Home Aviação Naval Porta-aviões japonês atacou a China em 1932

Porta-aviões japonês atacou a China em 1932

14819
45
O porta-aviões Kaga, da Segunda Guerra Mundial

O poder aeronaval japonês demostrou sua capacidade muito tempo antes do ataque à base naval americana de Pearl Harbor em 1941.

Em 29 de janeiro de 1932, o porta-aviões Kaga, levando 1.500 fuzileiros e acompanhado por mais 11 navios, atacou Xangai, com aviões Nakajima A1N e Mitsubishi B1M.

Os ataques foram realizados “incessante e indiscriminadamente” contra o bairro densamente habitado de Chapei, segundo relatos de funcionários britânicos do Ministério do Interior, matando um número incontável de civis.

Um correspondente da revista Time descreveu o porta-aviões Kaga como “o mais novo tipo de terror marítimo, contendo mais de 60 aviões em seu enorme e esquisito convés, com fumaça saindo de sua estranha chaminé horizontal.”

A manchete do New York Times dizia: “Aviões aterrorizam cidade constantemente”. O correspondente Hallet Abend observou: “Aviões japoneses circulavam a área de Chapei, dando às testemunhas chocadas o espetáculo sem precedentes de um letal bombardeio aéreo de uma região metropolitana densamente povoada e desprotegida”.

O primeiro incidente de Xangai raramente é mencionado, mesmo em histórias minuciosas da Segunda Guerra Mundial e de fato, ele deu início ao longo mergulho rumo à guerra do Pacífico.

O ataque a Xangai também demonstrou o papel fundamental do porta-aviões: a projeção de força em apoio a uma política nacional em uma região em que o poder aéreo baseado em terra não está disponível.

Apenas nove anos mais tarde, o Kaga levaria seus aviões por metade do Pacífico para um ataque muito mais memorável.

IJN Kaga em 1930

Aviões B2M, A2N, e Ki-4 operando a bordo do Kaga, em 11 de maio de 1937

FONTE: Asas: uma história da Aviação: das pipas à era espacial – Tom D. Crouch. Editora Record

45
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
31 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
28 Comment authors
rochaPaulo CostaCelsoTomcat véio de guerraDalton Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
ednardo curisco
Visitante

O Japão já tinha testado quase todas as suas técnicas e táticas quando se chegou na 2 GG.

A surpresa mesmo que os EUA receberam foi um ataque tão distante e feito de forma tão secreta.

Obs.: o presidente dos EUA sabia que os EUA teriam que entrar e guerra e estava tentando manobrar politicamente para intervir na Europa e se preparar contra o Japão. O problema é que o congresso e a população eram altamente contrários a mais uma ‘guerra do velho mundo’.

Cesar Gonella
Visitante

Por isso,os EUA esperaram o ataque japonês ,os EUA já tinham decifrado o código da marinha japonesa ,Sabiam onde e quando seria o ataque ,tanto é q os portavioes saíram de pearl Harbor antes do ataque para manobras em alto mar ,o resultado todo mundo sabe , milhões de americanos correram para se alistar numa guerra justa !!!!! Será?

Dalton
Visitante
Dalton

Isso é lenda…dos 3 NAes da Frota do Pacífico o “Saratoga” estava na costa oeste pois havia passado por um período de manutenção, o “Lexington” havia sido enviado para Midway e o “Enterprise” para Wake transportando aeronaves para ambas as ilhas…e o “Enterprise” quase entrou em “Pearl Harbor mais cedo naquela manhã , ou seja ele estava próximo demais, se os americanos realmente soubessem o “Enterprise” teria estado muito mais distante.

ednardo curisco
Visitante

Não creio que os EUA deram mole de propósito para comover a sua população. E temos que separar o governo e alto comando. O povão e congresso não queriam gastar seu sangue nem dólares em guerras provocadas por aristocratas no outro lado do mundo, nem que ‘amarelos’ do outro lado do mundo. E isto se converte na real em pouco orçamento para as forças armadas e pouco pessoal, pouco treinamento e tecnologia defasada. Os EUA eram uma grande potência, e já conseguia se defender. Já o alto comando e a presidÊncia dos EUA sabiam que a defesa dos interesses dos… Read more »

ednardo curisco
Visitante

Se não me engano o apelido dele era ‘ferro de passar roupa’

José Carlos David
Visitante
José Carlos David

Ferro de engomar foi dado a um dos primeiros porta-aviões britânico, o Argus.

