domingo, maio 16, 2021

Saab Naval

Pandemia impacta fortemente Programa das Fragatas Tamandaré

Destaques

Roberto Lopes
É jornalista especialista em assuntos militares, autor de uma dezena de livros, entre eles “O código das profundezas”, e “As Garras do Cisne”

A pandemia do coronavirus, que já matou mais de 300.000 brasileiros, está impactando fortemente o Programa das Fragatas Classe Tamandaré (PFCT), um dos principais empreendimentos de modernização da frota militar brasileira. E foi isso que fez a Marinha descer um véu de silêncio sobre o projeto.

De acordo com um oficial da reserva que acompanhou de perto a escolha do Consórcio “Águas Azuis” para a renovação de parte da Força de Superfície da Esquadra, tanto o prazo original estabelecido em 2018 para a construção dos quatro navios requeridos pela Armada – 2024 a 2028 –, quanto a suposição de que a unidade “cabeça-de-série” – a ser batizada “Tamandaré” – possa estar à disposição do setor operativo em 2025, não passam, hoje – pior momento da transmissão do vírus no Brasil –, de dados plenamente superados.

E, o que é pior: de dados, ou previsões, cuja revisão é virtualmente impossível, devido a dois fatores: a incapacidade de governantes e especialistas fixarem prazos para a melhoria dos indicadores de saúde, e, sobretudo, a impossibilidade de se garantir que os recursos necessários ao projeto, atualmente estimados na casa dos 9,56 bilhões de Reais, serão mantidos.

No início de março, um ex-Comandante da Marinha confidenciou a este articulista, pelo telefone: “tenho ouvido falar que vem um contingenciamento [de recursos] por aí”.

Maquete da fragata classe Tamandaré

Cronograma original das fragatas classe Tamandaré
Cronograma original das fragatas classe Tamandaré

O Almirante de Esquadra José Augusto Vieira da Cunha de Menezes (Diretor-Geral do Material da Marinha), em uma palestra no canal do Clube Naval no YouTube em outubro de 2020, previu que o primeiro corte de chapa da fragata Tamandaré aconteceria em março de 2022.

A incerteza acerca da disponibilidade de escoltas modernos (e operacionais) em meados da presente década, aptos a garantir desde as operações rotineiras de patrulhamento do Atlântico Sul até as missões mais específicas e de cooperação internacional, devolveu, a integrantes do Estado-Maior da Armada, e a setores das diretorias do Material e da Gestão de Programas da Marinha, a preocupação em identificar meios de 2ª mão prestes a serem desativados, mas úteis ainda.

“A MB trabalha com a hipótese de obtenção de escoltas por compra de oportunidade”, confirmou para o Poder Naval uma fonte da área de Gestão de Programas. “Os navios devem estar em boas condições, e com preços de aquisição, operação e manutenção que não afetem os demais programas da MB em andamento”, completou.

“Além disso os navios deverão operar na MB, por, pelo menos, 15 anos.

“A MB trabalha com a hipótese de obtenção de escoltas por compra de oportunidade”

Quanto a origem destes escoltas, a Força não faz distinção.  Podem vir do Canadá, Reino Unido, Países Baixos, Itália, Coreia do Sul, Japão… Tudo depende das condições que mencionei antes” finaliza o oficial.

Por enquanto, todo o reforço com o qual a Esquadra pode contar resume-se à fragata “Defensora”, da classe Niterói – em reparos desde 2010 (!) –, e o patrulheiro “Maracanã”, da classe Macaé, que está sendo finalizado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

Durante a gestão do almirante Eduardo Leal Ferreira à frente do Comando da Marinha (fevereiro de 2015 a janeiro de 2019), a Marinha da Coreia do Sul disponibilizou para o Brasil (sem custos de transferência), duas corvetas de defesa costeira da classe Pohang, de 1.200 toneladas (carregadas).

A oferta foi dispensada por vários motivos: os navios (a) terem sido construídos entre 1984 e 1989; (b) necessitarem de reparos e manutenção onerosa nas máquinas; (c) precisarem ser submetidos a uma degradação em seu armamento antes da transferência; e (d), de forma geral, nada agregarem, em termos de novidade tecnológica, à Marinha do Brasil.

As Marinhas da Colômbia e do Peru aceitaram, cada uma, duas embarcações da classe Pohang.

NPa500BR

A questão é que o problema gerado pelo coronavirus para a operacionalidade da Marinha pode não redundar, apenas, em uma possível falta de escoltas a curto prazo.

A pandemia também:

(1) irá atrasar a construção, no país, do navio de Apoio Antártico (NApAnt), que se encontra no estágio de definição do projeto, no âmbito do Programa de Obtenção de Meios Hidroceanográficos (PROHIDRO) – e tem a alternativa proposta pelo grupo francês Kership (em parceria com a Itaguaí Construções Navais) como favorita;

(2) deve retardar a prontificação do submarino “Tonelero” (S42),  terceira unidade da Classe Riachuelo – um modelo francês Scorpène alongado –, cujo lançamento ao mar está previsto, pelo cronograma do PROSUB, para dezembro deste ano; e,

(3) o que ainda não é muito levado em conta por alguns observadores, atrasará por anos (no mínimo dois), o Programa de Obtenção de Navios Patrulha (PRONAPA), que prioriza o patrulheiro de 500t (NPa500BR) – cujo detalhamento preliminar (tamanho do casco, calado, motorização, armamento e sugestão de tripulação) foi, praticamente, encerrado, pelo Centro de Projetos de Navios (CPN), do Rio de Janeiro, em dezembro passado.

Nove meses atrás, durante uma visita ao CPN, o então Diretor de Gestão de Programas da Marinha, vice-almirante Alexandre Rabello de Faria, ouviu um briefing sobre o NPa500BR.

Submarino Tonelero no Complexo de Itaguaí, em dezembro de 2020

Vítima

A Sociedade de Propósito Específico “Águas Azuis” é formado pela Thyssenkrupp Marine Systems do Brasil (líder do consórcio), pela Embraer Defesa & Segurança e pela Atech (empresa de alta tecnologia controlada pela Embraer), mas, neste momento, o programa que será executado no Thyssenkrupp Estaleiro Brasil Sul (antigo Oceana), no município de Itajaí, se encontra restrito às atividades passíveis de serem realizadas sem a indispensável integração das equipes de engenheiros, técnicos e militares da Alemanha e do Brasil.

O diretor da Thyssenkrupp para o PFCT e ao menos dois de seus principais assistentes deveriam ter desembarcado no Brasil entre os meses de dezembro e janeiro últimos, mas não foram autorizados a viajar, por causa da elevada taxa brasileira de contaminação pelo covid 19.

Neste mês de março surgiu a expectativa de que a equipe germânica possa alcançar Itajaí em abril, mas, nesses dias de recordes diários de mortes pelo vírus, isso parece bem pouco provável de acontecer.

A própria Marinha já precisou lamentar, ano passado, o falecimento, em um hospital catarinense, de um oficial da reserva fortemente envolvido no PFCT – Comandante Engenheiro Naval Ádson –, que trabalhava na EMGEPRON e sucumbiu ao coronavirus.

