Home Noticiário Internacional Submarino russo é detectado em águas territoriais de Israel

Submarino russo é detectado em águas territoriais de Israel

12978
82

Submarino violou a fronteira marítima de Israel há três meses; Os militares israelenses não deram detalhes sobre se a segurança do país foi prejudicada no incidente

Um submarino russo foi visto nas águas territoriais de Israel, perto de Israel, três meses atrás, informou o Ynet na segunda-feira.

O submarino foi localizado pelas forças navais da IDF a cerca de oito milhas náuticas (15 quilômetros), enquanto as águas territoriais de Israel se estendem a 12 milhas náuticas (22 quilômetros) da costa.

Depois que ficou claro que o submarino era russo, os oficiais da Marinha entraram em contato com seus colegas russos, ativando o Mecanismo de Coordenação Naval entre os dois países por meio da Diretoria de Planejamento (uma diretoria do Estado-Maior das IDF).

Isso levou o submarino a deixar a área e seguir em direção ao Mediterrâneo ocidental.

As forças armadas israelenses não especificaram se algum dano foi causado à segurança do estado ou por quanto tempo o submarino permaneceu nas águas territoriais de Israel.

“De tempos em tempos, as forças navais da IDF descobrem alvos dentro de nossas fronteiras territoriais, que podem ser percebidas como embarcações pertencentes a forças armadas estrangeiras”, disse o exército em comunicado. “Não pretendemos comentar os detalhes do artigo.”

A presença de submarinos russos nas águas territoriais de Israel pode fazer parte das recentes tentativas de Moscou de se entrincheirar no Oriente Médio depois de estabelecer sua presença militar na Síria. A manobra também poderia ter implicações a longo prazo na segurança israelense, se fosse revelado que o submarino tinha capacidade de coletar informações.

FONTE: ynetnews.com

Subscribe
Notify of
guest
82 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
6 meses atrás

Todo submarino, navio e avião militar e capaz de colher informação. A bem mais que 22km e a 15km o único sensor de um submarino que opera a essa distância e o periscópio.

Aéreo
Aéreo
6 meses atrás

Este é aquele tipo de noticia que fica bom para ambos os lados. Os russos posam como uma potencia marítima no mediterrâneo, em um teatro onde pouco a pouco estão voltando, é Israel como um pais com capacidade de vigilância apurada. Submarinos bisbilhotando águas de outras nações ocorre com frequência.

Tupinamba
Tupinamba
Reply to  Aéreo
6 meses atrás

Detectaram o Kilo quando ele estava na superfície, né ?

francisco
francisco
Reply to  Tupinamba
6 meses atrás

o submarino já havia coletado tudo que queria, aí resolveu dá um passeio na superfícia para tirar onda.kkkk

JPC3
JPC3
Reply to  Tupinamba
6 meses atrás

Vocês são muitos ingênuos em achar que sabem das coisas por notícias de 20 linhas na internet.

Tipo não sabem um milésimo do que acontece todos os dias, mas com 20 linhas tiram conclusões.

AMANDA EVELYN PEREIRA DA SILVA
6 meses atrás

Bem que o Sub poderia ser brazuca, mas aí já é “sonhar demais”.

Fábio
Fábio
Reply to  AMANDA EVELYN PEREIRA DA SILVA
6 meses atrás

Sinceramente Amanda, acho que tal sintuação hoje seria impossível, visto que nos últimos meses nosso governo tem demonstrado interesse na aproximação com os israelenses, tendo em vista também que hoje nossos submarinos estão atracados no RJ, acho muito difícil isso acontecer com os ‘brazucas’ da maneira que aconteceu com os russos.

Boa Noite e Abraços

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fábio
6 meses atrás

Se ser aliado próximo impedisse de espionar os EUA não fariam espionagem a torto e a direito.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Fábio
6 meses atrás

Também seria impossível pelo facto de que, pelo menos até à bem pouco, nenhum se encontrava em estado pelo de operação.

Ten. Escovinha
Ten. Escovinha
Reply to  AMANDA EVELYN PEREIRA DA SILVA
6 meses atrás

Tínhamos um fragata no local, será que ela tb detectou o submarino?

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Ten. Escovinha
6 meses atrás

Ela teria que estar no mar (os meios da UNIFIL não ficam todos ao mesmo tempo operando no mar, parte do tempo ficam atracados) e num raio de algumas dezenas de quilômetros do submarino para ter chance de detectá-lo, ou seja, na rota que ele fez para a costa israelense ou perto da costa. Não basta estar “no local”, levando em conta que esse local é boa parte da costa Leste do Mediterrâneo.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
6 meses atrás

é capaz que tenha passado por baixo da fragata e ela não percebeu rs só saberia se os russos falassem….o porto e base da russia no mediterraneo é latakia na siria…entre a siria e israel tem o libano….

