Home Indústria de Defesa Grécia assina declaração de intenções para compra de fragatas francesas

Grécia assina declaração de intenções para compra de fragatas francesas

6620
61
FTI - Frégates de taille intermédiaire
Frégate de Défense et d’Intervention (FDI), classe Belharra

O ministro da Defesa da Grécia Nikos Panagiotopoulos sinalizou a disposição da Grécia de iniciar negociações para a aquisição de duas novas fragatas em conversações com sua colega francesa Florence Parly em Paris.

Os ministros assinaram uma declaração de intenções para a aquisição pela Marinha Helênica de duas fragatas da classe Belharra, disse Panagiotopoulos, acrescentando que havia “um longo caminho a percorrer” antes de se chegar a um acordo sobre os “aspectos técnicos” necessários dos navios.

Outro ponto de discussão foram algumas questões pendentes relacionadas à manutenção dos caças franceses Mirage, disse ele.

Os dois ministros também discutiram a ofensiva da Turquia na Síria e os desenvolvimentos no Mediterrâneo Oriental, onde a Turquia continua sua prospecção ilegal de hidrocarbonetos na zona econômica exclusiva do Chipre (ZEE).

FONTE: Ekathimerini

NOTA DO PODER NAVAL: Se esse acordo for concluído, a Grécia se tornará o primeiro cliente de exportação das fragatas da classe Belharra do Naval Group, encomendadas pela Marinha Francesa como Frégate de Défense et d’Intervention (FDI). A França planeja comprar pelo menos cinco unidades.

Esses navios deslocarão cerca de 4.000 toneladas e serão os primeiros navio de guerra franceses equipados com radar AESA de tela plana (Sea Fire 500 da Thales), além de um sonar montado no casco.

Seu armamento incluirá mísseis de defesa aérea Aster 30, um canhão de 76 mm, torpedos MLU 90, mísseis antinavio MM-40 Exocet e possivelmente mísseis de cruzeiro MdCN.

Subscribe
Notify of
guest
61 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
11 meses atrás

Achei curiosa a proa desse navio….é mais hidrodinâmico que uma proa “convencional” ?

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Sim, o navio com esse tipo (inverted bow) tem uma hidrodinâmica melhor que a proa tradicional. A água corre com maior facilidade pelo casco diminuindo assim o arrasto. Esse design tb facilita a passagem pelas ondas já que a proa corta a onda no meio, diferente do tradicional que joga o navio 10m pra cima. O lado ruim é que todo o convés da frente do navio tente a ficar quase sempre molhado e as vezes o navio apresenta uma flutuabilidade negativa (depende das condições do mar pra isso acontecer). O navio também tente a gastar mais tempo para reduzir… Read more »

Wilson
Wilson
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Só complementando no caso dos encouraçados, essa escolha de casco era para no começo ser uma arma, no caso um esporão.

Ricardo Pinto
Ricardo Pinto
Reply to  Wilson
11 meses atrás

Mas isto ai não era da época do “Trirreme” não ? 🙂 Couraçado já era na bala não precisava disto…

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Na verdade, o casco (submerso) fica mais esbelto (maior relação comprimento/boca) e, com isso, melhora algo na velocidade. Curiosamente, aumenta a área de resistência friccional, o que demanda um certo aumento na potência propulsiva. A Belharra tem CODAD de 32 MW, o que não é pouco pra 25-27 nós. Se você olhar bem, vai ver, nesse ultimo design apresentado, que existe uma quina no costado que emula pobremente a proteção que o flare dá. Mas a proa invertida também reduz o RCS do bote (a proa pontuda dá um belo retorno no radar).

Ricardo Pinto
Ricardo Pinto
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Conhecia esta proa como “proa clipper” e a proa convencional como “typhoon” isto esta certo ? tinha uma materia antiga sobre a reforma dos BB que afundaram em Pear-Harbour, alguns ainda usavam a Clipper e foram modernizados com a proa convencional… Nunca achei que voltariam a usa-la de novo ha ha ha h

Caio
Caio
11 meses atrás

A Grécia comprando? Não estava quebrada pelo “excesso” de gastos sociais? Como diz o mantra da submissão ao mercado financeiro.

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
Reply to  Caio
11 meses atrás

Sim, está quebrada.

O dinheiro virá de uma operação complexa….quando a Grécia quebrou, os países europeus compraram títulos gregos para ajudar, mas havia uma cláusula em que o lucro destes títulos voltaria aos gregos…a França propôs abater este “lucro” na compra das fragatas, facilitando enormemente está aquisição. Em um resumo bem resumido.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Caio
11 meses atrás

quem quebrou a Grécia não foi o governo socialista, e sim os anteriores a eles…

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Os governos anteriores à extrema esquerda do Syriza são os governos de esquerda mais moderada do Pasok…
.
Sds

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Caio
11 meses atrás

Quando você tem um inimigo declarado ( no caso deles, a Turquia ) , como esse inimigo tá botando as asinhas de fora ultimamente, e quando você tem “padrinhos” dispostos a te vender no carnê das Casas Bahia, quase tudo é possível.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Caio
11 meses atrás

Gastar mal não tem ideologia, mas gastar mal e roubar para os companheiros é uma assinatura bem conhecida na cor vermelha…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Caio
11 meses atrás

continua quebrada, consegue ser bem mais pobre que Portugal per capta

Hcosta
Hcosta
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Portugal tem o pib per capita parecido com o da Arábia Saudita e maior que o Brasil

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

Agora me diz algo que seja difícil de saber.

