Home Indústria de Defesa Novas corvetas poderão ser finalizadas no Arsenal de Marinha do RJ

Novas corvetas poderão ser finalizadas no Arsenal de Marinha do RJ

15553
96
Concepção em 3D da corveta classe Tamandaré
Concepção do projeto da corveta classe Tamandaré da Marinha do Brasil

Dois dos quatro consórcios que compõem a short list da licitação para construção das Corvetas classe Tamandaré dizem que vão finalizar as embarcações no AMRJ.

O anseio de alguns almirantes do Arsenal de Marinha do Rio de janeiro (AMRJ), na ilha das Cobras (RJ), parece estar ter ganhado coro. A menos de 90 dias da divulgação do vencedor da licitação de construção das quatro Corvetas classe tamandaré, dois dos quatro consórcios internacionais pertencentes a fase final (short List), acenaram com a possibilidade de finalizar a construção no ARMJ.

Fato este, que sempre foi defendido por alguns Almirantes dentro da Marinha, que sempre tiveram a certeza que o melhor local de construção destas embarcações, falando tecnicamente, é a velha base da Ilha das Cobras, na baia da Guanabara, que assim passaria por uma revitalização.

Consórcios

Um dos Consórcios é o grupo italiano Fincantieri, listado em terceiro lugar na relação dos quatro consórcios que compuseram a short list, divulgada em 15 de outubro passado, que já informou a Marinha do Brasil: vai construir as Corvetas no Vard Promar, seu estaleiro no complexo do Suape (PE), mas realizará todas as manutenções dos navios em uma área do ARMJ (que passaria por uma modernização) ainda a ser definida.

A outra empresa que procurou a Marinha, na segunda-feira (07/01), foi a alemã ThyssenKrupp Marine Systems (TKMS), que foi classificada em segundo lugar na short list, e também garantiu que a manutenção das Corvetas tipo Meko A100, de 3.200 toneladas será feita no AMRJ, com um reunião entre ambos prevista para a semana que vem para discutir melhor o assunto e definir se houve desistência do consórcio em finalizar as embarcações no estaleiro Oceana em Itajaí ou não.

Isso porque, segundo informações de dentro do AMRJ de um oficial que analisou a proposta, apesar de alguns blocos serem feitos em Itajaí (SC), as seções principais e a montagem seriam feitas em estaleiro do Rio de Janeiro, mas não soube precisar se era o AMRJ ou algum outro privado.

Na opinião desse mesmo oficial desde o início do processo licitatório deveria ter havido a condição de se construir os navios no AMRJ, que deveria passar por uma grande reforma mas que tecnicamente reúne melhores condições se comparados a forma como, hoje, estão estruturados os estaleiros privados nacionais e elogiou a decisão da Fincantieri de modernizar parcialmente o AMRJ.

FONTE: Click Petróleo e Gás, via Portos e Navios

96
Deixe um comentário

avatar
37 Comment threads
59 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
51 Comment authors
OráculojosePedro nine-nineAlex RochaBeserra(FN) Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Desculpe, mas não entendi a relação…..

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Isso já tá é virando circo, basicamente tem um item na licitação que não está licitação, o item fantasma, pelo visto já era para a SAAB, se for desse jeito.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Calma galera,
o que está ruim,
ainda pode PIORAR!!
Vai ser no AMRJ, well,
quando meu neto for avô,
estará PRONTO!

James Marshall
Visitante
James Marshall

Atenção para o top de cinco segundos. No ar, mais um campeão de audiência. Isso tá pior que novela da Globo, continua a mesma ladainha e vai continuar nisso pelo jeito, admitam, o Brasil não tem condições de lidar com “dois fronts”, PROSUB e PROSUPER. Almejo em ver uma bela marinha de águas azuis mas com toda essa trapalhada e nhe nhe nhe simplesmente continuaremos como a maior guarda costeira do mundo. O próprio povo foi doutrinado em odiar as FFAAs pelo viés ideológico. Graças a Deus que podemos comprar o Atlântico e o Bahia, vamos aguardar o Riachuelo que… Read more »

Nilson
Visitante
Nilson

Concordo, um programa estratégico de bilhões de reais é o máximo que a MB conseguirá tocar, conforme histórico de recursos orçamentários disponíveis. Dois ou três, reputo impossível. Mesmo o ProSub está muito acima do que se poderia esperar. Se simultaneamente conseguir manter o que tem navegando e ainda contratar a construção das Tamandaré será um enorme feito. Se as Tamandaré não saírem num prazo razoável (este ano), tem que partir logo para soluções mais baratas, senão em poucos anos vai chegar na situação de ter apenas duas ou três escoltas disponíveis.