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  horatio nelson
6 meses atrás

E?

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
6 meses atrás

É.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  horatio nelson
6 meses atrás

Então tá.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
6 meses atrás

Sem falar que a UNIFIL opera em águas libanesas

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
6 meses atrás

Não bastaria estar a poucas dezenas de km para detectar um submarino, uma coisa é saber que algo está numa determinada área,outra completamente diferente é de facto triangular, com alguma precisão, a localização exacta de um submarino. Para isso, por norma, é necessário todo um aparato de meios, desde navios a aviões e helicópteros.

Marujo
Marujo
6 meses atrás

Aqui, a MB está em fase de liquidação

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Marujo
6 meses atrás

Não liga que o pior ainda esta por vir…

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Marujo
6 meses atrás

creio q essa fase ja terminou…ela ja esta liquidada agr temos só uma pequena guarda costeira…

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
6 meses atrás

É amiguinhos, Israel não brinca em serviço.

Antoniokings
Antoniokings
6 meses atrás

É só uma pequena lembrança a Israel.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Vodka ?

MBP77
MBP77
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

E outra à Rússia que seus submarinos não são furtivos o suficiente.
Sds.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  MBP77
6 meses atrás

são furtivos no brasil…nunca vi a mb falar q detectou um sub russo por aqui…e acho impossivel que eles não frequentem nossas aguas…kk

Darcio
Reply to  horatio nelson
6 meses atrás

Não precisam frequentar nossas águas,já frequentam todos partidos políticos, universidades e Mídia.

Raduga
Raduga
Reply to  MBP77
6 meses atrás

São furtivos o suficiente para adrentar 4 milhas náuticas em território hostil.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Tonho da Lua, ainda bem que a Rússia não depende das suas análises, caso contrário seria uma Argentina hoje.

Brunow
6 meses atrás

Chegou muito perto da costa para ser descoberto, normalmente teria que ter sido descoberto bem antes das 12 milhas, e forçado a se retirar..
Israel com um litoral tão pequeno já fazem isso, agora imagina o Brasil com seu gigante Atlântico, e decadência de meios para negar acesso a suas águas territoriais..

Italo Souza
Italo Souza
Reply to  Brunow
6 meses atrás

este SUB chegou literalmente no campo de visão da costa com direito a periscópio e todos os sensores capturando informações, fica a parecer que os Russos quiseram ser pegos e que isso ficou de demonstração.

Brunow
Reply to  Italo Souza
6 meses atrás

E por falar em Israel, uma foto tirada esta semana na Alemanha de sua mais nova Corveta Sa’ar 6, uma bela corveta, o Submatino que aparece na foto é um Type 209, possivelmente encomenda da Marinha Egípcia..
https://uploaddeimagens.com.br/imagens/img_20191112_222823_287-jpg

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Brunow
6 meses atrás

Lembrando que um torpedo ou missil anti-navio ocidental, tem alcance de 50km quando disparado de submarino. Os Russos geralmente tem alcance um pouco maior.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Brunow
6 meses atrás

Ainda fabricam o 209? Pensei que a moda agora fosse o 214/212.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Brunow
6 meses atrás

Dizem que nessa última operação UNITAS aqui no Brasil foi descoberto um submarino desconhecido e o mesmo foi ‘induzido’ a deixar a área.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Space Jockey
6 meses atrás

Tbm assisti ao vídeo onde se comenta este fato Space Jockey.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Space Jockey
6 meses atrás

Não sabia spacey, tem link?

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Peter nine nine
6 meses atrás

Peter, foi na live do Caiafa sobre a UNITAS 2019, segundo o mesmo foi um P-3 da FAB quem descobriu o intruso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Brunow
6 meses atrás

Brunow

Israel não está conseguindo bloquear os foguetes da Jihad palestina, imagina um submarino russo.
O vídeo de um foguete palestino explodindo em um estrada em plena Tel Aviv é impressionante.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

E vc Kings deve estar feliz pq Israel não está conseguindo bloquear esses foguetes

Ricardo
Ricardo
Reply to  Brunow
6 meses atrás

Brasil vem um naviozinho qualquer, lota o litoral de óleo e sai como se nada tivesse acontecido. Complicado.