A Prefeitura de Itajaí tem mais de 90 vacinadores habilitados, e 34 pontos de vacinação rotineira. O complexo portuário do município continua registrando bom trânsito de cargas. No ano passado foram mais de 15 milhões de toneladas, e, em janeiro, só no Porto de Itajaí, foi registrado um aumento de 6% nessa movimentação, mas ninguém sabe se esse ritmo positivo irá se manter.

O Estaleiro Brasil Sul passou várias semanas fechado, e vem sendo submetido a manutenções e pequenas obras, enquanto não é utilizado para a construção da primeira fragata Tamandaré.

De seu lado, o escritório da EMGEPRON em Itajaí lançou um edital para a contratação de cinco colaboradores (de níveis médio, técnico e superior), que, aprovados nos exames de admissão aos cargos, serão chamados para começar a trabalhar somente a partir de julho deste ano.

- Advertisement -

267 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
267 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Infelizmente a pandemia esta atrasando projetos militares no mundo todo!

Luiz

Certamente que a desvalorização da moeda frente ao dólar e a estagnação econômica estão comprometendo o orçamento. Mas entra ano sai ano a MB abre milhares de vagas…agora eu pergunto, as guerras do futuro serão por meio de drones e Inteligência artificial. Não precisamos de mais soldados, espingardas e fuzis, o exercito se justifica, mas a Marinha e a aeronáutica deveriam investir em meios; navios, submarinos, caças…em quantidade. Cortar o pessoal pela metade, manter a maioria de técnicos e engenheiros e uma pequena força de ação rápido para mobilidade, mas enxuta.

Canarinho

Nao adianta, isso ja foi dito milhares de vezes, o porque dos concursos continuarem se nao ha meios disponiveis em quantidade proporcional. O almirantado nao vai abrir do atual funcionamento das coisas. O que nos resta e torcer para Deus ter misericordia dessa nacao.

Náilon

Fala isso para o yemem

Nilo

A pandemia não é a razão, mas a consequencia (assim como o valor do dolar) de uma política de um governo, desde seu início errante, agora terá que comer farelos, como disse anteriormente que com tolo se mistura farelos come.
Mais um vez a Marinha superdimensiona o planejamento, essa crise ainda não mostrou sua cara, quanto até aqui já gastou com o projeto Tamandaré? sendo que está atrasado em um projeto de Patrulha Marítima.

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Carlos Gallani

O impacto econômico da pandemia é diretamente proporcional à ingerência para com a mesma!
Colhemos os frutos da inação e do negacionismo.

nonato

Negacionismo?
Os que os governadores de oposição têm feito?
São Paulo é o estado mais atingido
Estranho já que Doria é “cientista”.
O que dizer dos 93 mil óbitos na França de Macron?
Ou 73 mil na Alemanha de Ângela Merkel?
A turma do mensalão e do petrolao quer voltar e ficam inventando narrativas…
Maduro agradece seus seguidores no Brasil..

Renato de Mello Machado

Copa do mundo e olimpíadas,dinheiro fácilmente jogado fora.Falo isso porque trabalhei na área de saúde naquela época e já faltava materiais para os pacientes.Mas para bobeira tinha.

eggfilho


atençao!! o estado de sao paulo 11° em mortes por covid , provando que o lockdown fracassou.

eggfilho

https://youtu.be/IsnFFTrVDG8
vitoria da cidade de chapecó sc frente ao covid 19 com uso do tto. precoce

Canarinho

Pelo amor de Deus mais um que quer colocar a conta de tudo que ta acontecendo no executivo. Cara voce nao percebe que a situacao e muito mais complexa do que parece, e que tirar conclusoes simplistas e absurdas igual a sua nao ajudam em nada?? O que vc sugere senhor da critica, e do julgamento??? Que o Brasileiro medio fique em casa morrendo de fome?? Presta atencao cara, vc realmente e do BRasil?? Somos uma nacao pobre, desigual, aonde muitos vendem o almoco para comprar a janta. Voce ja viu quantos bilhoes o governo federal disponibilizou para o combate… Read more »

Pablo

Claro que não é só a pandemia o problema (e pra mim não é o maior), podemos citar, sem sombra de dúvida, a falta de voltade política e organização dos comandantes, afinal, a falta de escoltas começou com a pandemia? Há mais de uma década, pelo menos, se fala em ter mais meios de superfície, que a frota está velha, mas nunca fizeram nada e agora a desculpa é a pandemia. Daqui a mais 10 anos, quando tiver somente a barroso, o bahia e o atlantico como meios de superfície, no final da vida útil, quais vão ser as desculpas?… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Pablo
Roberto

Isso é fruto de décadas com governos que nunca deram atenção as forças armadas, e reflete do sucateamento de hoje. A pandemia ajudou a piorar o quadro.

Elias

O STF decidiu que os governadores tomassem frente a pandemia , sendo cada estado tem sua própria política de saúde tornando uma verdadeira bagunça. O STF é contra a prisão de segunda instância com o objetivo que todos sabem com a consequência liberaram um contraventor que o dólar disparou mais ainda e a bolsa já em queda ( inclusive no mundo) piorou . Projetos do governo federal não é posto em pauta pelo congresso o que mais ….

Elias

Lockdown em grandes cidades e no estado de maior renda , com objetivos puramente políticos , ovque mais…

Elias

STF e a suspeição de Moro, engavetamento das denúncias de Beto Rocha, Aécio Neves entre outros
E muito mais torna este país o que é. Quem colocou estes senhores na suprema corte ? Sinceramente não gostaria de voltar o que era antes . Estamos numa guerra surda suja e precisamos abrir os olhos

Alison

Vc já nasceu m.i.n.i.o.n antes mesmo desse termo ser criado… Só Deus na causa…

Elias

Em vez de lacrar , veja este video sobre tratamento precoce ..
https://youtu.be/RR_qkt5eUDI

eggfilho

como consequencia a LegiaoUnidaLivreparaAtuar, esta aí a solta

Marcelo Baptista

O lockdown está ocorrendo por que as pessoas foram irresponsáveis, e agora correm o risco de morrerem no corredor de um hospital, porque está ficando lotado.

Douglas Falcão

A CULPA É DO POVO?!? VC MERECE UMA DITADURA MESMO, TIPO A CHINESA…

Pablo

E povo não tem parcela de culpa também ???

Elias

Sim, uma grande parte é cega , e não enxerga a movimentação na tentativa de um golpe de esquerda

Pablo

Não tem nada ve isso! E não é nesse sentido que falo!

Marcelo Baptista

Eu não falei que é culpa do Povo!Leia com calma e reflita sobre o que escrevi. Mas vc tem que concordar que tem um monte de imbecil irresponsável arriscando a vida dos outros, só para tomar uma na praia.Eu moro próximo de um bairro onde um monte de moradores age como se estivesse tudo normal!Isto é uma culpa coletiva, dos governos, em todas as esferas, por não dar educação, não planejar adequadamente, ficarem brigando como um bando de barraqueira para saber quem é mais macho ou mais rápido! MAS das pessoas também!Eu tomo cuidado quando saio de casa em respeito… Read more »

Elias

Isso !! Então milhares de pessoas perdendo emprego , morrendo de fome não. Conta seu …..deixa pra lá ,
Por que não fecha a boca de fumo? Festa do Doria, ?

Marcelo Baptista

nossa fiquei realmente chateado, vou lá puxar meu fuminho pra me acalmar.

