sábado, setembro 25, 2021

Saab Naval

O emprego de mísseis balísticos contra porta-aviões dos EUA no Mar da China

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Durante décadas, o Exército de Libertação Popular da China (PLA) procurou melhorar sua capacidade de mísseis para garantir uma capacidade de lançar ataques nucleares de retaliação.

Embora dissuadir ataques nucleares permaneça uma prioridade, os líderes da China procuraram também desenvolver capacidades convencionais de mísseis baseados em terra para dissuasão e combate.

Para os líderes da China, o sucesso dos EUA durante a Guerra do Golfo de 1990-1991 proporcionou o primeiro vislumbre de como as capacidades convencionais de ataque de precisão poderiam ser usadas para vencer guerras locais. O conflito também revelou até que ponto as capacidades de mísseis da China estavam atrás das capacidades das grandes potências.

Durante a crise do Estreito de Taiwan, de 1995 a 1996, os EUA implantaram duas frotas de porta-aviões na área ao redor de Taiwan. A medida deixou os líderes chineses preocupados com a capacidade dos EUA de projetar poder tão perto da costa da China.

Acredita-se que essa experiência tenha contribuído para o desenvolvimento de mísseis balísticos antinavio (Anti-ship Ballistic Missile – ASBM) por Pequim, como o DF-21D e a variante antinavio do DF-26, junto com outras capacidades de mísseis que poderiam impedir intervenções indesejadas ao longo de sua periferia. Junto com as defesas aéreas e marítimas, essa capacidade é conhecida como anti-acesso e negação de área (A2/AD).

Testes no deserto

Testes de ASBM no Deserto de Gobi
Testes de ASBM no Deserto de Gobi: a marcação em vermelho mostra a área do convés de voo de um porta-aviões dos EUA

Em 2007, fotos de satélite revelaram que o PLA tinha realizado testes de com mísseis balísticos antinavio simulando o convés de voo de um porta-aviões no Deserto de Gobi, em uma parte remota do oeste da China.

Uma imagem de satélite revelou duas grandes crateras em uma plataforma branca de 200 metros de comprimento, criadas pelo míssil antinavio DF-21D da China, apelidado de “matador de porta-aviões”.

Em 2011, o Comando dos EUA do Indo-Pacífico disse que os chineses tinham alcançado a capacidade operacional inicial para os ASBM.

Em 2020, o relatório do DoD (Departamento de Defesa dos EUA) para a China ressaltou: “O PLA tem aproximadamente 200 lançadores de IRBM e mais de 200 mísseis.”

Alcances relatados para sistemas atualmente no inventário Força de Foguetes do PLA sugerem que esses 200 IRBMs são DF-26s, com algum número deles da variante ASBM DF-26B.

O míssil de dupla capacidade DF-26 é um tipo de arma banido pelo Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, assinado pelos Estados Unidos e União Soviética no final da Guerra Fria. Quando os EUA retiraram-se do tratado no ano passado, eles citaram o uso de tais armas pela China como justificativa.

O domínio do arsenal chinês do DF-26 dentro desse conjunto de parâmetros de alcance operacionalmente importantes sugere grande confiança neste míssil.

Mísseis balísticos DF-26

Testes no mar

Em agosto de 2020 foi noticiada a realização de um teste de ASBM pela China contra alvos móveis no mar.

A China lançou dois mísseis, incluindo um “matador de porta-aviões”, no Mar da China Meridional na manhã do dia 26 de agosto, enviando um claro recado aos Estados Unidos.

O exercício aconteceu um dia depois que a China tinha dito que um avião espião U-2 dos EUA entrou em uma zona de exclusão aérea sem permissão, durante um exercício naval chinês de tiro real no Mar de Bohai, na costa norte.

Os mísseis foram disparados contra uma área entre a província de Hainan e as Ilhas Paracel.

Os militares chineses dispararam um míssil Dongfeng 26B (DF-26B) com um alcance de cerca de 4.000 quilômetros do interior da província de Qinghai, visando um antigo navio mercante não tripulado com navegação autônoma.

Poucos minutos depois, um DF-21D (ASBM) com um alcance de mais de 1.500 quilômetros foi disparado do leste da província de Zhejiang.

Os dois mísseis teriam atingido o navio quase ao mesmo tempo, afundando-o.

As variantes ASBM do DF-26 e DF-21 possuem veículos de reentrada com um buscador ativo e aletas para efetuar manobras no final da trajetória, a fim de compensar o deslocamento do alvo.

Em conjunto com os ASBM, a China dispõe também de uma rede de satélites de reconhecimento e sistemas de radar OTH (Over The Horizon) que provêem alerta antecipado e indicação precisa da posição dos alvos a grandes distâncias da costa chinesa.

A estratégia de combate do PLA no Mar da China

Os mísseis balísticos antinavio como o DF-21D são apenas uma das várias armas que formam a base da estratégia A2/AD da China.

Além deles, a estratégia A2/AD de Pequim compreende o emprego de dezenas de submarinos convencionais avançados, um estoque de cerca de 100.000 minas marítimas e grande número de mísseis de cruzeiro precisos e de longo alcance, lançados de terra, mar e ar.

O ameça aos porta-aviões dos EUA certamente não é novidade. A estratégia soviética na Guerra Fria buscava atacar os porta-aviões americanos com vários tipos de sistemas de mísseis – uma das razões para o desenvolvimento do sistema de defesa aérea AEGIS.

O perigo real para os porta-aviões americanos ou aliados está nas capacidades dos mísseis A2/AD da China quando avaliados de maneira geral. A capacidade das forças chinesas de lançar ataques de saturação sobrecarregando os sistemas de defesa de mísseis de grupos de batalha de porta-aviões pode obrigar as forças dos EUA e de aliados a lutar à distância. Como o Dr. Toshi Yoshihara diz em um capítulo do livro Chinese Aerospace Power, é a força absoluta dos números que pode condenar os porta-aviões em uma situação de combate A2/AD:

“Os ASBMs (mísseis balísticos antinavio) podem não precisar produzir missões mortais contra uma frota de superfície para complicar os planos dos EUA. Eles só precisam alcançar o envelope defensivo da frota para obrigar o Aegis a enfrentar as ameaças de entrada, forçando assim o defensor a gastar munição valiosa que não pode ser facilmente reabastecida no mar em condições de combate. Mesmo ASBMs imprecisos, então, poderiam obrigar o Aegis a exaurir seu estoque de armas, deixando-o indefeso contra novas ações do PLA. Usado em conjunto com ataques de mísseis balísticos convencionais contra bases dos EUA e outros alvos terrestres em toda a Ásia – ataques que provocariam mais tentativas de interceptação – os ataques de ASBM podem privar os Estados Unidos e seus aliados de seu poder de permanência em uma luta marítima.”

Simulação

Em próximo post, o Poder Naval vai publicar um vídeo com um cenário no Mar da China que preparamos no simulador Command Modern Operations (CMO).