Italo Souza
Italo Souza
6 meses atrás

claramente os Russos sabem oque faz e são bem equipados, ficar a 10 a 15 km da costa de israel que detém ótimos equipamentos de patrulha marítima é uma ousadia sem tamanho.

rommelqe
rommelqe
6 meses atrás

Embora não me pareça que seja este o objetivo basico da UNIFIL, a detecção de submarinos na região poderia eventualmente ter sido realizada por um dos meios da ONU ali destacados. Isso demonstra mais uma vez o quão difícil é achar submarinos; logicamente a marinha e demais meios israelenses estão ali, em casa, e mostraram que estão alertas; acredito que neste caso radares israelenses detectaram a presença pelo periscópio.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
6 meses atrás

Falhou…

Fabio Araujo
Fabio Araujo
6 meses atrás

Um teste para ver o quanto conseguiam chegar perto sem serem detectados!

Douglas Targino
Douglas Targino
Reply to  Fabio Araujo
6 meses atrás

Bom, se foi um teste, quase chegaram na areia kkkkkk

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Douglas Targino
6 meses atrás

kkkkkkk. vdd

Emerson Gabriel
Emerson Gabriel
Reply to  Fabio Araujo
6 meses atrás

Essa é a questão, muito se fala aqui que o Sub foi detectado facilmente, mas olha onde ele chegou sem ser visto e sabe D’us quanto tempo ele ficou lá bisbilhotando

Delfim
Delfim
6 meses atrás

Geralmente em casos de invasão territorial Israel atira primeiro e pergunta depois.
O texto diz que o submarino foi “visto”, ou seja estava emerso, sendo facilmente identificado como russo, o que teria feito Israel segurar o gatilho.

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  Delfim
6 meses atrás

Delfim, estando no mar territorial, o submarino deve permanecer na superfície e arvorando seu pavilhão nacional… isso segundo a Convenção das Nações Unidas para o Direito no mar… a questão é se esse sub estava mesmo exercendo a chamada “passagem inocente”… abraço…

rommelqe
rommelqe
Reply to  Fernando XO
6 meses atrás

Prezado XO: como profissional experiente, vc diria que eles estavam na superfície ou simplesmente erraram a trajetória e ficaram mais próximos do que deviam? Acho que esses russo são meio inconsequentes mesmo, às vezes estão tomando banho de sol no convés, outras vezes, quem sabe, não se preocuparam em fazer um pequeno ajuste de rota para evitar de entrar em território dos outros…Abs

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  rommelqe
6 meses atrás

Rommelge, vou opinar pelo que li no texto… ele estava a menos de 12 miilhas e foi avistado… isso me leva a concluir que cumpriu a regra, ou seja, estava na superfície, exercendo o direito de passagem inocente… a questão que não sabemos é se estava ou não coletando alguma informação… caso existam instalações ou contatos de interesse na área por onde ele transitou, é possível que tenha havido alguma ação naquele sentido… abraço…

Mário SAE
Mário SAE
Reply to  Delfim
6 meses atrás

Boa análise, Delfim. Ao identificar como um vaso russo convidou-o a se retirar do local, todavia se tivesse identificado como um submarino iraniano, a notícia que estaríamos lendo seria outra, certamente do tipo: Israelenses mandam enbarcacão dos Aiatolás pro quinto dos infernos.

Salim
Salim
Reply to  Delfim
6 meses atrás

Delfim, pela assinatura acústica e possível identificar o modelo do submarino e definir sua procedência. Lembro que Israel também analisou amplamente o modo operacional de aproximação russa e a curva acústica para este tipo operação.

Gabriel BR
Gabriel BR
6 meses atrás

A tendência é a Síria virar quase que um protetorado russo, tamanha é a importância daquela região para os interesses russos.

Segatto
Segatto
Reply to  Gabriel BR
6 meses atrás

Nem dê muita ideia, senão daqui a pouco o Putin declara que três repúblicas novas foram anexadas à Rússia: Síria, Curdistão e a Druza

teropode
Reply to  Gabriel BR
6 meses atrás

O leste do Eufrates já tem dono .

Kemen
Kemen
6 meses atrás

“O submarino foi visto”, não foi detectado submerso, nessa situação ele tem plena comunicação via radio, satélite, data link, e pode captar sinais de comunicação que ocorrem a grandes distancias mesmo criptografados, bem como fotografar e observar defesas. Poderia ter sido espionagem, pois o submarino devia saber muito bem onde se encontrava (Glonass).

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 meses atrás

Quem fez a tradução ?

Alexandre Esteves
Alexandre Esteves
6 meses atrás

Foi um gesto tosco, ofensivo de “mostrar a bandeira” para a Marinha de Israel. E a história é clara: não provoquem Israel.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Alexandre Esteves
6 meses atrás

Até parece que aquele toco de amarrar jumento tem condições de se garantir numa guerra de longa escala, só se for com a ajuda da OTAN, e se não usar suas armas nucleares antes.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
6 meses atrás

Afunda aí Israel kkkkkkk só bate cachorro morto!

