sexta-feira, dezembro 3, 2021

Saab Naval

China incorpora as duas últimas corvetas Type 056, totalizando 72 unidades

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Segundo o Jane’s, a Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) incorporou as duas corvetas finais da classe “Jiangdao”, elevando o número total de embarcações da classe em serviço para 72, de acordo com a mídia estatal chinesa.

Os dois últimos navios a entrar em serviço – ambos são da variante Type 056A com capacidade para guerra antissubmarino (ASW) – são a Nanyang (619) e Shangqiu (618). Eles foram incorporados em 30 de janeiro e no início de fevereiro, respectivamente, embora os locais das cerimônias não tenham sido divulgados.

Fotografias de dois outros navios da classe, com os números 636 e 637, apareceram online no início de fevereiro e mostraram os navios apresentando flâmulas normalmente associados a cerimônias de comissionamento/descomissionamento, sugerindo que esses navios também entraram em serviço recentemente. Embora os nomes não estejam confirmados, as fontes online fornecem os nomes desses navios como Jining e Shiyan, respectivamente.

A classe “Jiangdao” compreende 22 variantes Type 056 e 50 unidades Type 056A. Todas as embarcações estão equipadas com um canhão de 76 mm e quatro lançadores de mísseis antinavio no convés, capazes de disparar mísseis antinavio YJ-83 e mísseis antissubmarino portadores de torpedo Yu-8.

A principal diferença entre as duas variantes é que a Type 056A é equipada com um sonar passivo rebocado (towed array) e um sonar ativo rebocado de profundidade variável (VDS), o que deve dar às plataformas uma capacidade ASW significativa.

As Tyep 056 têm 1.500 toneladas de deslocamento, 90 m de comprimento, 11.14 m de boca e calado de 4 m.

A propulsão é a diesel, com dois motores SEMT Pielstick PA6-STC, possibilitando uma velocidade máxima de 25 nós e autonomia de 3.500 milhas náuticas a 16 nós.

Type 056 em 3D

Type 056A (ASW) com sonar de profundidade variável (VDS) na popa

Corveta Type 056 lançando míssil antiaéreo HQ-10, similar ao RIM-116 Rolling Airframe Missile (RAM)

Corveta Type 056 lançando míssil antinavio YJ-83

Por dentro da corveta Type 056

Lançando o VDS

Sonar passivo rebocado (Towed Array) da Type 056A

Tubos lança-torpedos antissubmarino

Passadiço

Chuveiros

Lancha de abordagem

Ranchos e biblioteca

VÍDEO: A vida a bordo de uma corveta Type 056

- Advertisement -

104 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
104 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tio liu

Essa corveta chinesa é similar a qual tipo de corveta ocidental ?
A nossa Tamandaré é iqualmente moderna ?

Rafael M. F.

A Tamandaré é um projeto igualmente compacto, mas com o dobro do deslocamento e melhor armada.

bjj

O navio ocidental mais próximo da corveta chinesa é a Sigma 9113

Tio liu

Obrigado, Rafael e Bjj pela informação.

zgtt

The Next 057

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

filipe

Esse projecto Type 057 é um FFG com 3600 Toneladas, igualzinha a classe Tamandaré, já téra uma mission bay e hangar.

Tomcat4,2

Caramba vai ficar ainda mais foda esta classe 057 hein !!!

filipe

Esse Fragata na prática é uma Type 054B , uma evolução ou derivação das FFG Jiangkhai da PLA Navy para a Marinha do Paquistão.

willhorv

Estas type 57 serão pelo jeito mais bem armadas até que as Fremm…e olha…tá bonita! Ahh tá…blz não conta né….
Então vamos pro lado funcional…serão completadas Hein…
Umas 24 destas estávamos muito bem servidos…mas….aqui 4 tamandaré dá de sobra para manter os soldos e outras papagaiadas de uma marinha inexistente.
Uma pergunta….qtos km de costa temos mesmo? E o Chile? E a China? Tá…deixa pra depois..

Paulo Costa

Similar a caboclo mas muito inferior porque e chinesa …

Rafael M. F.