No referido cenário, simularemos o combate entre forças chinesas e um grupo de ataque de porta-aviões dos EUA operando na região, com o emprego de mísseis balísticos DF-21D e DF-26.

- Advertisement -

295 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
295 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carvalho2008

Boa tarde Mestre Galante, poderia desbloquear meus posts no Aéreo e na oportunidade, verificar porque qualquer coisa que escreva fica bloqueada?

Antoniokings

Meus comentários também ficam retidos no Aéreo para posterior publicação.

Bruno

Seus comentários deveriam ser todos bloqueados, pois você só vem aqui fazer política de barata.

Antoniokings

Crie o seu blog sobre a Terra Plana e me bloqueie.
Simples.

MFB

Os seus ficam no filtro para lunáticos.

Paulo Drusnam

Até calado voce está errado..

nonato

Não. Vocêestá na malha fina da censura prévia.

nonato

Aguarde até 72 h para análise do conteúdo.

Allan Lemos

A capacidade de sea denial da China realmente é invejável. E irá aumentar ainda mais com a futura entrada da versão antinavio do DF-17.

Bosco

Você que é um “ispicialista” brasileiro do terceiro mundo em sistemas de armas , especialmente em mísseis, o que você acha que o DF-17 tem a oferecer que já o magnífico DF-21D, que você julga perfeito, não pode?

Matheus S

O desenvolvimento é contínuo na China, e o DF-17 é um complemento a mais no conceito estratégico que os chineses estão impondo aos americanos e aliados na região. O míssil equipa um HGV, o que já diz muita coisa sobre o que ele pode fazer com o que o DF-21D não possa fazer.

Allan Lemos

Não adianta tentar explicar. Ele é fanboy dos yankees e acha que os mísseis chineses são só maquetes de papelão.

Agressor's

Uma jogada inteligente. Porque investir bilhões em grupos de porta-aviões ao criar um sistema de defesa que custa muito menos? Funciona bem para a Rússia e a China, pois eles não precisam de muitos carrier groups para exercer influência e atacar países estrangeiros…

Defensor da liberdade

Volte uns dias atrás, lá na matéria do Forte que fala sobre armas hipersônicas e planadores, e você responderá sua dúvida, com seu próprio comentário na referida matéria.

Hélio

Seque as lágrimas, Bosco.

Bosco

Hélio, Não se preocupe comigo meu caro. Uso a Trilogia como passatempo. Pouco me acrescenta (com raras exceções de alguns participantes diferenciados) e em nada muda meu humor , salvo algumas risadas eventuais. Confesso que meu orgulho me faz pensar que mais colaboro do que aproveito. Faço 4 coisas ao mesmo tempo na internet quando não estou trabalhando (a pandemia não alterou sequer um dia da minha atividade laboral), uma delas é comentar na Trilogia, além de ensinar matemática pra minha filha e dar atenção aos meus dois filhos canídeos de criação. Nesse exato momento estou vendo a série Drácula… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Bosco
Defensor da liberdade

Se não alterasse não estaria respondendo kkkkkkkk

Emerson Gabriel

Bosco, por quê você ataca e agride as pessoas aqui por uma simples opinião. O Allan só deu uma opinião que aliás eu discordo, mas respeito. Da para discordar sem ofender as pessoas. Pessoas adultas e racionais tem plena capacidade de debater e discordar sem agressão verbal gratuita ou sarcasmo. E pelo número de negativações que recebeu eu não sou o único aqui percebeu que já passou do ponto. E tudo por questões ideológicas e não técnicas. E não, eu não sou comunista!!! E eu separar as coisas. Não importa se é EUA, China, Rússia, Turquia; eles fazem algo, eles… Read more »

Bosco

Não pretendo comentar mais aqui como já expus ao editores, mas frente à sua indignação comigo sou obrigado a te sugerir a seguir a linha de tempo numa tela de computador e não no celular de modo a ver quem “atacou” quem primeiro. Seguindo no celular, como parece ser o seu caso, realmente fica parecendo que eu comecei as provocações primeiro. Não é verdade. Meu primeiro comentário foi: “Os ASBM chineses parecem funcionar bem contra alvos estacionários em terra e no mar…” . Este que aparece primeiro na linha de rolagem do celular foi bem depois de eu já ter… Read more »

Last edited 6 meses atrás by joseboscojr
Bosco

Após analisar de forma imparcial a linha do tempo, numa tela de computador de mesa ou num laptop, eu humildemente aceitarei o pedido de desculpas seu e do Wagner, que se manifestou abaixo com igual indignação. Só pra te ajudar aqui vai a linha do tempo correta: – Bosco: 1º comentário meu no post: Os ASBMs chineses parecem funcionar bem contra alvos estacionários em terra e no mar, ambos, em área não contestada, num cenário altamente colaborativo. Ninguém duvida que assim funciona. Aliás, o Pershing II já fazia isso há 30 anos. A dúvida que alguns têm é se funciona… Read more »

Bosco

1ª comentário do Allan sobre o meu comentário: “”funciona já, em pleno, contra um CSG sob a proteção de uma ala aérea contendo caças e aviões radar? E porque você faz parecer que esse princípio só se aplica a um dos lados? Quer dizer então que os chineses não sabem se os seus mísseis funcionariam contra um CSG americano, mas estes têm absoluta certeza de que o Aegis e os SM-3 seriam o bastante para interceptar as armas chinesas? Com todo o respeito, isso me parece mais uma análise de fanboy.”” – Eu faço uma pergunta e ele alega que… Read more »

Bosco

Só pra completar a minha participação na Trilogia, o meu comentário dirigido ao Allan que gerou a sua indignação e agressões à minha pessoa foi esse: “Você que é um “ispicialista” brasileiro do terceiro mundo em sistemas de armas , especialmente em mísseis, o que você acha que o DF-17 tem a oferecer que já o magnífico DF-21D, que você julga perfeito, não pode?” Esse comentário se deu muito depois dos comentários provocativos e maliciosas do Sr. Allan. Em ele distorcendo minha fala (por pura má fé, já que ignorante ele claramente não é) e me rotulando negativamente essa foi… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Bosco
Bosco

Esse comentário que tanto te indignou por ofender o Sr. Allan só foi feito depois deste que ele fez a mim, apesar de aparecer bem abaixo e parecer ser depois: “O Pentágono não subestima a China, mas o especialista militar de Taubaté, Bosco, subestima. É hilário.” Nesse comentário, além dele distorcer minhas palavras , já que eu em momento algum subestimei a China, me rotula de “especialista militar de Taubaté” . Isso não te fez ficar indignado, mas eu chamá-lo depois de “”ispicialista” do terceiro mundo o fez”. Sua indignação seletiva diz mais sobre sua honradez e caráter que sobre… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Bosco
Agressor's

Eu sou chinês, posso provar que o DF-21 é apenas um modelo inflável, não se preocupe….

francisco

Em 1839 a Inglaterra com um só navio derrotou toda a marinha chinesa e forçaram o Tratado de Nanquim (1842), pelo qual os chineses se comprometiam a abrir ao comércio britânico cinco portos, entre os quais os dois mais importantes do país, Xangai e Cantão, e além disso cediam o de Hong Kong. (Fonte: https://www.mundovestibular.com.br/estudos/geografia/historia-da-china/)

Naquele tempo a China era considerada uma super-potência.
Nos dias atuais, mesmo com toda a propaganda comunista, a China não aguenta um mês de luta contra os USA.