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Essa conversão em PA deveria fazer o bixo balançar muito…

André Luiz.'.
Visitante
André Luiz.'.

Na foto de 1930 onde o HIJMS Kaga é visto de cima, o convoo parece mais curto que nas demais fotos; são bem visíveis duas baterias de canhões na proa, em um deck abaixo do convoo, e mais à frente na proa há mais um deck inferior onde estão outros aviões biplanos, aparentemente de menor envergadura que os modelo no convoo superior… O Kaga passou por outro retrofit (na verdade, o Kaga era pra ser um encouraçado!, da classe ‘Tosa’) ?…
… Pesquisando no Wikipedia, acabo de confirmar que sim, ele recebeu um retrofit em 1934, quando o convoo foi estendido!

Renan Lima Rodrigues
Visitante
Renan Lima Rodrigues

Ele era um dos integrantes da Eight-Eight Kantai, junto com a classe Amagi, próprio Tosa e o enorme No13. Todos eles seriam cruzadores de batalha e encouraçados pesadamente armados, levemente blindados, mas com uma boa velocidade. Tosa,Amagi e Kii teriam 10 canhões de 410mm/45 de 2.5 rodadas por minutos, e 30 nós de velocidade (cascos beirando os 240 a 260m) Number 13 era antes do Izumo, com 8 enormes canhões de 457mm calibre 45 ou 50, que pudessem atirar projéteis Type 3 de 1550kg a 32 a 36km (elevação de 30 graus em 1920)… Esse seria um monstro, 275 metros… Read more »

Augusto
Visitante
Augusto

A realidade de 1932 é muito diferente da atual. Não havia a sofisticação das defesas antiaéreas, dos mísseis, dos submarinos e dos meios em geral atuais. O NAe podia reinar absoluto. Esse é somente um pequeno episódio da série em que Japão nadava de braçada e praticava absurdos indizíveis contra o povo chinês. Algumas manifestações públicas chinesas (populares e/ou oficiais) demostram que quem apanhou (muito) não esqueceu. O atual pueril pacifismo japonês aliado aos crescentes espírito beligerante e sofisticação tecnológica chineses podem vir a ser a fórmula perfeita de uma revanche.

Cesar Gonella
Visitante

Nunca se deve esquecer do bushido!!!

Andromeda1016
Visitante
Andromeda1016

Bushido? Aquele código de honra e ética dos samurais que os japoneses usaram para degolar prisioneiros de guerra, fazer experiências médicas con pessoas vivas, manter escravas sexuais por onde andavam, etc? Não, não esqueceram.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Exatamente.
Agora a situação se inverteu e a China é muitíssimo mais poderosa que o Japão. Acho melhor os japoneses ficarem quietos no seu canto.

PauloSollo
Visitante

A experiência de combate acumulada pela China foi a de ser facilmente dominada por todos que a invadiram. Eles não têm 1 milésimo da experiência e nem da ferocidade em combate dos japoneses. Independente de quantos vasos de guerra tenham, se lutarem contra os japoneses, serão liquidados novamente. A China não têm cacife para derrotar ninguém, é apenas um enxame de ratos rugindo.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Com toda a inexperiência chinesa em guerras, eles empurraram os americanos de volta à Coreia do Sul e os fizeram sentar à mesa de negociações para tratar de paz.

Celso
Visitante
Celso

mais uma besteira, na verdade os invasores do norte chegaram bem fundo na koreia do sul e naquele momento os americanos ainda nao estavam em terra, etc, etc,….quem os expulsou de volta ao norte foram justamente os americanos e o impasse so aconteceu quando os chineses que ja estavam aos bracos com o norte, se deram conta que perderiam centenas de milhares de soldados alem de sequer terem condicoes de enfrentar a poderosa USAF ou a USNAVY. Mesmo assim, acho que os americanos cansaram do impasse aceitaram passivamente a divisao quando viram que tambem a antiga URSS estava se envolvendo.… Read more »

Vinicius oliveira
Visitante
Vinicius oliveira

Ja pensou se a china começar a cobrar a conta em ?!

Andrew Martins
Visitante

Boa tarde senhores! Gostaria de perguntar algo que não está relacionado a matéria mas envolve uma embarcação histórica.
O encouraçado São Paulo náufragou no Atlântico quando estava sendo rebocado para desmanche. A Marinha ou alguém em algum momento demonstrou interesse e encontrar a localização da embarcação?

