Home Marinhas de Guerra Submarino dos EUA participa do SUBCOMP da JMSDF

Submarino dos EUA participa do SUBCOMP da JMSDF

1974
14
Submarino de Ataque da classe Los Angeles

YOKOSUKA, Japão – Um submarino nuclear de ataque da classe de “Los Angeles” da Marinha dos EUA está participando da Competição de Submarinos (SUBCOMP) da Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF), que começou em 13 de fevereiro.

O SUBCOMP é projetado para avaliar e testar tripulações japonesas em múltiplas plataformas sobre sua capacidade de conduzir vários aspectos da guerra antissubmarino.

A inclusão dos recursos da Marinha dos EUA no exercício também oferece uma excelente oportunidade para integração e coordenação bilateral em um ambiente de guerra antissubmarino tanto para a Marinha dos EUA quanto para a JMSDF.

Além do submarino dos EUA, o SUBCOMP deste ano contará com vários submarinos da JMSDF, quatro alas de aeronaves, um esquadrão de helicópteros e cinco navios da JMSDF, incluindo o destróier porta-helicópteros JS Ise (182) da classe “Hyuga”. A tripulação de melhor desempenho será reconhecida com o Japanese Battle Efficiency Award.

Destróier porta-helicópteros Ise
Destróier porta-helicópteros Ise

“O sucesso do treinamento de setembro de 2017 é uma indicação de como esse exercício é valioso para nossa prontidão e cooperação bilateral”, disse o capitão John Stafford, Chefe de Pessoal Adjunto para Operações do Grupo 7 (COMSUBGRU 7) de Submarinos. “Este é o tipo de exercício antissubmarino que nossas tripulações treinam em terra e praticam no mar. Temos a satisfação de nosso submarino ter a oportunidade de usar bem seu treinamento e esperamos ter a oportunidade de mostrar nossas habilidades enquanto trabalhamos com nossos colegas japoneses em um ambiente avançado.”

“Estamos muito contentes em ter um submarino da Marinha dos EUA desempenhando um papel na Competição de Submarinos deste ano”, disse o capitão Toshiaki Hoshina, vice-chefe de operações, comandante da Força Submarina da Frota Japonesa, que organizará o exercício. “Sua participação melhorará significativamente nossa interoperabilidade e fortalecerá a parceria entre nossas forças.”

Durante o exercício, um técnico de sonar da Marinha dos EUA do Centro de Dados da Marinha da Frota do Pacífico dos EUA embarcará em um submarino da JMSDF.

“À medida que expandimos o nosso papel no Indo Pacífico, espero que continuemos a desenvolver nossas capacidades junto com nossos aliados, e busquemos agressivamente essas oportunidades para aprimorar nossas habilidades nesta região vital e dinâmica”, disse Stafford.

A COMSUBGRU 7 dirige atividades submarinas em todo o Pacífico Ocidental, Oceano Índico e Mar da Arábia; dois submarinos desdobrados e quatro submarinos de ataque baseados em Guam; cinco embarcações do sistema rebocado de sensores de vigilância e três embarcações de levantamento oceanográfico quando incumbidas de operações de guerra antissubmarino de teatro.

Submarinos da JMSDF
Submarinos da JMSDF

FONTE: US Navy

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo R
1 ano atrás

So o que tem na foto ja representa mais submarinos do que a grande maioria dos paises que os possuem….

Mauro
Mauro
Reply to  Marcelo R
1 ano atrás

O problema é que a grande maioria não tem o bafo da China no cangote.

Corcel
Reply to  Mauro
1 ano atrás

A China é um perigo muito maior para países que não tem como se defender do que os EUA.

Jakson de Almeida
Jakson de Almeida
1 ano atrás

O que falar da ultima foto!
Um pais que leva sua defesa a serio.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
1 ano atrás

Eita, que muito desses submarinos dos EUA já devem ter passado beirando nossa costa e nem imaginamos…

kemen
kemen
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 ano atrás

Com certeza, e as aguas territoriais de muitos paises, desde que a profundidade permitise; vigilia constante.

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 ano atrás

Eles são maquinas de guerra construidas exatamente pra esse propósito, fantasmas ceifadores .

Dalton
Dalton
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 ano atrás

Você não poderia estar mais enganado…não é muito difícil saber sobre o destino dos submarinos da US Navy, isso é anunciado até em redes sociais e o destino dos submarinos da Frota do Atlântico invariavelmente é o Atlântico Norte, eventualmente Oriente Médio, mesmo o Ártico tem recebido uma maior atenção por parte dos submarinos. Não há muitos submarinos disponíveis na Frota do Atlântico, para se desperdiçar um deles no Atlântico Sul, muitos estão passando por manutenções ou treinando relativamente próximos de suas bases para futuras missões. . Por exemplo, Como devidamente anunciado o USS North Dakota da classe “Virgínia”, retornou… Read more »

Rafael_PP
Rafael_PP
Reply to  Dalton
1 ano atrás

Eles utilizam o Canal do Panamá, Dalton?

Dalton
Dalton
Reply to  Rafael_PP
1 ano atrás

Rafael…quando eventualmente um submarino da Frota do Pacífico
precisa passar por um período de manutenção e os estaleiros da
costa oeste estão “ocupados” o jeito é ir para um estaleiro do Atlântico
usando o Canal do Panamá, isso já foi feito conforme já li.
.
Mas, são raras as vezes que um submarino da Frota do Pacífico se “intromete” no Atlântico e vice-versa, eventualmente usa-se também o Estreito de Bering para alcançar o Ártico e descer até a Noruega, mas depois eles retornam pelo caminho que vieram sem descer mais pelo Atlântico.
.
abraços

Jardel
Jardel
1 ano atrás

Que bonita esta 3ª foto!

Torço para que daqui há alguns anos tenhamos uma imagem como essa em Itaguaí.

(no nosso caso teremos mais espaço, rs)

Carlos Gallani
Carlos Gallani
1 ano atrás

Curioso o leme do submarino mais a esquerda da ultima Foto!

Bardini
Bardini
Reply to  Carlos Gallani
1 ano atrás

Os que tem leme em “+” são da classe Oyashio, o que tem leme em “X” é um classe Sōryū.

Renan Lima Rodrigues
Renan Lima Rodrigues
1 ano atrás

Marinha do Japão é uma das mais belas que existem em meu ponto de vista. Estou torcendo para que construam algum DDG ou DDs multipropósito futuro ostentando o nome Isokaze,Hamakaze,Urakaze “Flagship” e Tanikaze “Homenagem a 17° Divisão de navios contratorpedeiros”. Gosto muito dessa doutrina nipônica de manter os nomes de seus navios em homenagem aos anteriores, a maioria dos Kagerous por exemplo ostentavam o nome da classe Urakaze e Isokaze que eram contratorpedeiros semelhante ao CT Gustavo Sampaio “Hms Aurora”, o encouraçado Yamato e Kongou nem se diga, eram fragatas e corvetas por volta do século 18. Falando sobre o… Read more »