sexta-feira, março 5, 2021

Saab Naval

Primeiro míssil antinavio da Turquia se aproxima da produção em massa

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Turquia está atualmente nos estágios finais de teste de seu primeiro míssil antinavio fabricado internamente, Atmaca, disse o presidente da Presidência das Indústrias de Defesa (SSB), Ismail Demir, no dia 29 de setembro.

Ele acrescentou que um último teste foi deixado para o míssil antinavio antes de entrar em produção em massa.

Demir disse no Twitter que o Atmaca foi testado com sua própria unidade de navegação inercial interna a bordo, independente do GPS. O teste foi bem-sucedido e o teste final será realizado com uma ogiva. Esse desenvolvimento também demonstrou a capacidade superior do míssil contra a guerra eletrônica (EW).

O desenvolvimento do míssil antinavio começou em 2009 e um acordo para produção em massa foi assinado entre a SSB e o fabricante Roketsan em 2018.

O presidente da Roketsan, Murat Ikinci, disse anteriormente que o míssil de cruzeiro Atmaca, que tem um alcance de 250 quilômetros (155 milhas), é um produto nacional que inclui tecnologia disponível apenas para poucos países.

Ikinci também disse que o míssil está sendo desenvolvido para atender às necessidades das Forças Navais turcas e pode substituir os mísseis importados.

“Também estamos trabalhando na versão terra-terra do míssil de cruzeiro Atmaca”, disse ele, acrescentando que essas tecnologias devem dar uma contribuição séria para a força e experiência das forças de defesa e da indústria da Turquia.

O estoque das Forças Navais atualmente contém os mísseis antinavio Harpoon, de fabricação americana. Espera-se que eles sejam substituídos pelos mísseis Atmaca que possuem recursos adicionais superiores.

Os mísseis Atmaca deverão ser usados ​​em corvetas construídas sob o projeto do Navio Nacional da Turquia (MILGEM), junto com outras embarcações e submarinos que atualmente usam mísseis Harpoon.

Os mísseis também devem ser usados em suas versões terrestres para a segurança do litoral.

Motor a jato KTJ-3200 do míssil Atmaca

O primeiro míssil antinavio do país será equipado com um motor KTJ-3200 totalmente nativo, desenvolvido pelo Grupo Kale, confirmou o chefe da SSB anteriormente.

O Atmaca é um míssil guiado moderno para todas as condições meteorológicas. É eficaz contra alvos fixos e móveis graças à sua resistência a contramedidas, atualização de alvos, recursos de reativação e cancelamento de tarefas, bem como um sistema de roteamento 3D avançado.

Os sistemas de controle de lançamento do míssil foram produzidos pelo gigante da defesa turco ASELSAN, enquanto o sistema de controle de tiro foi desenvolvido pelo Comando do Centro de Pesquisa Naval da Turquia (ArMerKom). O míssil autóctone foi apresentado em uma das principais feiras de defesa do mundo, a Feira Internacional da Indústria de Defesa (IDEF’19), em Istambul no ano passado.

O míssil voa baixo acima da água e pode atingir seu alvo tanto em um plano linear quanto vertical. Com este recurso, o míssil pode atingir uma altitude maior quando se aproxima do alvo e pode pousar em um navio alvo diretamente de cima. O alvo do míssil pode ser alterado mesmo após o lançamento e está altamente protegido contra interferência eletrônica.

UAVs para o TCG Anadolu

Enquanto isso, a SSB manteve uma reunião com a equipe turca do magnata dos drones Baykar para discutir a possível implantação de veículos aéreos não tripulados (UAV) no TCG Anadolu, o primeiro navio de assalto anfíbio multifuncional do tipo Landing Helicopter Dock (LHD) do país, disse Demir na segunda-feira durante uma transmissão ao vivo.

No entanto, ele disse, a entrada dos drones em serviço a bordo da embarcação pode não ser tão rápida quanto a entrada do TCG Anadolu no inventário das Forças Navais, pois haverá trabalhos adicionais para implantá-los em tal plataforma.

Os LHDs, que são pequenos porta-aviões, são caracterizados por um convés alagável, permitindo permitindo a transferência de um grande número de veículos militares pessoais e blindados e a utilização de diversos tipos de aeronaves, incluindo caças de decolagem curta/pouso vertical (STOVL).