James Marshall
Visitante
James Marshall

Se sair um submarino será um milagre.

Alex Rocha
Visitante

Acho que você não viu o lançamento do Riachuelo!!!!

Dodo
Visitante
Dodo

Começou bem mas errou em vários pontos no seu comentário.
1- Brasil tem plenas condições de seguir em ambos os projetos(assim como está fazendo nesse exato momento)
2- o povo não foi doutrina do pra odiar as forças armadas, muito pelo contrário, é a instituição mais prestigiada da nação. Diferentemente do resto da América Latina, o povo brasileiro admira e respeita o seu exército(tanto é assim que o Bolsonaro foi eleito)

James Marshall
Visitante
James Marshall

Beleza, então entre numa comunidade, fale sobre as FFAAs e reze para não ser no mínimo esculachado.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Por exemplo, eu entraria numa comunidade de petistas pra falar bem de tudo que eles depreciam seria no mínimo burrice de minha parte e caçar dor de cabeça a toa.

Cinturão de Orion
Visitante

Se for numa Comunidade (Ops!) de Esquerda que, infelizmente, só “aceita” FFAA se for como braço armado de sua ideologia!

Alex Rocha
Visitante

James seu comentário não é maioria no Brasil. Talvez na comunidade onde está e assim, mais não reflete a opinião da maioria. As forças armadas de longe são sim as instituições mais respeitadas do país, pois presam pela disciplina e pelo que é correto. O sonho da maioria dos pais de família é ver seus filhos poderem estudar em uma escola militar que ensinam princípios, disciplina e visão crítica. Abraços.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

O povo odeia as forças armadas e isso é uma ressaca do movimento das diretas assim como o vasto tesão por comunismo/socialismo, este último movimento eleitoral é um refresco mas o céu continua plúmbeo!
Quanto ao orçamento, enquanto não houver uma proatividade para reduzir os gastos com previdência e pessoal nem adianta cobrar do governo um aumento de orçamento pq vai sumir neste buraco negro… (lá vem pedrada não minha pessoa)
Seria o sonho as forças armadas racionalizarem suas despesas e chegarmos a 2% do PIB em orçamento que é o padrão (teórico) Otan!

Dodo
Visitante
Dodo

Onde que o povo odeia as forças armadas ? O povo dos diretórios acadêmicos das faculdades ? O povo que está preso em Curitiba? Ou o povo dos movimentos de esquerda decadente ? Já olhou qual a instituição mais prestigiada do Brasil? Viu a pesquisa que o exército fez que mostrou o aumento de pedidos de serviço militar voluntário até mesmo por aqueles que foram dispensados ? Não está vendo que hj há um aumento considerável de interessados por assuntos de defesa na sociedade( uma rápida olhada na quantidade de canais brasileiros sobre esse assunto no YouTube é suficiente).

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Putz, amigos. Sei que é Brasil, mas esse processo realmente está se arrastando. Será que no século que vem terão pelo menos concluido essa novela? Será que nesse então existirão meios de superificie ainda comissionados? Não percam o próximo capitulo de…
Atrapalhando A Marinha. Rsrs

Beserra(FN)
Visitante

Desculpem, mas estão ambos equivocados. O processo não se arrasta, está rigorosamente dentro dos prazos. A Paciência é que esgota, não é como comprar um automóvel para levar as crianças ao shopping.

Lembre, nem a US Navy define programas do tipo em menor tempo. O Programa iniciou a menos de 1 ano, saberemos o vencedor em pouco mais de 60 dias.

