terça-feira, março 2, 2021

Saab Naval

Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov fará testes de mar em 2022

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Admiral Kuznetsov encontra-se em reparos em Murmansk

Um incêndio a bordo do porta-aviões Admiral Kuznetsov eclodiu durante os trabalhos de reparo em Murmansk em dezembro de 2019

MOSCOU, 4 de dezembro. /TASS/. O porta-aviões da Rússia, Admiral Kuznetsov, deve passar por testes de mar em 2022, disse uma fonte da empresa nacional de construção naval à agência TASS na sexta-feira.

“No próximo verão, o Admiral Kuznetsov será docado novamente e, em seguida, será submetido a testes de mar, nomeadamente em 2022”, afirmou a fonte, sem especificar o andamento dos reparos a bordo do porta-aviões após o incêndio relatado no ano passado.

O incêndio a bordo do porta-aviões Admiral Kuznetsov eclodiu durante os trabalhos de reparo em Murmansk em dezembro de 2019.

Conforme relatado pelos serviços de emergência, o incêndio pode ter começado por violação das normas de segurança durante o trabalho de solda. O incêndio envolveu uma área de 500 metros quadrados. Duas pessoas morreram e 14 ficaram feridas no incêndio.

Uma fonte da indústria de construção naval disse à TASS em 30 de janeiro que o incêndio a bordo do único porta-aviões da Rússia, Admiral Kuznetsov, em dezembro de 2019, danificou alguns cabos de energia elétrica.

Porta-aviões Admiral Kuznetsov

O cruzador pesado de transporte de aeronaves Projeto 11435, Admiral Kuznetsov, foi projetado para ganhar superioridade no mar e no ar nas áreas de operação da frota para garantir a sustentabilidade de combate da Marinha, realizar ataques aéreos contra alvos inimigos e apoiar as operações de desembarque das tropas.

O navio de guerra entrou em serviço em 1990. Ele desloca 58.000 toneladas e tem um comprimento de 304,5 metros. O porta-aviões tem uma capacidade total de 200.000 cavalos e desenvolve uma velocidade de até 30 nós. Além da força-tarefa aérea de 24 a 26 caças e 12 helicópteros, o Almirante Kuznetsov está armado com sistemas de mísseis antinavio e de defesa aérea.

O navio de guerra está equipado com um salto de esqui e dois elevadores para aeronaves. Tem uma tripulação de 1.300, enquanto o pessoal do grupo aéreo conta com 660 homens.

Su-33 no Kuznetsov

Admiral Kuznetsov
Almirante Kuznetsov

Porta-aviões Admiral Kuznetsov com os lançadores de mísseis P-700 Granit abertos

Almirante Kuznetsov passando pelo-Canal Inglês

Navio-aeródromo Admiral Kuznetsov operando ao largo da Noruega, em 2016

 

FONTE: TASS

- Advertisement -

60 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
60 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renan

Rumo a MB

Marquês de São Vicente

Deus me livre desse mal!

Allan Lemos

Já devem ter aprendido a lição, rsrs.

Cristiano de Aquino Campos

Depende, se a modernização aumentar as capacidades de transporte e resolver a fumaceira como o dos Chineses e Indianos, estariamos melhor servidos do que com o São Paulo. Baixo custo e risco de operação, já que não tem catapulta a vapor, pode operar qualquer caça navalizado que existir. Exemplos: SU-33, J-11- MIG-29SK, F-18, F-35, Sea Gripen ate um F-16 se você quizer navalizar ele opera.
Só e necessário ter trem de pouso reforçado e ganchos de parada.

Carvalho2008

Para quem não tem frota de Nae, penso da mesma forma. É mais seguro e barato começar com Stobar.

Rogério Loureiro Dhierio

Jesus. Vire essa boca pra lá.
Esse fumacento ao meu ver nada mais é do que uma figura que representa saudosismo para a Marinha russa. Eles deveriam parar c essa coisa de porta aviões e vender para a china.
Em uns 30 dias estaria sem fumaça, com pintura na funilaria tinindo e um grupo embarcado zero bala.