Marcelo Baptista

Bem eu poderia responder diretamente, mas vc é troll, portanto é gasto de energia, o que vou escrever aqui é geral. EU estou preocupado apenas comigo e com a minha família, não estou nem ai para VC. VC está preocupado apenas com o seu emprego, não está nem ai para mim ou minha família. O ESTADO existe (lembrando que pagamos impostos para ele existir) para atuar em apresentar soluções que atendam ao máximo possível de cidadãos, não ao grupo A ou B. Tudo o que esta acontecendo hoje é que cada instancia governamental (Federal/Estadual/Municipal) esta atuando apenas para um Grupo… Read more »

Elias

Mais um pão com mortadela, meu Deus !! Lockdown para trabalhadores e bandido sendo solto para não ter confinamento… acorda cidadão !!!

Marcelo Baptista

Oi? O que? Quem?

Marcelo Baptista

ops to acordado desde as 7:00

Danilo Henrique

A competência e concorrente na gestão da saúde, é previsão expressa na Constituição Federal. O STF só falou o óbvio, que ambos os entes tem responsabilidade na gestão da pandemia, a questão é que houve um apagão no governo federal e os prefeitos e governadores pegaram esse vácuo. Temos um problema, que precisa de uma solução, e no lugar, de apresentar alguma solução, o governo federal só critica. Se uma empresa tem um vazamento de água, isto é um problema, e precisa ser resolvido e não criticar o vazamento, porque a empresa pode se prejudicar o vazamento. É a mesma… Read more »

Elias

A crítica do governo federal , foi o repasse de bilhões de reais para pandemia aos estados e eles não apresentaram ao público e ao governo federal no que foi gasto . Tem a tabela de repasses a cada estado , já que a tomada de decisões sobre a pandemia cabe a cada estado ( decisão pelo STF que para mim não tem nada óbvio, só política de poder), a parte do governo federal de mandar as verbas foi feita. Se você esta achando ruim reclame ao seu governador

Elias

https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/mais-de-2-mil-medicos-publicam-manifesto-a-favor-do-tratamento-precoce-contra-a-covid-19/

Governo federal apoia o tratamento precoce, comprou milhões de vacina, fab leva cilindro de oxigênio para todo o Brasil .
Quando você dá uma olhada no Google vê só site da mainstream , site de ONGs site oficiais do estado de São Paulo falando absurdos do tto. Precoce . a guerra é suja ,pelo poder

Flanker

Cara, tratamento precoce é uma falácia, não funciona. Sou profissional de saúde. 2 mil médicos? Quantas centenas de milhares de médicos existem no Brasil? E quantos milhares são contra? Aqui no RS, uma médica nebulizou hidroxicloroquina em pacientes….3 deles morreram logo após. é óbvio que existe uma politização absurda da pandemia e seus resultados…..mas, todos são responsáveis pelo que está aí. Hoje o Brasil é o pior país em número de mortes diárias pelo vírus. E o presidente esperou 1 ano para se dar conta que o MRE é ideológico e…. apenas ideológico? O que a diplomacia do Itamaraty ajudou… Read more »

Elias

Falácia é as tuas palavras, tem um monte depoimentos médicos a favor do tto. Precoce , salvando vidas. Relacionar a morte por causa da cloroquina é um absurdo …aliás mais de milhares de médicos dizem o inverso de vc postando em depoimentos . E esta estória negacionismo é uma grande falácia

Flanker

Vou repetir…sou profissional de saúde….farmacêutico….tu sabe o mecanismo de ação da cloroquina e da hidroxicloroquina? Farmacodinâmica? Efeitos adversos provocados por vias de administração diversos ao que foi desenvolvido para seu uso? Interações medicamentosas? Potencial de risco? Existem milhares de médicos que falam essa bobagem, sim. Mas, existem muitos outros milhares que falam exatamente o contrário. Se no teu entendimento não tem problema nebulizar uma solução de cloroquina (via de administração completamente errada e de risco altíssimo para o paciente – esse medicamento só existe em forma de comprimido) mostra que você não sabe nada do que está falando. Negacionismo é… Read more »

eggfilho

https://youtu.be/LBXzI4r-YG8 flanker por favor veja este video do DR WONG (descanse em paz dr) sobre o tratamento precoce, nao é minha intençao ofende-lo,mas a medida que eu postava era praticamente agredido em palavras , foi a maneira minha de me defender de ofensas. A situaçao é seria e o tto precoce esta salvando vidas sim. entendo vc é farmaceutico e o respeito mas um medico esta na frente de batalha contra a doença sabe dosar e receitar conforme a situaçao , afinal qqer medicamento quando mal administrado pode ser veneno. como este depoimento há muitos outros que eu poderia postar… Read more »

Flanker

Você é o Elias? Bem, quanto ao tratamento precoce, existem estudos randomizados que comprovam que cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina (um antibiótico – logo, não possui ação contra vírus), ivermectina, nitazoxanida, não possuem efeito benéfico contra o Sars-CoV-2. Mas, eu paro por aqui….é seu direito acreditar no que quiser.

glasquis 7

Não sei por que esse papo ainda prevalece se nem mesmo nos EEUU, ferrenho defensor da cloroquina, se aceita o uso de medicamentos desse tipo como tratamento precoce. O Mundo inteiro entende que a cloroquina, a ivermectina e a azitromicina, não representam nenhuma melhora substancial no caso da COVID mas aqui a discussão continua. Se o Brasil é o único país no mundo que oficialmente trata seus doentes com esses medicamentos, então, por que é o país que mais casos tem no mundo, com uma altíssima taxa de mortalidade e no qual mais descontrolada a situação está? Não deveria então,… Read more »

Carlos Gallani

Até na trilogia os multiplicadores de fake news chegaram!

Pablo

Caro Flanker,
Segundo o que foi noticiado no jornal, e o médico encarregado do hospital desse caso, nao tem como confirmar que essas tres pessoas morreram por esse tratamento, assim como uma quarta se curou pelo mesmo tratamento.

Flanker

Então tá….não discuto mais……é perda de tempo. Acreditem no que vcs acharem melhor. Mas, as investigações sobre esse caso citado mal começaram. Só te coloco a seguinte questão: você faria nebulização com um medicamento que não foi feito para ser nebulizado? Sem entrar no mérito se é cloroquina ou não. Pense um pouco sobre isso. Mas, eu paro por aqui….Abraço.

Last edited 1 mês atrás by Flanker
Elias

“Nebulizou hidroxicloroquina , morreram logo depois …”
Se não te fizeram lavagem cerebral, vc nasceu com problema . Não vou discutir com mentiroso
Descobriram uma nova maneira de câmara de gás , pulverizar hidroxicloroquina no corredor da morte… vcs pão com mortadela são …..

Flanker

Cara , já te respondi mais acima….não vou repetir aqui. Mas, procura nos noticiários sobre esse caso em Camaquã/RS. Quanto à mortadela, etc….pra teu conhecimento, votei no atual presidente…..sou completamente avesso à esquerda. Mas, com seu comentário, mostra uma das características marcantes dos fanáticos…..que é taxar quem não é do seu lado como sendo, automaticamente, do outro lado……

Amaury

Volta pro grupo do Whatsapp mínion. E os editores poderiam limar esse tipo de comentário que, na verdade, é apenas panfletagem da pior qualidade

Elias

Quem que trocar as fontes de informações é vc

Pablo

Tratamento precoce e panfletagem??

