Home Aviação Naval França envia porta-aviões em missão anti-Estado Islâmico no Oriente Médio

França envia porta-aviões em missão anti-Estado Islâmico no Oriente Médio

2993
43
Porta-aviões Charles de Gaulle
Porta-aviões Charles de Gaulle

A França enviará seu único porta-aviões para se unir às operações da coalizão contra o grupo terrorista do Estado Islâmico (EI), anunciou o presidente Emmanuel Macron.

“O porta-aviões apoiará a Operação Chammal no Oriente Médio de janeiro a abril de 2020 antes de se desdobrar no Oceano Atlântico e no Mar do Norte”, disse Macron em discurso de Ano Novo às forças armadas francesas.

A Operação Chammal é o componente francês da missão anti-EI liderada pelos EUA no Oriente Médio.

Macron disse que o porta-viões, chamado Charles de Gaulle, será acompanhado por uma força-tarefa europeia que incluirá navios da Alemanha, Bélgica, Holanda, Espanha, Portugal e Grécia.

Macron não forneceu a natureza exata da missão, mas os aviões de combate franceses se uniram à luta contra as posições do EI como parte da coalizão, e existem cerca de 1.000 soldados franceses na região.

O porta-aviões Charles de Gaulle também apoiou as operações contra o EI durante um mês no ano passado, quando as forças curdas apoiadas pelo Ocidente invadiram a última fortaleza do grupo extremista na Síria.

Porta-Aviões Charles de Gaulle

O presidente francês disse que as forças de seu país permaneceriam na luta contra o EI, que assumiu a responsabilidade pela maioria dos ataques terroristas na França entre 2015 e 16 que mataram mais de 230 pessoas.

Macron disse que, embora o grupo não detenha mais território, “sua ameaça permanece, sob outra forma espreita e mais insidiosa”.

A coalizão anti-EI obteve grandes sucessos ao expulsar o grupo extremista de quase todo o território que ganhou em 2014 no Iraque e na Síria.

Mas eventos recentes representaram contratempos para a coalizão.

A Turquia invadiu o nordeste da Síria em outubro para combater as forças curdas apoiadas pelo Ocidente que derrotaram os extremistas do EI na região, interrompendo as operações finais de limpeza e permitindo que alguns prisioneiros do EI detidos pelas forças curdas escapassem.

Enquanto isso, no Iraque, muitas tropas da coalizão saíram do país, pelo menos temporariamente, após as crescentes tensões entre os Estados Unidos e o Irã por causa da decisão dos EUA de assassinar um importante comandante militar iraniano.

Porta-aviões Charles de Gaulle

FONTE: Radio Free Europe / Radio Liberty

43
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
36 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
27 Comment authors
DuduAntonio PalharesAbdul IbrahimMaurício Veigarui mendes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
R_cordeiro
Visitante
R_cordeiro

Acho este P. A lindo. Do jeitinho que deveríamos adquirir num sonho distante, tonelagem exata pra gente. Um sonho.

Gustavo
Visitante
Gustavo

também acho, muito bonito e com a tonelagem ideal para a MB se um dia ela vier ter capacidade para isso.
Mas não precisamos que ele seja nuclear…

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

Galante,esse é o número máximo de caças embarcados no CDG?

Machado
Visitante
Machado

30 Rafales

ivan leduc de lara
Visitante

com meia dúzia de mísseis iranianos, vai tudo pru fundu.

Jonatan
Visitante
Jonatan

Se o Ira ousar afundar um PA da OTAN, o país ficará sem Marinha de guerra ou mercante, pelos próximos 50 anos!

tomcat4.0
Visitante

Jonatan na verdade o Irã ficará sem forças armadas e infraestrutura por estes 50 anos.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Combinou com os russos e chineses?

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante

Você acha que a Rússia e a China vão mover uma palha para salvar o Irã ?

Kemen
Visitante
Kemen

E o Iran tem capacidade e “cérebro de ostra” para fazer isso? A quem diga que não tem nem um nem o outro. Vejamos, agora é a OTAN, não é uma querelinha só com os EEUU, dai o apoio até agora meio que duvidoso dos aliados europeus aos EEUU viraria um apoio geral e irrestrito contra o Iran.

Gustavo
Visitante
Gustavo

Mais poder de fogo que a FAB toda nessa foto.

Delfim
Visitante
Delfim

Enquanto a França se mete a combater o EIIL, um monte de muçulmanos migram para a França…
A Europa vai de mal a pior.

Corcel
Visitante

Não adianta combater eles e deixar suas fronteiras escancaradas.

Leonardo M.
Visitante
Leonardo M.

Até 2050 Maomé estará na constituição francesa e alemã.
Bom pra nós pois as loirinhas da alemanha terão que mudar para os EUA, Brasil e outros países cristão/democráticos.

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Opaaaaa gostei…. Bem que poderiam abrir também as fronteiras da rússia, suécia, Hungria, holanda…..Puxa agora me lembrei… que pena, acho que não terei mais testosterona…

tomcat4.0
Visitante

Leonardo M, só não vale continuarem com suvaco cabeludo.rs

Pedro Bó
Visitante
Pedro Bó

Até parece que elas vão querer brasileiros…

Kemen
Visitante
Kemen

E as finlandesas tão quentes e naquele pais tão frio…não?