E os russos livres desta jaca que só serve para dizer aos EUA que eles TB teem um PA.

Cristiano de Aquino Campos

As fotos são antigas, a modernização que estão fazendo nele e a mesma que os Chineses e Indianos fizeram. A fumaceira deve sumir e suas capacidades aumentadas.

Gustavo

credo! mas não, aqui a gente muda o nome pra agradar o ego mesmo, ainda que vire uma piada internacional.

Pablo Maroka

Fumação voltando a ativa.

Paulo Sollo

Ouvi dizer que atendendo a pedidos enfáticos dos admiradores, que consideram sua emblemática coluna de fumaça como um glorioso estandarte,
Os russos irão mantê-la, porém modernizada, menos poluente e branca como as nuvens.
Os Annunakis de Nibiru protestaram porque quando vinham à Terra costumavam utilizar a exosférica coluna negra, visível desde Marte, como referência visual para achar o planeta.

Silva

Interessante a abertura dos mísseis P-700 Granit. Os porta avióes possuem algo semelhante? Usam qual míssel?

Dalton

É característica única do “Almirante Kuznetsov”. Mesmo os 2 NAes chineses
que são basicamente réplicas, deletaram os silos de mísseis e converteram o espaço para outros propósitos.

Corcel

Parece uma mistura de Nae com cruzador.

SmokingSnake 🐍

O almirante churrascov ainda não afundou? 🤣

Esse é pior do que o São Paulo que pelo menos tinha catapulta.

joão Fernando

Pior onde? Menos tranqueira para dar pau

Dalton

Se o “São Paulo” fosse do mesmo tamanho, com todas as vantagens aí incluídas, como maior estoque de combustível, maior área para estacionar aeronaves, etc e tivesse armamento ofensivo e defensivo similar, aí sim, as catapultas poderiam dar uma vantagem a ele. . Além do mais o “São Paulo” foi comissionado na marinha francesa em 1963 e serviu arduamente por 36 anos antes de passar para a marinha brasileira enquanto o NAe russo é pelo menos 20 anos mais novo e não foi duramente exigido tornando válida sua revitalização para pelo menos outros 20 anos. . O “Almirante Kuznetsov” foi… Read more »

SmokingSnake 🐍

Com catapulta dá para lançar caças com mais armamento, mais combustível e dá para lançar AEW&C que dá uma tremenda vantagem. Quanto ao armamento não acho uma boa ideia ter silos de mísseis no porta aviões, essa nem é a função de um porta aviões.

Dalton

Sim, mas, estamos falando aqui do “Foch” que nunca operou com aeronave “AEW” e não poderia operar com o E-2C coisa que apenas o “Charles De Gaulle” maior, conseguiu e adaptar “Traders” para essa função não saiu do papel. . Uma aeronave necessariamente não precisa decolar totalmente carregada. Se usando a “rampa” ela pode decolar com mais combustível e menos armas ou vice-versa e cumprir a missão. . Uma ala aérea do “Almirante Kuznetsov” que pode operar sem dificuldades 24 aviões de tamanhos maiores que o “Super Etandard” que o “Foch” embarcou ou “A-4s” que foram adquiridos para o “São… Read more »

SmokingSnake 🐍

Ou seja, quem opera porta aviões de rampa está em muita desvantagem. Tem que escolher entre combustível ou armas e usar helicoptero de AEW que é muito lento, com alcance menor e hora de voo mais cara.

E não funciona bem a operação desses caças no kuznetsov, isso ficou claro quando mandaram ele para a Síria e perderam vários caças de bobeira.

Cristiano de Aquino Campos

Depende de desvantagem contra quem. Qual a real limitação de peso e alcance com decolagem de rampa?
Perde-se o quê, 20, 40% de peso de armamento e alcance?
Se for, um caça com alcance de 3000km e 8000kg de bombas, na pior hipotese leva, 4800 kg de bombas há 1800km de distância. Lembrar que e raro os caças terem que usar a carga máxima.
Obs. O F-35B tambem tem limitação de armas e combustivel em comparação com suas demais versões.