Sandro Malta Moran
Visitante
Sandro Malta Moran

Esse navio naufragou durante ocorrência de forte neblina, a algumas milhas dos Açores. Pelo que sei, não houve interesse em localizá-lo.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Por mais que o Japão queira negar seu passado, no fundo eles sabem o que eles mesmos fizeram, por isso a grande preocupação com a China de hoje, é aquela história, quem bate esquece, quem apanha nunca.
Já fazem muitos anos ? Sim, mas a Ásia é um OM um pouco menos radical, mas muitos ainda tem ressentimentos com o Japão, volta e meia a Austrália entra em atritos com pesqueiros japoneses.

kevinbuenuu
Visitante

Sem falar da Coreia que as vezes se “bica” com o Japão, devem ser mágoas do passado.

nonato
Visitante
nonato

Mas Austrália e Coreia do sul não querem se vingar.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Verdade Kevin, vai desde escravas sexuais, até navio coreano contra avião patrulha do Japão, a verdade é que a Coreia do Sul ainda não esqueceu as mágoas do passado.

Celso
Visitante
Celso

Koreano tem tanta ou mais historia que chineses e japoneses. Detalhe, nao se bica nem com um e nem com outro. Simplesmente se aturam por razoes obvias (economicas) Se houvesse tal confronto hoje, todos perderiam e muito voltando aos idos imperiais e ditatoriais de mil anos atras. Os tem idioma proprio, costumes bem diferentes dos chinas e japoneses. Ja foram invadidos tantas vezes e sempre sobreviveram…muita raca e tomem que sao bem arrogantes tambem. Alias, nao sei qual deles e pior , tanto nesse aspecto quanto a costumes. rsrsrsrsr

Celso
Visitante
Celso

Japones nao e santo mesmo, muitos ainda tem aquela arrogancia e forma de trato rispida com quem julgam inferiores. Minha esposa e japonesa, minha sogra ainda viva e daquela epoca (tem 93 anos), sou descendente de arabe e nao foi facil ser aceito nessa familia. Ainda hoje sinto certa hostilidade e la se vao mais de 40 anos rrsrsrsrsr. Conheco o Japao de norte a sul onde ja estive por 2 vezes e certas coisas nao mudam. No geral a populacao so quer viver sua vida, mas………quem viver, vera.

Maus
Visitante
Maus

A China atual é o Japão do passado.

Jakson de Almeida
Visitante
Jakson de Almeida

Não meu caro! A China de hoje e a Russia de 1905.

Celso
Visitante
Celso

Nao mesmo, nem em sonhos. A China de hoje e a mesma de 2500 anos atras com mais territorio unificado e ou invadido que tinham. Dos usos e costumes, assim como filosofia, continuam os mesmos e se adaptaram de forma propria nos ultimos 40 anos. Mas continuam os mesmos. Nao dependem de ninguem, tem vida propria ate mesmo na forma de governar, com pitadas leninistas.

Andromeda1016
Visitante
Andromeda1016

Atualmente o governo japonês tem um navio chamado Kaga em homenagem ao mencionado na matéria. Dizem que a única coisa que o Japão lamenta em relação à segunda guerra foi ter perdido ela (danem-se as mortes causadas por eles), e isso nunca é tão patente como quando eles nomeiam seus modernos navios de guerra com os nomes dos navios utilizados naquela guerra. Tenho convicção de que eles procuram a redenção dessa “injustiça” numa eventual guerra com a China e a Rússia.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

São nomes de província…

Elton
Visitante
Elton

Até nos animes eles glorificam e fazem alusões aos feitos da antiga marinha imperial excluindo todas os detalhes dos crimes de guerra que as forças imperiais cometeram.

Andromeda1016
Visitante
Andromeda1016

Nomes de províncias utilizadas em navios de guerra para fins bélicos. Com tantas referências a coisas boas e pacíficas naquela terra linda, será que possuem atrofia de criatividade quando precisam dar nome a navios de guerra e precisam repetir os nomes ad nauseam?

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

O Japão de hoje tem uma população muito mais envelhecida do que nas décadas de 30/40 do século passado. Não tem os recursos nem a energia necessária para enfrentar, com perspectiva de vitória, a China, a qual também está passando pelo processo de envelhecimento populacional.