Elias

E deixar os “pão com mortadela “ para comentários desconstrutivistas feito vc .,. Vá planta batata rsss

Marcelo Baptista

Não, o STF decidiu que todas as esferas deveria trabalhar conjuntamente.

Douglas Falcão

so se for pra fazer lockdown de honestos e soltar bandido.. não é verdade?

Elias

É puritano !!! STF tem as melhores intenções… por favor caiu de pára-queda em terras brasilis…

Flanker

E uma coisa é excludente da outra???? Se um faz bobagem, o outro também faz…..

eggfilho

nao vamos comparar, né , um náo faz bobagem ,ao contrario ,e o que é pior intencionalmente e com objetivos pra lá de escusos

Canarinho

Voces viajam demais…. demais. Aonde voce quer chegar?? Politica de governo? Seja mais claro, voce nao esta por acaso colocando a culpa de tudo que esta acontecendo nas costas do executivo ne? Isso e agir de muita ma fe.

ERNANI BORGES

Menos na China.

Jean Jardino

Pq sera que a Franca vai entregar 3 Fragatas FDI ate 2025 e no total de 5 ate 2030??? O mundo esta andando meu caro, o Brasil que esta parado faz tempo.

Gelson

Saiu notícia agora (ver no outro site de defesa – não dá para por o link), que a França, a marinha francesa, estará recebendo duas de cinco fragatas encomendadas com DOIS ANOS de ANTECEDÊNCIA! Lá não tem pandemia! Acho que estão admitindo que a Tamandaré também está subindo no telhado…e a pandemia é uma convincente desculpa.

Marcos10

Aqui no Brasil, não fosse a pandemia, seria a outra coisa: rio Itajaí que subiu 0,5 metro; invasão de merluzas marcianas; o preço do aço que subiu; necessidade de aumentar os inativos da Marinha.

João

A solução tá em cortar o efetivo da MB em 10 mil homens. Façam as suas contas. Quanto seria economizado para os programas de modernização da força com esses cortes?

igortepe

Cortar em 50% o efetivo das forças armadas.

Alison

So faltou explicar como fazer isso… Já que o problema não são os conscritos…

João

Cortar o pessoal (oficiais, sub oficiais e conscritos) não vinculado a atividade fim. Você já se perguntou quantos homens a MB tem em Brasília? Quanto advogados, dentistas, pessoal administrativo a MB possui? 70% ou 60% do efetivo deveria ser de temporário.

Flanker

Cortando hoje, os efeitos disso seriam sentidos daqui algumas décadas apenas…..

Amaury

10? Pode cortar 25.000 que ainda teríamos mais do que o necessário

Gabriel

Essa desgraça completa iniciou quando alguém acreditou que o Prosup andaria paralelo ao Prosub, com a encomenda de Fragatas de 6000 ton. Para ajudar a Marinha ficou anos usando as Niterói na missão do Líbano, o que naturalmente necessitou muito mais gastos na manutenção delas (e desgaste, é claro), do que outros meios. A encomenda das 4 Tamandaré daria um alívio no quadro geral, mesmo que em número insuficiente. Agora a notícia que nem mesmo as Tamandaré estão garantidas e sem prazo para solução. Nem as famosas compra de oportunidade devem acontecer por não existirem navios nas condições que a… Read more »

Satyricon

Não se preocupe
O SubNuc vem aí!

Carlos Gallani

“SubNuc” é o nome de um novo prato com lagosta?

jef2020

Vc tem razão amigo!!! O futuro de nossas FAAs preocupa e muito!! Isso porque estamos no meio de uma forte campanha internacional contra nossa soberania na Amazônia!!! Nem assim o almirantado e os demais comandantes de nossas FAAs reagem!!! Não sei onde isso vai parar!!! Não entendo como o nosso país ainda consta como uma das principais forças militares da atualidade!!! Eu não engulo essa!!! Tigre de papel!!! Como estar preparado para uma batalha deste século com meia dúzia de subs, a maioria defasados, com porta helicópteros sem defesa anti aerea, caças navais operacionais apenas para treinamento, sem escoltas no… Read more »

Gabriel

exatamente disse tudo… a MB acreditou lá em 2007 que o governo teria verba para investir no PROSUB e PROSUPER ao mesmo tempo, algo que todo mundo sabia que não ia acontecer, nisso fizeram do PROSUB um projeto megalomaníaco extremamente caro que hj suga toda a verba da MB e o restante da esquadra esta em frangalhos com navios que não vão durar por muito tempo, não tem dinheiro nem para patrulhas.

pgusmao

Infelizmente, mais do mesmo, mas a desculpa da pandemia fica mais bonita de escutar, TODOS os programas de rearmamento nas três forças SEMPRE sofreram grandes cortes e atrasos, é incrível que não há um programa das FA cumprido até o fim, a gestão é péssima e a aplicação dos recursos idem, desculpas é que não faltam!!!

Last edited 1 mês atrás by pgusmao
Jef2020

O PR atual até se esforça para manter pelo menos garantidos os recursos aos projetos estratégicos já em andamento, mas essa resiliência vem reduzindo a cada dia!!! Quem viu o discurso do vice PR da camara criticando fortemente os volumosos recursos aplicados no orçamento deste ano na defesa neste momento de pandemia??? A pressão é enorme e será dificil segurar!!! Parece ate que esse discurso veio de fora e traduzido para o português!!! E agora ao que tudo indica mais recursos serao destinados para a pandemia para governos e prefeituras!!! E tudo continuará como sempre!!! Povão sendo tratado como animal,… Read more »

Carlos Campos

Não entendi, pelo que eu sei a EMGEPROM já foi capitalizada para isso, não entendo.

Nilson

Foi capitalizada, mas há dois problemas:

  • era a um dólar bem mais barato, como deixaram o dólar subir demais, agora precisa de mais capitalização;
  • a estratégia de capitalização está sendo discutida no TCU, ainda não está 100% legalizada.
Carlos Campos

mas nem hedge com opções de dólar fizeram? MB é muito amadora.

manuel flavio vieira

Já foi discutido no TCU.
Os valores do programa estão aplicados em fundos. Para aplicações de valores altos, como sempre, abriu-se um pregão para as instituições oferecerem os valores mais rentáveis dentro de determinado parâmetro. Tanto a CEF quanto o BB deram os lances com ofertas mais rentáveis.
Além dos valores estarem rendendo, o pagamento do projeto será ao longo de 8 anos. E ninguém sabe qual vai estar a cotação do Euro e Dólar nos próximos anos.

Wellington R. Soares

O maior problema das nossas forças armadas não é o orçamento e muito menos a pandemia. Enquanto tivermos quase 80% gasto com despesas relacionadas a salários, benefícios, aposentadorias e pensões, fica difícil projetar que os projetos de maiores envergadura vão sair conforme o planejado. Não digo que 100% é perdido, até porque vemos os projetos do KC390, submarinos e Gripens andando, porém notável a dificuldade da MB conseguir avançar em projetos relacionados a navios de superfície, nem mesmo os patrulhas de 500 toneladas deram certo e muito menos o sonhado projeto de construção dos patrulhas oceânicos (que é o mais… Read more »

igortepe

Os projetos Picanha, Lombo de Bacalhau, lagosta, vinhos caros e champanhe já estão com as verbas garantidas.