Emerson Gabriel

Comparar o contexto de 1842 com 2021 é forçar heim…

Bosco

Os ASBMs chineses parecem funcionar bem contra alvos estacionários em terra e no mar, ambos, em área não contestada, num cenário altamente colaborativo. Ninguém duvida que assim funciona. Aliás, o Pershing II já fazia isso há 30 anos. A dúvida que alguns têm é se funciona contra um CSG se deslocando a 50 km/h.

Bosco

Contra navios isolados ou grupo de navios, mesmo que uma frota inteira de Arleighs Burkes, também ninguém duvida que funcione, apesar de haver meios de defesa hard e soft. O ponto a ser discutido continua a ser: funciona já, em pleno, contra um CSG sob a proteção de uma ala aérea contendo caças e aviões radar?

Jodreski

Avariar um Burke é fácil é só direcionar um navio mercante em rota de colisão. Quem lembra? kkkk

Allan Lemos

funciona já, em pleno, contra um CSG sob a proteção de uma ala aérea contendo caças e aviões radar?

E porque você faz parecer que esse princípio só se aplica a um dos lados?

Quer dizer então que os chineses não sabem se os seus mísseis funcionariam contra um CSG americano, mas estes têm absoluta certeza de que o Aegis e os SM-3 seriam o bastante para interceptar as armas chinesas?

Com todo o respeito, isso me parece mais uma análise de fanboy.

Bosco

O que tem a ver a parte do meu comentário que você copiou e grifou com as suas considerações a baixo sobre o Aegis e SM-3? Eu falei de aviões radar e caças e não de mísseis. Um CSG é protegido por caças e aviões radares e dificulta ou impede que haja atividade ISR inimiga num raio de 500 km do porta-aviões e isso tem potencial de quebrar a kill chain envolvida na operação dos mísseis em discussão (DF-21D e DF26). Se vai quebrar sempre, ou algumas vezes ou nunca, não sou a mãe diná pra adivinhar. O que tento,… Read more »

Maurízio Souza e Souza

Independente disso, há muito tempo os EUA perderam a supremacia na região. Os números não mentem…

sergio

Se números vencessem guerras, estaríamos todos falando Persa, Russo, Mongol, etc.

Matheus S

Os chineses estão bem cientes da proteção aérea e antiaérea de um CSG assim como as contramedidas do DF-21D. Os chineses já contam com o Hongdu GJ-11, Soar Dragon, Wing Loong e o Cloud Shadow, alguns desses UAVs operam a altas atitudes, se tornando mais difícil de se ter uma interceptação de qualquer aeronave da ala aérea de um CSG. Mas os chineses não empregam apenas UAV como ISR para a designação de alvo, existem uma constelação de satélites para esse propósito como Yaogan e alguns outros com capacidade SAR operando em todas as condições climáticas tanto em órbitas geoestacionárias… Read more »

Agressor's

Os porta-aviões precisam ficar a 500 milhas ou menos da costa para que seus caças iniciem um ataque….

sergio

Grande Bosco admiro muito vc, a grande maioria dos caras que tinhão realmente algo a oferecer já parou de comentar aqui faz tempo, por causa desse tipo de gente lunática, ideologizada mais vc continua aqui, tem numa paciência de jó meu amigo parabéns.

Agnelo

Não me leve como “do contra”, mas a sistemática da Def A Ae de um CSG americano é formada, treinada e testada há anos. O chineses estão criando agora esse tipo ação contrária. Será q tem certeza q dá certo? Testaram? Está realmente pronto?

Allan Lemos

Os CSGs já treinaram contra um míssil chinês? Nenhum dos lados pode estar 100% certo independente da quantidade de treinamento envolvido.

É aquela história, treino é treino, jogo é jogo.

Last edited 6 meses atrás by Allan Lemos
Agnelo

Prezado
Pra jogo, até q é….
Mas pra guerra, não diria tanto.
A Russia tem PA há anos, mas sem a capacidade de opera-lo como devia. Resultado, perdeu 3 aviões em acidentes em uma lapada só na Síria.
Realmente, os CSG não se defenderam de misseis chineses dessa natureza, mas garanto q estão no leque de ameaças previstas pra sua Def A Ae desde q a China começou a planejar esse artefato, ou mesmo antes.
Sds

Allan Lemos

Como eu já disse, o mesmo princípio se aplica aos CSG, não importa se estão no leque de ameaças previstas, se eles jamais enfrentaram as armas chinesas, ou russas, ou de qualquer outro país, não há garantias de que funcionariam. O sistema de defesa do CSG é feito para conter esse tipo de ameaça da mesma forma que os mísseis chineses são feitos justamente para tentar se esquivar do sistema de defesa do CSG e atingi-lo. E por melhor que um sistema AA seja, ele ainda assim é vulnerável a um ataque de saturação. Vou repetir, treino é treino, jogo… Read more »

Allan Lemos

Só para dar um exemplo, o Patriot era perfeito até ser posto em combate na Guerra do Golfo, ai percebeu-se que era cheio de falhas.

Alison

Os EUA parecem acreditar que funciona, baseado nas inumeras medidas tomadas contra os chineses…

Cristiano de Aquino Campos

Se você leu o testo, percebeu que são mísseis balísticos hipersonicos. Ou seja, vem do alto, quase em 90° e rápido. Caças e aviões radar não valem de nada a não ser que fossem mísseis de cruzeiro subssônicos.
A única defesa, teoricamente, são mísseis anti-aéreos e talvez os lasers. Nem falo dos canhões de ponto pois esses mísseis vem num angulo que nenhum deles conseguiria atirar.

Bosco

Sim, eu li o texto.
A função dos caças e aviões radares na defesa contra esses mísseis é tentando bloquear a “kill chain” , negando a atividade ISTAR e não interceptado diretamente os mísseis.
*Meus Deus! Onde amarrei a minha cabrita?

Antoniokings

Cristiano

Desista.
o próximo passo dele é convencer o Putin de que o Tomahawk é melhor que o Zircon e Jinping de que é melhor que os DFs.