Dodo
Visitante
Dodo

Off-topic: aparentemente a rou 01 “uruguay” ainda está operativa na armada oriental. Recentemente participou de uma interceptação de pesqueiro brasileiro que adentrou ilegalmente em águas daquele país, inclusive realizando disparos quando este tentou fugir

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Sim, nossa esquadra de pesqueiros está desatualizada. Se fosse Chinês, o navio uruguaio não conseguiria atacar ou alcançar.
Ta mar pra nóis.

Nilson
Visitante
Nilson

Correto, essa nova invasão por pesqueiro brasileiro foi noticiada na imprensa uruguaia:
http://www.lr21.com.uy/comunidad/1389959-capturaron-a-un-pesquero-brasileno-en-aguas-uruguayas
Segundo tal notícia, o ilícito foi detectado pelo King Air 200 e a ROU Uruguay efetuou a apreensão.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Navio daquele tamanho pra caçar um barquinho chega a ser sacanagem!!!rs

Dodo
Visitante
Dodo

De fato, o problema entretanto é que a armada uruguaia se encontra numa situação tão lamentável, que eles só possuem 2 navios com capacidade ofensiva( o rou 01 mencionado anteriormente, e o rou 04 general artigas). Então não havia muita opção a não ser a utilização da fragata

Top Gan Sea
Visitante
Top Gan Sea

É! Será que precisava atirar em nação amiga! Será que eles vão atirar em nós usando uma fragata da classe Niterói supostamente doada pela MB!? Uma marinha de um navio só que sempre recebe ajuda da MB!! Achei desnecessário isso!!

Dodo
Visitante
Dodo

Top gan, o pesqueiro brasileiro se encontrava em águas jurisdicionais uruguaias, ele desobedece reiteradas vezes as ordens da embarcação para deter-se, entretanto descidi fugir para o Brasil. A atuação da armada uruguaia estava certa, se fosse no Brasil teríamos feito o mesmo .

BrComenta
Visitante
BrComenta

Boa Tarde.
para quem deseja fortemente a 4 revolução Industrial.
Deveriamos retirar do Estado do Rio de Janeiro.
a construção deste meios navais.
e compartilhar outros estado da Nação.
Muito concentrado em um unico estado.

elcimar.marujo
Visitante
elcimar.marujo

todos sem estrutura adequada,ou com histórico de má administração. complicado para se dizer que A é melhor que B. infelizmente aqui todos querem sempre dar suas opiniões,e sempre achando que seu ponto de vista é o certo,eu sigo no aguardo de uma nova linha de verbas para as forças armadas com o novo governo,a casa ainda esta sendo arrumada gente,muita água pra correr ainda,gente aqui que ajudou o pais a mudar e agora ficam aqui jogando balde de água fria em tudo,sejamos mais otimistas. onde quer que sejam feitas as corvetas,o importante é que se faça e comecem a mudar… Read more »

Julio
Visitante

Ja trabalhou em um estaleiro?
Ja viu uma solda ser feita?
Eu ja trabalhei em um estaleiro e nunca via trabalho melhor que do Rio no Brasil.
Esse monte de estaleiro feito na doutrina do pt serviu pra que?
Procura os premios dos navios feito em Niterói pra petrobras. O que acabou com uma grande indústria foi a ganância, a melhor do Brasil.

BrComenta
Visitante
BrComenta

Saudações Como Polo Industrial estratégico e que tem que ser protegido.sim. Como Diversidade e Desenvolvimento de novas areas no Brasil.Não. É Fato que a ilha das cobra da MB , vai acabar ganhando essa. Mas Eu desejo que seja feita em Pernanbuco ou uma Nova Base da Marinha. Pode ate ser finalizado no Rio. Mas tudo centrado em um unico estado da Federação. To fora. Negocio Pessimo. pois não so a Solda. É toda a cadeia que envolve uma estrutura gigantesca. Social de Varios estados,Faculdades e campos de provas,Industrias Novas e muito mais modernas.Empregos direto e indireto. O Rio ja… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Então por que muitas empresas compram navios no Wilson Sons (SP) e no Oceana (SC)?
E estou falando de empresas privadas e não de estatais ou da MB cujos processos de seleção são passíveis de interferência e não exclusivamente racionais.
Eu até concordo que os novos estaleiros das construtoras corruptas são ruins ou péssimos, mas daí para generalizar para todos os estaleiros fora do RJ é forçar demais a barra e, ainda, desconsidera o tanto de estaleiros problemáticos que existem/existiam no RJ, como EISA, Caneco e etc.