FONTE: Daily Sabah

- Advertisement -

45 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
45 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
TeoB

todo mundo correndo atrás….
Alguma noticia do próximo teste do Mansup? vi que o navio alvo pegou fogo enquanto estava sendo preparado, será que vão testar logo…?

Teropode

Esqueça o Mansup , vai ser feito mais um teste e cancelar o projeto ….

Cadillac

Virou vidente ou só ta falando asneira?

Wellington Góes

O MANSUP é da MB, não do Aeroclube…

jbcm

enquanto isso, em narnia…

Rui Chapéu

O bom que com todos esses países fazendo mísseis anti-navios nós não precisamos nos preocupar.

Afinal, nem temos navios mesmo eaiohoeiahaeio

Gelson

Bom dia, alguns países só começarão a preocupar-se no momento que forem desenvolvidos mísseis “antialmirantes”!
Senão, tudo na paz e no amor…!

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Acho que a preocupação mesmo, será quando desenvolverem misseis anti-licitação-de-lagosta… daí será um fundúncio no almirantado nacional!

Gabriel BR

Meus parabéns aos Turcos
Espero que em breve possamos aprofundar as relações entre nossas indústrias, fabricar equipamentos e desenvolver tecnologias em conjunto.

Luiz Floriano Alves

Cada vez, mais se produzem misseis maiores e melhores. Segundo a experiencia dwe produzir o barco de acordo com a arma, a Turquia deve lançar barcos lança missil, a moda dos Hayabusha do Japão. Poder de fogo a baixo custo é tudo que se precisa. E nós? Ainda sonhando com o Porta Aviões. Afinal, proporcionam espaço para belas recepções, e empregam centenas de Almirantes.

Rafael costa

Nós estamos desenvolvendo o Mansup que entrará em operação em breve !!

Cleber

2050 . kkk

Kemen

Pois é, com alguns “amiguinhos” do norte a anos bloqueando as nossas compras de componentes considerados estratégicos (talvez para a A.L.) e nossos técnicos “se virando” para tentar produzir uma unidade de navegação inercial local com o disponível e que tenha a máxima precisão possivel de conseguir.

Leonardo Costa da Fonte

Se dependem dos amiguinhos do norte, então não adianta nada produzir aqui. Chega a ser piada! Metem o pau no amigo do norte, depois reclamam quando ele não permite a exportação de itens sensíveis.. Vai entender …

Conte. Nogueira

Tem ex presidente que já sequestrou embaixador estadunidense. As consequências serão eternas.

César Pereira

Qual ex presidente que sequestrou um embaixador estadunidense ? Você se enganou !

Teropode

Foi presidenta e não presidente.

Cristiano de Aquino Campos

Na verdade ela não sequestrou o embaixador americano. Se tivesse feito nunca estaria entrando e saindo a torto e a direito dos EUA para gastar dinheiro. Ou os EUA dão menos importância ao fato que nós.

Teropode

Ela foi casada com um dos , na verdade não acho ela mau pessoa , na juventude fazemos muita mer** , pior é o atual , uma pessoa traiçoeira e sem empatia , um verme .

Raduga

Isso mesmo, Gabeira tava no grupo e até hoje não pode entrar nos EUA.

césar Pereira

Essa estória de ex presidente(a) ter sequestrado embaixador dos EUA, não é verdade ! Pessoal se informem melhor, não vamos ficar divulgando essas coisas ,que não são verdadeiras, não adiciona nada aos nossos debates !

Cristiano de Aquino Campos

Se são eternas, temos duas alfernativas:
1-Procura outro fornecedor externo.
2-Constroe um nacional.

Cristiano de Aquino Campos

O quê não pode e ficar abaixa do a cabeça sem ganhar nada em troca. E não adianta nós dar algo que já teriamos de outra forma ou algo paliativo.

Raduga

Divulgar informações falsas pode, mas, faça uma crítica mesmo que baseada em fatos e seus comentários ficarão “awaiting for approval”

Teropode

Que mimimi infantil é este ? O Irã foi bloqueado , a CN idem e vejam os avanços em mísseis , vcs parecem papagaio repetindo este mantra ; eles são mais , maldosos , não venderam fiado os produtos qui agente precisava ….. para meu , isto é síndrome de viralata , já que é pra comprar “produtos sensíveis ” então comprem de prateleira e vão plantar soja ..

sergio ribamar ferreira

Concordo plenamente com o Sr. Luiz Floriano Alves. Com o pronunciamento do Biden fica mais claro quando citamos o atraso militar em que o país se encontra. Mas sem problema, os americanos são amigos. Não existe amizade entre países e sim negócios.

