Home Indústria de Defesa Consórcio Águas Azuis é o vencedor do Programa Corvetas classe Tamandaré

Consórcio Águas Azuis é o vencedor do Programa Corvetas classe Tamandaré

25717
137
Meko A100 da Thyssenkrupp Marine Systems GmbH

O consórcio Águas Azuis – Atech Negócios em Tecnologias S.A,Embraer S.A e Thyssenkrupp Marine Systems GmbH é o vencedor do Programa Corvetas classe Tamandaré da Marinha do Brasil.

O consórcio Águas Azuis conta também com as seguintes empresas subcontratadas: Ares Aeroespacial e Defesa S.A, Fundação Ezute, Oceana Estaleiro S.A, Omnisys Engenharia Ltda, SKM Eletro Eletrônica Ltda e WEG equipamentos elétricos S.A.

137
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
21 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
HeitorForagido da KGBFighterBRGallitoRoberto Bozzo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

A Marinha do Brasil (MB), dando continuidade ao PROGRAMA ESTRATÉGICO “CONSTRUÇÃO DO NÚCLEO DO PODER NAVAL”, informa que a proposta final do CONSÓRCIO “ÁGUAS AZUIS”, datada de 8 de março de 2019, foi selecionada como a Melhor Oferta para o Projeto de Obtenção, por construção, das Corvetas Classe “TAMANDARÉ”. 1 – O Processo de Seleção da Melhor Oferta O processo de seleção, que empregou a natural expertise do pessoal da própria MB, contou com o apoio técnico em áreas específicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O seu desenvolvimento transcorreu em… Read more »

Grumec013
Visitante
Grumec013

Viel Glück!

JonasN
Visitante
JonasN

O navio será integralmente construído no estaleiro aliança, ou sera alguns módulos ou apenas a montagem final?

india-mike
Visitante
india-mike

Parabéns ao consórcio vencedor e à MB. Realmente parece ser o melhor projeto de navio. Minhas dúvidas são sobre a saúde financeira da TKMS e do estaleiro consorciado nacional. Eles começaram com o estaleiro Oceana e no meio do certame mudaram para o Aliança (que parece ser do mesmo grupo). Almirante, este estaleiro não estava falido? Quantos funcionários ele possui no momento? E a situação da TKMS, como se resolveu? Encontrou comprador? Me parece bastante temerária essa opção onde os dois estaleiros consorciados tem sérias questões financeiras. Tenho certeza que eles tranquilizaram muito os senhores a esse respeito, até pq… Read more »

Francisco Chianello
Visitante

Estou me preparando para fazer as maquetes, já que forneço para o Oceana.

Rogerfer
Visitante
Rogerfer

Boas notícias! Grande desafio viabilizar (1) e concluir (2), esse projeto para a MB. Quem irá vai financiar mesmo?

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Nós!

Marcos
Visitante
Marcos

Vi em outro site que o míssil naval vai ser o Exocet Block 1 e Block 3?

Gallito
Visitante
Gallito

MBDA Sistema ITL 70A Exocet MM40 B1/B3

M
Visitante
M

Block 3 de longo alcance??? Não creio! E o Mansup?

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Só posso dizer uma coisa: Wooohhhoooooo!!!!!

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Que venha com 76mm SR, Millennium 35mm, Exocet Block 3/RBS 15mk4 e VLS de 8 células com Sea Ceptor totalizando 32 mísseis.

*Torpedos leves, gostaria do MU-90, mas acho que MB usa o MK46.

*Radar pode ser o Artisan ou o Smart S Mk2 e o sonar acho que vai ser o Kingklip, espero que venha com VDS também, tudo num casco de 3100+ ton.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Rsrsrsrs, já vi que vai vir com algumas coisas diferentes do que eu queria, mas mesmo assim fiquei muito feliz e me surpreendeu muito positivamente que vai passar das 3400 ton , na verdade vai ser uma fragata 😀 .

*Se melhorarem e porem 2×4 Exocets e ao menos 32 Sea Septors, pode encomendar mais umas 6 e padroniza todas como escoltas de baixo custo.

