Home Aviação Naval Marinha Chinesa quer ter pelo menos 5 porta-aviões

Marinha Chinesa quer ter pelo menos 5 porta-aviões

9617
34
Porta-aviões chinês Liaoning fotografado em missão de treinamento no Mar da China em 13 de julho de 2017

A Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) operará pelo menos cinco porta-aviões num futuro próximo, incluindo os dois primeiros nucleares do país, que provavelmente serão lançados por volta de 2025, disseram especialistas militares chineses no dia 6 de dezembro.

Os comentários vieram depois de discussões on-line sobre quantos porta-aviões a China precisa, que foram provocadaqs por um artigo do WeChat da Agência de Notícias Xinhua em 25 de novembro, que anunciou a construção do terceiro porta-aviões do país.

A PLA Navy mudará seu foco de “defesa de águas offshore” para “proteção de mar aberto” e aumentará suas capacidades de dissuasão estratégica e contra-ataques, manobras marítimas, operações conjuntas no mar, defesa e apoio abrangentes, de acordo com a Estratégia Militar da China divulgada pelo Gabinete de Informação do Conselho de Estado em 2015.

Song Zhongping, um especialista militar e comentarista de TV, disse que a China precisa de pelo menos cinco porta-aviões para cumprir as mudanças estratégicas.

Wang Yunfei, especialista naval e oficial aposentado da PLA Navy, disse ao Global Times no dia 5 de dezembro que a China precisa de seis porta-aviões para garantir que porta-aviões suficientes estejam em serviço enquanto os outros estão em manutenção.

Enquanto isso, o Ministério da Defesa Nacional da China ainda não revelou um plano para futuros porta-aviões.

Type 001A
Type 001A

O porta-voz do Ministério, Ren Guoqiang, disse em uma entrevista coletiva em novembro que o desenvolvimento dos porta-aviões chineses se baseará no plano geral do país.

O plano inclui a força nacional abrangente da China e a capacidade de construir navios, disseram especialistas.

O Liaoning e o Type 001A, que usam uma rampa ski-jump para lançar aeronaves, permanecerão principalmente em águas próximas à China, disse Song. Um terceiro, que provavelmente usará catapultas eletromagnéticas, irá para os mares abertos e lançará os fundamentos para as operações de dois porta-aviões nucleares para proteger os interesses globais da China.

Wang afirmou que a China vai desenvolver dois porta-aviões nucleares, mas ele disse que o quarto porta-aviões da China será de propulsão convencional, enquanto a quinta e a sexta unidades serão movidas a energia nuclear.

Song espera que o primeiro porta-aviões movido a energia nuclear da China seja lançado por volta de 2022-24, enquanto Wang previu sua cerimônia de incorporação em 2026.

A meta de ter de cinco a seis porta-aviões será atingida até 2030-35, disseram especialistas.

Concepção do futuro navio-aeródromo chinês Type 002

FONTE: China Military

34
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
15 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
23 Comment authors
PM/DFFulcrumNilo Antonio RodarteMiguelEBS75 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vovozao
Visitante
Vovozao

10/12 – segunda-feira, btarde, quem diria que os chineses já fizeram treinamentos no MINAS GERAIS, enquanto isso num país sul-americano, não temos mais porta-avioes”, e, nem previsão, enquanto eles prevêem nuclear em 2025. Fico triste, vendo nossa MB parada no tempo, fragatas construídas na década de 70. Aonde iremos?????

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

A marinha do Brasil só comporta um programa multibilionário por vez..

Helio Eduardo
Visitante
Helio Eduardo

A China se prepara para uma guerra que, muito provavelmente, será iniciada por ela…

K-OLHO
Visitante

E nem temos que ter. Não temos pretensões de projeção de poder militar e nem nossa constituição permite.
Nossa costa tem vários aeródromos o que ja oferece infraestrutura para a defesa. E Navios aeródromos são armas de agressão e não de defesa.
Mais vale navios patrulha.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

A CF diz que só podemos declarar guerra em caso de agregação externa mas não falar que não podemos projetar força no caso de guerra. Traduzindo só não podemos dá o primeiro tiro…o resto tá liberado…. Quando a gente tá fazendo missão de paz estamos projetando poder mas não estamos interferindo no país, novo máximo o que fazemos é fazer ambas partes se entenderem

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Vovozao. Talvez a resposta para a sua pergunta esteja no fato do Brasil ter seguido o Consenso de Washington (WC) enquanto a China avançou por meio do Consenso de Beijing (BC). Acho que o artigo “The Myth of the Beijing Consensus” escrito pelo Scott Kennedy de 2010 o ajude a entender as diferenças. Boa leitura.

