sábado, fevereiro 27, 2021

Saab Naval

Fragata Liberal realiza Comissão de Alinhamento de Sistemas

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

No período de 17 a 20 de novembro, a Fragata “Liberal” realizou, na área marítima adjacente à cidade do Rio de Janeiro (RJ), a Comissão de Alinhamento de Sistemas. Essa foi a primeira ocasião em que o navio estabeleceu contato e atualização do Sistema de Controle Tático (SICONTA Mk.II mod 1) em testes iniciais no mar.

Os eventos realizados auxiliaram na configuração de diversos sensores e na integração com o novo software. Na ocasião, embarcaram para conduzir e auxiliar nessas atividades, membros do Centro de Apoio a Sistemas Operativos, do Centro de Manutenção de Sistemas, do Instituto de Pesquisas da Marinha e da empresa CONSUB Defesa Tecnologia SA.

Com o intuito de identificar eventuais pontos a aprimorar e de familiarizar-se com os sistemas recém-atualizados, foram realizados diversos exercícios operativos. A operação contribuiu para preparar o navio para o pleno emprego em comissões futuras.

Centro de Operações de Combate de uma fragata classe Niterói e seus displays do Siconta

FONTE: Marinha do Brasil

- Advertisement -

29 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Carlos

Ainda se denomina fragata? Do jeito que os almirantes andam e se seguirem o exemplo do Atlantico… daqui a pouco será o “Destrutor” Liberal ….

Rafael costa

Piada boa em, você tem que ganhar o Prêmio Nobel de piadista do ano 👏

João Carlos

Se nao gosta da piada, reclame à MB !

Fernando

Perdeu a graça já. Foi divertida essa piada na matéria de mudança de nome do Atlântico, mas agora já chega, ou todo post do Naval vai ficar tendo a mesma piadinha. Vai acabar virando a piada do pavê.

Aguiar Silva

Será que perdeu a graça afirmar que a MB detém 80 mil homens na terra? Ou que 80% do orçamento vai para folha de pagamento e pensionistas? Os absurdos da Mb precisa ser lembrado sim!

Wilson Look

E é bom lembrar que gastos com pessoal e gastos com manutenção, aquisições e etc… são separados e que não cabe nem a MB e nem ao Ministério da Defesa o remanejo deles, apenas o Ministério da Economia pode fazer isso.

Reduzir pessoal não resolverá nenhum problema orçamentário, pois o mais provável é que essa verba extra seja retirada da MB e passada para outras áreas vistas como mais prioritárias.

Cristiano de Aquino Campos

Então pela sua lógica, deixa do jeito que esta. A mudança e estrutural, coisa que e sim o ministério da defesa e o presidente que faz. O mimiatério da econômia só pode liberar ou reter verba, más do jeito que estaz sempre que retem verba, as forças cortam investimento más mantem verbas não digo nem de folha de pagamento. Más com oa beneficios que podem ser cortados.

Wilson Look

Tudo depende se é gasto obrigatório ou discricional, se os benefícios se encontram no primeiro então eles tem que ser pagos, se estão no segundo então é possível conversar com o Ministério da Economia para remanejar eles para manutenção ou investimentos.

Uma mudança estrutural terá que levar essas questões em conta, essa é a minha lógica, não basta reduzir os gastos, tem que reter a verba caso contrário o cenário não se altera.

Fernando

Não estou dizendo para não lembrar e nem para parar com comentários ácidos. Eles são importantes e acho que, uma vez que não ofenda, todos tem o direito de se expressar contra ou a favor qualquer matéria que apareça aqui.

O que eu quis dizer é que especificamente a piada sobre o nome já está gasta.

Funcionario da Comlurb

Rapaz, vc perdeu uma boa chance de ficar calado.

Nilson

Puxa, errei e fiquei desapontado, quando li a chamada achei que estavam falando da Defensora. Mas ainda não… Cadê o Souto pra perguntar?

Salim

Porque siconta não está Sendo aprimorado para novas frangueta. Quando começamos dominar e produzir os almirante de pijama compram sistema externo sem acesso de nossa parte. TEMOS estaleiros aqui que podem produzir opv, frangueta, navio aeródromo e multiproposito. Porque compramos fora ainda não entendi.