*Alguém sabe dizer a autonomia esperada para o navio? Dias de mar e alcance?

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Sea Ceptors*

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Essas corvetas não virem com VLS me incomoda um pouco…
Mas é coisa minha…
Eu penso que valeria a pena pagar um pouco mais por um vaso um pouco maior tendo VLS

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Não estou dizendo que o Navio é ruim ou que foi uma escolha ruim nem nada disso, não interpretem errado.

Marcos
Visitante
Marcos

Tem VLS sim. O site não postou as fotos do navio. Estão no site da MB

Marcos
Visitante
Marcos

Pelo que contei são 12 lançadores verticais. Resta saber quantos mísseis cada um comporta.

Beserra(FN)
Visitante

Se forem SeaCeptor, cabem até 4 mísseis por cilo. 12×4= ?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Acabei de ver aqui, realmente tem mesmo. e parece ter uma boa quantidade de lançadores, serão corvetas com dentes afiados.

FABIANO BARBOSA
Visitante
FABIANO BARBOSA

Pelo Desenho, me parece ser o lançador individual, tipo o utilizado na modernização das Type 23, apelidado de “mushrooms”.

Tomara que não, pois se for, são 12 mísseis apenas.

Gallito
Visitante
Gallito

Sistema de Lançamento de Míssil MSA, MBDA SEA CEPTOR (CAMM)

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Tem sim, Sea Ceptor

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Oceana é um bom estaleiro?

Quanto demora para uma Meko ficar pronta?

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Achei a resposta a minha pergunta!

O estaleiro “diz” que pode entregar de quatro a seis navios por ano, nada mal🤔…

Espero que seja possível tal feito.

Mercenário
Visitante
Mercenário

Parabéns ao consórcio vencedor. Torcemos para que a execução da proposta ocorra sem sobressaltos.

3455 tons
76mm Oto Melara
40mm Bae Bofors
Artisan 3D
Sea Ceptor
Exocet

Uma boa escolha da MB, atenta aos critérios técnicos e também à análise de risco.

JOAO
Visitante
JOAO

Composição do armamento fraca! No entanto, melhor do que nada.

FighterBR
Visitante
FighterBR

As MEKOs não usam Artisan.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

A proposta contempla que o vencedor use o ARTISAN, que será nacionalizado pela BRADAR, subsidiária da EMBRAER.

FighterBR
Visitante
FighterBR

Erro meu. Ela vem com Artisan infelizmente

Dodo
Visitante
Dodo

Infelizmente pq ?

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Magavilha, e que venham logo estas futuras, belas e modernas corvetas. As Meko’s A-100 eram minha segunda opção na disputa (são lindas e bem armadas).

Foragido da KGB
Visitante
Foragido da KGB

Eu torcia pela SAAB, mas, não sendo a mutante da Ficantiti já tá ótimo. Espero que façam um bom barco .

JOAO
Visitante
JOAO

Excelente escolha da MB!!! Que venha mais um lote.

JonasN
Visitante
JonasN

Certamente era o melhor navio da concorrência, maior que o divulgado antes, desloca 3.500 ton, poderia chamar de Fragata Tamandaré haha. Só achei estranho o sonar não ser o Kingklip que é produzido no Brasil.

Kommander
Visitante
Kommander

Os alemães esquerdistas venceram a disputa!! Isso é uk complô dos globalistas contra a marinha do Brasil para não deixarem ela ser grande!!

Heitor
Visitante
Heitor

Já estava demorando o mimimi…

Kommander
Visitante
Kommander

Pra quem não entendeu, foi apenas ironia.

Ricardo Ramos
Visitante

Kkkkkkkkkk

Marcos Campos
Visitante
Marcos Campos

Nada haver doido…A MB não trabalha com esses mimimi de esquerda e direita….nem as empresas. Dane-se os ideólogos, aqui somos BELICISTAS !!!!!!