Wellington R. Soares

Não se esqueça de mais concursos, para continuarmos sendo uma das maiores marinhas terrestre do mundo rsrr..

Rinaldo Nery

Comentariozinho imbecil…

737-800RJ

Rinaldo, você que trabalha na iniciativa privada sabe do que vou falar: as companhias aéreas estão tendo prejuízos enormes nos últimos 12 meses, e o que fizeram? A Gol foi a primeira a colocar os funcionários em casa em regime de licença não remunerada e lançou programa de demissão voluntária; a Azul encerrou as atividades no Galeão com demissões pontuais e também fez uso de LNR; a LATAM demitiu tripulantes e também lançou LNR… Além de colocarem vários setores em part time. Ou seja, todas se mexeram para conter os gigantescos prejuízos e para garantir a própria existência. No mesmo… Read more »

Agressor's

Se estatais não dão lucros, pq diabos alguém teria interesse em comprar?

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Alison

Exatamente. Qualquer um com neurônios funcionando sabe que é problema de gestão.

Flanker

Hehehehehe….sério? Quando houve, lá nos anos 90, a privatização das teles, praticamente nenhuma das estatais federais e estaduais desse setor davam lucro….só davam prejuízo. E foram vendidas. A Embraer era altamente deficitária…foi privatizada…..

João das Botas

Kkk na china não há atraso, nem na russia…

Vinicius Momesso

A área militar para esses países é igual ao salário dos políticos em nosso país, não pode atrasar nem abaixar sob “hipótese alguma”.

Last edited 1 mês atrás by Vinicius Momesso
Allan Lemos

As duas Type 23 que o UK irá aposentar em breve me parecem uma escolha óbvia para a MB, espero que não durmam no ponto.

José Luiz

Parece que estão bem gastas e tem problemas de terem armas não padronizadas com a MB no caso o Sea wolf vertical e o harpoon que não são usados hoje e teria custos de introdução. Por que vender o navio não significa que vão vender os mísseis. Veja que no São Paulo os franceses tiraram todas as armas de defesa antiaerea e no Atlântico os ingleses tiraram os CIWS para usarem em outris navios. As type 23 tem sistema para harpoon se comprar elas vai ter que comprar os mísseis não da para aproveitar os Exocet que temos. Parece bobeira… Read more »

Nilson

Problema tem em qualquer compra de oportunidade, nada que existe é redondinho para nossas necessidades. É só abater no preço e trabalhar para integrar outra coisa. Se for esperar algo que não tenha problema, melhor fechar o buteco…

José Luiz

O mestre Felipe Sales comentou no seu canal de you tube de que quando a tecnologia era mais antiga era fácil incorporar um navio usado, digamos bastava comprar peças e munição compatível. Hoje é bem mais complicado. Exemplifico as Type 23 tem sistema de combate compatível com os sistemas de armas nela instalados é inviável mudar isso porque o navio tem pouca vida útil. Veja o problema é $ se comprar uma Type 23 tem que comprar mísseis Harpoon que sejam compatíveis com o sistema dela. Para nós as Lafaytte francesas eram melhores por serem propelidas por motores diesel muito… Read more »

Alexandre

Eu ficaria com as Fragatas Classe Brandenburg, porque são mais compatíveis com as Tamandarés. São MEKO , tem turbinas LM 2500, que já usamos na Barroso e em outras unidades da MB, o canhão é o de 76mm e apesar de ter harpoons, já usou os exocets.
Essas fragatas tem pouco mais de 25 anos, são bem armadas, com boa capacidade anti aérea e anti submarina e seriam a escolha natural depois que escolhemos os Alemães para construir as Tamandarés.

Yuri Dogkove

Chile!

Alexandre

Com certeza, o chile seria o País mais indicado para receber pelo menos uma delas, uma vez que já é usuário e tem toda a logística e treinamento para manter.

Paulo

Melhor essas bostas do uma MB com 80 mil homens sem navio.

Last edited 1 mês atrás by Paulo
Alexandre

Dessas duas fragatas T 23, me parece que só uma fez a tal da LIFEX e está em condições de agregar alguma coisa para nossa marinha, já que incorporou o radar ARTISAN e os mísseis Sea Ceptor. Mesmo assim não acho uma boa aquisição em função do pouco tempo de vida útil que tem.

Mk48

Oi Allan.

Cara, essas fragatas estão no osso. É furada.

No mais viriam praticamente desarmadas.

Parabellum

Pegar navio velho é literalmente comprar problema. Melhor investir este valor nos nossos que já sabemos das deficiências a serem sanadas.

Vovozao

28/03/21 – domingo, bnoite, Parabellum as nossas quais; Niteroi’s?? Ainda funcionam graças ao pessoal de maquinas, pois teoricamente ja são umas senhoras cinquentonas. Quando postei que a MB havia perdido uma grande oportunidade não adquirindo as ADELAIDES, os grandes criticos falaram que eu não entendia nada, ja que as ADELAIDES eram uma Perry e que alem disso estavam muito desgastadas; entretanto, vejo que foi uma otima aquisição para o Chile, compraram na hora certa; alem do mais corremos um risco muito grande, ja que necessitamos de escoltas para ONTEM, e de repente iremos ter so duas opções ; compramos caro… Read more »

Parabellum

Não acho que precisamos pagar caro, nem comprar porcaria. Qual finalidade destas escoltas? Manter o adestramento? Causar desgaste à uma agressão de uma marinha superior? Combater marinhas de igual valor ou inferior? Patrulha das nossas águas? Participar de missões da ONU? Para cada utilidade temos uma solução adequada. Desde 500t até leasing ou até mesmo formar uma coalizão temporária. Pergunte aos maquinistas a opinião deles. Melhor um navio bastante usado desconhecido ou uma solução dos problemas já conhecidos (se tiver solução) ?

Mk48

x2!!

Rogerio Schneider

Ministros do STF, governadores, juiízes, promotores e prefeitos estão parando o país produzindo empobrecimento, quebra de empresas e desemprego. Tantos se calam perante os arautos dos lockdowns. Nada mais natural que os poucos projetos militares em andamento também parassem, embora eu não creia que o próprio pessoal da Marinha lamente alguma coisa. Brasil não é país séro.

Yuri Dogkove

Também não sei porque o Brasil está parado, afinal “é só uma gripezinha”!

Roberto Bozzo

Mestre Yuri, também achei um absurdo está fala…. totalmente sem noção vindo de quem veio e reproduzida a exaustão por várias pessoas….o Dr Drauzio Varella pisou na bola. 😉

Nilson

O que está parando o país é o vírus.

Fernando Veiria

Países que adotaram o lockdown de verdade não estão se queixando de empobrecimento, quebra de empresas e desemprego. Estão na verdade se recuperando e imagino que seus programas de reequipamento militar estejam indo muito bem.

Quem é contra lockdown tem que se calar mesmo porque está demonstrado que funciona, basta ser feito corretamente. E contra fatos não há argumentos.