Só eu acho esse projeto compacto chinês extremamente interessante para marinhas de menor porte com menor litoral para defender?

Zorann

Menor litoral? Olha o tamanho do litoral da China!! Um monte de ilhas… O navio é interessante para quem desejar ter o navio. Mania de querer rotular produtos que nem conhecemos direito, principalmente se forem chineses.

Rafael M. F.

Onde você viu rótulo no meu comentário????

Elas são concebidas para atuar nos Mares da China Oriental e Meridional, que são áreas de operação bem mais restrita do que nossa ZEE, tanto que um navio desse provavelmente seria inadequado para nossa marinha.

Alessandro

O litoral da China (14,5 mil km) é quase o dobro do Brasil (7,5 mil) km e a marinha deles é pra brigar de frente com Índia, Japão e Coreia do Sul. Não entendo como você pode não ver isso.

Rafael M. F.

Mas a China não possui – ainda – capacidade oceânica como a USN, com sua área de atuação restrita aos mares da China Meridional e Oriental. E antes da PLAN pensar em capacidade global, está consolidando seu domínio regional, e a Typ. 56 segue esse contexto. Observe o deslocamento e a autonomia das Typ. 56 e entenderá o que digo. E o litoral da China pode ser mais extenso, mas a mesma é cercada por outras potências em uma área bem mais restrita. Bem diferente da nossa situação, pois nosso litoral se situa em oceano aberto. Compare a área do… Read more »

Segatto

Bem mais importante que a extensão de litoral é a zona econômica exclusiva e é aquilo que seria uma melhor comparação, o Brazil tem mais de 3,5M de km2 de EEZ, a China menos de 900k e mesmo contando as áreas em disputa não reconhecidas internacionalmente seriam 2,3M de km2. Mas óbvio que os errados ai não são eles, e sim nós, os chineses tem navios de todos os portes para todas as tarefas, desde pequenos missile boats até contratorpedeiros com cara de cruzador. Certos estão eles em combinar pequenos navios que podem fazer ataques de saturação e defender a… Read more »

Esteves

Navios de tonelagens maiores precisam de tripulações maiores. Gente da despesa. Tem os inventários do navio. Tem a operação logística para enviar e receber. O tempo no mar.

Operar e manter navios com metade do deslocamento pode ser mais interessante. 8 navios de 1.600/1.800 toneladas podem cobrir mais, patrulhar mais, vigiar mais.

Carlos Gallani

A solução para o Brasil não precisa ser inventada, o Chile opera o OPV80 fassmer, navio que custa preço de jujuba, barato de manter e muito testado em mares bravios!

Carlos Gallani

Complementando, tem tamanho é simplicidade pra ser construído em quase qualquer estaleiro nacional pois está na faixa de complexidade de um HTS ou menos, é só colocar um drone de vigilância e nossa ZEE está resolvida!
Se quiser por um mansup só pra fomentar a indústria nacional pode por, fica a gosto do freguês!

Glasquis 7

Pra que construir localmente se o Chile já os constrói? É só fazer o intercâmbio. Muito se desenvolve no Brasil que interessa ao Chile, é só negociar e estabelecer a troca favorável pra ambos.

Na atualidade existem canais de cooperação mutua entre ambas forças, é só ampliar eles.

Isso sem contar os imensuráveis benefícios futuros pra toda a região.

Rafael M. F.

Entendi seu raciocínio, mas essa corveta foi desenvolvida para ataques de saturação em um ambiente altamente contestado, como você mesmo percebeu.

Nosso litoral não é cercado por potencias como o dos chineses, e nossos problemas está relacionado mais à incidência de ilícitos. Creio que um navio desse deslocamento para nós cumpriria um papel de guarda costeira, e para isso não necessitaria desse nível de armamento e sensores. Assim creio.

Esteves

Guerra não acontece hoje. Nem amanhã.

Hoje nosso problema é cuidar do mar frequentemente invadido por pesqueiros, contrabando, tráficos.