Vovozao
Visitante
Vovozao

28/03/19 – quinta-feira, btarde, eu sempre fui um entusiasta da DAMEN-SAAB, entretanto não acho o projeto das MEKO 100 ruins, além do mais estaremos prestigiando duas grandes empresas nacionais (Embraer Seg e Def; e a WEG), entretanto gostaria de um aprofundamento para sabermos quanto custará cada corveta, e, as compensações quais teriam sido além do retrofit da BARROSO.

SDS

Kommander
Visitante
Kommander

Esse papo de transferência de tecnologia não cola mais, queria muito acreditar que funciona, mas no Brasil o que se aprende é esquecido logo depois.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Tava jurando que seriam os italianos. Mas de qualquer forma, que bom que essa novela tenha acabado.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Caro Vovozao, a WEG tambem participava do consorcio SAAB/DAMEN.

Kommander
Visitante
Kommander

A Meko possui características Stealth?

Hélio
Visitante
Hélio

Todas as concorrentes tinham, era requisito mínimo, agora, qual é mais furtiva é outra história, a verdade é que a Sigma tem um desenho mais arrojado.

Kommander
Visitante
Kommander

Foi o que eu vi, o desenho da Sigma é bem “liso” se comparado as outras.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

A Sigma desloca quase 1.000 toneladas a menos.
A Meko A100 sempre foi minha favorita.
Estou feliz que venceu.

Marcos Campos
Visitante
Marcos Campos

Sim, sua estrutura é em X, atrapalhando a assinatura do radar inimigo.

Andrigo
Visitante
Andrigo

Como eu pensava, já que estas corvetas inevitavelmente irão substituir fragatas, foram escolhidos os vasos de maior tonelagem. Mas com certeza que a MB não levou só isto em consideração, o recheio deve estar à altura!
Parabéns aos vencedores e que o programa ande rápido, precisamos para ontem!

JSilva
Visitante
JSilva

Se esse era o de maior tonelagem então parabéns à Marinha, era um fator que eu daria peso maior, considerando que os quatro finalistas atendiam aos requisitos mínimos então deveria-se escolher o de maior tonelagem pois terão maior capacidade física para futuras atualizações e minimizarão o fato de estarmos escolhendo uma corveta e não uma fragata.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Sem dúvidas é um excelente projeto…..mas não passa disso, um projeto sem uma única unidade construída que seja próxima da proposta vencedora. No papel é a melhor proposta, com um deslocamento de 3.200 tons, sensores e armamentos no estado da arte, talvez 16 vls (pelo menos é o que parece ser pelos desenhos já mostrados), uma Millenium sobre o hangar…. Mas me preocupa a não utilização plena da BID e o baixo índice inicial de nacionalização, apesar deste estar acima dos requisitos iniciais. Tenho convicção que a escolha foi técnica, mas ainda assim muitas dúvidas irão surgir ao longo do… Read more »

Beserra(FN)
Visitante

3500t

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Sim, 3.455 tons pra ser mais exato… anteriormente eram divulgados 3.200 tons, por isso coloquei….

Mercenário
Visitante
Mercenário

Bozzo,

No site da MB constam as características da plataforma.

Não há Millenium.

https://www.marinha.mil.br/sites/default/files/cct_val_001.pdf

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Mercenário, eu tentei entrar no site da Marinha pelo smartphone, mas dava pau toda vez…deve estar congestionado…
Vi em outra reportagem aqui do Naval que será o 40 mm…. é bom, mas o Millennium entrega mais…

Mercenário
Visitante
Mercenário

É uma questão de racionalidade.

A MB já opera o 40mm. E a versão Mk4 é muito eficiente.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Quanto ao indice de nacionalizaçao : acredito que ate a assinatura de contrato podera ser revisto esse valor.

Marcos
Visitante
Marcos

E o acordo de compensação? (Offset)

FighterBR
Visitante
FighterBR

Escolheram logo a TKMS que está com problemas financeiros. Sem falar que as MEKOs alemãs estão com problemas estruturais. MB sempre nos surpreendendo.