Wellington R. Soares

Imagine você sendo um comerciante e o governo obriga você a fechar as portas por um período? Você acha que dinheiro cai do céu para pagar as contas, os funcionários? Sinto muito, mas esse papinho de fechar tudo não deu certo e não vai dar, pelo menos não em um país pobre como o nosso. Veja na Europa, vários países fizeram isso por várias vezes e se você comparar a quantidade de casos a cada milhão, verá que alguns países de primeiro mundo tiveram mais casos que o Brasil. A solução não é trancar todo mundo em casa, até porque… Read more »

Fernando Veiria

Se tivéssemos um governo que ajudasse desde os funcionários ao comerciante, funcionaria. O lockdown bem feito é curto, em três semanas já pode reabrir. Se o governo desse isenção de impostos ao comerciante enquanto ele tem que ficar fechado e seus empregados receberiam meios para se manter do governo, o comércio sobreviveria, reabriria após o lockdown e com pouca circulação do vírus ele voltaria a vender seja lá o que vendia em níveis praticamente normais. Não é o lockdown que quebra a economia, é a burrice do governo. Mas o governo preferiu gastar em cloroquina e apostar no negacionismo. Nada… Read more »

Roberto Bozzo

Mestre Fernando Veiria,

“Quem é contra lockdown tem que se calar mesmo porque está demonstrado que funciona, basta ser feito corretamente. E contra fatos não há argumentos.”

O Presidente do Conselho Federal de Medicina discorda das suas palavras.

Agressor's

COVID: EXEMPLO CLARO DO LOCKDOWN FUNCIONANDO

Control

Srs Jovem Fernando Contra fatos não há argumentos! Conforme nos mostra a experiência, uma epidemia causada por vírus só pode desaparecer se: For controlada no inicio com o isolamento total do foco até que os casos desapareçam com a contaminação da população local ou com a criação de cordões de isolamento sanitário com as suas populações vacinadas contra a doença. Isto não aconteceu, seja por inépcia ou má disposição política quanto ao isolamento, seja pela ausência de vacinas contra o Covid19; Com a vacinação de toda a população passível de ser atingida (no caso o mundo inteiro), o que se… Read more »

Zorann

O isolamento parcial a que se refere, ao retardar a proliferação, diminui a quantidade de infectados que necessitam de leitos. Quando a ocupação de leitos se aproxima de 100%, qualquer diminuição na proliferação (retardamento) ajuda a diminuir a taxa de ocupação.

Em alguns lugares isto tornou-se a única saída.

Marco

Acrescento apenas o fenômeno do escape imunológico que ocorre quando o vírus entra em contato com pessoas que tem anti-corpos subneutralizantes, aqueles com uma dose da vacina apenas, ou que naturalmente os fabrica em sua resposta imune inata, permitido mutações, como ocorre agora.

José Luiz

Terrível o quadro. Agora pergunto qual será a verdadeira condição de casco/máquinas das Niterói? Que justifique adquirir uma escolta usada com 15 anos de vida útil.
Creio que como no passado, vide a classe Garcia e as Type 22, vai surgir um tapa buraco de algum lugar. Pois as Tamandaré vai demorar. Esperar para ver.
Se alguém poder lançar uma luz sobre as verdades da Niterói estou curioso.

Wellington R. Soares

Passados 40 anos de uso, com certeza essas fragatas já estão no osso, fora que estão desatualizadas para guerra moderna. Hoje acredito que sirvam mais para manter uma doutrina dos marinheiros até a chegada das Tamandarés. A versão do exocet utilizado pela Niterói possuí um alcance muito pequeno (70 km), frente a maioria dos mísseis modernos (150km+). A defesa antiaérea (aspide2000) é antiga se comparada com as empregadas por mísseis lançados por VLS. O canhão vickers 4.5 é muito antigo. Diferente de novos canhões como o oto 76 super rapid, que também serve para defesa antiaérea e que será empregado… Read more »

José Luiz

Creio que o problema principal não é o armamento e sim as obras vivas do navio, ou seja o casco e seus componentes cavernas, anteparas, desculpem se erro nos nomes pois não sou de marinha. Quanto ao alcance dos Exocet, veja que o Mansup terá apenas uns poucos quilômetros a mais. Quanto ao Aspide ele ainda é um bom míssil em termos de alcance, mas pior de que não ser VLS é que como ele é orientado por iluminação por radar de onda contínua “CW” e o navio somente tem dois radares de tiro um a proa e outro a… Read more »

Zorann

As Niteróis não servem pra muita coisa. Olha o nível de obsolescência delas. As Type 22 restantes, acho que nem navegam mais.

Yuri Dogkove

Essa pandemia veio a calhar para a Maior Marinha de Terra do Mundo… Ótima desculpa!

manuel flavio vieira

Absurdo. A EMGEPRON é uma estatal não dependente e todo o valor para o programa da classe Tamandaré (R$9,5 bilhões) estão aplicados em contas na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Falar de contingenciamento é sem sentido. Vale para qualquer estatal não dependente.

Adriano Madureira

esse dinheiro não poderia estar em um bom fundo de investimento? Até mesmo no exterior?

manuel flavio vieira

Sim, e estão. Nos 2 Bancos aos quais me referi.

Adriano Madureira

Vejo essa novela de licitação de fragata, escolha do finalista, acordo de construção de fragata e lembro que em 2018,os indianos compraram duas Fragatas classe admiral Grigorovich por USD500 milhões.comment image

https://media.gettyimages.com/photos/the-commissioning-of-the-admiral-essen-the-2nd-ship-of-the-admiral-picture-id538614948
comment image

Jota Ká

– Ocorre que as contas estão em reais.
9,5 bi quando o dólar trocava por 4 reais, eram US$ 2,375 bi .
Agora valem US$ 1,66 bi.
Vai precisar de orçamento adicional.

Ricardo Barbosa

Manchete afirma a notícia negativa, mas o corpo da notícia não afirma nada…o Poder Naval se deixou contaminar pela Rede Globo.

Adriano Madureira

Interessante que não há fonte referente a nenhum orgão jornalístico da tv Globo, alguns estão com paranoia…

Flanker

– Fragata Defensora em PMG há 10 anos; – NaPa 500 ton classe Macaé com apenas 2 entregues e o 3⁰, Maracanã, uma novela pra ficar pronto. Enquanto isso, querem construir uma nova classe de NaPa 500 ton. Pra que? Não conseguem nem construir a classe atual e querem fazer outra? Com outra linha logística? – classe Tamandaré tinha previsão do 1⁰ corte de chapa para 2022, agora nem se sabe quando isso poderá ocorrer…. e o tempo vai passando; – falou-se, tempos atrás, na revitalização de 3 Niterói….nem nisso falam mais….e o tempo passando; – Greenhalgh e Rademaker só… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Flanker
Gelson

Flanker, muito bem lembrado! E deve ter outras tantas mazelas mais que nem se sabe.O caso da Kryptus, por exemplo…
Mas, o pior é que a MB segue como se nada fosse. Ninguém é responsabilizado e as academias e escolas navais seguem vomitando centenas de novos membros para engordar ainda mais esta instituição falida. Ninguém deles sugere algo para um enxugamento de gastos e despesas para viabilizar um mínimo de operacionalidade.Alguns de seus membros entram por aqui para mostrar indignação em alguns comentários mas somente para salvar o seu próprio rabo, nada mais. É muito triste isso. Vergonhoso!