Leandro Costa

Comparar armamentos cujas reais performances são secretas, cuja aplicação é completamente diferente, cujas condições de utilização possam variar drasticamente, é praticamente uma definição de Super Trunfo. Usar X, Y, Z, não significa que vão funcionar 100% como propagado. E essa é a questão aqui. Da mesma forma como EUA produz e desenvolve mísseis, a China faz o mesmo e ambos sabem disso, e produzem meios para se defender deles e mitigar sua eficiência. É bom lembrar que testes não conseguem reproduzir situações reais de combate. Isso vale para os dois lados, por mais que se tente reproduzir essas condições em… Read more »

Emerson Gabriel

Leandro, de fato vale para os dois lados o que disse, aliás para vários lados. O problema é que parece que a maioria aqui teve acesso a todos os dados técnicos mais secretos das armas dos EUA, China e Rússia. Eu sou economista, não engenheiro e comento aqui por ser filho de militar reformado da FAB. Acho que China, Rússia e EUA deveriam contratar muita gente aqui para dar consultoria e dizer para esses países o que funciona ou não. Eu só lamento a trilogia ter tanto trabalho para nos dar todas essas matérias e isso aqui virar um blog… Read more »

Bosco

Cristiano, Não dê atenção ao Toinho. Finge que ele não existe que ele vai embora. É só um cão de guerra infiltrado no blog pra alimentar a guerra ideológica, posar de inocente e sapatear em cima dos escombros que ele mesmo cria. Ele e o seu alter ego, o “Defensor do Comunismo” são como os gremlins ou o Saci Pererê. São meio que espíritos zombeteiros. No fundo é só um monte de “morangos” Voltando ao tema que você parece se interessar: “A única defesa, teoricamente, são mísseis anti-aéreos e talvez os lasers” Não meu caro. Há várias defesas possíveis contra… Read more »

Leandro Costa

É chocante saber que existem defesas para mísseis chineses! Chocante! Daqui a pouco você vai dizer que até os chineses desenvolvem defesas apesar dos péssimos, ineficientes, e altamente obsoletos mísseis americanus! 😛

Jodreski

Olha eu espero jamais saber se os mísseis chineses seriam efetivos contra um Nae Americano. Pois se assim ocorrer, creio que o Brasil vira de vez uma Serra Leoa, se já não está fácil pra gente há anos, imagina com seria com conflito dessas proporções.

Last edited 6 meses atrás by Jodreski
Allan Lemos

Uma nova guerra mundial poderia ser uma oportunidade para o Brasil tornar-se um player global, se soubermos aproveitá-la assim como os americanos fizeram.

Leandro Costa

Esse seu cenário é completamente viajado na maionese misturada com maconha de péssima qualidade.

Allan Lemos

Elabore o seu raciocínio, por favor.

Leandro Costa

E precisa? Céus, passamos por duas Guerras Mundiais, nas quais o Brasil poderia ter feito muito proveito. Conseguiu algum proveito no final da Segunda Guerra Mundial, mas não chega nem perto de poder aproveitar 0,1% como os americanos fizeram durante sua Guerra Civil, PGM ou SGM. Por que? Porque simplesmente não temos o parque industrial e o potencial industrial que os EUA tinham, exatamente porque fizeram sua(s) revolução(ções) industrial(ais) quando tinham que fazer enquanto aqui nem sonhávamos com isso. Você acha que a capacidade industrial dos EUA só floresceu durante a Segunda Guerra Mundial? Negativo, foi antes, só que produziam… Read more »

Zorann

Tb espero que não aconteça. Mas acho que se acontecer… os EUA hoje já não dão conta da China.

Fernando C. Vidoto

A China ainda nao tem capacidade de projetar seu poder militar igual aos EUA.

Os EUA tem diversos aliados poderosos pelo mundo. E a China?

sergio

Nunca subestime a capacidade americana de se superar quando preciso.

Allan Lemos

Os ASBMs chineses parecem funcionar bem contra alvos estacionários em terra e no mar, ambos, em área não contestada, num cenário altamente colaborativo

Eu acho muito engraçado que os próprios americanos aprenderam a respeitar e a temer os chineses como rivais, mas os “especialistas” militares brasileiros teimam em subestimá-los. E ainda falam com propriedade, como se frequentassem as reuniões de inteligência do Pentágono a ponto de afirmarem categoricamente que as armas chinesas não funcionam.

Se vocês fossem estudar história militar, saberiam o destino que aqueles que subestimam o inimigo costumam ter.

Bosco

Allan, Eu falo o que eu quero. Duas considerações: 1º O Pentágono tem obrigação de não subestimar nenhuma ameaça, eu não tenho. Eu e mais dezenas de outros que analisam o tema. Se você só se informa aqui na Trilogia não me culpe pela sua falta de interesse no assunto. O mundo todo não tem certeza se o sistema funciona plenamente contra um CSG , se isso te incomoda, só lamento. 2ª Eu não afirmo que míssil de A , B ou C, do tipo X, Y ou Z, funciona com certeza ou não. Não ponha palavras na minha boca… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Bosco
cerberosph

Um seguidor e defensor de um pseudo filosofo terraplanista querer posar por um especialista em misseis, que na maioria das vezes usam a técnica sea skimming, aproveitando-se da curvatura da terra, para atingir seus alvos. Enfim a Hipocrisia

Bosco

rssss
Essa foi ótima!
Já você, que acredita na Terra redonda entende que o DF-21D se comporta como se numa Terra plana operasse e fosse só lançar contra os “americano” que acerta na mosca. rssss
*É cada um que aparece por aqui…

cerberosph

Nem me vou dar ao trabalho, só conhecendo suas fontes de informação (filosofo terraplanista) já demostra seu nível de conhecimento kkkk.

Bosco

hahahaha
O fato dele ser terraplanista de incomoda muito, né? rsss

Antoniokings

Não deveria?
A que ponto estamos chegando!

Bosco

Faça seu candidato ganhar (qual é ele mesmo? Você ainda não disse) e a Terra volta a ser redonda. Até lá, engula a Terra plana e deixe de mimimi.

Antoniokings

É sério que vc acredita que a Terra é plana ou está brincando?

Antoniokings
Antoniokings

Terra plana? Esqueça. A nova teoria é que ela tem forma de donut.
kkkkkkk

https://pplware.sapo.pt/internet/terra-plana-donut/

Antoniokings

A Terra plana e a cachoeira do fim do Mundo.
comment image

Elias

Nosso colega ( Bosco) estava ironizando vc …e nem percebeu kkk
Mas que vc é russo-sino simpatizante vc é…..Adorador daquele cujo nome não pode ser dito ou escrito.

Antoniokings

Eu espero mesmo que seja ironia, porque pode-se esperar de um ‘mitólogo’.
Vivemos tempos muito difíceis.

nonato

O que esperar de um seguidor de mao tse Tung e Stalin?

Mondelo

Antonio, para de mimi, o Bosco foi irônico no comentário dele. Já que você parece entender bastante sobre o sistema de misseis chineses tente refutar os argumentos dele. O debate estava interessante até começar essa choradeira politica.