francisco
Visitante
francisco

Esqueceu de citar o INACE, que já foi inclusive citado neste site em: https://www.naval.com.br/blog/2018/06/29/corvetas-classe-tamandare-parceria-gsl-e-inace/
Ver parte da reportagem:
“O INACE é um estaleiro privado e 100% brasileiro localizado em Fortaleza, no Ceará. Líder nacional na construção de iates de luxo e navios patrulha, inclui-se também como um dos maiores fornecedores de embarcações offshore. Em mais de quatro décadas, são quase 700 embarcações entregues, aliando tradição e constante inovação na construção naval.”

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Não citei o INACE por não saber o deslocamento máximo dos navios produzidos por ele (se são do porte de uma corveta).

francisco
Visitante
francisco

Deixe de ser preconceituoso e procure se atualizar O INACE é 100% nacional e não tem nada com o PT. https://www.naval.com.br/blog/2018/06/29/corvetas-classe-tamandare-parceria-gsl-e-inace/

BrComenta
Visitante
BrComenta

A Ministra da Italia chegou ao Brasil
E Desejo que a Fincantieri seja a escolhida.
A Diversidade e o Compartilhamento de Conhecimento ,sera certamente um grandioso avanço em toddos os aspectos.ate as novas maquinas de Soldas e suas Aplicabilidades e etc.
Eu estou na forte torcida,que seja a Italiana e em Pernanbuco.
Industria forte , Faculdades e Empresas Nacioanais e Social sendo levado a serio.
Um Pais cada vez mais conctado a revolução 4.0 Mundial.

Henrique
Visitante
Henrique

Na verdade, deveria ser obrigatório na licitação a reforma do AMRJ, é a construção de todas lá… Ficaria melhor para a marinha, manteria a doutrina de construção e manutenção, além de ser mais econômico e acessível

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

Vc está certíssimo, a nossa Marinha sempre atrelada ao Rio de Janeiro

Kommander
Visitante
Kommander

Imagino como seria US NAVY com essa diretoria da MB, os navios não saíram do papel. Essa licitação já ta virando piada. Tão tratando 4 corvetas como se fossem 4 NAes.

Kommander
Visitante
Kommander

Sairião*

Souto.
Visitante
Souto.

Amigos a MB podera compra fragatas OHP??

elcimar.marujo
Visitante
elcimar.marujo

não..já foram descartadas,preço,custo alto de manutenção,modernização necessária de custo alto,muito usadas já,e por aqui não ficariam muito tempo navegando devido sua idade.tem outras opções no mercado que já foram colocadas aqui.

Humberto
Visitante
Humberto

Olá Elcimar, Particularmente para mim, as OHP são cartas fora baralho pois estão muito tempo paradas nos EUA, como alguns dizem, perdemos o momento para a aquisição. Mas não existem opções mais baratas e em número relativamente grande (algo a partir de 3) para a MB. Então, de repente, pode vir uma grande surpresa sim (não tenho fonte que me falou isto, é mais um acho) e acabarmos ficando com alguns OHP, mas no fundo, o que existe é uma certa neura de muitos foristas achando que vamos para o brejo se não tivermos escoltas suficientes para ontem, não é… Read more »

José Lemos filho
Visitante
José Lemos filho

Quem sabe, talvez a Boeing arremata mais esta! É só dá início ao progeto e se for bem avaliado ela leva tudo. Pare o mundo que eu quero descer.

Top Gan Sea
Visitante
Top Gan Sea

Boa!

Dodo
Visitante
Dodo

Se não fizessem isso, e os navios vivessem com algum problema, teria gente reclamando que a licitação foi apressada ou fraudulenta. Qnd fazem uma licitação seria e pesada o pessoal reclama, vai entender o povo brasileiro…

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Caramba, muito mimimi de vocês , nossa!!! Torço que o AMRJ seja modernizado tb, por que não inserir isso no pacote, mata dois coelhos!!!!