JPC3
JPC3
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

A Rússia também, né garoto. Sem sentido esses comentários, sendo que os russos fazem muito menos que Israel.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  JPC3
6 meses atrás

Fazem menos em que sentido? Não estou a discordar, só fiquei interessado no seu ponto de vista.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
6 meses atrás

Tá mais para um recado claro para o parceiro dos EUA que se quiserem podem disparar contra eles também numa eventual guerra mundial. Tanto é que não houve nenhuma reclamação de nenhuma parte envolvida. Dae…

Arieyl mosher
6 meses atrás

Israel já sabia da presença dessa nave aí o problema que a Rússia quer por toda lei bater força com Israel depois da guerra que ela financiou a Arábia, Egito e outros países na minha opinião estar procurando sarna pra se coçar por mas que seja grande não tem pernas pra isso.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Arieyl mosher
6 meses atrás

Falou o experto, com certeza vc estava lá né

teropode
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

E vc estava pra afirmar que ele tá equivocado né? É cada figura .

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Arieyl mosher
6 meses atrás

A Russia, não têm pernas para isso??? Se necessário fosse, para a sua segurança nacional, a Rússia faria Israel desaparecer do mapa em três tempos.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Arieyl mosher
6 meses atrás

Se fosse um submarino lançador de mísseis nucleares Israel não iria ter tem tempo nem de gritar socorro aos EUA, já iria ter cheiro de povo escolhido fritado pela radiação…

Dalton
Dalton
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

Os SSBNs russos encontram-se com as Frotas do Norte e do Pacífico apenas,
mas, independente disso, Israel tem a capacidade de entregar armas atômicas
através de “ICBMs”, aeronaves e tudo indica através de submarinos também.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Dalton
6 meses atrás

Com mísseis disparados da costa Israel não teria tempo de reação, nem de saber quem disparou para reagir.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
6 meses atrás

Inocente quem acha que Israel já não estava monitorando este submarino e colhendo informações tbm.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
6 meses atrás

Me falta gás para fazer comentários sobre Israel.

Pedro Bó
Pedro Bó
6 meses atrás

Esse submarino estaria baseado no Mar Negro, passando pelo Bósforo, ou atravessou Gilbratar? Pergunto isso pois me lembro de ter lido algo, há uns 10-12 anos atrás, de que Porta-Aviões, por exemplo, eram proibidos por legislação internacional de navegar pelo Estreito do Bósforo.

jodreski
jodreski
6 meses atrás

Certamente que aquela distância o submarino colheu muitas informações valiosas sobre Israel, o sonar do Sub até detectou quantos puns o Benjamin Netanyahu soltou enquanto não havia ninguém por perto, o periscópio descobriu quais embarcações estavam na água, no porto, quais estavam em PMG e quais deverão estar de volta às águas em breve além de conseguir ver qual era a cor da cueca do Bibi naquele dia e se era a mesma do dia anterior ou não. Além disso todos os outros sensores descobriram todas as black ops do Mossad dos últimos 20 anos. Pô me poupe né…

Space Jockey
Space Jockey
6 meses atrás

Rússia e Israel tem relações muito boas, nada demais.

sk8
sk8
6 meses atrás

corre atras….

Formiga
6 meses atrás

Acho que foi um teste de segurança. Deviam estar fazendo diferentes tipos de manobras para ver até que nível e distância estavam ocultos, e coletar informações das respostas, que também devem ser disfarçadas!!! Testes gato e rato modo sub!!!

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
6 meses atrás

Quanto mais eu olho pros Paltus/Kilo, mais gosto deles. Elegantes.

Antunes 1980
Antunes 1980
6 meses atrás

Muito estranho esta demora na detecção do submarino russo.
Será que a Marinha Israelense ficou devendo nessa?

João Adaime
João Adaime
6 meses atrás

Cavalheiros
Sou um leigo total no assunto submarinos. Mas já li alguma coisa sobre informações (entenda-se como um eufemismo para espionagem). Que tipo de informações este submarino poderia coletar que não fosse possível por um iate ou mesmo por um turista com sua câmera e gravador caminhando pela areia ou mesmo pelas ruas a beira mar?
Em Israel, assim como em qualquer outro país democrático, qualquer um pode circular por qualquer área pública. E não é incomodado por isto.
Abraços

diego
diego
6 meses atrás

seria possível que um submarino nuclear, desses de grande ton tenha jogado óleo no nosso litoral ? imagino que só baste abrir o suspiro do tanque né? talvez nem precise ser de conhecimento de toda a tripulação…