Satyricon

Caro Flanker, Irretocável vosso comentário.
Faltou somente destacar que neste arcabouço de desmazelos e ineficiências, chamado de MB, ainda se fala em SN-BR.

Glasquis7

Apenas o brasileiro que não quer ver a realidade. De todas as compras feiras nos últimos 10 anos, apenas o Atlântico e o Bahia, tem sido acertadas. Todo o que se deseja construir localmente sofre com orçamentos e atrasos. Macaé, Maracanã, Tamandaré, PROSUB, etc.

É só ter senso critico e um pouco de humildade.

Cleber

Ue ! Nao era um General no Comando da Defesa q iria resolver o problema ? Kkkk. A MB consegue ser a maior Marinha de Guerra do mundo em terra . E dele concurso ! E uma vergonha este pais . Diminuicao do efetivo ja .

Jef2020

Pelo jeito esquece Prosup….subiu no telhado…e a janela de boas compras de oportunidade fechou…sobraram as surradas do UK… sera que a MB vai embarcar nessa?? Tomara que pelo menos os projetos estrategicos ja contratados e em andamento não sejam afetados…. olha é dificil ser patriota nesse pais… É muita decepção…quando não é a pandemia, é o fome zero, o social, rombo da previdencia, endividamento e etc etc etc…sempre a tesoura vem forte pro lado da defesa!!! Tivemos uma ponta de esperança com o PR atual mas acho que a esperança está por um fio… guarda costeira a vista

Last edited 1 mês atrás by Jef2020
Flanker

Tam algumas outras poucas opções além das Type 23 inglesas…tem 2 classe M holandesas, tem Anzac da Austrália, Bremen (e,talvez alguma Brandemburg) da Alemanha, algum navio do Japão ou Coréia do Sul…..o certo é que alguma coisa precisará ser adquirida.

Juarez

Boa noite meu amigo Santamariense.
Eu avisei, mas os boquirrotos da Brapfil Puthenfia preferiram desclassificar o debate e a mim.
Tai, a dura realidade batendo na porta.
Tok, Tok,Tok. Flanker, eu e você bem sabemos que o tempo e senhor de todas as verdades.

Flanker

Buenas, Juarez! Pois é…..a gente olhava a MB uns 10, 15, 20 anos atrás e já se viam os planos de modernização, reequipamento, etc, que surgiam de tempos em tempos…os anos passavam e nada de novo vinha….e as coisas indo ladeira abaixo….e isso que naquela época as coisas estavam bem melhor que agora em termos de equipamentos…..realmente, meu amigo….o tempo ninguém engana…..um abraço.

Vovozao

29/3/21 – segunda-feira, bdia, Flanker, considero as Brandemburg uma fragata muito boa e sao 4, daria para virem todas com sistemas, armas, e ja que seriam 4 daria bem para aMB forma uma nova doutrina operacional, a uns 2 anos, foi comentado aqui que existia um interesse da MB nas mesmas, e, partindo do principio das mesmas serem uma MEKO, construida com participação da TKMS, e, quem sabe…. poderiamos contar ate com o apoio deles para uma aquisicao de oportunidade, porem, alguem tambem ja afirmou que nao pretende descomissiona-las antes de 2028.

Flanker

pois é…se for 2028 mesmo, não poderemos esperar até lá.

Frsnk

Tinha 2 fremm prontas novas ,oferecida a bolsonaro duas super fregatas o egito agradece

Zé bombinha

A pandemia só não afetou os salários do funcionalismo público.. Quanto ao programa da MB iria atrasar de qualquer jeito. Só resta a Marinha ter mais homens! em terra! As “oportunidades” serão pau pra toda obra! Infelizmente. Depois de um lento e sonolento processo, esperaremos mais um pouquinho, pra comemorar o dia do corte, lançamento, testes e incorporação. E o que resta senhores, somente esperar… A ver navios.

Last edited 1 mês atrás by Zé bombinha
leonidas

Com ou sem pandemia sempre tem um motivo para impactar qualquer programa militar no Brasil.
Logo simplesmente o fato da Pandemia ser a razão é apenas + um motivo, mas teria sido qualquer outro…rs

manuel flavio vieira

Quanto aos valores do PROSUPER, já expliquei.
Já quanto aos outros projetos, a matéria é bem sensacionalista. Vendo o impacto dos projetos de reequipamento no exterior, não tem esse atraso todo. Quando se atingir 80% da população vacinada (até outubro no Brasil) já se adquire a imunidade de rebanho.
Além de sensacionalista, é bastante inverossímil. Para quem não gosta de ficar lamuriando, claro…

Last edited 1 mês atrás by Manuel Flávio
manuel flavio vieira

Seria melhor o termo “alarmismo” para a matéria.

Flanker

Então coloque para nós quais seriam as soluções para a obsolescência em bloco das escoltas, o pequeno número de NaPa de 500 ton para cima, a precária situação dos submarinos atuais, visto que nenhum dos Riachuelo entrou em operação ainda ( se não conseguem manutenir os Tupi e Tikuna, quero ver o que vai acontecer com os Riachuelo)…..enfim, já coloquei uma lista de problemas da MB em outro post mais acima…..e isso não é alarmismo….é a realidade…..a MB talvez nunca tenha tido tão baixa operacionalidade como agora.

manuel flavio vieira

Eu falei especificadamente, e muito, sobre a matéria. Ademais, quem acreditou na matéria (como vc) não sabe nem o quadro atual. Vai saber sobre o próximo ano?? E digo não sei o futuro, mas sei o quadro atual.

Flanker

Mas, o quadro atual é caótico….e vem do passado assim….e o que se prevê para o futuro é o mesmo, ou pior.

manuel flavio vieira

O quadro vai estar menos ruim que o atual. Temos garantidos os valores para as 4 escoltas Tamandaré, que, ao contrário das atuais, nos darão escoltas aptas ao combate moderno dentro da classe dela (fragata leve).Além da Barroso, que pode melhorar alguns sistemas tornando-a capaz para a classe. Teremos 4 submarinos modernos Scorpénes, substituindo os 4 classe Tupi. No PL 28/2020 (LOA 2021) está constando o valor para o término de um NaPa 500 ton (talvez o COVID possa reduzir os envolvidos na construção e atrasar alguns meses). Assim, no próximo ano, no Norte teremos o APA (1.800ton) no DN… Read more »

Flanker

Então, tá! Se tu acredita que em menos de 9 anos vamos ter 6 fragatas novas, construídas e entregues (sendo que o corte da primeira chapa da primeira unidade foi prorrogado de 2022 para uma data futura ainda indefinida) + a Barroso modernizada e com maior capacidade, te lembro que o último navio de combate novo, construído no Brasil, foi exatamente a Barroso, que levou “só” 14 anos para ser construída e entregue. Mas, cada um acredita no que quer.

Nilson

Entendo o contrário. A matéria meramente pinta com cores mais vivas a realidade que já vemos aqui no blog há vários anos. Os combatentes de superfície e os patrulhas estão definhando a olhos vistos, na quantidade e na qualidade, e infelizmente não haverá reposição no horizonte de pelo menos 5 anos (até lá só fica pronto o Maracanã), mantidos apenas os projetos existentes. Ou seja, caso não haja compras de equipamento usado, chegaremos a 2026 com pouquíssimos navios operacionais.