Carlos Eduardo Oliveira
Carlos Eduardo Oliveira
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

Brasil foi, é e sempre será um país rico com um povo pobre.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Essa informação não procede… o PIB per capita de Portugal é U$S 21,0 mil e da Grécia US$ 18,6 mil, sendo que a Grécia ainda não está recuperada da crise, há um potencial de crescimento “represado” para os próximos anos… Não que vai ficar mais acima, mas historicamente não fica abaixo por ter uma economia ligeiramente mais dinâmica que a portuguesa…
.
Sds

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Mas mesmo assim maior que o Brasileiro.

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
11 meses atrás

Estas Belharras tem um desenho bem futurista; o hangar foi projetado para receber um NH-90 e vants tipo Camcopter…. Como fragatas de emprego geral parecem ser muito boas.

Jean Jardino
11 meses atrás

Esse novo radar Sea Fire 500 eh um espetaculo, esta sendo testado em uma base francesa, vai ser um passo a frente dos concorrentes. Alem do que, o projeto dessa fragata eh bem moderno, com essa proa invertida.

Moriah
Moriah
Reply to  Jean Jardino
11 meses atrás

Deve ser integrado como upgrade aos demais projetos já construídos pela Naval.

Gabriel BR
Gabriel BR
11 meses atrás

Prefiro a MEKO A400, mas o navio é muito bonito

FighterBR
FighterBR
Reply to  Gabriel BR
11 meses atrás

Meio A400 é só um sonho.

FighterBR
FighterBR
Reply to  FighterBR
11 meses atrás

Meko*

colombelli
colombelli
11 meses atrás

navio de respeito. Mas terão os gregos cascalho para sustentar depois de anos de crise?

Carlos Alberto Soares
Reply to  colombelli
11 meses atrás

A UE liderada pelos Alemães estão negociando um bom desconto na dívida Grega.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  colombelli
11 meses atrás

Acredito que sim, os gregos diminuíram os gastos militares depois da crise, mas eles continuam representando um bom percentual de seu orçamento…
.
Essa compra está “planejada” há muitos anos, ela aconteceria inclusive depois de FREMMs de segunda mão, mas com a crise estas últimas não vieram e eles decidiram aguentar mais alguns anos com seus navios mais antigos.
.
Sds

Vovozao
Vovozao
11 meses atrás

11/10/19 – sexta-feira, bnoite, intenção expansionista da Turquia (disfarçada de proteção a sua fronteira, com ajuda de Trump) está forçando seus vizinhos a se armarem, este confronto com os Cursos será a ruína dos Turcos; e, poderá ser o soerguimento dos Gregos que já pagaram um grande ônus junto ao FMI.

Vovozao
Vovozao
Reply to  Vovozao
11 meses atrás

…..Curdos….

Esteves
Esteves
Reply to  Vovozao
11 meses atrás

40 milhões de curdos…

JOAO
JOAO
11 meses atrás

Vai entender!!! A Grécia praticamente quebrada e investindo em defesa. Aposentadorias e pensões cortadas e mesmo assim mandando gastos com defesa.

Renan
Renan
Reply to  JOAO
11 meses atrás

Região vai ficar quente

Esteves
Esteves
Reply to  JOAO
11 meses atrás

É a vida.

Quer ajuda? Toma aqui um pacotão de armas e aumento dos gastos com Defesa.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  JOAO
11 meses atrás

Quando você tem um vizinho como os Turcos você tem que investir em defesa pra sobrar país pra pagar aposentadorias… Até os aposentados (pra falar a verdade principalmente eles que têm a memória mais viva de confrontos com turcos) entendem isso na Grécia… O cenário de um confronto contra os muçulmanos é pior do que a redução das aposentadorias em alguns casos na opinião de muitas pessoas!
.
Sds

Bardini
Bardini
11 meses atrás

Os Escoltas dos Gregos estão com um pé e meio na cova… é isso ou ficar sem nada realmente útil nos próximos anos.

Luís Henrique
Luís Henrique
11 meses atrás

Mas faz tempo que a Grécia adquire equipamentos para a defesa. A crise recente diminuiu, eles iam comprar 6 Fragatas FREMM da França alguns anos atrás. A Alemanha não aceitou… A Grécia é outro exemplo invejável nas forças armadas. Para países pequenos, claro. Eles possuem um PIB de pouco mais de U$ 200 bi. Ou seja, equivalente ao de São Paulo. Me refiro somente a Cidade de São Paulo, pois o Estado possui um PIB quase 3x maior que o da Grécia. População cerca de 10 milhões. Até menor que a de São Paulo e bem menor se pegarmos a… Read more »

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

E têm S300, Patriot, assim como Panzer 2000 155mm, M109, helis Apache AH-64D, NH-90, S70 Sea hawk, mísseis anti-tanque russos(kornet), Americanos e Europeus, e por fim, no Chipre, lado Grego, têm helis de ataque MI-35, e MBT´s T80. E muito do material antigo que é substituído, não sai de serviço, mas vai para reserva.