Navios ligeiros em quantidade. Mais de 12. Em tempos de paz 12 = 6. Tem treinamento. Tem manutenções.

Se forem usados para desenvolver o aprendizado e a capacitação poderiam servir de base/plataforma para evoluir a navios maiores.

Guarda costeira é outra coisa.

Zorann

A ta, agora completou o rótulo! E elas não são para nós é claro. Afinal vamos pra alto mar com navios muito melhores, muito mais capazes e com tonelagem muito maior. Nós somos demais né.

SQN…

Rafael M. F.

Calma, valente… cê tá brabinho?

Você não entendeu, se recusa a entender e ainda coloca palavras que eu não afirmei.

Está se doendo todo pela sua própria imaginação e não percebeu que meu comentário foi de ADMIRAÇÃO pelo projeto (vou colocar em bold e caixa alta para ver se você entende), e não de crítica.

Não perco mais meu tempo contigo. Entenda como quiser, fique aí todo revoltadinho e seja feliz…

Last edited 9 meses atrás by Rafael M. F.
Zorann

“extremamente interessante para marinhas de menor porte com menor litoral para defender”, “um navio desse provavelmente seria inadequado para nossa marinha”…

Eu entendi errado o que você escreveu. Desculpe-me.

Esteves

Mania de achar que nosso mar é recheado de Leviatãs e criaturas titânicas.

Só aceita navio acima de 3 mil toneladas…

Rafael M. F.

Avise à Marinha então. Mande ela substituir a Classe Tamandaré por oito Typ. 56.

Cada uma que tenho que ler…

Esteves

A escolha/decisão de contar com poucas fragatas de 3 mil toneladas deu-se por restrições orçamentárias, pela vaidade marinheira que considera navio alemão, pela visão de substituição das Niterói por algo equivalente dos anos atuais.

Nao foi uma decisão por conta de navio mais ou menos capaz ou mar mexido.

Navio tem missão para cumprir. Começa por aí o processo de escolha…que por obviedade deveria ter chegado em 10 ou mais navios oceânicos de patrulha com a metade do deslocamento das Tamandarés.

Escolher navio porque o mar tá de ressaca…

É cada uma.

Last edited 9 meses atrás by Esteves
Jagdverband#44

SEMT Pielstick PA6-STC, não copiaram ainda?

igortepe

A China não é a Marinha das Galáxias?
Só não conseguem fabricar um motor diesel para uso Naval.
100% das ações da Pielstick são detidas pela MAN e se tornam o único acionista.
Resumindo, os Alemães entregaram para o Chineses um motor, que com certeza será copiado.

Antoniokings

É que atualmente China e Alemanha são como ‘unha e carne’.
Vc não percebeu isso?
Até nas falas de Merkel dá para entender.

Esteves

Não precisa. Se copiar se tornar mais oneroso e intempestivo que comprar e inviabilizar uma aliança…

Melhor pagar. Dinheiro tem de sobra.

Last edited 9 meses atrás by Esteves
Antoniokings

E isso é para ver a disposição da Alemanha em ir à guerra contra China por causa dos EUA.

Esteves

Não irão.

Adriano Madureira

E não esqueça que os policiais do mundo livre estão pressionando Berlim para pôr fim ao Nord Stream,o projeto teuto-russo de gás e petróleo…

João Bidé já está tentando passar por cima da soberania e dos interesses alemães.

Duvido que tenha êxito…

https://br.sputniknews.com/europa/2021022217002558-use-todos-os-meios-a-sua-disposicao-polonia-e-ucrania-incitam-biden-a-por-fim-ao-nord-stream-2/

Last edited 9 meses atrás by Adriano Madureira
Antoniokings

Só que já estão construindo um novo ramal para o gás russo, passando por Turquia, Bulgária e Sérvia, chamado de ‘Balkan Stream’.

https://oilprice.com/Latest-Energy-News/World-News/The-Most-Important-Pipeline-Youve-Never-Heard-Of.html

O fato é que a Rússia está evitando os gasodutos que passam pela Ucrânia e isso está levo esse país ao desepero.

Jagdverband#44

Boa.