A todos os colegas que queiram fazer palanque politico (estou falando para os dois lados) por aqui, deveriam procurar um blog para essa finalidade e se matarem por lá.

Emerson Gabriel

Mondelo, concordo sobre não ficarem falando de politica, como eu não falo, mas avisa para seu amigo Bosco para ele também não ficar ideologizando tudo, porque atrás dos comentários técnicos dele tem politica sim e muita gente aqui que é inteligente já percebeu isso. Até aí tudo bem, é a técnica dele. Mas o que eu vi aqui foram sucessivos ataques e ofensas que ele faz com quem não reza a cartilha dele, Fora o fato dele querer ficar lacrando toda hora, aqui não é BBB. E não é mimimi. É meu direito comentar como você fez.

Mondelo

Emerson, não sei se você leu todo o meu comentário, mas falei no final que os DOIS lados PODERIAM parar de fazer palanque politico por aqui e focar no tema da matéria em questão. E uma sugestão da minha parte, mas cada um tem o direito de escrever o que lhe convém (assim como você tem o direito de comentar aqui e eu respeito esse direito) já que a trilogia não se da ao trabalho de restringir esse tipo de comentário igual fazia antigamente. O Antonio sabe que o Bosco não acredita que a é terra plana e fica insistindo… Read more »

Emerson Gabriel

Elias, fico feliz que seja ironia mesmo, mas nunca se sabe né. No meu caso não precisa dizer o que disse para o kings, porque eu não admiro lideres políticos… nenhum!!!

Emerson Gabriel

Algum me tira uma dúvida, o Bosco é terra-planista mesmo? Eu não estou sendo irônico. É uma pergunta séria, porque isso não pode ser real (ok vou respeitar se for), mas …meu, na boa

Gilmar

Meu Deus.
Isso é sério?

Agressor's

Os eua não puderam nem mesmo proteger os campos de petróleo sauditas de um ataque convencional de drones iemenitas, tenho minhas dúvidas de se conseguirão isso contra o ataque de um sistema destes.

Bueno

é Bosco! não desiste de comentar aqui, essa nação tem rumo, temos até doutorando em funk… 

Leo Rezende

O Bosco tem uma história de anos como um respeitado comentarista da trilogia,um dos mais bem informados e partícipe de grandes e instrutivos debates sobre militaria em geral,sempre muito elucidativo. Faz parte de um time que reúne nomes como os saudosos Juarez,MO,Ivan (o antigo),Dalton,Baschera,Ozawa,Clésio,Bardini,Poggio,Tadeu,Vader e tantos outros comentaristas,todos grandes conhecedores do assunto,que tanto enriqueciam a leitura da trilogia pelos aficcionados. Muitas vezes os comentários dessas feras eram muito mais instrutivos e prazerosos de se ler do que as próprias matérias comentadas! Por isso minha tristeza em ver alguém que tanto colaborou para que apaixonados por militaria saciassem sua curiosidade no… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Leo Rezende
sergio

Concordo com tudo que vc falou cara, esses caras eram a cereja do bolo da trilogia, agora olhe o tipo de lixo que temos aqui, e ai que me questiono se essa inclusão realmente foi benéfica, eu mesmo não leio mais comentários aqui, só as matérias, vim aqui por que vi que justamente o Bosco tinha feito um.

Mondelo

Leo Resende realmente muito bons aqueles tempos, aprendi muito com esse pessoal ai.

Muitas vezes fazia igual você, pulava as matérias, só para ver os comentários dessa turma ai.

E inegável que o nível de comentários aqui da trilogia caiu muito.

Victor Carvalho

REALIDADE: Realmente o Bosco é uma das grandes personalidades que já existiram aqui na trilogia desde muitos anos. Respeito muito ele e seu profundo conhecimento em sistemas de armas que me ajudaram muito quando, por poucas vezes, trocamos ideias. Porém, ele é de uma época em que a grande maioria dos comentaristas eram pró USA e Ocidente, sendo extremamente intolerantes à qualquer coisa relacionada a Rússia ou China. Eram outros tempos… Nós não tínhamos esse acesso à informação desses países orientais como temos agora, sem falar que o grupo de comentaristas era muito exclusivo, e não existia esse debate de… Read more »

Emerson Gabriel

Victor, Eu sou desse tempo. Estou aqui no blog há 10 anos, ou quase isso e recebi um ataque feroz da mesma pessoa citou por falar bem do Rafale. Eu não fiz mal para ninguém, eu apenas defendi com alguns aspectos técnicos um caça e fui fuzilado. Eu prefiro a diversidade, mas para ela existir é preciso haver respeito com quem pensa diferente. Ninguém precisa ofender ou ser ofendido porque entende que um equipamento X pode ser melhor que o Y. E estou vendo muita ofensa aqui por isso

Victor Carvalho

Concordo com tudo o que você disse caro Emerson, infelizmente os ânimos das pessoas ficaram muito acirrados, sendo impulsionados por questões muito político/ideológicas, o que acaba ofuscando a real compreensão das capacidades dos sistemas de armas mostrados aqui na trilogia. Ao meu ver, cenários de guerra improváveis como essa da China/Pacífico é muito difícil de se conseguir prever. Ninguém tem como saber como um guerra assim pode se desdobrar pois, existem muitas variáveis, portanto, o máximo que podemos fazer é analisar as cartas postas no jogo e chutar/torcer, kkkkkkkk! Mas sair disso para insultar os colegas por não concordarem é… Read more »

Emerson Gabriel

Leo isso não da o direito dele ofender quem discorda dele. da para discordar sem ofender ou desmerecer as pessoas. Eu estou sendo educado com vocês “advogados” do Bosco e muito provavelmente vou ser fuzilado aqui por não fazer parte do clubinho. Aprendam a respeitar quem não concorda. E ele não foi desrespeitado. É que muita gente aqui cansou de ver ele atacar e ofender quem da uma simples opinião. Ele mesmo disse com desdém que usa isso aqui como passa tempo como se não desse a minima para todo o trabalho que a trilogia tem para nos manter sempre… Read more »

Leo Rezende

Emerson,bom dia. A titulo de esclarecimento,não advogo para ninguem,assim como tambem não idolatro ninguém . Devo pontuar que nunca vi o Bosco agredir ninguem gratuitamente,ao contrário,eu costumo vê-lo desconstruindo seu detratores com fatos e informação. Você,por exemplo,é que está tratando com desdém tanto o Bosco como também aqueles que concordam e admiram a contribuição dele. Você também deveria seguir seu próprio conselho e respeitar opiniões alheias,ao invés de bancar o dono da verdade por conta do seu endereço,o que aliás,além de não interessar a ninguém,também não agrega nada ao assunto em questão,assim como também não lhe confere nenhuma vantagem intelectual.… Read more »

Allan Lemos

**”Eu falo o que eu quero”** Não seja sensível a ponto de achar que eu estou pondo em questionamento o seu direito de falar o que quer, cidadão. Ele não está sob ameaça. Relaxe. **”Se você só se informa aqui na trilogia, não me culpe pela sua falta de interesse no assunto”** Para alguém que se informa em tantos lugares, a sua análise é tão profunda quanto uma poça d’água. **”O mundo todo não tem certeza se o sistema funciona plenamente”** Assim como não tem certeza de que não funciona. Infelizmente, a tua mente de fanboy não te permite enxergar… Read more »

Anderson fernandes

Falou tudo.
Parabéns pelo ótimo comentário.