Roberto
Visitante
Roberto

Pô isso já ta enchendo o saco….. desiste logo dessa m**** e compra uma pronta que não seja tipo: inhaúma (banheira), pra que tantos tipos de navios, se nenhum funciona direito.
ahhhhh: pelo jeito as type 23 estão no bagaço, vem FREMM.
Corveta pra mandar pro Líbano, e passar vergonha??????
Já esta na hora da marinha parar de queimar dinheiro!

Marujo
Visitante
Marujo

A demora na construção da Barroso no AMRJ foi atípica na vida da instituição. Exemplos de respeito a prazos não faltam: as fragatas União e Independência, as corvetas Inhaúma e Jaceguai
, o navio escola Brasil e quatro dos nossos IKLs. Então, mais respeito com o Arsenal.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

E os longos PMGs?
E o NDD Ceará que após um longo PMG, na primeira viagem, teve “perda total”???

Dodo
Visitante
Dodo

Quais longos PMG’s? Um período de manutenção dura o tempo que os engenheiros julgarem necessário para a segurança e plena operação da embarcação. Mas isso não significa que erros não possam ocorrer, aliás exemplos de navios dando problema após seu pedido do de manutenção é o que não faltam nas várias marinhas ao redor do mundo, inclusive a US navy que você adora bajular

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Na ânsia de defender a MB você me fala isso? Que a demora se deu por determinação dos engenheiros responsáveis? Foi falta de dinheiro mesmo, com pitadas de falta de planejamento. E não dá para dizer que o NDD Ceará saiu do PMG seguro e em plena operação, né? Foi exatamente o contrário disso. E não, eu não bajulo a USN e o fato dela, eventualmente, ter tido algum problema num PMG não justifica que também tenhamos. Ou se algum navio da MB abalroar um cargueiro você vai defender a colisão, pois já aconteceu com a USN também? O que… Read more »

737-800Carioca
Visitante
737-800Carioca

A briga tá boa e ninguém quer perder. Enquanto uns ficam quietinhos e não se manifestam, outros incrementam as propostas ainda acreditando numa reviravolta pois, lá no fundo, muitos têm a sensação de que tá tudo encaminhado pra Damen-Saab, que também oferece uma interessante belonave. Mas minha torcida fica pra Meko A100, que nesta proposta deslocará 3.200 toneladas, pouca coisa a menos do que a Meko 200.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Concordo, são 700t a mais, mais de 25% de diferença e sinceramente, sabemos que em mar aberto faz diferença e eu sou pessimista quanto a outros novos vasos!

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Nos Temos que ter em mente que essa e mais uma Etapa :
1ª convidar participantes
2ª recebimento ofertas
3ª escolha quartas de final
4ª recebimento ofertas melhoradas
5ª escolha do times finalista
6ª recebimento oferta final
7ª escolha do ganhador

Amanha, por exemplo vem o consorcio da SAAB e oferece a modernização do AMRJ e de quebra a modernização da Barroso também …

Uma Licitação e mais demorada sim mas oferece oportunidades incríveis se tiverem sabedoria para melhor negociar

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Saab que ,a propósito, está caladinha só observando pra dar o cheque-mate !!!
Obs. além da Barroso ainda mete os navios caça minas no meio e fecha a conta com a mod do AMRJ!

Vovozao
Visitante
Vovozao

14/01/19 – segunda-feira, bnoite, Tomcat, também acredito nisso, porque SAAB/DAMEN ficaria com elas na doca quando tem outros interessados, ouve um boato muito forte que a MB, iria assinar a compra/modernização dos cacas-minas, e, de repente o assunto esfriou. Logo depois houve informação do primeiro lugar da SAAB/DAMEN, os outros concorrentes faraó tudo para não entregarem este prêmio. Desde o começo sempre digo quem SAAB em abriu irão dar o prêmio.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Simples assim vovozão !

Diego
Visitante
Diego

Essa novela das corvetas ta chata mesmo hein, fosse ao menos fragatas poderia dar oq flar.

GabrielBR
Visitante
GabrielBR

Não concordo! Tudo que puder ser feito pelo setor privado deve ser feito no setor privado e ponto.

