me suspreendi os fuzileiros tem muitos blindados e um contigente muito bom 15.500 homens(em tempo de paz) é creio com as aquisição do oceam,Banhia em vão desenvolver muito.Parabens a MB.

Marcilio
Marcilio
2 anos atrás

Parabéns…”ADSUMUS”!!!

Marines009 Carvalho
Marines009 Carvalho
2 anos atrás

Uma vez naval..sempre Naval..Ad Sumus..bravos Comanf..Bravos Grumec!

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 anos atrás

Per marem per terra per Astra. AD SUMUS.
Quanta saudade.

Bezerra (FN)
Bezerra (FN)
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Complementando o amigo Antonio Palhares, o verso completo:

Ad sumus semper fidelis. Per marem per terra pe astra.

Cada Infantaria de Marinha ocidental pegou parte do verso e atribuiu a si como brado, a exemplo:
Semper fidelis, resumido para Semper Fi, para os US Marines.
Per marem per terra per astra, Royal Marines e outras Infantarias de Marinha Europeias.
Ad sumus, CFN.

Só alguns exemplos.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Bezerra (FN)
2 anos atrás

Obrigado Bezerra,
Uma vez fuzileiro. Sempre fuzileiro.

Willhorv
Willhorv
2 anos atrás

Que venham muitos outros!!! Com mais presentes atuais, tecnológicos e modernos!!
Uma dúvida….o IA2 da Imbel vai ser adotado pelo CFN…com as versões predominantes 5,56 e 7,62?

Tomcat3.7
Tomcat3.7
2 anos atrás

Realmente os fuzileiros são verdadeiros ninjas viu,navegam,conduzem veículos terrestres e aéreos, parabéns e que de presente recebam excelentes equipamentos para o melhor,e mais seguro, cumprir sua missão!!!

Elcima menassa
Elcima menassa
2 anos atrás

Grumec não é fuzileiro naval. .e sim uma tropa da marinha de gola. .se estiver errado me perdoem

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Elcima menassa
2 anos atrás

Esta certo. O GRUMEC é subordinado à Força de Submarinos.

Lucas Iglesias
Lucas Iglesias
2 anos atrás

Parabéns aos fuzileiros, a melhor tropa de combate das FAs e a que eu mais admiro!! Não posso deixar de falar, mas me incomoda esse uniforme do CFN. A marinha não tem estudos de substitui-los? Outra coisa, porque os FN não se tornam uma tropa independente? Aposto que com certeza iriam receber muito mais verbas!!

Mahan
Mahan
2 anos atrás

Os Fuzileiros deveriam ter seus caças e helicopteros e com a denominação Corpo de Fuzileiro do Brasil.

Mahan
Mahan
2 anos atrás

Digo, Corpo de Fuzileiros Navais do Brasil.

André
André
2 anos atrás

Andrew. Seria mais prático se o Corpo de Fuzileiros Navais fosse uma tropa independente da Marinha e não subordinado nem a ela e quaisquer outra força, como o Galante mesmo disse o CFN tem suas próprias doutrinas e “modos operante” e me arrisco a dizer que um Corpo de Fuzileiros independente levaria a nosso país mais segurança pelo alto padrão de profissionalismo da tropa e aumento de seu contingente que hoje chega cerca de apenas 20 mil homens ou um pouco mais que isso. BRAVO ZULU!!! ADSUMUS!!!… passo a polêmica…Oque os senhores acham de um Corpo de Fuzileiros Navais independente… Read more »

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

André, boa noite. Nossos fuzileiros tem bastante “independência” em desenvolver sua doutrina e adquirir meios dentro de nossa MB. Se fossem totalmente independentes, teriam de ter estruturas administrativas, de ensino, comando e controle, logística etc assim como a Marinha já tem. Ou seja redundaria-se estruturas. A independência deste corpo nos EUA dá-se pelo histórico do emprego dos Marines no TO do Pacífico na IIGM, onde o USArmy teve pouca participação. Nos EUA, mesmo independentes, tem estruturas dependentes da USNavy e, em caso de uma guerra onde se precise de um Alte 5 estrelas, o USMC não pode ter, sendo subordinados… Read more »

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

Outra coisa Q me esqueci, diferentemente do USMC, nosso CFN não tem uma doutrina e capacidade de atuar em profundidade como Força Terrestre, da mesma forma Q o Exército. Aqui, o CFN é a projeção do poder naval sobre terra, para conquista de terra de interesse da campanha naval, podendo realizar uma cabeça de ponte ou pra despistar a intenção da campanha terrestre, ou para permitir Q o Exército desembarque nessa cabeça de ponte e prossiga pro interior do território inimigo. O USMC pode assaltar e prosseguir na profundidade. No nosso caso,metemos a capacidade de empregar uma FT de cabeça… Read more »

André
André
2 anos atrás

Agnelo. Bela explicação e concordo com você porque realmente não da para se comparar a estrutura do CFN com o USMC não só pelo investimento mas também pela sua passagem de reputação histórica mundial acrescento também a atuação dos mesmos na Guerra da Coréia quando o então presidente americano na época oriundo das fileiras do U.S Army levantou a hipótese de se extinguir o USMC por considerar que o Exército Americano conseguia suprir as missões feitas pelos Marines e que o USMC levava muitos gastos ao governo. Entretanto quando eu levantei essa hipótese pensei mais em um modo ofensivo pois… Read more »