Colombelli
Colombelli
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

E uma situação bem especifica. Ainda tem os turcos entalados na garganta por causa de Chipre.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  Colombelli
11 meses atrás

Chipre é apenas o desdobramento mais recente, da década de 70… Mas os Turcos estão entalados na garganta há 500 anos… Para muitos gregos, mesmo entendendo a situação atual, Constantinopla ainda é um território ocupado! Outro ponto entalado é Smirni e um ponto menos o Pontos… Há inúmeras famílias na Grécia de origem destes locais depois do acordo de Lausanne cujas histórias e sentimentos ficaram impressos nas gerações subsequentes…
.
Sds

Moriah
Moriah
Reply to  Colombelli
11 meses atrás

E por causa de Constantinopla e da Ásia Menor…

O Luscas
O Luscas
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Eles sabem gastar.

Pgusmao
Pgusmao
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Esses dados militares da Grécia impressionam e ao mesmo tempo demonstram o péssimo gerenciamento do orçamento militar brasileiro, estamos entre os 15 maiores orçamentos militares do planeta, sendo que gastamos mais de 85% em pessoal ativo e inativo.

LUIS FERNANDO BAPTISTA
11 meses atrás

Belo design!!! Nada como estar quebrado porém ter a U.E. de parceira :)… Primeiro Mundo é outra coisa.

Dalton
Dalton
Reply to  LUIS FERNANDO BAPTISTA
11 meses atrás

Ter um grau de percepção de ameaça alto ocasionado principalmente pela Turquia é fundamental para justificar investimentos em defesa.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Esses navios vão ter um financiamento camarada de um banco francês.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  LUIS FERNANDO BAPTISTA
11 meses atrás

A UE seria a primeira a virar as costas para a Grécia, como foi em 1973! Eles sabem disso! E a UE ganha muito dinheiro deixando a Grécia com medo de ser deixada de lado em nome do “deixa disso” quando os turcos invadirem uma das 12 ilhas que reivindicam no Egeu…
.
Não pense que essas fragatas estão sendo vendidas na boa vontade, serão muito bem pagas e necessárias porque da UE dificilmente viria ajuda, ainda mais considerando a histórica proximidade entre os governos turco e alemão, desde a primeira e segunda guerra…
.
Sds

Hcosta
Hcosta
Reply to  LUIS FERNANDO BAPTISTA
11 meses atrás

A Grécia não é parceira da UE, ela faz parte da UE que é uma coisa muito diferente e mais relevante para os assuntos económicas, faz parte do eurogrupo.

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

A Grécia se juntou à UE antes de Portugal, Espanha, Finlândia, Suécia e Áustria pra citar os países da Europa ocidental…
.
Sds

João Carlos
João Carlos
11 meses atrás

E as nossas como estão!

Mercenário
Mercenário
11 meses atrás

Esses navios, em princípio, não terão o lançador compatível com o MdCN.

Jean Jardino
Reply to  Mercenário
11 meses atrás

Sim terao.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Jean Jardino
11 meses atrás

Com apenas 16 células VLS?
Então não vai sobrar espaço para mísseis AA.

Ter espaço para acomodar o Sylver A70 é uma coisa, efetivamente instalar é outra bem diferente.

Carlos Campos
Carlos Campos
11 meses atrás

o sistema de radar Thales com o Aster 30 vão ser uma grande dor de cabeça para a Turquia.

Moriah
Moriah
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Deveria ser pelo menos 6 barcos…praticamente todo o Egeu é grego, desde a Samotrácia até Castelorizo…

Marcelo
Marcelo
11 meses atrás

“um longo caminho a percorrer” = achar dinheiro para pagar!!!

Marujo
Marujo
11 meses atrás

Novidades sobre as nossas CCT?

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Não existe nenhuma Fregate de Taille Intermediaire real, só projeto, e um projeto que veio variando alguns detalhes desde que foi exposto anos atrás. Adivinha se a combalida Grécia não vai ajudar a França a ter suas FTI comprando um punhado da versão pra exportação?

Almeida
Almeida
11 meses atrás

Navio feio, nome mais feio ainda.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Almeida
11 meses atrás

A proa invertida, somada à simplificação da superestrutura stealth, tira a agressividade do design. E aquele mastro integrado? Parece chapéu cônico de festa infantil… 😀

Heitor
Heitor
11 meses atrás

Como tudo que vem da França… eita navio lindo!

Sandro
Sandro
10 meses atrás

Eu queria ver esse navio com um canhão Otomelara Vulcano ou o MK-45 da Bae Systems ambos de 127mm, ai sim um canhão de respeito. 76 mm e muito fraco.