Gustavo
Visitante
Gustavo

o Type 002 promete…

filipe
Visitante
filipe

Nesse momento é o PROSUB, depois na proxima decada o PROSUPER e lá para 2045-2050 o PRONAE, até lá a China terá 20 NAEs ( 10 Nucleares e 10 Convencionais)… Não tenho dúvidas.

Luís Henrique
Visitante

Além desses 6 Naes pretendidos, tem também o Type 075.

3 type 075 estão em construção e serão incorporados entre 2020 e 2025.

Eles são maiores que os Izumo japoneses.
Cerca de 250 m de comprimento e 40.000 toneladas de deslocamento.

Ainda não tem nada certo, mas existem rumores que a China possa utilizar caças embarcados também nesses navios, assim como os americanos fazem com a classe América e os japoneses pretendem fazer com os Mizuno.

Helio Eduardo
Visitante
Helio Eduardo

Dada a tendência atual, seria é de se estranhar se tais vasos não pudessem e,barcar aeronaves de asa fixa.

Helio Eduardo
Visitante
Helio Eduardo

“embarcar”

Blackbird
Visitante

Se com 2 porta-aviões já estão agindo dessa forma imagina com cinco…

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

E cinco Nae seus nas suas praias…..começam a empatar com 12 dos adversario, distantes e espalhados no mundo….

Isto é para o pessoal entender que Nae não necessariamente é um equipamento exclusivo de projeção….ele é tambem de dissuasão e defesa e principalmente, defesa de sua area continental quando labora com estas forças em conjunto….

Luís Henrique
Visitante

Na verdade os EUA possuem 11 Naes e 9 Navios de assalto anfíbio com capacidade de operar caças (Harrier / F-35B).

Mas como você disse, no seu quintal, você soma aos 5-6 Naes + 3 navios de assalto anfíbio Type 075 + as ilhas artificiais com pistas de pouso e + de 1.000 caças da Força Aérea operando de bases em terra e utilizando as pistas de pouso nas ilhas naturais + as ilhas artificiais.

K-OLHO
Visitante

Discordo. Nossa dissuasão está no nossos submarinos que negam o dominio de zonas maritimas e rotas de abastecimento, nos navios de patrulha, na nossa força aérea com capacidade logística de defender toda nossa costa e no nosso exército que torna a conquista e permanência de eventuais inimigos uma tarefa inglória.

Nossa Marinha deve ser uma marinha de águas marrons. Sem aeródromos. Vide o fiasco que foi o São Paulo. Total perda de recursos.

Marcos10
Visitante
Marcos10

E os chineses pretendem operar com que nos NAES?
Já solucionaram os problemas com os caças,?

J-20
Visitante
J-20

Estão acelerando o J-31 para tapar esse buraco que foi aberto, além de atualizarem a aviônica bugada do J-15 que foi responsável pela morte de 2 pilotos.

J-20
Visitante
J-20

Estão acelerando o J-31 para tapar esse buraco que foi aberto, além de atualizarem a aviônica bugada do J-15 que foi responsável pela morte de 2 pilotos.

Marcos10
Visitante
Marcos10

O J15 é a prova de que não basta copiar.
Segundo o senhor Fontes, custaria mais arrumar o J15 que fazer um novo.
E tem gente que acha que os chineses chegaram no ápice. Para chegar nos pés dos russos vão ter de andar muito.

Marcelo-SP
Visitante
Marcelo-SP

E se a gente estiver falando de operar porta-aviões, salvo, talvez, Reino Unido e França, o resto tem que comer muito feijão ainda para ter algo próximo da experiência americana. Desfilar o navio e brincar de lançar um avião a cada 2 dias é uma coisa. Levar toda a operação ao stress de um intenso combate real é outro bicho!

Luís Henrique
Visitante

A China tem muito mais dinheiro que os russos.

Os russos possuem 1 único Nae, antigo que está sendo modernizado.

A China está incorporando o segundo e possui mais 2 ou 3 em construção.

O J-15 será melhorado, aperfeiçoado. Uma versão naval do J-20 pode surgir. Ou uma versão naval do J-31.
E um caça VTOL como o F-35B também pode surgir em um futuro próximo.

Como última opção, caso essas soluções demorem (o que eu duvido), eles possuem dinheiro para adquirir 200 MiG-35 ou MiG-29K da noite para o dia.