Hélio
Visitante
Hélio

Por quê? Isso não tem o menor cabimento, aí o “setor privado” é vendido para uma empresa estrangeira e todo o conhecimento se perde? Todo o suporte se perde? Todo o desenvolvimento se perde? E se o “setor privado” falir? O governo vai ter que socorrer? Veja o caso da Embraer, gastou-se bilhões para desenvolver tecnologia para quê?

Juarez
Visitante
Juarez

:Dos quatro que aí estão no short list, os Franceses serão o famoso ” rufião”, e dos três, o Oceana e o Wilson Sons são os dois melhores, não somente em estrutura, mas em ter pessoal de boa cepa, com qualificação e por estarem continuamente construindo navios de apoio.
Quando se fala em concluir os navios no AMRJ, que hoje não tem condições de fabricar nem um escaler, sem referem a instalação de armamentos e integração de sistemas.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Caro Juarez,
Será?
Não duvido que a MB tente empurrar a união dos blocos para o AMRJ e uma reforma nas suas instalações, o que certamente irá aumentar o preço da compra.
Dá para ver pelos comentários aqui que muita gente ainda acha que o AMRJ possui as melhores instalações e a mão de obra mais qualificada para construir as Tamandarés. Não duvido que muitos almirantes pensem o mesmo.

Gabriel Oliveira
Visitante
Gabriel Oliveira

Esse é o ponto ,essa paixão da MB por se fazer tudo no AMRJ.

Juarezos anos sobre a carcaça.
Visitante
Juarezos anos sobre a carcaça.

Boa tarde. Rafael, meu filho, a media de idade do pessoal que pega no pesado AMRJ, hoje e de 50 anos. .Eu, tenho 54, e sei o que e o peso dos anos na carcaça Tchê, da fora como está hoje a arquitetura do arsenal, não e possível montar em blocos, só da forma antiga. Para fazer isto, vão ter que gastar um bom dinheiro lá, dinheiro este que a MB não tem. Não vai atrás destes abobados que por aí estão, sem saber para que lado se aperta um parafuso, afirmando que algum do concorrente fará uma reforma lá… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Pois é Juarez, tem gente que acredita em reforma do AMRJ de presente. Se ainda fosse uma reforminha, tudo bem, mas aquilo ali demanda muito recursos.
Mas eu não duvido que acabem decidindo por uma proposta que contemple uma ampla reforma do AMRJ e que extrapole os valores de referência da licitação.
No Brasil eu nunca duvido de nada.

William Munny
Visitante
William Munny

Eu acredito que com o adestramento e expertise que nossa Marinha possui essas 4 corvetas ficarão prontas até 2034!!!

Top Gan Sea
Visitante
Top Gan Sea

Isso já virou uma novela de Roque Santero com mais de 1000 capítulos. Sempre uma mudança no processo. Situações, adendos, requisitos que já poderiam terem sidos contemplados desde o início do processo de licitação que na ocasião poderiam terem sido analisados também pelos concorrentes já eliminados. Estão parecendo amadores.

Eduardo
Visitante
Eduardo

Continuo batendo na opinião de que devem comprar pronto porque é mais barato.

Transferência de tecnologia? Para quê? Vao navegar 40 anos e quando tiver que trocar será outra tecnologia. Nenhum vizinho vai comprar também! Serão só as 4. Se as fizerem!

E não me venham dizer que se adquirime conhecimento para esse e outros projetos e blá blá blá, porque não conseguimos construir nem navios patrulha. Um simples rebocador é um parto para fazer!

Então, que não se pague pelo não será usado, chega de DESPERDÍCIO de dinheiro público.

Alessandro
Visitante
Alessandro

to achando que vai dar Damen-Saab, ninguém fala mais nada deles, e só vejo falar das outras três, to acreditando que eles vão surpreender no final com um boa proposta, é apenas um palpite de um palpiteiro rsrs..

William Munny
Visitante
William Munny

A Marinha não está preocupada com seus navios! Ela está preocupada com o soldo de seus militares!