Bosco

“Se vocês fossem estudar história militar, saberiam o destino que aqueles que subestimam o inimigo costumam ter.”
E você que deve ser um especialista em história militar, por que subestima os americanos?
*Os chineses não sã meus inimigos.

Allan Lemos

Você tem sérios problemas de interpretação de texto, não é, camarada?

Mostre-me, onde exatamente, eu subestimei os americanos.

Bosco

Você está no lugar errado. Aqui não há pensamento hegemônico. O Galante, que é o dono, não cobra isso dos participantes, então , deixa de encher o saco.
Vai pra algum outro blog onde todos dizem amém à propaganda chinesa ou às sputnices e onde todos os participantes ficam fazendo comentário do tipo:
Fantástica a precisão para um míssil balístico.
O desenvolvimento dessa arma por parte da China, passa a guerra naval para ‘outro patamar’.”

Allan Lemos

Rsrsrs…agora inventa que eu estaria cobrando um pensamento hegemônico.

Isso tudo foi só porque eu apontei a falha óbvia na sua linha de raciocínio de fanboy?

O seu pensamento é tão infantilizado que já está até me acusando de ser comu***** porque simplesmente não ousei a duvidar da eficiência das armas chinesas.

Pensei que iria demorar mais até que começasse a apelar aos ad hominens. Honestamente, que papelão hein?!

Matheus S

Ele faz isso mesmo. Não se pode questionar os americanos ou elogiar os chineses, qualquer dessas afirmações que você fizer, automaticamente ele te transforma em comunista e seguidor de Xi Jinping.

nonato

Falou o seguidor de Stálin e mao tse Tung…

Allan Lemos

Outro fanático. Eu hein…

Antoniokings

Allan

Esse, acho que é militar.

Mondelo

Antonio, qual e o problema de ser militar?

sergio

Outro fanático. Eu hein…

Antoniokings

Vc está ‘dodói’.

Alison

So fala m.e.r.d.a vc amigo…

Bosco

Artigos que você não se interessa e que fazem questionamentos acerca da perfeição chinesa que você acha indiscutível:

https://www.taiwannews.com.tw/en/news/3996716

https://www.andrewerickson.com/2020/11/chinas-df-21d-and-df-26b-asbms-is-the-u-s-military-ready/

https://www.airforcemag.com/article/1213china/

Antoniokings

Pô cara!
Dá um tempo!
Taiwan News?
Andrew Erickson?
O que vc queria que Taiwan dissesse?
‘Estados Unidos. Podem desistir que vcs perderão seus porta-aviões tentando nos defender’
E o que esperar de Erickson, professor de uma escola militar americana?
Ele dizer: É! A China nos ultrapassou.
E finalmente, um artigo de 2013?
Não se estresse à toa e deixe os fatos acontecerem.

Bosco

Você acredita no China News mas eu não posso acreditar no Taiwan News. rssss
Desacreditar a fonte mas sem contra argumentar é bem o tipo de atitude da sua turma. rsss
Como é que é: “acabe com a credibilidade dele”, “destrua sua reputação”, “chame-o do que você é” , “não vi e não gostei”. rrsssss
Se não fosse um fanático você mesmo poderia procurar artigos. Há vários , de todos os anos.
*E apesar de ser de 2013 (com certeza você não leu) os fatos não mudaram.

Agressor's

Infelizmente hoje nenhuma fonte de informação é confiável e imparcial, temos que aprender a filtrar e ponderar sobre tudo que os meios de comunicação nos passam…Após o advento da 2° Guerra Mundial, as potências hegemônicas passaram a montar uma superestrutura de contrainformação jamais visto no planeta, visando dificultar o acesso a informação verdadeira, e dominar a narrativa da história mundial…A imprensa e as mídias passaram a se tornar num instrumento político de alta eficácia para manipulação e controle das massas…

Last edited 6 meses atrás by Agressor's
Allan Lemos

Não adianta discutir. O sujeito acha que a capacidade das armas chinesas podem ser definidas em meia dúzia de artigos da internet.

É tipo ir em um site do Fluminense
e esperar que ele esteja falando bem do Flamengo.

O Pentágono não subestima a China, mas o especialista militar de Taubaté, Bosco, subestima. É hilário.

Antoniokings

Caso perdido.
Mas, ainda vale a piada.

Antoniokings

E ainda temos o ‘analista de perto de Bagé’, popularmente conhecido como Leonardo, o Flanker.

Flanker

Não entendo o “Leonardo”, mas…..te convido a discutir temas de defesa, sem papagaiada de china isso, EUA aquilo…..falemos sobre capacidades militares de x, y, z…..o resto, de defender esse ou atacar aquele, é coisa pra ti e outros do mesmo “nível”….Mas, renovo meu convite.. ..vamos discutir equipamentos militares, mas sem colocar artigos desse ou aquele site….fala o que tu sabe, sem copia e cola…..

Antoniokings

Prezado.

O problema atual do Brasil é justamente esse: a pessoa publicar o que ‘sabe’.
Procure livros, artigos, textos de instituições e pessoas respeitáveis.
As pessoas não estão interessadas no que um leigo acha, mas o que um especialista.
Portanto, coloque suas fontes. Onde vc leu, estudou.
Será muito útil para nós.
Ok?

Flanker

Aqui é um fórum de entusiastas, sendo eu um deles. Quando eu quero informações de especialistas, procuro nas fontes desses. O meu conhecimento, limitado, eu aprendi durante 30 anos de leitura e coleção de livros, revistas, fascículos, etc….mais milhares de textos, artigos, etc na internet. Vc falou que “as pessoas” não estão interessadas no que um leigo acha (!!!!)….mas, aqui é justamente o espaço para o debate entre leigos!!! Então, vc deve estar no localcerrado. Procure informações na Jane’s, por exemplo…..lá, eles são todos especialistas…..mas, como vc não pode fazer ideologia barata lá, fica aqui enchendo o saco dos outros.… Read more »

Antoniokings

Sim.
Mas, um entusiasta não pode inventar coisas/falar mentiras.
Será muito mais honesto e útil para todos vc dizer que vc leu algo publicado por uma revista, dirigente, general, instituto, entidade e etc.
Arrisca aparecer alguém aqui, fórum de entusiastas, para discorrer sobre as propriedades da Terra plana.
Entendeu?