Matheus S

Deve ser não, é produção sob licença. Esses motores em particular são produzidos sob licença pela empresa “Shaanxi Diesel Heavy Industry”.

Lendo os comentários dá vontade de chorar.

Esteves

Às vezes…pra que criar encrenca com os alemães?

Esteves

“SEMT Pielstick has also been involved in a number of export programs, such as the Saudi F 3000 S frigates (Sawari II program) and the Sigma class frigates for the Moroccan Navy (2 x 20 PA6B STC). Thanks to Fairbanks Morse Engines, license holder in the United States, SEMT Pielstick engines have also been chosen by the US Navy, the largest and most demanding customer in the sector. The 16-cylinder PC2.5 STC engine has been selected by the US Navy for its San Antonio-class LPD 17 troop transporters, which are each equipped with four engines and can carry up to 800 marines. The… Read more »

Esteves

Pertencem à MAN Diesel. Fornecem propulsão naval para vários países.

Emerson

72 unidades… impressionante.

Sonar

Só 25 para Brasil seria bom rsrsrsr

Gelson

Bom dia, Sonar e colegas!
Deixa eu fazer umas contas aqui. Se com UMA corveta operacional a MB tem cerca de 80 mil marinheiros e cerca de 90 almirantes então, com 25 corvetas o efetivo da MB seria de 2 milhões de marinheiros e 2.250 almirantes…!?

Eu acho melhor deixar como está, viu?

pangloss

Daqui a pouco, a China terá um navio para cada habitante. Isso sai caro.

Yuri Dogkove

Caro para países onde governantes e militares são corruptos e não patriotas!

João Fernando

Aqui temos patriotas corruptos

Marcelo R

A China constrói rapidamente o que precisa …. cumprindo a sua meta POLITICA….de SER POTENCIA MUNDIAL….Podera então ENFRENTAR qualquer país militarmente….
fica aqui meu respeito pela CHINA!!! Parabéns a CHINA.!!!
Resta a os outros países se alinharam com a CHINA no FUTURO, para talvez se tornarem uma PROVINCIA DA CHINA …..

Antoniokings

Província eu não.
Seriam beneficiários do desenvolvimento chinês.

Antoniokings

Digo, eu não diria.

Carlos Gallani

Hahahaha se o Brasil fosse uma província da China a China ficaria bem atrasada!

Carlos Campos

hummmm se casa com chinês então se gosta tão de ser mandado por um,

Defensor da liberdade

A título de esclarecimento, os lançadores de mísseis antinavio das Tamandarés serão verticais, ou em ângulo como este?

Phillipe Blower

Em ângulo pelas ilustrações e infos até agora divulgadas. Os VLS serão para os mísseis antiaéreos.

Defensor da liberdade

Acho isso limitado demais.

Wilson Look

Pelas imagens apresentadas, será em ângulo e com a mesma quantidade de misseis antinavio, 4 ao todo..

sub urbano

Provocaram a China, agora aguenta.

Antoniokings

E dizem que vem muito mais por aí.

Phillipe Blower

Não consegui identificar se tem hangar ou só convoo. Alguém confirma?

Rafael M. F.

Somente convoo. Observe a altura do heli na primeira imagem.

Last edited 9 meses atrás by Rafael M. F.
DOUGLAS TARGINO

Navios ótimos para qualquer pais como a ultima defesa ou defesa de enxame! Imagina 50 belezinhas dessas lançando mísseis? É um poder de fogo tremendo!

Rafael M. F.

E foram concebidas para isso. Metem a pique qualquer navio de maior porte que se meter a besta nos mares da China Meridional e Oriental.

E ainda são usadas no apoio à pesca na região. Não é incomum esquadras de pesqueiros chineses sendo escoltados por uma belezinha dessas.

Gabriel BR

Eu aqui sonhando com o anuncio das 4 tamandarés.

Esteves

Anunciadas, anunciadas, já foram anunciadas.

O pessoal quer ver no mar.