Cadillac

“Sonhando com porta aviões” voce fala como se fosse a maior prioridade da marinha. Se fosse verdade, não teriam os submarinos, as fragatas e o próprio MANSUP sendo focados no momento. Existem vários pontos que a marinha precisa ser criticada e vc escolhe a que menos agrega ao debate.

Teropode

Não te entendo , primeiro vc parabeniza e depois deseja relações com nossa indústria , vc quer é zicar os produtos turcos …

Joao Moita Jr

Com o Brasil? Os turcos dirão; “Só se pagar adiantado”

Antoniokings

Temos de tirar o chapéu para a Turquia.

CARLOS ATHAYDE VALADARES VIEGAS

Editores, como anda o MANSUP?

Wellington Góes

Está nos estágios finais de desenvolvimento e perto do estágio de industrialização, como o MTC-300 e diferente do que aconteceu com o MAR-1, ou MAA-1A/B, ou A-DARTER… Estes últimos, projetos cancelados pelo Aeroclube…

Fabio Araujo

Não vejo a hora de ver uma matéria semelhante em relação ao nosso!

Mauro Carvalho Lemes

Sim. O Brasil é com o planeta terra, o tempo não é problema, pois se desenvolve a bilhões de anos, não se preocupe, não veremos…

Luiz

Angra 3 que diga!

A6MZero

Do jeito que as coisas andam os turcos vão acabar precisando desse míssil logo logo …

Carlos Campos

Parabéns a industria da Turquia, esse míssil tem alcance de mais de 100 km com link de dados para mudar de alvo se necessário.

carvalho2008

off topic:

https://navalnews.net/thyssenkrupp-marine-launches-4th-type-209-1400-submarine-of-egypt/

Entrega do 4o. e ultimo submarino IKL 209 encomendado pelo Egito.

Kemen

Não duvido do missil em si, parece que a coisa é seria entretanto gostaria de saber de quem compraram a unidade de navegação inercial, ou quem vendeu os componentes para produzi-la, considerados estratégicos e poucos paises tem a sua produção totalmente independente.

Marcelo Danton

Cara! O Brasil já desenvolveu isso há mais de 30 anos na região de campinas ….. era para os VLS.

Teropode

Ele acredita na lenda deque só EUA , França , Rússia e China são capazes de produzir estes produtos sensíveis , por isso a incredulidade .

Marcelo Danton

https://youtu.be/u53oyRFee9g
Comparem as turbinas…. vejam a qualidade dos produtos aqui desenvolvidos e produzidos. Vejam nossas ultracentrifugadoras …
Vejam nosso parques óticos , vejam os monitores do gripem e das cabines da Embraer .. o problema do Brasil é escala, por não sermos um país guerreiro no sentido de praticar guerras ou se intrometer no assunto dos outros por motivos mercantilistas ..
cansa ver essas “opiniões e palpites “ viu. Tudo raso, tudo debochado, tudo infantilizado 😫🥺

Teropode

Pois é , poderíamos ao menos cativar o mercado africano onde teoricamente teríamos bom acesso , vemos nas redes sociais daqueles países ( Moçambique , Angola , Guiné Bissau , Nanibi e outros ) jovens empolgados com nossa indústria bélica , agem mais ou menos como aqui se agem em relação a Rússia e EUA , os caras lá de alguma forma olham pra gente como irmãos ( e de fato somos ) , poderíamos atuar junto a eles na área agricula , de saneamento , de saúde , na área de segurança , mas ficamos aqui sonhando com a… Read more »

Cadillac

O nível de debate aqui é muito fraco. Se faz, reclamam. Se não faz, reclamam também.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

A foto que irritou os almirantes da Marinha dos EUA

Durante uma manobra no Caribe em 2007, um submarino alemão diesel-elétrico (U24) rompeu o anel defensivo em torno do...
- Advertisement -
- Advertisement -