Alex Barreto Cypriano

Não existe imunidade de rebanho. Mesmo vacinado, ainda se pode adquirir e transmitir o vírus. A vacina é pra evitar morte ou baixar em UTI. Aliás, o vírus veio pra ficar e está evoluindo paralelamente ao aumento de infecções. O brasileiro será submetido a ondas de mortes por CoViD-19, aproximadamente a cada seis meses. Em um ano, de março20 a março21, acumularam-se 300 mil mortos por CoViD-19. Todos os cânceres somados mataram, em 2018, 250 mil brasileiros. Talvez antes de março22 ainda se acumulem muito mais que 350 mil mortos de CoViD-19, e 350 mil é quanto mataram doenças do… Read more »

manuel flavio vieira

Só para este ano, já está contratado para entrega mais de 530 milhões de doses de vacina. O suficiente para imunizar a população inteira. Assim como o H1N1 é possível que tenhamos de nos vacinar todos os anos, mas o mundo não vai parar por causa disso.

Alex Barreto Cypriano

Nada sei sobre quantidades futuras. Por isso estou muito curioso pra ver como seria o quadro abaixo em 2021:

causas-mortes-brasil-eua-copy-1-01-450x503.png
Roberto Bozzo

Fiz está pergunta 12 dias atrás, na postagem sobre as Tipo 23 que a Royal Navy daria baixa: “Sabemos que não é o ideal, mas não seria interessante a MB tentar adquirir estas duas fragatas e fazendo o Lifex delas no Reino Unido antes do recebimento ? Seria um bom incremento, hoje, a MB considerando a falta de meios que temos.” Agora parece ser a esperança da MB ter alguma escolta operacional no fim desta década. Faz um “catado” pelo mercado de usados ao redor do mundo e ter ao menos 6 escoltas em 2030; usar o dinheiro das Tamandarés… Read more »

Zorann

Melhor gastar com PMG de Tupi do que ter escolta só pra dizer que tem.

E é exatamente isto que acontece: temos escoltas obsoletas, a maioria sem valor militar nenhum, que pouco navegam (se é que todas podem navegar)… só para dizer que tem.

Exceção: por enquanto a Barroso, mas se não for modernizada, logo vai ser mais um desses aí

Isto de Type 23, já era.

Flanker

Você tem ideia fixa em submarinos…..eles são, sim, o diferencial de uma marinha, mas não são tudo. Escoltas devem e precisam fazer parte de qualquer marinha minimamente crível. E não estou aqui defendendo a aquisição das Type 23, mas algum navio precisará vir, seja holandês, francês, alemão, etc…

Zorann

Eu discordo de você. Ter é muito diferente de ser capaz de operar um navio de guerra como tal

Portanto, ter escoltas e não ser capaz de opera-las, é um tremendo desperdício de dinheiro Principalmente quando nem o básico, que é saber quem navega aqui, somos capazes de fazer.

A patrulha vem antes das escoltas. E a negação do uso do mar, vem antes da capacidade de cotrola-lo.

Mas esta é só minha opinião… Não precisa concordar… Mas não há nada de irracional nela.

Last edited 1 mês atrás by Zorann
Flanker

Já tivemos uma discussão assim em outro tópico. Eu só acredito que se é para ter uma marinha de NaPa, que acabe-se com ela e a torne uma Guarda Costeira. Mas, como vc disse, é apenas minha opinião.

Tutu

Ao meu ver a questão tbm é midiática, imaginem com tudo que está acontecendo, com o governo contando moedas para combater a pandemia, sair uma manchete no Estadão “Marinha inicia a construção de navios de 10 bilhões”, conhecendo o povo brasileiro garanto que ocorreriam críticas infinitas.

Juarez

Bom dia, acredito que e pura e simplesmente $$$$$.
O aço após a assinatura do contrato subiu mais de 100%, Os sistemas e equipamentos cujos os preço são em dólares/euros terão de ser recalculados pois houve uma variação enorme da cotação destas moedas em relação ao real após a assinatura do contrato.
Será necessário uma nova capitalização da Engepron.
Vai ter dinheiro e apoio político para isto??????
Do Deus sabe.

Alexandre

Amigo, temos 9 bilhões de reais na Emgepron, semana passada se noticiou mais 500 milhões, ou seja, 9,5 bi. Isso em dólares, dá mais ou menos 1,7 bi, algo em torno de 425 milhões de dólares por cada Tamandaré.
Se esse valor não é suficiente, então temos uma propina muito alta na nossa Marinha!

Juarez

Se você parar para pensar que o aço subiu cerca de 120% e se o contrato e em euros tem uma variação de 40% isto aí e troco de pinga. Não fede e não cheira.

Alexandre

Detalhe isso em um comentário, mostre quais as cláusulas do contrato feito pela MB não previu isso. Do mesmo modo, mostre em que parte da construção no Brasil, com mão de obra Brasileira , o Euro pode afetar . Assim ficaria uma opinião mais embasada, porque dizer que o Euro tem uma variação de 40% e que o aço subiu.120% , é uma coisa muito estranha. Mas por outro lado, se o aço subiu isso tudo, e o Brasil é um dos maiores exportadores dessa commodity, então podemos pensar em superávit em nossas exportações e balança comercial. Então o possível… Read more »

Flanker

Tu acha que esse contrato vai ser assinado em reais?? É óbvio que vai ser em Euros! E o brasil exportar aço não quer dizer que o aço que exportamos é o mesmo usado em construção naval. O Brasil produz esse tipo de aço?

Alexandre

E vc Flanker, conhece os termos do contrato ou está apenas especulando para tentar desmerecer as Tamandarés? Assim como fizeram com os Gripens, que muitos diziam que não iríamos pagar devido a valorização do dólar, sendo que o contrato foi feito em moeda sueca! Para com isso cara, já está ficando chato, o aço é uma commodity, se sobe o aço naval é porque toda cadeia do aço subiu junto, e portanto, teremos uma aumento de arrecadação e na balança comercial também, isso é um fato. Mão de obra Brasileira não recebe em dólar, isso é outro fato. Por outro… Read more »

Flanker

– O Bradil fabrica aço para uso naval?
– Mão de obra é paga em reais, mas isso é o menor dos problemas.
– A esmagadora maioria dos sistemas: propulsão, radares, armamento, etc…..são importados e serao pagos em euro.
Mas, enfim, se vc acredita que tá tudo tranquilo, ok…..vc tb disse que eu sou chileno (?!?!?!)….então, segue o baile….

glasquis 7

Esperava o que de quem disse que as Tamandaré, são as fragatas mais modernas, poderosas e capazes de toda América Latina… Mesmo sem existir nenhuma ainda. O cara ganha todo no papel. Em 2015 os Gripens armados com A Darter produzidos na fábrica de São José dos Campos, derrubavam todos os caças da região e na mesma época, afirmava que os Scorpenes do Brasil eram o melhor submarino… Isso sem o Brasil ter nenhum Scorpene ainda. Aí tu mostra pra ele que, enquanto esses médios, não forem construídos, apenas são uma força de papel e o cara acha que estão… Read more »