Carvalho2008

Dado um mesmo modelo de avião, a perda entre catapulta e ski jump gira em torno de 25% A variação de peso de acordo com o tipo de missão é superior a isto ou seja, para CAPs ou Defesa Aérea o caça não sente falta. A perda fica somente na missão de bombardeio, onde o caça sai quase duas vezes mais pesado. É por isto que o stobar existe. Quem não tem cobertura aeronaval para a própria frota, precisa disto como prioridade e isto ele faz 100% comparativamente. Não obstante, ele fará missões de ataque também porém com menor desempenho… Read more »

Carvalho2008

Sobre aeronave AEW, isto também é relativo. O E2-C foi um projeto encomendado sob medida para os CTOLs. Nada impede de você da mesma forma faça um sob medida que tolere um Stobar.

Um antigo S2t decola mesmo sem ski jump a 18 knots de navio. Hoje existe o Osprey que poderia tambem ser usado. No passado pretendiam usar um Speacat Jaguar com radar ventral. A Embraer esta projetando o Stout, mas bastaria um pouco mais de arrojo e incluir caracteristicas do CL-84 Canadense que caberia como uma luva em qualquer Stobar

Dalton

Não se trata apenas de decolar Carvalho. O “Charles De Gaulle” teve sua pista em ângulo ligeiramente aumentada para que o E-2C e futuramente o E-2D pudesse pousar e taxiar com maior segurança. . Isso que originalmente a pista em ângulo do “Charles de Gaulle” já era mais extensa que a do “Foch”/”São Paulo” daí meu comentário sobre comparações feitas com o “São Paulo”. . Seja como for…os chineses tudo indica não querem mais NAes com “rampa” e provavelmente o uso de aeronaves de asa fixa para “AEW” é um dos motivos para se ter catapultas, para que, tais aeronaves… Read more »

Dalton

Smoking…o que escrevi mais acima é que o “Almirante Kuznetsov” foi muito criticado inclusive pela perda de aviões na Síria, que você citou,mas, tudo isso, porque procrastinou-se a revitalização dele até surgirem os fundos necessários e não porque o NAe é “ruim”. . Além do mais, o número de NAes com catapultas é pequeno, 11 gigantes da US Navy e um de tamanho médio da França, ou seja duas nações, enquanto por outro lado há um maior número de nações proprietárias de Naes sem catapultas, fora os grandes navios de assalto anfíbio e os navios japoneses, com ou sem rampa… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

Bingo. Até porquê não necessariamente você tem que usar os seus caças contra um inimigo capaz. Para lançar bombas em chineludos esta muito bom.

ADRIANO MADUREIRA

Pior?! O NAe São Paulo não passava de um “civil” desarmado perto do navio russo…

Um brinquedo velho para massagear o ego do almirantado,já quanto ao Kuznetsov, ele apesar da idade tem um propósito…

Teropode

Fazer rir a USNAVY 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Fernando

Que medo que dá aquele SU-33 com a cauda toda pra fora no elevador. Parece que se o Ivan tomar uma dose a mais de vodka ele joga o caça ao mar.

Last edited 2 meses atrás by Fernando
Leandro Costa

Fernando, já viu algum piloto de F-8 Crusader falando sobre manobrar e estacionar os F-8 no convés de algum NAe? Chega à ser engraçado, mas dá nervoso hehehehehe

100nick-Elã

E o inglês, é fumacento também?

Alex Barreto Cypriano

Bom. Mas o negócio da marinha russa são os navios menores e relativamente super armados. Vez ou outra se ouve falar de um novo lançamento desses pequenos notáveis. Olho neles.