Celso
Visitante
Celso

nem chineses e nem japoneses. muito latido e rosnados, mas sabem que num confronto entre ambos, todos vao perder e muito. Terra arrasada pelos proximos 60 anos. Vao perder o bonde economico da historia e voltar ao um passado que nao querem e nem precisam.

Renan Lima Rodrigues
Visitante
Renan Lima Rodrigues

Como eu amo a história da Rengo Kantai, de preferência a ComDesDiv 18 da DesRon 2,ordenada pelo almirante Tanii Tamotsu em 1944 com o IJN Urakaze como carro chefe. Com a excelente escolta Isokaze,Hamakaze,Tanikaze e Urakaze,todos da classe Kagerou. Fizeram um trabalho decente em relação a ASW e ASuW (Embora eram deficientes na função Type B “Anti aéreo”) E a frota de cruzadores pesados, como o ilustre Ashigara que afundou o Exeter, Haguro num hit só de 610mm destruiu o De Ruyter 1935 nas duas batalhas de Java, Choukai, Kinugasa, Tenryuu,Furutaka e Kako (Afundou o USS Quincy) em Sua, foram… Read more »

Guacamole
Visitante
Guacamole

Sou o único aqui que achou o desing desse troço bonito?
Mesmo o exaustor de gases pra baixo parece ser futurista até pra época de hoje.
Claro, eu não gostaria de dormir do lado daquele negócio jorrando fumaça e calor na minha cabine. Mesmo assim, bonito demais.

kevinbuenuu
Visitante

Eu fiquei na duvida de como o pouso era feito, a pista parece bem curta

Guacamole
Visitante
Guacamole

Acho que por arrasto.
Os aviões que transportava tipo os Zeros e os aviões lança-torpedos pesavam cerca de 1,5tons a até 2,5tons.

Suponho que isso faça com que não se precise de um deck de voo tão longo, mas posso estar errado.

Sandro Malta Moran
Visitante
Sandro Malta Moran

Na verdade, ele parece um cruzador ou encouraçado adaptado.

Dalton
Visitante
Dalton

“Akagi” e “kaga” foram os equivalentes do “Lexington” e Saratoga” que seriam grandes cruzadores de batalha, mas, foram terminados como NAes, mas, os navios japoneses copiaram os NAes britânicos “Furious”, Glorious” e “Courageous” que tinham conveses múltiplos de voo, mas, a medida que as aeronaves se tornavam maiores essa “vantagem” foi perdida e os japoneses tiveram com grande sacrifício reconstruir os dois que daí sim se tornaram tão bons quanto os “Lexingtons”.

Tomcat véio de guerra
Visitante
Tomcat véio de guerra

Faço parte de quem acha esses “troços” feios demais!!! Não entendo como alguém que construiu encouraçados e cruzadores tão lindos conseguiu construir/adaptar esses monstrengos horrorosos!!!

P.S.: Tomcat 4.0, achei um “novo” nick para mim, kkkkk

Celso
Visitante
Celso

o famos e atual tema dos stealth…..kkkkkkkk perfil bem baixo, fumaca bem escondida e para baixo, etc…..mas como comentaram, nao gostaria de estar nessa parte de tras e na horizontal da chamine rsrsrsrsrsr se nao me falha, corvetas alemas nao lembro a classe possuem a mesma ideia de exaustao na horizontal. nada se cria, mas se copia..rsrsrs

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

eu achei um navio bonito e elegante.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

O Japão que se cuide e trate de fazer porta-aviões de defesa 今 !!!

Porque a china quer invadir e dominar tudo e o Japão ta no cardápio.

rocha
Visitante
rocha

O Bushido. código seguido pelos Samurais japoneses, surgiu no Japão Medieval, e era seguido por uma casta de guerreiros que além de demonstrarem habilidade nas armas deveriam seguir rigoroso sistema disciplinar e espiritual afim de atingirem a perfeição guerreira. O ataque contra mulheres e civis era vergonhoso, não obedecer a uma ordem superior era impensável, a sua própria vida não lhe pertencia mas sim ao seu mestre.Havia soldados de castas inferiores para a prática de altos “vergonhosos”. N a 2ª guerra guerra mundial . milhões de Japoneses se inspiravam no bushido, mas poucos o praticavam na integra. \apesar do \marechal… Read more »