Home Marinhas de Guerra US Navy apreende armas ilegais no mar da Arábia

US Navy apreende armas ilegais no mar da Arábia

3645
22
USS Normandy (CG-60)

MAR DA ARÁBIA – Em 9 de fevereiro, o cruzador USS Normandy (CG 60), enquanto conduzia operações de segurança marítima na área de operações do Comando Central dos EUA, abordou uma embarcação de acordo com o direito internacional e descobriu um grande estoque de armas.

As armas apreendidas incluem 150 mísseis guiados antitanque “Dehlavieh” (ATGM), cópias fabricadas no Irã de ATGMs russos Kornet. Outros componentes de armas apreendidos a bordo da embarcação eram de design e fabricação iranianos e incluíam três mísseis terra-ar iranianos, miras de armas de imagens térmicas iranianas e componentes iranianos para drones aéreos e de superfície, além de outras munições e peças avançadas de armas.

Muitos desses sistemas de armas são idênticos aos sistemas avançados e componentes de armas apreendidos pelo destróier de mísseis guiados USS Forrest Sherman (DDG 98) no Mar da Arábia em 25 de novembro de 2019. Essas armas foram determinadas como sendo de origem iraniana e avaliadas como tendo destino os houthis no Iêmen, o que violaria uma resolução do Conselho de Segurança da ONU que proíbe o fornecimento, a venda ou a transferência direta ou indireta de armas para os houthis.

As armas apreendidas estão sob custódia dos EUA aguardando a disposição final. A avaliação do material será um esforço interinstitucional e internacional. As nações e organizações parceiras internacionais também foram convidadas a inspecionar o material.

A operação está em andamento e mais informações serão compartilhadas assim que estiverem disponíveis.

Armamento de origem iraniana apreendido pela US Navy

FONTE: Comando Central dos EUA

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Esse mesmo armamento os EUA vão financiar seus terrorista por aquela mesma região kkkkkk

Camargoer
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Olá. Estou surpreso pela competência dos iranianos de produzirem localmente armas sofisticadas por meio de engenharia reversa. Talvez o erro foi estampar “made in Iran”. Como são cópias, poderiam ter colocado “made in China” . Isso ia jogar a culpa nos chineses.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
4 meses atrás

Corre vídeo na internet de um Tornado saudita sendo derrubado no Yemen.
Pode ser com um dispositivo fabricado no Irã, que vem avançando muito no campo militar.
Agora, se essas entregas aumentarem, os inimigos do Irã naquele País terão seríssimos problemas.

Dalton
Dalton
4 meses atrás

O USS Normandy e três Arleigh Burkes, um dos quais o USS Forrest Sherman também mencionado na matéria, pertencem ao Grupo de Ataque do NAe USS Harry Truman, mas, este, precisou de reparos emergenciais atrasando sua saída para o Oriente Médio em dois meses enquanto os demais navios do Grupo partiram na data combinada em setembro.
.
Em novembro o USS Harry Truman atravessou o Atlântico em companhia do navio de apoio logístico USNS Supply, sendo recepcionado pelo fiel USS Normandy que o encontrou fora do Estreito de Gibraltar no início de dezembro.
.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
4 meses atrás

Esse tipo de ação pode ser duplamente eficaz pois ajuda a diminuir a capacidade dos grupos apoiados pelo Irã e ao mesmo tempo esse armamento pode ser direcionado aos grupos apoiados pelos EUA, o lógico seria destruir esses armamentos, mas naquela região a lógica não funciona muito.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Vai ter de apreender muito mais, mas muito mais.
No Yemen, os houthis estão avançando bastante e atacando até alvos aéreos na fronteira saudita.
No Afeganistão, o Talibã anunciou hoje que abateu mais um helicóptero das forças invasoras, não se sabe ainda se é americano.
Apesar de o Talibã não ser aliado do Irã, nada impede os iranianos de fornecer ajuda militar para expulsar o inimigo comum.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Cada carga apreendida gera uma dor de cabeça pois é uma reposição que atrasa e no front os armamentos estão sendo utilizados e precisam ser repostos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Mas, o mais importante é a mudança de postura.
Se o Irã resolver apoiar maciçamente os houthis com armas e/ou assessores, acredito que eles ganhem aquela guerra rapidamente.

Andre
Andre
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Rapidamente..seria quando? Até o final de 2020? Até o final de 2120? Até o final dos tempos?

Já certou alguma previsão?

Petro Quiz
Petro Quiz
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Caraca vc só viaja…

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alex Barreto Cypriano
4 meses atrás

Eu vi essa notícia, mas não li o conteúdo.
Parece que os EUA não conseguiram nada depois de anos e anos de guerra.
A provável saída dos EUA do Afeganistão certamente enfraquecerá a já debilitada situação dos americanos na Ásia Central e arredores.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Enfraquecer uma situação prejudicial à América? Ótimo, que assim seja. A América tem que parar de ser o pistoleiro dos interesses europeus na Ásia, já que isso é problema europeu, e se concentrar unilateralmente nos seus objetivos imediatos nacionais espalhados mundo afora. Pompeu faz o lip service da frase de duplo sentido consoladora, mas sabe o que está fazendo – e os europeus e asiáticos também:
https://www.hindustantimes.com/world-news/mike-pompeo-rejects-claims-that-us-has-quit-global-role/story-8PXmKaXJIxme0y8UxtLpBO.html

Carlos Campos
Carlos Campos
4 meses atrás

OFF
Um tornado foi abatido no Yemen, não sei que arma foi usada, mas eles conseguiram derrubar um Jato, eles, usam drones de longo alcance, eles mísseis balísticos, as Monarquias Árabes estão tomando um coro indireto do Irã

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Campos
4 meses atrás

Vídeo da derrubada do avião saudita.
https://youtu.be/bevGPTlUnXE

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Isso foi por um Igla? Parabéns aos iemenitas por surrarem a caterva árabe

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Pelo vídeo, não foi míssil de ombro

Anderson Fernandes
Anderson Fernandes
4 meses atrás

Alguem sabe dizer se marinha do brasil tem lanchas e condicoes de fazer abordagens assim? Pelo que sei o problema de logistica é complicado, vejamos o caso da fab que teve dificuldades em buscar os brasileiros em quarentena na china

Enes
Enes
Reply to  Anderson Fernandes
4 meses atrás

Anderson, a MB tem lanchas em nossos navios, essa manobra pode ser feita por lanchas ou helicópteros, usa-se o grupo de visita e inspeção para esse tipo de operação, lembrando que todos os combatentes de superfície tem tem seu GVI.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
4 meses atrás

O Irã é um rato, mas um rato que se tiver a oportunidade de ter morder é morte inevitável. Os ataques à refinaria Saudita e às bases americanas mostraram ao mundo que o Irã pode fazer estragos, caso os guardiões da moral e da justiça queiram se aventurar por lá.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

Com tanto armamento apreendido, os EUA irão poder abastecer seus terroristas de bolso por toda a região do OM…

Tem material o suficiente para fazer muita false Flag,não tenham dúvidas.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
4 meses atrás

Aliás saudita.