Dalton
Visitante
Dalton

A China não possui “2 ou 3 em construção” no momento Luis…a não ser que você esteja incluindo o “75” na conta que apesar de maior que o “Izumo”, será lento como todo “navio anfíbio” e terá uma doca para embarcar e desembarcar embarcações de desembarque reduzindo a capacidade de operar e manter jatos de alto desempenho como o F-35B, coisa que a China ainda levará anos para ter. . A US Navy tentou inovar com os 2 primeiros da classe “América” o segundo o “Tripoli” em breve começara os testes de mar, convertendo o espaço da doca em mais… Read more »

Luís Henrique
Visitante

É confirmado a construção do Type 002. E vários sites indicam que é POSSIVEL que um outro esteja em construção. Veja o exemplo do Type 001A, os chineses iniciaram a construção em 2013. E o mundo só ficou sabendo em 2015. Portanto é muito provável que tenha um outro Nae em construção, além do type 002 e é menos provável, mas possível que tenha um terceiro. Por isso eu disse 2 ou 3. Concordo que os Naes americanos são superiores. A Us Navy é mais poderosa. E continuará sendo por vários anos. Mas no Teatro de operações que estamos discutindo,… Read more »

Davi
Visitante
Davi

Se um dia a China se tornar a superpotência será perigoso para as nações que não se submeterem ao seu regime?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Admiral Dalton

Franceses, Ingleses, Russos, Japoneses, Indianos que o digam.

Não e fácil.

Os chinas são bons de MKT, ponto.
.

Dalton
Visitante
Dalton

Bom…dizem que a “propaganda é a alma dos negócios”…independente disso a China tem sim conseguido grandes feitos…só…que os americanos não estão de braços cruzados…a simples comparação de quantos navios um comissiona não diz tudo, até porque cada um tem necessidades diferentes. . Os EUA por exemplo comissionaram apenas 1 NAe nessa decada como o Luis escreveu, mas, ele será muito mais capaz que os 2 chineses e 2 NAes já passaram por modernizações de meia vida nessa década…não é uma “manutenção qualquer” e se mais “Arleigh Burkes” não foram comissionados é porque se perdeu tempo e dinheiro com a classe… Read more »

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Quem tem 5 tem, operando, 2; no máximo 3.

EBS75
Visitante

A China está muito parecida com a Alemanha na década de 1930… Ela vai acender o pavio, e veremos a zika que vai dar. A questão não é se, mas quando isso vai acontecer !

Miguel
Visitante
Miguel

Viva a China, historicamente sempre na defensiva, desde os tempos das muralhas, e não faz manobras nas portas dos outros.

Luís Henrique
Visitante

É confirmado a construção do Type 002. E vários sites indicam que é POSSIVEL que um outro esteja em construção. Veja o exemplo do Type 001A, os chineses iniciaram a construção em 2013. E o mundo só ficou sabendo em 2015. Portanto é muito provável que tenha um outro Nae em construção, além do type 002 e é menos provável, mas possível que tenha um terceiro. Por isso eu disse 2 ou 3. Concordo que os Naes americanos são superiores. A Us Navy é mais poderosa. E continuará sendo por vários anos. Mas no Teatro de operações que estamos discutindo,… Read more »

Nilo Antonio Rodarte
Visitante
Nilo Antonio Rodarte

Pra quem diz que NAEs são apenas grandes alvos… As marinhas mais relevantes do mundo devem saber de alguma coisa.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

O mais preocupante no nosso T.O São os SubNuc os NAe, SSK e aviação, só serão uma ameaça quando a China tiver base por aqui…. Seja por “fogo direito” ou “indireto”… Outra a China segundo a Wikipédia tem “só” 12 SubNuc, embora seja provável ter mais que isso, o que deve 4 a 8 metade metade disso podem/devem está implantado fora do pacífico… Considerando que a MB planeja ter 6 SSN temos uma proporção de 1 pra 1…( 2 a 4 em operação)

Fulcrum
Visitante
Fulcrum

Tomei um susto quando vi que seria lançado nessa sexta o submarino no Rio. Depois tomei outro susto porque se trata de um submarino convencional. E em seguida tomei outro susto ao saber que o primeiro prosub nuclear está previsto só pra 2029. Essa enrolação desde a década de 70 é de amedrontar.

PM/DF
Visitante

Eles deveria se preocupar em ter aliados, parece que são eles contra o resto do mundo… haja porta aviões… acredito que o Japão e Coreia do Sul deveriam possuir armas nucleares… acredito que assim essa valentia chinesa diminuiria bastante…