Miguel Carvalho
Visitante
Miguel Carvalho

Os Argelinos e os Sul Africanos acho que ainda não se queixaram. Quais são as suas fontes para emitir tal opinião?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

só tem um defeito nisso tudo, são apenas 4 unidades. se fossem 6 eu faria um churrasco aqui em casa no fim de semana.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Victor, esse é o primeiro lote. Poderão ser 8 navios e ganha um doce quem adivinhar que as futuras fragatas serão baseadas neste projetos só que com 6.000 ton de deslocamento. Torcia para a SAAB mas, a Meko era a minha segunda opção. O Mauricio R. vai se rasgar todo pois tem Embraer no meio!! rsrsrs

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Sonhando um pouco, pode-se pensar em futuras fragatas usando as F-124 como base…. atualizadas seriam bem adequadas para emprego geral e asw e seriam excelentes escoltas para a MB….

Marcos Campos
Visitante
Marcos Campos

Acho que vocês estão deixando passar que o almirantado na época do ProSuper, estavam namorando o projeto alemão MKS 180 de 8.000t…

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Antes essas que a proposta da NAVAL

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Gostei da celeridade do processo. Espero que o contrato seja mesmo assinado até o final desse ano e que eventualmente um segundo lote seja contratado.

Marcos
Visitante
Marcos

Os representantes do estaleiro Vard Promar neste exato momento

comment image

EricWolff
Visitante
EricWolff

Relaxa, deve boiar um navio polar pra eles em breve…

EricWolff
Visitante
EricWolff

E quem sabe em Santos não sai uns patrulhas financiados via FMM…😉

Juarez
Visitante
Juarez

Pois marcos, vamos rezar para não dar “tapetão”…..

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Considerado, mas qual sua opinião sobre o navio, em si?
Forte abraço

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Temos que ter cautela!
Pois a França e Alemanha tá numa briga por causa da Alemanha ficar barrando exportação de armamentos, Para países que eles não gostam…todos nós sabemos que Merkel não e fã do novo governo brasileiro, espero que podemos comprar tudo sem restrição por parte do governo dela

Chevalier
Visitante
Chevalier

É mas eles tão restringindo pra Estados com laços com terrorismo. Não é nosso caso. Ou poderia ser, caso o outro tivesse sido eleito, kkkk.

marcelo baptista
Visitante
marcelo baptista

Rodrigo
A Merkel é inteligente, não é por que temos o Boso como presidente que nos tornamos terroristas. Nos tornamos tontos, não terroristas. ehehe.

Aldo Ghisolfi
Visitante

Excelente!
Bem armada, sistemas de combate no estado da arte, muito boa turbina…
E a autonomia?
Qdo. começam a bater a quilha?
============================
Até que enfim uma muito boa notícia!
============================

india-mike
Visitante
india-mike

Turbina? São 4 diesels…

Aldo Ghisolfi
Visitante

Escrevi mais rápido do que pensei…

Wilson Junior
Visitante
Wilson Junior

Palpite ou questionamento. Será que o desempenho do radar Artisan no atlântico teve influência na escolha?

Almeida
Visitante
Almeida

Acho que a possibilidade do Artisan 3D ser produzido no Brasil pela BRADAR/Embraer pesou mais. Mas com certeza se não fosse satisfatório a MB saberia pois já o estuda há uns 2 anos e opera há quase um.

Pelo que eu conheço da indústria, ele é potente porém menos sofisticado que um Smart-S Mk2, mas ruim não é.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Era meu segundo favorito, tenho medo agora de um embargo alemão, vai que o brasil mate o pica-pau da costa rosa pink, e a Alemanha embargue o Brasil? ainda prefiro os SUECOS/HOLANDESES, bom o radar é o Artisan que não é mais no estado da arte, pois não é feito com nitreto de gálio. espero ver mais notícias sobre o armamento e sensores.

Hélio
Visitante
Hélio

Qual vai ser o índice de nacionalização? Existe preocupação em melhorado de acordo com as unidades entregues?