Flanker

Onde eu inventei ou menti sobre alguma coisa aqui?? Me aponte algum post onde eu fiz isso!!
Quanto á terra plana, quem acredita nessa hipótese precisa, no mínimo, de tratamento psiquiátrico.

Bosco

Uiii! “Ispichialishta militar de taubaté, Bossshhco, shubistima” rssss
Ah! Vai ver se eu tô lá na esquina. rsssss

nonato

Falou o seguidor mao tse Tung e Stalin.

sj1

Vc encasquetou com o velho ein… pois saiba que foi Mao(apesar da grande fome) quem pôs a China no caminho de retorno à potência.

Allan Lemos

Mas a que custo?

nonato

Confirmou o que eu já sabia sobre os seguidores de mao, Stalin e kim Jong-um…

Mondelo

E melhor ser terraplanista (longe de isso ser bom também) do que idolatrar esses assassinos genocidas.

Mondelo

sj1, meu Deus, vai estudar historia filho, para de vir aqui falar merda. Mao foi responsável pelo genocídio de milhões de pessoas, e ainda por cima eram todos seus compatriotas. Quando ele morreu a China estava em uma miséria absoluta e era considerada um paria internacionalmente.

Somente com a abertura econômica da década de 70 e que a China começou sair do fundo do poço.

Idolatrar um assassino genocida como o Mao, não e diferente de idolatrar Hitler e o nazismo.

Emerson Gabriel

Nonato seria melhor não fazer aqui um palanque politico e ideológico, Sabemos que o Mao fez aquelas coisas terríveis, como sabemos que Hitler fez aquelas coisas terríveis (Eu sou judeu e sei bem), como sabemos que os EUA jogaram duas ogivas nucleares no Japão matando populações civis, mulheres e crianças e o povo passa um pano daqueles, não é? Aqui tem franquia de pano aliás, de todas as cores e bandeiras para todos os gostos. E quando for falar de ” estudar história ” entenda que é preciso ver o contexto histórico. Não da para julgar povos e países de… Read more »

Emerson Gabriel

Nonato, um monte de gente aqui já pediu para deixar essa coisa de politica e ideologia de lado. O galante também já pediu algumas vezes. Estou sendo educado. E antes que me diga algo, não sou seguidor nem desses que citou, nem do outro lado. E tenho asco de politica

Defensor da liberdade

Então vai lá dizer isso para eles “olha esse míssil de vocês é bravata”.

Bosco

Eu vou dizer isso pra quem? Para os chineses?
É esse o nível do comentário de vocês que acreditam na superioridade chinesa?
Não à toa o PCC consegue dominar aquela população toda de robôs amestrados.
Como disse o Nelsão: ” O mundo vai ser dominado pelos idiotas, não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos”

Defensor da liberdade

Se os EUA temem as tais armas, eu me pergunto quem tu pensa que é para desmerecê-las. Concordo com Nelsão, você é prova viva disso.

Wagner

Nossa… taí um sujeito de meia idade, medíocre, frustrado com sua propria vida e que gosta de ser admirado por entender alguma coisa de algum assunto. Limite-se a comentar sobre misseis (isso você entende um pouco) pois sua ignorância (sempre acompanhada de arrogância e desprezo pelo que desconhece) em outras areas é tremenda. E, diga-se, você tem razão: idiotas medíocres(terraplanistas ignorantes) infelizmente estão dominando, se não o mundo, ao menos o ocidente.

Bosco

Obrigado pela “meia idade”!
Medíocre? Com certeza! Todos poderíamos ser melhores do que somos.
Frustrado? Nem tanto! Tento aprender todo dia um pouco de algo e ainda não me dei por vencido.
Quanto a ser terraplanista, provavelmente antes de você nascer eu já tentava aqui na Trilogia explicar as interações de uma Terra redonda com a ação de mísseis, devo dizer que na maioria das vezes, sem sucesso.
E “Ocidente” é um substantivo próprio e se escreve com a inicial maiúscula.

Bosco

E se você tivesse senso de justiça, antes de comentar e tentar ofender alguém deveria observar a linha do tempo dos comentários. Nada fiz além de me defender de agressões gratuitas, simplesmente por colocar em dúvida se o sistema ASBM chinês está realmente habilitado a operar de modo pleno. O Sr. Allan me interpelou me denominando de “fanboy” tendo se sentido ofendido por eu ser um cético a respeito da potencialidade dos chineses como se eu tivesse insultado alguém de sua família. E depois, recortando um trecho de meu comentário e distorcendo seu significado dentro do contexto, disse que eu… Read more »

Emerson Gabriel

Última vez que comento algo seu nesse post Bosco. Teve gente aqui te defendendo por seus comentários técnicos. Dizendo que não é para usar aqui como plataforma politica. Usando um suposto comentário técnico para falar de questão ideológica. Eu não dou a minima para o PPC Chinês, não dou a minima para partido republicano e democrata, nem para turma do Putin, nem para turma do Erdogan. Sabe por quê? Porque eles não dão a minima para nós, para o Brasil, o nosso país. Nenhum deles. Biden não ta nem aí para nós, como seu amigo Trump também não dava, como… Read more »

Allan Lemos

É hilário porque o próprio Pentágono não subestima a ameaça que os mísseis chineses podem apresentar. Mas na opinião do grande Bosco, especialista militar de Taubaté, eles são mísseis de papelão inofensivos.

Antoniokings

Pois é.
Se vc puxa o assunto com ele começam a sair um monte de bizarrices.
Às vezes, é até engraçado (ou seria trágico?) ler algumas colocações de um sujeito que, teoricamente, teve alguma instrução.

Allan Lemos

Não faço ideia de qual tipo de instrução formal esse cidadão teve, mas não me admira esse comportamento porque no geral, a educação nesse país é péssima. Quer um exemplo? É só lembrar que houve médicos defendendo a cloroquina.

Bosco

Já a sua aposto que é formado em direito?
Acertei?
E qual “comportamento”? Te mandar ir a mexdx?
Você não vai chorar né ispicialista em armamento chinês?
Rsssss

Allan Lemos

Rapaz, a quinta série fica a dois quarteirões daqui.