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Cuidado, se vc disser que eles precisa dar um jeito nisso e na sua respectiva previdência antes de pensar em qualquer investimento vc vai ser crucificado! Enquanto isso, passa tubolit e navega mais um pouco!

wwolf22
Membro
Noble Member
wwolf22

que blz, apagaram meu comentario… Parabéns…

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Se vc não foi mal educado eu duvido, esse sistema que é pré histórico mesmo, podiam colocar o disqus pra podermos acompanhar nossas discussões de modo civilizado! Hahahahah

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Já me aconteceu desaparecer e aparecer no dia seguinte

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Bem, vamos resumir, as corvetas vão sair ou não??
Tudo bem, não precisa explicar!
Vai demorar 30 anos para serem construidas, pq a MB gosta de ser cucaracha da RN!
Então, tudo bem!
Esperamos como bons brasileiros.
Pq!!!
Somos o país do FUTURO!!
E com certeza bem lá no futuro!!
Uns 100 mil anos.
Mas, um dia, chegamos lá!
Pena que um ano depois segundo uma vidente aqui perto o mundo irá acabar!!
Well, este é o Brasil.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

^^ era muito mau mesmo essa visão, eu não pagava a essa vidente.

Pires
Visitante
Pires

Dos comentários mais interessante visto aqui; foi do Dodo, Brasileiro, patriota e realista, não tem espirito de vira lata e nem sentimento esquerdista. Poxa vida, projeto de bilhões de reais do contribuinte tem que ser bem conversado, olhar as vantagens cada fabricante trás pra depois fechar o contrato, tem que pensar nas transferência de tecnologias. Certíssimo o que a MB,esta fazendo, sem pressa.

Dodo
Visitante
Dodo

Obrigado Pires! Abração

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Concordo

Nilson
Visitante
Nilson

O AMRJ, no estado em que se encontra, mal consegue terminar um navio patrulha que já pegou pela metade. Respeito o pessoal lá alocado, a história da unidade, mas tudo indica que há uma obsolescência de meios e envelhecimento/perda de capacitação do pessoal. Teve o problema de passarem de celetistas para estatutários, é mais do que claro que para atividades de produção material o regime estatutário não funciona. Tem também uma superposição com a Emgepron, é sempre difícil entendermos quem vai fazer o que. Então, uma solução para o Arsenal é complicada. Para mim, o modelo atual não comporta grandes… Read more »

Eduardo
Visitante
Eduardo

É o que digo, péssimo negócio pagar por tecnologia que não será usada. Não se faz um navio patrulha…

Alguém em sã consciência ainda acha que virão mais que 4 navios? Os, até mesmo, os 4 iniciais? Vão navegar 40 anos no mínimo.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

O AMRJ ,assim como os outros pontos da MB onde se pode docar e dar manutenção em seus meios, deve se focar simplesmente na manutenção, o q já propicia trabalho sem fim. Precisa modernizar? Precisa,mas a construção dos meios podem se dar em estaleiros privados mesmo. Mantém a construção dos Submarinos na nova e moderna base o qual já é o objetivo e pronto.

Baschera
Visitante
Baschera

“Zé” …. é o seguinte: Só compro teu carro se você reformar minha garagem. Mas é lá no RJ !

Calma que a NASA também vai estudar a MB !

Sds.

737-800RJ
Visitante
737-800RJ

Entendi o que você quis dizer e até concordo, mas estão sendo compradas 4 corvetas, e não 4 barquinhos de pesca.
Se você chegar na Lamborghini e falar que vai comprar 4 Aventador de uma só vez com a condição de que eles reformem sua garagem, acho que fariam negócio… 😅

Juarez
Visitante
Juarez

Não, se eles soubessem que custo da reforma da garagem seria o preço de um Lamborguini.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Depois da prisão do Cesare Batiste, vai dar Fincatiere, aguardem novas notícias, com incremento do AMRJ, quem aposta?