ADRIANO MADUREIRA

As kharakut e as Tarantul são um bom exemplo de pequenos bem armados…
comment image
comment image?w=1600&h=1600&q=88&f=1780433675acf6527b8c682469d76776
comment image

Armadas com Pantsir-M…
comment image
comment image
comment image
comment image?fit=1920%2C805&ssl=1

comment image
comment image
comment image

Last edited 2 meses atrás by ADRIANO MADUREIRA
Pablo Maroka

Belas fotos, me impressiona a feiura dos meios de superficie russo.

Ainda sim prefiro o Kirov pela ignorância e as Gorshkov

ADRIANO MADUREIRA

Até os navios de patrulha deles são bem armados,como o project 22160,nas fotos,a fragata de patrulha Vasily Bikov(368),que é armada com  mísseis de cruzeiro Kalibr-NK , dois lançadores de granadas e duas metralhadoras e um canhão de duplo propósito de 76,2 mm ( AK-176 ). 
O navio também possui um convés de helicópteros e hangar para um helicóptero Ka-27 ou Ka-226 . O navio também carrega uma lancha de pouso e tem provisões para drones, embarcações subaquáticas não tripuladas e barcos não tripulados. Há acomodação para mais 60 homens.
comment image?1555427473000

comment image
comment image

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQyUyp0uebA6s51RlJCi_D0dlPJOtV8hqRuiQ&usqp=CAU
comment image
comment image

Nestor

Rusia debería invertir en tener, no uno, si no por lo menos 3 portaviones, al estilo chino, si realmente quiere ser oposición a EE.UUs primero y a China que ya entendió el poder de estos navíos en cualquier Marina con proyección mundial.

Renan

A Rússia não tem dinheiro para bem um porta aviões, não a plata

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Pelo que vemos da sexta imagem de cima para baixo, o navio está bem abastecido de carvão.
E com o incidente com gente morta, os produtores de filmes já tem uma inspiração para gravar O Navio Fantasma 2

Jodreski

Acho que a Marinha Russa sabe que ele não serve para ser usado em nenhum conflito armado, se fosse usado iria trazer mais baixas aos Russos do que aos inimigos. Mas os russos não tem dinheiro para construir um novo Nae agora, então ao meu ver ele serve para manter doutrina, a diferença entre MB e a Marinha Russa é que certamente eles vão construir outro Nae já a MB ficará a espera de um milagre.

Willber Rodrigues

Embora o NaE deles não seja lá essas coisas, pelo menos eles em um bom nº de subs convencionais e nucleares, armados com todo tipo de míssil hipersônico, pra garantir sua dissuasão.

danieljr

A Greta chora quando vê esse navio.

Pablo Maroka

Esse PA quando foi para a Siria destruiu metade da fauna e flora marinha do ocenano atlantico no caminho.

Last edited 2 meses atrás by Pablo Maroka
jairo

Se eu fosse eles levava a chave desse trem pra benzer lá em Aparecida…

Entusiasta Militar

Ótima notícia para Rússia, vai ganhar um porta-aviões totalmente recuperado e pronto pra servir mais 20 anos … Se fosse da nossa MB teríamos um monte desses almirantes do ifood aqui do blog detonando…

Bispo

Tipo filme de terror…”a volta do morto vivo” …

ADRIANO MADUREIRA

Ao menos é um zumbi bem armado…

Diego

No caso do Brasil só vejo 2 opções para voltar a ter aviação de caça embarcada: Opção 1: Fazer uma parceria com a Índia para construir aqui um porta-aviões igual ao que lhes construíram e os caças Salvo engano, a propulsão do porta-aviões indiano em construção é ocidental o que já facilita bastante, acho que as turbinas são GE. Opção 2 modernizar o convés do Atlântico e adquirir o F35, nem sei se não seria necessário modernizar elevadores também. A opção 2 me parece mais fácil e mis segura de dar certo, não sei qual seria mais econômica. A opção… Read more »

fewoz

O problema dos russos é que eles ainda acham que são uma grande potência. Talvez militar, mas nem de longe cultural ou econômica. Deveriam é modernizar e enxugar seus meios militares, investir mais em infraestrutura e ingressar na União Europeia e OTAN, afinal o real inimigo mora mais ao sul e todos sabemos quem é. Mas o orgulho e a nostalgia não vão deixar que isso aconteça.

