Home Asas Rotativas Marinha Portuguesa: Primeiro voo do helicóptero Lynx após modernização

Marinha Portuguesa: Primeiro voo do helicóptero Lynx após modernização

3503
23

Um dos cinco helicópteros da Marinha Portuguesa que se encontram em processo de modernização realizou com sucesso, no passado dia 14 de fevereiro o primeiro voo de teste

Os cinco helicópteros Lynx Mk95 da Marinha Portuguesa atingiram em 2015 a condição de meia-vida.

Após 23 anos de operação tornou-se necessário proceder à modernização de alguns sistemas aviónicos e equipamentos onde se incluíram os motores.

Assim, a Marinha Portuguesa assinou um contrato com a Leonardo Helicopters (fabricante exclusivo dos Lynx), com o objetivo da modernização dos helicópteros, no dia 21 de julho de 2016, tendo sido iniciado o projeto de modernização, em setembro do mesmo ano.

Os cinco helicópteros estão a ser sujeitos a trabalhos de modificação estrutural decorrentes da instalação de novos motores. Na área dos aviônicos encontram-se a ser efetuados upgrades aos sistemas de ajudas e navegação, sendo introduzidos sistemas atualizados de navegação inercial.

No âmbito destas intervenções, decorrem ainda trabalhos de substituição do atual painel de instrumentos e do atual guincho de salvamento hidráulico, por um guincho elétrico de maior fiabilidade, bem como a instalação de um sistema de amortecimento de vibrações do rotor principal.

Este helicóptero tem chegada prevista para o final do 1º semestre deste ano.

A Marinha Portuguesa opera Helicópteros Lynx Mk95 desde 1993.

FONTE: Marinha Portuguesa

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
TeoB
TeoB
6 meses atrás

Boa tarde, não sei mas me parece que a modernização dos nossos Lynx da MB foi mais completa que essa de Portugal, alguém me corrija se estiver errado…

Glauber
Reply to  TeoB
6 meses atrás

As anv portuguesas sofreram um MLU, que é o upgrade de meia vida, feito pra manter a aeronave atualizada e cumprindo suas missões. O outro, foi uma grande modernização, com a adição de capacidades que não estavam presentes, além da atualização do que já existia.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  TeoB
6 meses atrás

Os Lynx portugueses também sofreram uma grande modernização. Assim como os brasileiros, receberam o novo motor, usado no Wildcat.
Sobre a modernização dos brasileiros:
“O Programa prevê a modernização de oito aeronaves Lynx e contempla a substituição dos atuais motores para os LHTEC CTS800-4N, a inclusão do Full Glass Cockpit, a compatibilização para operar com óculos de visão noturna e a substituição dos principais sistemas aviônicos…”
De diferente, o que consigo ver nas fotos é que os nossos receberam o MAGE-RWR.

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  Chales Dickens
6 meses atrás

Pergunto aos especialistas. Esses navios espiões, disfarçados de navios de pesquisa, pesca, etc., têm algum tipo de armamento escondido para auto defesa?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
6 meses atrás

Com a modernização, quais seriam as diferenças entre o Lynx da Marinha portuguesa e os da MB?

willhorv
willhorv
Reply to  Willber Rodrigues
6 meses atrás

Os deles vão operar por mais 10 anos. Os nossos vamos operar até todo mundo estar andando de disco voador!!!
Aí vão abrir uma comissão, que por sua vez vão abrir 5 subcomissões para entender se aprova ou não a sua substituição. Mas não por disco voadores 0km. Algo de segunda mão que pode ser montado aqui como se fossem novos!
Mas os saudos transferidos de avô para pai para filho e netos estarão em dia!
Não resisti!

Beserra(FN)
Reply to  willhorv
6 meses atrás

Comentário babaca do dia.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Beserra(FN)
6 meses atrás

Onde assino Beserra(FN)?

Elcimar
Elcimar
Reply to  willhorv
6 meses atrás

e onde vc tirou essa informação que os nossos foram comprados usados ?…não consegue entender do que é debatido aqui então melhor calar e não falar besteira.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  willhorv
6 meses atrás

Wilhor, eu percebo que apenas queria espalhar bom humor, mas note que, aqui em Portugal, operamos Alloutte III desde a década de 60, portanto, também, tal como os brasileiros, usamos o material até o osso 😅👌. Por isso a piada bem que poderia ser ao contrário que talvez até fizesse mais sentido.
Eu vejo sempre pelo lado positivo: é que da manutenção portuguesa ninguém pode reclamar, seria pecado. Não é toda a gente que mantém a voar helicópteros veteranos de guerra, vítimas diversas vezes de fogo inimigo, a voar, durante 60 anos!
https://www.portugaldefensenews.com/l/os-novos-helicopteros-da-forca-aerea-portuguesa/

Juarez
Juarez
Reply to  willhorv
6 meses atrás

O que esse comentário visa agregar ?

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Juarez
6 meses atrás

O meu?

Leandro Costa
Leandro Costa
6 meses atrás

*** OFF TOPIC ***

Não sei se já saíram notícias, mas a HMS Dragon perdeu a propulsão e ficou um tempo à deriva (até ela seguir com a maré até águas mais razas e o ferro fincar no fundo) ao largo da Noruega.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Leandro Costa
6 meses atrás

OBS.: Isso foi ontem, terça-feira e aparentemente foi rebocada.

Patton
Patton
6 meses atrás
Fabio Araujo
Fabio Araujo
6 meses atrás

Esse centro de manutenção que a Leonardo esta montando no Brasil vai ser apto para dar manutenção dos Lynx da MB? E como anda o programa de modernização dos nossos Lynx?

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Tomcat
6 meses atrás

Apenas para assinantes. Mas vou procurar outra fonte. Obrigado pela postagem!

Dalton
Dalton
Reply to  Tomcat
6 meses atrás

Mesma coisa aconteceu na costa leste dos EUA em dezembro, onde outro navio “espião” russo, que já é freguês daquelas águas, navegou de forma insegura colocando em perigo desnecessariamente outros navios, um deles, o USS Mahan que após um período de manutenção não encontrava-se totalmente certificado.
.
Coincidentemente na mesma época o USS Ross fez uma visita à Romênia
no Mar Negro, a diferença é que ele navegou de acordo com as leis e não ofereceu perigo nenhum.
.
Não há nada que se possa fazer, além dos protestos habituais, o navio russo encontrava-se em águas internacionais, lá, como aqui.

Eduardo de Assis Ribeiro Filho
Eduardo de Assis Ribeiro Filho
6 meses atrás

Off Topic:
https://www.opopular.com.br/noticias/mundo/navio-russo-suspeito-de-espionagem-coloca-marinha-brasileira-em-alerta-1.1999324

Navio Russo de espionagem aparecendo e sumindo em nossas águas. Ao final atracou no RJ.

Tomcat
Tomcat
Reply to  Eduardo de Assis Ribeiro Filho
6 meses atrás

Pois é, para aqueles que acham que estaremos deitados eternamente em berço esplêndido e pacífico… É bom a MB ter esse tipo de “problema”, que tenderão a só aumentarem, e ver se começa a se mexer

Carvalho2008
Carvalho2008
6 meses atrás