Miguel Carvalho
Visitante
Miguel Carvalho

Excelente escolha. Embora também goste muito das Sigma, as Meko com essa tonelagem são mais fragatas que corvetas, e as possibilidades de actualização são enormes, além de ser um projecto com provas dadas. Basta ver quantas Mekos estão ao serviço no mundo.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Provavelmente, no meu entendimento, é mais uma Meko A-200 simplificada do que uma A-100 anabolizada….

Pericles Ferreira Leite
Visitante
Pericles Ferreira Leite

Sim, os alemães foram muito “espertos” (ou estão meio desesperados). Enquanto os outros concorrentes entraram com “patrulheiros oceânicos melhorados”, eles concorreram com uma “fragata menor”.

Marcos Campos
Visitante
Marcos Campos

NÃO!
Estas são a Meko A-100 MKIII. Se parecem coma MEKO A-200, apenas.

FABIANO BARBOSA
Visitante
FABIANO BARBOSA

O VLS do Sea Ceptor, pelo menos na arte apresentada, parece ser o “mushrooms” utilizado na mordernização das Type 23, ou seja, individual. Doze mísseis, é muito pouco!

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Eu já pedia um VLS de 8 células Sylver A50 com capacidade para lançar Aster 30, colocava 4 células com 4 Sea Ceptors cada e futuramente 4 células com 4 Aster 30 e fechava o pacote sup-ar de curto/médio/longo alcance de modo simples e eficiente.

É necessário pensar também em 2×4 lançadores de mísseis sup-sup, 4 Exocet Block 3 e 4 MANSUP (até um dia sair o MANSUP com turbojato e alcance estendido).

É hora de pensar grande e pensar a longo prazo, não é impossível.

Rgf
Visitante

A melhor seria a meko A200. Esse navio é pequeno demais. Não aguenta o oceano Atlântico. Vai pedir sempre shelter.

Jorge Augusto
Visitante
Jorge Augusto

3500 tons e não aguenta o Atlântico?

Miguel Carvalho
Visitante
Miguel Carvalho

As MEKO portuguesas, operam no Atlântico Norte sem problemas e tem a mesma tonelagem das A100.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

O Shackleton foi da Antártida até a ilha Geórgia do Sul num bote salva-vidas de madeira, mas tem gente que acha que só navio com mais de 10 mil toneladas consegue navegar no Atlântico Sul.

Flanker
Visitante
Flanker

Rafael, li o livro “Endurance”, duas vezes! Show!! E as fotos originais, então? Fantástico! Aqueles caras eram malucos e heróis!

Mateus Lobo
Visitante
Mateus Lobo

A Classe Niterói tem 3800t de deslocamento, pouco maior que os 3455t da MEKO Br, e nunca ouvi relatos de dificuldades desta operar no Atlântico.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

3.800 é totalmente carregada. O deslocamento Padrão é 3.200 T.

Resta saber se os 3.455 T se referem à deslocamento padrão ou máximo carregado.

Material Arquivo
Visitante
Material Arquivo

Que pena, eu não gosto desse projeto, nem de longe seria a minha escolha. Mas espero que venham logo, estamos há 1 década sem marinha de guerra.

Roberto
Visitante
Roberto

quem vai pagar a conta? vão devolver o dinheiro gasto com projeto?????? República da banana

EricWolff
Visitante
EricWolff

Com um monte de macaquitos igual a tú…

Roberto
Visitante
Roberto

EricWolff clodovil da silva?

Roberto
Visitante
Roberto

as MEKO alemã não tem nada a ver com o projeto brasileiro….. siconta? calculadora analógica…. kkkkk é o projeto mais vendido no mundo, sim as sul africanas, e entrei em uma, operam muuuuuuuito bem….. SAS Amatola….. parem de falar bobagem!