Hilton

72 corvetas!!! 72 unidades!!! 72!!! Mesmo que solte pecinhas que não acredito, são 72 corvetas!!! Nem da pra comentar em relação ao Brasil!!!

Adriano RA

Tem razão… E olha…tem muita MB por aí que não tem 72 mísseis antinavio em seu inventário. (rs).

PCOA

A Marinha poderia encomendar mais 8 cascos das Tamandarés, meio que desdentadas, com um canhão, helicóptero e tubos de torpedo e, sensores decentes e, ao longo do tempo, a cada parada, ir equipando-as. Vide as Niterói, que operam desde o final da década de 70. Se a cada ciclo de 5 anos, for incorporado algum armamento, ao longo de 15/20 anos, teríamos 12 combatentes muito bons e, manteríamos o estaleiro e a mão de obra ocupados. Não perderíamos a qualificação adquirida. Pode ser uma viagem na maionese. Mas com programação, que falta e muito para a MB, teríamos uma marinha… Read more »

Esteves

Acho que os estaleiros não forneceriam somente os cascos. E ainda não li nenhum operador ou marinha que tenha comprado somente cascos.

2 bilhões de dólares ou euros…isso não ficou claro, daria para pagar 2 talvez 3 Tamandarés considerando 4 ou 5 anos para a primeira, as necessidades da MB na aplicação dos 9 bilhões, o tempo, os preços que não param de subir.

Contar com poucas unidades de navios de 3 mil toneladas sem orçamento para sustentar é repetir o nhoque temos feito nessas últimas décadas.

Pouca batata. Muita farinha.

Last edited 9 meses atrás by Esteves
sub urbano

O Brasil tem dinheiro pra fazer 50 Tamandarés se quisesse. O problema é que as prioridades são outras: pensões pra filhas, picanha, cerveja, leite condensado e chiclete rsrs E política é claro, as Notas de Clube Militar saem em menos de 24h contra a rede globo e o psol. São os reis da lacração.

Defensor da liberdade

Esse clube militar e nada para mim é a mesma coisa.

Esteves

Não tem nada. Cada navio custa mais de 500 milhões de euros. O orçamento da MB está enfiado no PROSUB que ainda deve faltar pagar uns…20 bilhões de reais. Talvez pouco menos. Essa história de custeio é a foto do regime estatutário. Essa história dos 80% é assim em toda administração pública. Por que ditaduras ou pseudodemocracias (sem eleições) investem muito mais em Defesa? Turquia, China, Arábia Saudita, Catar, Indonésia, Coréia do Norte, Rússia. Porque não sustentam um estado de todos para alguns…bem..não é bem assim…eles também tem castas…mas não tem presidente de estatal trabalhando em casa 5 horas por… Read more »

Zorann

Enquanto ficarem nessas de querer construir aqui, o que deveriam construir lá fora, pela metade do preço, a situação não vai melhorar.

Vai construir o casco da Tamanduá, pagando muito mais caro – pela TOT recebida do fabricante para o estaleiro do fabricante – porque quase tudo que vai de recheio, vem de fora. E o Mansup, Micla e o torpedo pesado, que poderiam equipar nossos meios, sendo parte do recheio, não saem do papel por falta de investimento.

Como elogiar estas coisas? Não dá. Estas coisas sempre se repetem. Parece que é de propósito.

Esteves

É o discurso do modelo de industrialização que adotamos.

Fazendo aqui, usa mão de obra daqui. Empregos.
Fazendo aqui, paga imposto daqui. Dindin para o Tesouro.
Fazendo aqui, paga parte em moeda real.
Fazendo aqui, não é possível que não aprendamos.

Parece a musiquinha da caneta azul.

Fazendo aqui…

Glasquis 7

Não é papel da MB criar empregos, produzir impostos, financiar o tesouro, etc.

A MB deve se limitar á dissuasão tendo como foco o mar territorial. Empregos, impostos, desenvolvimentos, etc. são preocupações de outros Ministérios.

As compras com TOT tem sido um complicador no desenvolvimento de tecnologias nas quais o Brasil deveria ser líder na região.

Pelo menos é isso que tenho visto.