Bosco

Como é que é? Quer dizer que um CSG chega a 4000 km da costa chinesa e eles lançam o DF-26 e 15 minutos depois… quá! Já era! 6000 caipiras no fundo do mar? O míssil balístico bate a Mach quanto? rsssss Explica aí pra gente usando sua grande sapiência e que se incomoda tanto de eu duvidar dessa maravilha comunista. Precisa de mais de um míssil ou só um faz o serviço? Acho que só um , né? Com a velocidade meteorística ele deve furar o porta-aviões. Diz aí! E fala do DF-17 que de acordo com você vai… Read more »

Allan Lemos

Camarada, o meu ponto ficou bem claro no meu primeiro comentário. Qualquer pessoa poderia entender a premissa central do raciocínio com um pouquinho de atenção, mesmo aqueles com capacidades intelectuais limitadas, como claramente é o seu caso. Mas acontece que você é um sujeito ideologizado, isso corrompeu a sua capacidade de raciocínio e o tornou incapaz de pensar fora da bolha ideológica. Percebi isso no momento em que me acusou de ser “comu*****”. Mesmo se eu explicasse o meu raciocínio novamente, você não entenderia. Mas saiba que os minions(tanto os de um lado quanto os do outro) como você são… Read more »

sj1

Só um dúvida Bosco, ha 4000 Km da costa qual aeronave embarcada teria condiçoes de chegar próximo a costa da China ? Pelo que sei a maioria tem raio de ação de 1000 Km, se muito.

Last edited 6 meses atrás by sj1
Bosco

Não entendi. O que tem isso a ver com o que comentei?

Bosco

“Mas na opinião do grande Bosco, especialista militar de Taubaté, eles são mísseis de papelão inofensivos.”
Com certeza você tem formação superior (muito provavelmente na área de humanas (na USP?) ), então , tenho certeza que tem excelente capacidade de interpretação de texto e a conclusão inevitável que chego é que é só um mau caráter mesmo.

Last edited 6 meses atrás by Bosco
sub urbano

“Eu falo o que eu quero”

Parabéns, Bosco, excelente argumento.

Bosco

Obrigado Sub, mas não foi só isso. Antes eu tinha mandado ele ir a mxrdx mas tive que mudar pra não ser censurado. rssss
*Sei que tem preguiça de ler , mas os argumentos continuam logo abaixo do “Eu falo o que eu quero”. Volta lá pra você ver!

Cristiano de Aquino Campos

Se você leu o testo, viu que eles tambem testaram contra um navio em movimento, no oceano e funcionou.

Salim

Creio que atingir frota de guerra bem armada em velocidade de 30 nós errática e muito difícil para míssil com esta configuração. Os argumentos do Bosco são validos e vejo do mesmo modo ( excluindo apoio presidento e terra plana kkkkk )

Bosco

Cridtiano, Vc parece ser uma pessoa bem intencionada , então, vamos lá. – Eu não duvido que o missil exista, que esteja operacional, que funcione, que funcione contra alvos fixos, que funcione contra navios em movimento, que funcione contra navios isolados (sem proteção de um porta-aviões). Ponto. – Como vc pode constatar nos comentários anteriores meu questionamento é se funciona contra um CSG. Ponto. – Foi esse simples questionamento que gerou todo esses lamentos. Ponto. – Só pra completar, apesar de achar que funciona, não considero a arma definitiva que irá aposentar todos os navios de guerra e muito menos… Read more »

Bosco

O fato de existir uma arma anti “algo” não torna esse “algo” obsoleto. Existem armas anti aéreas há muito tempo e aviões e helicópteros de combate pipocam nos céus. Existem armas antisubmarinos e existem centenas de submarinos. Existem armas antinavios e existem milhares deles. E assim por diante. Não será uma arma efetiva contra um NAe que irá por fim aos NAe. Sem falar que essa ladainha já vem de longa data. Desde os anos 70 em toda década surge um novo “assassino de porta-aviões” definitivo , só pra ser substituído pelo próximo. O DF-21D e o DF-26 nunca sequer… Read more »

Juarez

Bosco, meu amigo de tantos debates.
Sabes de meu apreço e respeito pelas tuas opiniões mas aqui vai um humilde pedido:
Não discuta e não perca tempo com pombos…..
Abraco

Agnelo

Prezado Juarez
Perfeito.
Sds

Cristiano de Aquino Campos

Eu entendo, e que usei seu argumento para ver se alguém falaria algo a respeito do testo em profundidade, coisa que não rolou.
Vou falar o que notei, no caso Chinês, trata-se de um sistema de armas de acordo com uma estratégia redundante e em camadas.
Não e um único míssil, orientado por aviões de patrulha ou radar que são vulneráveis sem escolta, contra ataques de caças adversários. Tem radar OTH, satelites, submarinos.

Wagner

Texto. Com “x”.

Mercenário

Qual a necessidade de corrigir o erro de português do outro forista?

Estamos na sala de aula?

Mondelo

Ele deve estar saindo da 5º série e acabado de aprender gramática.

Last edited 6 meses atrás by Mondelo
Leo Rezende

Vale qualquer coisa para se sentir “superior”…

Willber Rodrigues

PLAN versus USNavy…essa simulação vai ser pesada. Essa eu quero assistir.

Queria aproveitar e sugerir, pra próxima simulação: Argentina X Chile, em 78, caso o Papa João Paulo II não tivesse conseguido impedir o conflito.

sergio

Ja viu o tamanho do mimimi que vai ser se a marinha chinesa perder ne, Galante vai ter que andar de guarda costa rsrsrsrs

sergio

Quando os su-30 da Venezuela perderam para os nossos Gripen na simulação foi quase um mês de mimimi, imagina a PLAN levar uma surra da USnavy o mundo acaba!!!!!!

Bosco

E só por curiosidade, como citei há alguns dias um artigo sobre a proposta de uma nova classificação para mísseis de ataque de modo geral, o termo ASBM para o DF-21D já não reflete a realidade. O fato dele ter um PBV (veículo post boost) mostrado no desenho como sendo o número 3, e o veículo de reentrada ser manobrável, contando com aletas, o faz deixar de ser “balístico”. Em nenhum momento ele se comporta de fato como um míssil balístico. De acordo com a nova proposta ele seria um MRM4. Mísseis de médio alcance (entre 1000 e 3000 km)… Read more »

cerberosph

Um seguidor e defensor de um pseudo filosofo terraplanista querer posar por um especialista em misseis, que na maioria das vezes usam a técnica sea skimming, aproveitando-se da curvatura da terra, para atingir seus alvos. Enfim a Hipocrisia

Matheus S

Por que não o DF-21D não seria um ASBM? O fato dele ter ou não PBV não retira o fato dele ser balístico. Engraçado que dias atrás, você fez afirmação de que o míssil Trident II conta com PBV e que por isso, o fato dele ser um ICBM e ter alta precisão é por conta principalmente de um veículo post-boost. Nos diga, por favor, pelo fato do míssil Trident II contar com PBV, ele não é um míssil balístico? Então, o RV manobrável do DF-21D por possuir aletas, o faz deixar de ser balístico. Nos diga, então nesse caso… Read more »

Bosco

Ai cara. Não enche o saco. Lê esse artigo e se entender , bem, se não, amém. https://aerospace.org/sites/default/files/2020-08/Cover_Wilson-Dunham_Missle-Threat_F2.pdf
Eu tô me lixando se o DF-21 D é balístico , de cruzeiro ou só uma bailarina apaixonada. Só citei a pxxrrx do artigo.