Catarina
Visitante
Catarina

Uma dúvida: A MB queria um projeto chamado TAMANDARÉ, gastou milhões de reais desenhando esse projeto, teve como parceiro a Fincantieri no desenho desse projeto e no final adquire um navio diferente? Afinal, o que ela queria? Ela desenha algo, acha o construtor e depois escolhe um projeto diferente? Eu não entendo essa marinha do Brasil. E como vai ficar o dinheiro gasto com aquele projeto? Alguém da MB vai devolver esse dinheiro para os cofres públicos? Cadê o princípio da economicidade e do bom uso do dinheiro público? A MB vai usar o projeto que ela gastou milhões para… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Sem ter os valores fica difícil dizer com exatidão, mas pense nisso: O Brasil gastou R$ 100 milhões com o projeto da Tamandaré e a Fincantieri pediu R$ 6,4 bilhões para construir as corvetas. Total: R$ 6,5 bi. A TKMS pediu R$ 6 bilhões para fabricar a Meko 100. É mais inteligente pagar mais caro na Tamandaré para justificar o dinheiro gasto com o projeto ou comprar o navio mais barato? Gastar 500 milhões a mais para “salvar” 100? Claro que eu não sei os valores. Mas você também não sabe. É só uma hipótese e eu acho ela provável,… Read more »

Catarina
Visitante
Catarina

Rafael Oliveira 28 de março de 2019 at 17:32 Amigo, você fez uma análise de natureza diversa. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. A MB gastou milhões desenhando e detalhando uma corveta, nossos impostos, no fim abriu uma concorrência de construção e comprou algo diverso. Isso não faz o menor sentido…isso não existe. Se havia a possibilidade de comprar algo diverso do planejando, do desenhado e detalhado, então era melhor ter aberto a licitação logo de inicio e não gastar nosso dinheiro desenhando uma corveta que não foi comprada. Acho que isso é ineficiência, falta de… Read more »

Marcos Rêgo
Visitante
Marcos Rêgo

Eu sabia que a Thyssen ganharia. Belo navio para MB

Marco
Visitante
Marco

Proxima prioridade NAPAOC de 2800 tons?

Gonçalo Jr.
Visitante
Gonçalo Jr.

Acho que Navios Varredores. A nossa frota de Minagem e Varredura está em pior estado que as fragatas.

Marco
Visitante
Marco

Digo 1800

Antonio
Visitante
Antonio

Quantos sea ceptor? 12 silos? x 4? = 48. É isso. Quantos lançadores de MM40? 2 ou 4?

william
Visitante
william

Pela foto sera apenas 12 misseis sea ceptor mesmo.

Roberto
Visitante
Roberto

que pesadelo logístico mais NapaOc não vamos ter umas 10, 12 corvetas e os patrulha que ja existem e contratados…. pra que tantos meios diferentes????????

Renan Braga
Visitante
Renan Braga

Esperamos para o futuro uma marinha do Brasil não só do rio de janeiro !
Mais meios de patrulha do nordeste ao sul !

willhorv
Visitante
willhorv

Só acredito a hora que estiverem na água com os marinheiros dentro. E se for vero, manda logo fabricar 12 mais 6 crescidinhas de 6000 Ton…
Agora estava com uma esperança de ver com mastro integrado e com antenas planas nos 4 eixos…estes radares móveis vão cair em desuso em um breve futuro…

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Esse projeto se concretizando colocará a MB na vanguarda tecnológica regional, fico feliz com a escolha e que venha mais um lote!

Juarez
Visitante
Juarez

Algumas observações:
A propulsão segue a linha dos Napaocs classe Amazonas com propulsão cargo de motores MAN e geração com motores Catterpilar, uma vira dentro da MB , e a MTU perde uma boquinha de mais de de 40 anos.
Parece-me que nenhum dos sistemas desenvolvidos pelo CPM vai ser aproveitado, cito:
O mage é da Indra espanhola, o foguetes de chaff da Terma, e o sistema de combate é da Thales, e o sistema de lançamento de torpedos também não é o da marinha.

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Considerado, mas e sua opinião sobre os motores MAN e Catterpilar, nas respectivas funções?
Forte abraço

Juarez
Visitante
Juarez

Boa noite. Conheço quase nada de motores navais, mas MAN é um excelente motor.CAT como gerador é top de todos os tops de linha, coisa de patrão. Não tem melhor.