Renan

O inveja
Umas 40 destas e o Brasil já teria condições de patrulhar nosso mar e dissuadir aventureiros

Vovozao

22/02/2021 – segunda-feira, bnoite, Galante, voce saberia informar em quanto tempo (anos), a China levou para construir estas 72 corvetas?? Obrigado.

Matheus S

O primeiro Type 056 foi lançado em 2012 e rapidamente se tornou um dos navios de guerra mais amplamente produzidos. A China concluiu a construção da última corveta Type 056 em dezembro de 2019. Portanto, 7 anos de construção. O primeiro Type 056 entrou em serviço em fevereiro de 2013 e o último conforme se vê na matéria, início de fevereiro de 2021. Portanto, 8 anos entre a primeira incorporação e a última incorporação das corvetas Type 056 construídas pelos quatro estaleiros chineses. A China parou de construir suas corvetas Type 056 depois que o PLAN mudou seu foco para… Read more »

Vovozao

Matheus, obrigado. Causa inveja, enquanto levaremos mais tempo para construir nossas 4, se não acontecer o mesmo que as Macaé’s, não chegaram ao final das construções por problemas no estaleiro; não sei o que acontece TKMS, nem na Alemanha conseguiu ganhar para construir, sendo a vencedora a DAMEN, sera que irao construir aqui????

Esteves

Ficou sem explicação.

Disseram que escolhe-se o alemão porque além do alemão fazer navio bom, haveriam offsets (compensações) para os IKL e, acho, também para Itaguaí.

Depois…não se falou mais nisso e vieram as notícias da venda dos IKL.

Se não haverá offset, se a TGM foi preterida na Alemanha em favor da Damen, se, ao que parece, os estaleiros da TGM estão sem encomendas, se a T Steel está sendo fatiada aos indianos, se o ToT deles para eles mesmos não contempla…

Afinal,

Por que comprou do alemão?

Vovozao

23/2/21 – terça-feira, bdia Esteves, será que nosso MD, estaria repensando, e veria qual futuro TKMS na Alemanha, mesmo com toda essa pandemia,não há justificativa para essa demora; ja que à MB, necessita em carater de urgencia dessas fraguetas, e ate hoje não se bateu nem uma chapa. …… Em tempo: fortes boatos marinha do Reino Unido, irá disponibilizar 4 types 23, uma encontra-se com furos nas chapas e capim, isso relatado no NavyLook.

Esteves

Antes da cerimônia do corte da chapa precisa adequar e capacitar o estaleiro. Contratar mão de obra. Enviar engenheiros à Alemanha. Treinar e qualificar aqui. Estoques e logística. Sindicatos. Agradar governos locais. Realizar feiras e manter lobbies.

Isso não leva menos de 2 anos…ao menos foi o que divulgaram. 2 anos para bater o bolo + 2 anos para assar.

4 anos para a primeira. Mas não veio mais nada de lá.

Impressionante.

Esteves

Eu ia dizer…se tem capim…vai ver tem quem goste.

Mas seria muita maldade.

Carlos Campos

Muito lindo, até hoje ainda não vi quanto custa esses navios da China, acho que a MB devia olhar melhor para navios da China, CS e Japão, que chegam a ser mais barato que os Europeus, MB tem que acabar com esse negócio de só navio Europeu.

Esteves

Houve uma licitação. Foram enviados convites e requerimentos para a elaboração das propostas. 5 mil páginas.

As ou os 3 finalistas foram alemães, franceses e dinamarqueses.

A China não enviou proposta.

Bardini

comment image
.
Esse mesmo projeto serve de base para a Guarda Costeira Chinesa. No final das contas, são mais do que 72 navios dentro de uma cadeia logística comum…

Esteves

Idênticos.

59C58AB4-A309-4DA9-8277-8FE2F20FF22C.jpeg
Bardini

Existe um grande alívio de peso na proa, com a retirada de material, do sonar e obviamente do canhão de 76mm. Isso possibilitou criar alterações na superestrutura…
.
Outro exemplo de navio que tem versão na Guarda Costeira, é a Type-054:comment image

Last edited 9 meses atrás by Bardini
Esteves

Mesmo projeto.