Pedro

“TEMOS estaleiros aqui que podem produzir opv, frangueta, navio aeródromo e multiproposito. Porque compramos fora ainda não entendi.” Eu me perguntaria se esses estaleiros possuem pessoal, tecnologia e maquinário capacitados para isso? Sempre fui e serei defensor que esses estaleiros façam intercambio de pessoal com os estaleiros que vendem para o Brasil navios do tipo OPV, Fragatas, PA, etc., bem como nossas IES tenham cursos voltados para fomentar nosso parque tecnológico/industrial. Que tenhamos uma indústria de defesa nacional, políticos, especialistas e nossas FFAA em perfeita sintonia com essas IES para desenvolvimento e produção aqui em solo brasileiro. Espero ter sido… Read more »

Parabellum

Depois que eu li que Taiwan ainda opera Guppy, cheguei a conclusão que estamos muito bem para a nossa região. Não temos pretensão de nos equiparar aos EUA, Russia ou China. A pergunta é: Vai dar para navegar mais uns 10 anos?

Foxtrot

Pois é, aí vem os “gênios” do almirantado e compra um projeto de navio novo, porém ao invés de “casar” sistemas nacionais com importados (como o Siconta por exemplo) como é feito no mundo todo, resolvem jogar todo o conhecimento nacional no lixo para comprar o pacote completo com essa balela de T.O.T.
Ora bolas camarada, se era para comprar tudo, porquê não compra de “prateleira” sem essa balela de T.O.T que encarece muito mais o produto?
Absurdo!

Entusiasta Militar

Acho ótima essa noticia, afinal, é bom lembrar que 03 das fragatas Niterói vão continuar operando pelos próximos 10 anos então, qualquer melhoria importa,

Mas, é uma pena nao terem feito um MODFRAG II nessas 03 unidades, porque no cenário sul americano, essas fragatas ainda que estejam velhas, estão bem capacitadas para proteger nosso litoral..

Parabéns MB e que venham mais melhorias …

Salim

Acredito que casco e estrutura estão bem gastos, uma modernização neste caso sairia bem caro. Lembro que superestrutura destes barcos e em liga alumínio e com tempo fica crítico estado desta partes. O mais lógico e correto e partir para barcos novos.

Foxtrot

Na minha opinião deveriam é pegar o projeto das Niterois, e evoluir localmente com projeto CPN e refinamento obrigatório da TKMS ganhadora do CCT.
Esse novo navio teria grande inclusão de sistemas nacionais como SLT, SLDM, Siconta Fênix, MANSUP, Plataforma Giro estabilizada, Radar gaivota-X, Sonat etc etc.

Salim

Pessoal aqui e minimalista, pequena quantidade, obsoleto , importado e caro. Si conta e nacional, porque não colocar f ranguetas, já são subarmadas e apenas quatro. Usa para desenvolver produto nacional.

Foxtrot

Desculpa caro Salim.
Não entendi seu post.
Mas na parte do minimalista, obsoleto e importado concordo plenamente.

Adriano RA

Deixamos a Unifil?

Rafael costa

Não !

Salim

Esta e a última missão unifil Líbano, teremos alguns oficiais la porem sem meios, triste.

Renan

É do tipo sai mas vou deixar um representante

Renan

O estadão divulga uma matéria com o título “Com Bolsonaro, tropas brasileiras deixam as forças de paz da ONU após 21 anos”.

O ministério da defesa nega por meio de nota.

Porém a nota deles faz a referência de militares espalhados em 8 missões e a maior concentração é de 13 militares.

Porém no dicionário diz claramente que tropa significa grande concentração de soldados.

Então a nota do ministério da defesa é fale news.
E o título da matéria do estadão está correto.

Foxtrot

Aproveitando que estão falando nas Niterois, será que ativaram o sonar de casco delas com tecnologia nacional?
Seria o protótipo do SONAT nacional !

Flanker

Por incrível que pareça, das 5 Niterói ativas, a União está em isso de patrulha há um bom tempo por todo o nosso litoral, a Independência está no Líbano, a Liberal está fazendo esses testes de alinhamento e a Constituição acompanhou esses dias a primeira imersão dinâmica do S40 Riachuelo. Resta só a Defensora, em fase final de seu longo PMG. Mas, ter 4 das 5 fragatas navegando é, ao menos, um mínimo alento.

Rinaldo Nery

Essa era uma missão que fazíamos constantemente com a ForFrag, quando servi na 2a ELO. Sem os aviões baterem um no outro…

Marcelo Andrade

Nossa, fico impressionado com nossos expecialixtas do blog, só fera, Engenheiros Navais, Especialistas em Recursos Humanos, Sistemas, esse pessoal está perdendo tempo aqui…..

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

O afundamento da fragata INS Khukri pelo submarino PNS Hangor na Guerra Indo-Paquistanesa de 1971

Conheça a história do primeiro afundamento de navio de guerra por um submarino após a Segunda Guerra Mundial A fragata...
- Advertisement -
- Advertisement -