Home Marinha do Brasil Navios da Marinha do Brasil iniciam Operação Caribex 2020

Navios da Marinha do Brasil iniciam Operação Caribex 2020

2065
26

O Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020”, composto pelos Navios-Patrulha (NPa) “Macau” e “Bocaina”, atracou, no dia 9 de novembro, na cidade de Georgetown, capital da Guiana, primeiro porto no exterior visitado durante a missão.

A operação tem como propósito elevar o grau de aprestamento e prontidão operativa das unidades envolvidas e contribuir para o estreitamento de laços de amizade com os países visitados.

Após a passagem pela Guiana, o Grupo-Tarefa iniciou, em 11 de novembro, ações em colaboração com a Joint Interagency Task Force – South (JIATF-S), no combate a atividades ilícitas no Caribe, monitorando o tráfego de navios na área de interesse.

Em 2020, o Grupo-Tarefa da Operação “Caribex” é comandado pelo Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, que está empregando o NPa “Macau” na missão, que conta, ainda, com a participação do NPa “Bocaina”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte.

FONTE: Marinha do Brasil

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dong Feng
Dong Feng
2 meses atrás

Temos melhores opções de navios que poderiam ser mandados alem desses dois patrulhas?

Jorge Knoll
Reply to  Alexandre Galante
2 meses atrás

Bom dia Galante!
Por acaso terias levantamento de quantos navios, submarinos das 102 unidades que compõe a MB, realmente estariam hoje operantes?
Pois, isto que importa, e o motivo que levou as duas(2) NPO participarem da Operação “Caribex”. 

Capitao Tenente
Capitao Tenente
Reply to  Jorge Knoll
2 meses atrás

Acredito ser a distancia. esses meios navais sao alguns dos mais proximos ao local da missao. Caso o Brasil enviasse um navio “Escolta” eles partiriam do Rio de Janeiro e portanto teriam um custo maior, tanto em pagamento de diarias para tripulacao quanto em combustivel.

Capitao Tenente
Capitao Tenente
Reply to  Dong Feng
2 meses atrás

Nao ha necessidade de enviar meios maiores para esta missao. bem como esses sao mais convenientes devido a proximidade de sua sede ao local da missao (desculpe pela falta de acentuacao, pois meu teclado nao e configurado para isso)

Mahan
Mahan
2 meses atrás

Menos mal! Já era sem tempo. Navios Patrulhas? Enquanto Fragatas e Corvetas estão no…Mediterrâneo Oriental! Agora é mandar um GT para o Mar do Vietnan/Philipinas/Taiwan.

Last edited 2 meses atrás by Mahan
Thrash Metal
Thrash Metal
2 meses atrás

P62 – Bocaína – Navio Patrulha da Classe Bracuí. Deslocamento max 770 ton.
P71 – Macaú – Navio Patrulha da Classe Macaé. Deslocamento de 500 ton.

Thrash Metal
Thrash Metal
2 meses atrás

A lista com o link abaixo parece que está mais atualizada.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_das_embarca%C3%A7%C3%B5es_da_Marinha_do_Brasil

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
2 meses atrás

Um GT composto por dois patrulhas ! A que ponto chegamos!

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  Funcionario da Comlurb
2 meses atrás

Em breve serão os rebocadores oceânicos.

Jorge Knoll
Reply to  Adriano RA
2 meses atrás

kkkkkkkkk

Jorge Knoll
Reply to  Adriano RA
2 meses atrás

Do jeito que vai sendo a MB comandada, não está longe disso acontecer.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Adriano RA
2 meses atrás

kkkkkkk boa é verdade mesmo em breve serão os rebocadores

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Funcionario da Comlurb
2 meses atrás

O da Comlurb, alias, vocês quando passam na minha rua deixam mais lixo do que recolhem… então, leia o que é o exercício, patrulha contra atividades ilicitas, pra que mandar uma Fragata???

Salim
Salim
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Acredito Que napaoc seria ocorreto, pois e mais adequado a esta missão. Inclusive Inglaterra usa napaoc para patrulhar caribe e Malvinas muito semelhante aos nossos. Vemos uma sub representação de nossa bandeira por parte MB. Triste.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
2 meses atrás

O maior lambe botas do poder americano são os envergonhados sem pólvora tupiniquim. Mudou o interesse ianque, já a reboque de uma inerte cegueira atávica, mudou o centro de atenções das armas nacionais. O plano geral é esse, mesmo: abandonar o sul e sudeste à própria sorte e mudar pros promissores nordeste e norte. Depois da reforma pra upper class uniformizada, vem aquele papinho de muita areia pro meu caminhãozinho, quem tem * tem medo, não é meu problema, etc. Vai ter política, sim, nos quartéis, e vai começar nos temporários. Vai vendo…

Last edited 2 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Milton Amaral
Reply to  Alex Barreto Cypriano
2 meses atrás

O porto de Georgetown está situado no Rio Demerara, e não comporta navios de grande calado.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Alex Barreto Cypriano
2 meses atrás

Meu, não use drogas , é uma droga!!

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Pô, Marcelo, mas que comentário mais chapado esse seu, hein? 😀

Giovani
Giovani
2 meses atrás

Uma dúvida pq o PHMATLANTICO não faz nenhum exterior????

Zorann
Zorann
2 meses atrás

A missão é de patrulha. Nada mais natural que enviar navios de patrulha. Logicamente que temos poucos navios para este fim com tonelagem maior, somente os 3 classe Amazonas.

Aí dá para ver a importância desses meios. Quem empurra água na MB é navio de patrulha. São navios baratos de adquirir, de manter e operar. Deveríamos dar a estes navios maior importância, criando um programa de aquisição de OPVs que nos desse melhores condições de cumprir missões de patrulha em todo Atlântico Sul.

Seriam muito mais úteis do que qualquer Tamanduá.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Bem, vão dizer que navio patrulha de pequeno deslocamento (500 a 1000 toneladas) não combina com águas do Atlântico Sul. Lembro do Leal Ferreira, hoje todo pimpão como conselheiro da Petrobrás, falando de adaptar as Niterói pra funções constabularias do Brasil até África. Ora, as Tamandaré, como fragatas, podem cumprir missões de patrulha simples e patrulha militar com os dois lemes amarrados na quilha. Não que isso justifique algo, Zorann, tô só ruminando.
Why all this?
Its all about money.

Last edited 2 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Zé Mané
Zé Mané
2 meses atrás

O “Bocaina”, com seus 15 nós de velocidade máxima, deve ter sido o terror das canoas a remo ilegais. Isso se forem só dois peões remando, porque se forem três ou mais, conseguem se evadir gargalhando.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Zé Mané
2 meses atrás

quem evadi , não pesca….se não pesca, o objetivo foi alcançado…

Quem pesca, está com o material no mar, rede, arrasto, cestos, etc….recolher demora muiiiiiito….ou larga tudo para trás no prejuízo ou é abordado…

Velocidade é importante, mas não é absoluto….se você está sendo empurrado para fora da ZEE a 14 knots ou 25 knots, em ambas as situações ja teve prejuizo e não está pescando….

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  carvalho2008
2 meses atrás

E o contrabando? E o tráfico de drogas? E as embarcações com documentação irregular? E quem já pescou e a embarcação está carregada?

Salim
Salim
Reply to  carvalho2008
2 meses atrás

Para pesca ilegal funciona, mais para contrabando acredito que precisa de algo mais rápido e parrudo. Cargueiros cruzam a mais vinte nos e piratas usam lanchas rápidas, sem helicóptero e meio ineficaz.