B57E4CAA-B279-4420-ABA1-EE7F8E734B86.jpeg
Esteves

Esses navios estão registrados como pesqueiros. Se alguém reclama que estão entre pesqueiros de verdade…oficialmente são pesqueiros.

O país da praticidade. Um projeto mãe, vários filhotes. Bom para treinar, operar, manter. Redução de custos e volume de produção. Padronização.

Só para constar…Ford era comunista.

Alex Nogueira

Dá para entender porque está acabando em nada. rsrsrsrs

Esteves

Aprenderam com F. F de Ford.

Esteves

Esteves + nome próprio = block
Esteves + marca = block
Esteves + ismo = block
Esteves + nome de presidente = block
Esteves + Esteves = block

Padronização. Navios “civis” Guarda Costeira = Navios de Guerra. Projetos básicos idênticos. Economia na produção repetitiva. Ganho de escala.

F, o fundador da F que deixou o país era comunista.

sub urbano

Digita “israel” e o algoritmo já manda sua postagem direto para o censor do Mossad em Tel Aviv.

filipe

O projecto Chinês é bem mais vasto do que isso, no total serão quase 700 navios até 2035, ou seja daqui a 15 anos a China terá a Maior Marinha da Ásia-Pacífico e em 2050 terá a maior Marinha do Mundo , talvez com 1200 navios… 14 SSBN ( 8 Type 94 Jin + 6 Type 96 Tang) , 24 SSGN (19 Type 95 + 5 Type 93), 55 SSK (52 Type 39 + 3 Kilo),6 NAEs (2 CVN Type 003 + 2 CVA Type 002 + 2 CVF Type 001), 12 LHD (9 LHD Type 75 + 3 LHA… Read more »

Tomcat4,2

72 unidades desta classe de corvetas, sensacional viu e mais brabo ainda será a evolução com a Type 057 compartilhada pelo sr ZGTT. Bons somos nós que desdenhamos dos equipamentos militares chineses(que já venderam pra mais de 100 países) e nisso ficamos sem o deles e sem os super fodas ocidentais(que custam trocentas vezes mais).

Luís Henrique

A Argentina deveria adquirir pelo menos 6 Type 056A e pelo menos 20 Corvetas Karakurt russas.

Custos: cerca de U$ 150 mi cada type 056A.
Karakurt: os russos pagaram 2 bi de rublos em cada, o que da cerca de U$ 27 mi.

As Type 056A para caçar submarinos e operar com helicópteros.
E as Karakurt mais baratas, em maior quantidade, cada uma armada com 8 mísseis Yakhont e um sistema Pantsir-M.

Adriano Madureira

E adquirir navios russos com uma possibilidade de pagamento em Rublos, seria uma boa para a Argentina… Mas infelizmente os hermanos estão em situação difícil.

Otto Lima

Creio que a ARA deveria ter ao menos três dessas corvetas Type 056A, para substituir os navio da Classe Drummond. A PNA poderia receber três ou quatro unidades de uma versão simplificada, mais adequada às funções de guarda costeira.

miguel Felicio

…….pois é, pode “pode soltla pecinha” a vontade né??!!

Otto Lima

As corvetas Type 056/056A foram concebidas para operações em águas próximas ao litoral chinês. Para operações em águas mais distantes, a PLAN dispõem dos contratorpedeiros Type 052C/D e Type 055, além das fragatas Type 054/054A.

Top Gun Sea

Nunca sabemos quanto custa uma corveta desse padrão!?

Paulo Costa

Junta todas as 72 e não da uma só corveta da Rússia …

Esses chineses e sua máquina de propaganda … típico de ditaduras

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Rússia envia lançadores de mísseis antinavio para perto das Ilhas Curilas reivindicadas pelo Japão

MOSCOU (AP) - Os militares russos desdobraram sistemas de mísseis de defesa costeira para as Ilhas Curilas, uma cadeia...
- Advertisement -