Bueno
Visitante
Bueno

ta MAN daré
A MAN e a CAT são forte no Brasil. Isto ajudará na manutenção Mesmo sendo linha de motores diferentes ?

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Quanto ao indice de nacionalizaçao : acredito que ate a assinatura de contrato podera ser revisto esse valor.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Caro Juarez: a substituiçao dos MTU por MAN teria sido influenciado pela falta de spares para os IKL?

Fernando XO
Visitante
Fernando XO

Juarez, com a definição do consórcio vencedor, vamos começar as conversas para colocar projetos desenvolvidos pela MB… abraço…

filipe
Visitante
filipe

Tava na torcida da DAMEN -SAAB, enfim é um navio brutal em tonelagem, já sebemos o vencedor do PROSUPER , A tkm vai fabricar o Navio de 6000T, 3500 T + 2500 T =6000 T , dá para evoluir esses MEKO A-100 para MEKO A-200 ou F-125 Sanchen, os Alemães perderão os Submarinos para os franceses , mas ganharam as Fragata e Corvetas e se Possivel um Navio Logistico da classe Berlim.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Meko A400 Destroyer

Groselha Vitaminada Milani
Visitante
Groselha Vitaminada Milani

Nenhum Grozelhudo de Plantão vai dizer que a BOEING ganhou mais uma????

Kd a turma do mimimi e xororo???

ANTONIO CARLOS FERREIRA
Visitante
ANTONIO CARLOS FERREIRA

Será construído no estaleiro Oceana e não no Aliança!

MARCOV
Visitante
MARCOV

A Companhia Brasileira de Offshore (CBO) e o Estaleiro Aliança, que pertenciam ao Grupo Fischer, foram adquiridos em 2013 pela administradora de recursos Vinci Partners e o fundo de investimentos P2 Brasil (Pátria Investimentos e Promon). Eu achava que o Estaleiro Aliança havia sido desativado em 2016 e nem mesmo aparece no site do Grupo CBO.
http://www.grupocbo.com.br/onde-atuamos/
Talvez será reativado?

ericwolff
Visitante
ericwolff

As instalações em si, estão no mesmo lugar, mas não produzem mais nada lá (essa parte foi transferida para itajaí, instalações novas e modernas, feitas para isso)…
no site vc a identifica como base operacional niterói-rj, que é a sua atual função, prover apoio, manutenção, treinamento e descanso para as tripulações da CBO.

Jonas Silberstein
Visitante
Jonas Silberstein

Parabéns ao consorcio ganhador e à Marinha do Brasil que irá começar a necessária renovação. Rezo e torço para que os outros concorrentes aceitem a derrota e partam para tentar outros contratos na Marinha, ao invés de tentar entapetar tudo. Não era a minha preferência, torcia pela oferta da Saab, mas vejo uma opção muito competente que eu espero atender às necessidades do nosso País, que são muitas.

Zapata
Visitante
Zapata

Pergunta : Com os Sea Ceptor nas Corvetas , o EB e a FAB vao usar o Sky Sabre ? Isto seria sim uma medida inteligente , tanto do ponto de vista da logistica , bem como de se ter um verdadeiro sistema integrado de defesa aerea . E se tudo isso for integrado pela Embraer , sim existiria uma grande transferencia de know how ! Vale lembrar que o radar do Sky Sabre é da SAAB …

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Juarez 28 de março de 2019 at 22:23” Concordo, mas a MTU tem uma bela unidade próxima da Rod Anhanguera, sou fornecedor deles….são feras. O CAT ger é super top, tem ótimo sup no Brasil, já o MAN …. é ótimo também, desconheço o sup deles no Brasil. Quanto ao “envelope” ele não existe ainda e tenho sérias dúvidas ao estaleiro dar conta. O Corpo Técnico da MB, seus oficiais, Almirantado enfim todos os envolvidos sabem o que fazem. Mas deixo claro, aditivos e atrasos estaremos “colados”. É nosso dinheiro envolvido. Sobre a escolha: A Nau é a mais parruda,… Read more »