Pablo Maroka

Seria o dia que sairiam do eixo do mal e se tornariam pessoas de bens.

Matheus Augusto

Essa ideia de pais bom e pais mal é balela. O que existe são países de culturas e crenças diferentes, cada um correndo atrás dos seus interesses. Rússia quer voltar a ser grande potência, tá certo eles. Pior somos nós que só dormimos em berço esplêndido.

Silva

Acreditar que um país melhora simplesmente por adentrar em organizações supranacionais é no mínimo ingenuidade. Os países pobres do Leste Europeus que adentraram na OTAN e na UE são a maior prova disso, sem contar o endividamento eterno dos países do Sul da Europa com a UE. A Rússia tem que continuar fazendo reformas econômicas, diversificar sua economia e acabar com alguns monopólios relativos a área do petróleo/gás. Vladimir Putin propôs no final dos anos 90 durante o governo de Bill Clinton que a Rússia adentrasse na OTAN, mas os funcionários públicos do Pentágono (O Deep State) e os conselheiros… Read more »

Silva

Eu tiro pela Italia, teve seu quintal jogado no caos diversas vezes, criando situações perigosas para a própria estabilidade, no quesito de segurança energética e migratória. Em nenhum momento eles tiveram coragem de usar seus próprios militares para impor ordem na Líbia, ou no mediterrâneo, são incapazes de tomar decisões fora das ações da OTAN, ONU ou UE. É essas organizações nem sempre refletem ou compatcuam os mesmo interesses nacionais italianos. Os italianos tiveram que aturar imensos fluxos migratórios vindos das guerras civis iuguslavas e das primaveras árabes, financiadas diretamente pela OTAN.

ScudB

Mas que delírio fofo!..

fewoz

É claro que é um delírio, mas tudo isso com base a longo prazo.

ADRIANO MADUREIRA

Ficar preso a união européia e suas leis?! Ficar sujeitado a imposições deles ou as discordâncias deles?! Acho que não é vantajoso para a Rússia adentrar a esse clube de eurobambis e suas regras,algumas muito libertárias e seus excessivos princípios humanitários… Ainda lembro quando Sarkozy queria deportar estrangeiros refugiados para seus países de origem e se opôs a cotas de refugiados a países da UE,alguns do bloco só faltaram crucificá-lo. Quando ele tentou deportar os 8 mil ciganos de volta as terras de origem(Romênia e Bulgária),a comissária de Justiça da União Europeia,Viviane Reding, que é luxemburguesa,criticou a atitude,tanto que Sarkozy… Read more »

Welington S.

Porque esse porta-aviões tem um olhar muito… sei lá… parece ser antigaço… tipo… sei lá… guerra do vietnam, malvinas… é um belo porta-aviões, mas a estrutura dele para mim parece ser bem antigo.

Guilherme Gabriel Lins

o único motivo da Rússia insistir nesse navio é o fato que os russos não possuem tecnologia nem verbas, ou mesmo capacidade técnica para construírem um moderno porta-aviões, então se só tem o kuznetzov vai de kuznetzov mesmo! basta dizer que tão importante quanto a sua escolta e ala aérea é o seu rebocador oceanico, um fiel companheiro desse navio.

ScudB

Mais um delirante..

André Luís

Só acredito vendo! Está tudo muito nebuloso sobre esse reparo do navio. Francamente, acredito que irão arrastar mais uns 2 anos e nem sei dizer se, de fato, o navio voltará à ativa.

José de Oliveira Motta

O porta aviões dá Rússia é muito grande e a reforma está ficando sofisticado como os melhores do mundo.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Relembre a entrevista com um comandante de submarino da Marinha do Brasil

Há cerca de 20 anos o Poder Naval Online entrevistou, por meio do colaborador Bruno Fagundes, um comandante de...
- Advertisement -
- Advertisement -