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

“egalite liberte et fraternite”… Os franceses e sua fraternidade abriram as portas para os muçulmanos… anos e anos de multiculturalismo no continente europeu só serviram para enfraquecer a Europa. De acordo com os dados do Centro de Estudos Políticos e Estratégicos Machiavelli,até ao ano de 2065,a migração descontrolada terá certas consequências, dentro de 50 anos os italianos por exemplo, se tornarão uma minoria étnica e vão perfazer menos de 60% da população. situação semelhante se observa agora em outros países da Europa – no Reino Unido, na Alemanha e na França. Hoje, na Alemanha 36% das crianças são filhos de… Read more »

Kemen
Visitante
Kemen

Não se pode julgar quem segue a religião muçulmana ou outra qualquer. Professar o islamismo não significa ser terrorista e quem julga as pessoas pela religião não respeita a nossa Constituição. Na França 5,6 % seguem a religião muçulmana, 0,8 % da população seguem a religião judia. Portanto em torno de 3.750.000 pessoas na França seguem o islamismo, e não são terroristas, algumas podem sim, ser aliciadas por grupos extremistas de esquerda ou direita, assim como poderiam ser aliciadas pessoas de qualquer religião para atos contra a sociedade, mediante as mais diversas justificativas inventadas ou criadas pelos extremistas. No mundo… Read more »

rui mendes
Visitante
rui mendes

Mas para alguns cristãos democráticos!!!!!????? ahahah, nos Estados Unidos não existem muçulmanos, além disso devem desconhecer que os Europeus que são muçulmanos, têm o mesmos direitos de cidadania que outros Europeus de outras religiões, ou ateus, mas parece que tais cristãos democráticos!!!!!?????, são pouco democráticos, o que eles são muito, é racistas e xenófabos.

Dalton
Visitante
Dalton

Os 30 Rafales M fotografados durante um exercício, pertencem aos 3 esquadrões de caça/ataque, 11F, 12F e 17F, cada esquadrão tendo entre 10 e 12 aeronaves, mas, o normal é embarcar apenas 2 para uma missão, enquanto o terceiro permanece em terra, treinando, mesmo que parcialmente completo com unidades passando por manutenção e que pode se necessário reforçar os demais. . A marinha francesa conta com 42 RAfales M, mais dois que ainda deverão ser entregues, divididos entre os 3 esquadrões, mais extras, para treinamento e testes. . O envio do “Charles De Gaulle” para o Mar do Norte é… Read more »

fresney
Visitante
fresney

Gostaria de saber qual será esse desdobramento a ser realizado por este PA no Atlântico conf o texto cita ??

Matheus
Visitante
Matheus

Também fiquei curioso, mas deve o atlântico norte.

Dalton
Visitante
Dalton

O texto menciona uma região específica do Atlântico, “Mar do Norte”, situada
entre a França e o sul da Noruega ,portanto, Atlântico Norte e talvez até ocorra um encontro com o USS Dwight Eisenhower programado para deixar Norfolk em direção ao Oriente Médio em março.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Os Franceses sempre pródigos nas papagaiadas. O exercito islâmico não foi ainda derrotado de vez porque eles e seus aliados não deixaram. O negócio deles, chama-se petróleo. Enquanto isso. Os enormes contingentes de refugiados, invadem a Europa como uma peste de gafanhotos. Que certamente farão ruir o que outrora era um berço da civilização. Tudo é uma consequência natural das leis de ação e reação, causa efeito.

rui mendes
Visitante
rui mendes

Pois, foram vocês que ajudaram a derrotar o EI, não?

Dudu
Visitante
Dudu

Antonio Palhares:
De onde eles vieram havia civilização antes que na Europa.Se quer xingar ao menos se informe.Isso usando o alfabeto arábico.
Ação e reação?faz sentido,já que a riqueza européia vem justamente de saques,exploração e genocídio feitos contra esses mesmos povos.
Mas claro,história não é seu forte…

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Caro Dudu.
No pequeno texto que escrevi não existem xingamentos. Existe a constatação. Que, por causa do comportamento dos pedantes franceses e seus aliados. O ISIS ainda não foi derrotado totalmente. O que tem contribuído para uma invasão de refugiados na Europa. Metaforicamente falando, como uma invasão de gafanhotos. Agora, quanto às elucubrações históricas e suas contextualizações. Fica para outra oportunidade.
Um fraterno abraço.

Dudu
Visitante
Dudu

Antônio Palhares:
Afirmar que é xingamento se referir a pessoas,em especial ás que estão fugindo de guerras, como “peste de gafanhotos” é uma constatação oportuna.Assim como como trocar “peste” por invasão e alegar “metáforas” é eufemismo.E objetivamente falando,na Mesopotâmia e Egito haviam civilizações antes que na Europa.Não há como sair pela tangente nesse ponto.
Mas tems razão quanto á pequenez de seu texto.
Um abração.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Dudu.
O senhor está ofendido sem motivos. Procurando pelo em ovos. Não precisamos ofender para discordar. Discordemos com um pouco mais de elegância.

Dudu
Visitante
Dudu

Antonio Palhares:
Noto que tecer comentários jocosos sobre o sofrimento alheio e acusar a outros daquilo que fazes lhe parece elegante.Contradição motivadora,confesso.

Abdul Ibrahim
Visitante
Abdul Ibrahim

Estado Islâmico ainda bem ativos, pior espalhados aos milhares sem bases visíveis,
a intensão dos refugiados é Al Aldaluz, terra da guerra e paz! Iraque e Siria nunca foi intensão do ISIS, califado de Cordoba Mussi Aliciante Granada
parte de Portugal Sul da França, por isso o ISIS ataca o norte da África, onde o califado será nomeado por governos africanos!

Dudu
Visitante
Dudu

Abdul Ibrahin:
Viva Carlos Martel!