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

‘Dos comentários mais interessante visto aqui; foi do Dodo, Brasileiro, patriota e realista, não tem espirito de vira lata e nem sentimento esquerdista. Poxa vida, projeto de bilhões de reais do contribuinte tem que ser bem conversado, olhar as vantagens cada fabricante trás pra depois fechar o contrato, tem que pensar nas transferência de tecnologias. Certíssimo o que a MB,esta fazendo, sem pressa”.
Concordo com vc meu amigo, mas, o jogo está a 30 segundos de terminar o segundo tempo, ou seja já era para ontem e não para agora.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Estrutura estatal de produção? Somente nos rigores da China é que pode funcionar. Nos cálidos trópicos sonolentos, jamais. Uma estrutura como Itaguaí, gerida na ansiá de lucro de uma conhecida empreiteira até produz algo. A estrutura de produção privada, não estruturada em favores e benesses poderá produzir os navios de que a MB carece.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Se tivessemos um estaleiro estatal como o PT PAL da Indonésia que fabrica e exporta vários navio civis e militares, inclusive submarinos, valeria a pena investir nele, mas investir no AMRJ que está totalmente defasado e não tem possibilidade de expansão para se tornar um estaleiro de grande produção seria jogar dinheiro fora para encher o ego do almirantado.
A Damen repassou a tecnologia para PT PAL construir suas fragatas modulares e os sul coreanos para construir submarinos, com o primeiro lançado este ano, mas vejam a diferença entre o AMRJ e a PT PAL.
. https://en.m.wikipedia.org/wiki/PT_PAL

Elson Duarte
Visitante
Elson Duarte

Alguém sabe informar qual a data do anúncio do consórcio vencedor ?

Nilson
Visitante
Nilson

Parece que não foi divulgada uma data exata. Nas notícias de novembro do ano passado, a expectativa é que o anúncio ocorra em março ou abril de 2019.

Renan Lima Rodrigues
Visitante
Renan Lima Rodrigues

Uma pena ver a MB nessa condição, de mão em mão esse mesmo papo da construção das corvetas classe Tamandaré, mas até hoje nada de uma construção decisiva. Porquê a Marinha do Brasil não constrói esses navios pela IHI (antiga Kure), Mitsubishi, Uraga (Seria a Sumitomo hoje em dia) ou a própria Kawasaki? Não seria mais em conta?

Nilson
Visitante
Nilson

O principal motivo é porque nenhuma empresa japonesa se inscreveu na licitação.

Marujo
Visitante
Marujo

Nessa lícitacao, minha preferência vai para os projetos acima de 3 mil toneladas , como o alemão e o francês. Se for escolher com tonelagem abaixo disso, fico com o projeto nacional.

MarceloBP
Visitante
MarceloBP

“Na opinião desse mesmo oficial DESDE O INÍCIO do processo licitatório deveria ter havido a condição de se construir os navios no AMRJ…”

Em outras palavras, se a MB “inventar” esse quesito de escolha no atual estágio do processo e que venha a ser decisivo no resultado final do certame, a parte (ou partes) derrotada(s) provavelmente judicializarão a questão, algo que atrasará – ainda mais – o seu desfecho.
Nem vou citar o que penso sobre essa “tentativa” de incluir tal quesito de escolha perto do deslinde do certame, pois não gosto de fazer acusações sem provas.
Sds.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Já estão colocando a carroça na frente dos bois.
Ninguém mandou nomear um melagomaniaco para o comando e não um com o mesmo perfil do Almirante Leal.

ALEXANDRE
Visitante
ALEXANDRE

É o que digo,melhor comprar os asahi do que fazer aqui

jose
Visitante
jose

to duvida aqui será vai um prazo mais curto fx da fab?será vai sair antes 3° guerra mundial? vc conhece algum apis mais enrolado que brasil para aquisição e fabricação equipamentos militares no mundo,será até nisso somos campeões?

Oráculo
Visitante
Oráculo

O grande problema da Gloriosa Marinha do Brasil é a mediocridade de seus almirantes. Um bando de “almirantes de terra” que adora morar em Copacabana ou na Barra da Tijuca, e ama a vida de “autoridade” que levam na cidade outrora maravilhosa. Se depender desses néscios a MB vai viver presa num passado aonde tudo tem que ser feito no Rio de Janeiro, como se lá ainda fosse a capital do Império. Nenhum deles quer abandonar a vida glamourosa em terras cariocas, e a esquadra fica submissa a suas vontades. O absurdo desse “item oculto” que favorece o consórcio que… Read more »